Analysis of the perception of employees regarding good manufacturing practices in a community restaurant

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i9.32139

Keywords:

Food Safety; Nutrition; Restaurant; Good manufacturing practices.

Abstract

The good manufacturing practices are technical sanitary procedures and their harmony with the sanitary legislation is essential for the food to have all the guarantee of its quality. This work aimed to evaluate the hygienic sanitary conditions and the perception that the collaborators have about the hygiene practice in the work environment, employed from the production of the food, to its distribution. This can ensure the quality of the food and, as a result, the health of the diners. From this point on, the training of employees is extremely important to protect the health of consumers. This is a descriptive, cross-sectional study that was carried out with the employees of a community restaurant in the Federal District. The data was collected by applying a Google form in interview format and then analyzed using the Excel program and exposed by tables and graphs with simple arithmetic mean. Through the results obtained, it can be seen that the employees correctly understood about good practices during food handling (92.9%; n=26). It is concluded that proper training in food and nutrition units, as well as the role of the nutritionist are extremely important in food production.

References

Akutsu, R. de C., Botelho, R.A., Camargo, E. B., Sávio, K. E. O., & Araújo, W. C. (2005). Adequação das boas práticas de fabricação de serviços de alimentação. Revista de Nutrição , 18 (3), 419–427.

Andreotti, A., Baleroni, F. H., Paroschi, V. H. B., & Panza, S. G. A. (2021). Importância do treinamento para manipuladores de alimentos em relação à higiene pessoal. Iniciação Científica Cesumar , 29–33.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). (2013). Guia para comprovação da segurança de alimentos e ingredientes. Brasília.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). (2020). Nota Técnica n°49:Orientações para os serviços de alimentação com atendimento direto ao cliente durante a pandemia de Covid-19. Brasília-DF.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). (2015). Resolução da Diretoria Colegiada- N° 43: Prestação de Serviços de Alimentação em Eventos de Massa. Brasília-DF.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). (2004). Resolução da Diretoria Colegiada-N° 216: Regulamento Técnico de Boas Práticas para Serviços de Alimentação. Brasília-DF.

Brasil. (2021).Fazer Refeição em Restaurante Popular. Brasília.

Brasil. (2017). Instrução Normativa N° 16: Regulamento Técnico sobre Boas Práticas Comerciais de Alimentos e para Serviços de Alimentação. Brasília.

Brasil. (2020). Ministério da Cidadania. Mais de 130 restaurantes populares garantem alimentação saudável para população vulnerável. Brasília.

Brasil. (2001). Ministério do Trabalho. Norma Regulamentadora 6- Equipamento de Proteção Individual-EPI.Brasília.

Brito, D. S., & Souza, W. L. de. (2019). A importância do uso de equipamentos de proteção individual e segurança dos alimentos manipulados por ambulantes no município de João Pessoa-PB. Nutrição Brasil , 18 , 73-79.

Cavalli, S. B, & Salay, E. (2007). Gestão de pessoas em unidades produtoras de refeições comerciais e segurança alimentar. Revista de Nutrição , 20 (6), 657–667.

Conselho Nacional de Saúde (Brasil). Resolução n. 466, de 12 de dezembro de 2012. Brasília, 2012.

Devides, G. G. G., Malffei, D. F., & Catanozi, M. da P. L. M. (2014). Perfil socioeconômico e profissional de manipuladores de alimentos e impacto positivo de um curso de capacitação em Boas Práticas de Fabricação. Revista Brasileira de Tecnologia de Alimentos . 17 (2), 166–176.

Fojas, F. A. (2022). Gestão de resultados, baseada nos pré-requisitos do sistema APPCC. Revista Turismo y Sociedad , 71–92.

Garcia, L. P., & Duarte, E. (2020). Intervenções não farmacológicas para o enfrentamento à epidemia da COVID-19 no Brasil. Epidemiologia e serviços de saúde. Revista do Sistema Único de Saúde do Brasil , 29 (2).

Garcia, P. P (2013). A tentativa de treinamento de manipuladores de alimentos: o modelo transteórico em foco. (2013). Dissertação (Mestrado em Nutrição Humana) .

Kocher, J. (2011). Fundamentos da Metodologia Científica. Petrópolis: Editora Vozes .

Medeiros, M. das G. G de A., Carvalho, L. R. de., & Franco, R. M. (2017). Percepção sobre a higiene dos manipuladores de alimentos e perfil microbiológico em restaurante universitário. Ciência & Saúde coletiva , 22 (2), 383–392.

Oliveira, A. M. C., Sousa, P. V., Alves, A. A. S., Medeiros, S. R. A., & Mendonça, M. J. (2020). Adequação de serviços de alimentação às boas práticas de fabricação. Conexões Ciência e Tecnologia. Fortaleza: v , 14 (1), 30–36.

Oliveira, M. N., Brasil, A. D. L., & Taddei, J. C. A. A. (2008) Avaliação das condições higiênico sanitárias das cozinhas de creches públicas e filantrópicas. Ciência e Saúde Coletiva. 13 (3) 1051-1060.

Pagotto, H. Z., Espíndula, L. G., Da Vitória, A. G., Machado, M. C. D. M. M., & De São José, J. F. B. (2018). Nível de conhecimento, atitudes e práticas dos manipuladores de alimentos em serviços de alimentação. Demetra: Alimentação Nutrição & Saúde , 13 (1), 293–305.

Pereira, M. da C. S. (2019) A importância do treinamento continuado em uma unidade de alimentação e nutrição. Universidade Federal Rural Pernambuco, Recife.

Rubin, F. H., Cerbaro, K., Naumann, V., Brunelli, . V., Coser, J. (2022) Avaliação Microbiológica das Mãos, Utensílios e Superfícies dos Manipuladores de Alimentos em Entidades do Banco de Alimentos de Cruz Alta. In: XVII Seminário Interinstitucional de Ensino, Pesquisa e Extensão.

Saccol, A. L. de F., Rubim, B. de A., Mesquita, M. O. de M., Welter, L. (2006). Importância de Treinamento de Manipuladores em Boas Práticas. Disc. Scientia. 7 (1) 91-99.

SEDES (Secretaria de Desenvolvimento Social) (2021). Restaurantes Comunitários. Brasília-DF.

Shinohara, N. K. S., Almeida, A. . M. de., Nunes, C. G. P. da S., Lima, G. S. de., Padilha, M. do R. de F. (2016) Boas Práticas em Serviços de Alimentação: Não Conformidades. Revista Eletrônica "Diálogos Acadêmicos". 10 (1) 79-91.

Xavier, C. G. da S., Junior, J. F. de S., Neto, F. de O., Ianiceli, J. A., Brito, L. C. da F., Sousa, M. da S., Nascimento, L. L. O., Teixeira, L. S. de A. T., Rodrigues, K. dos S., & Muratori, M. C. S. (2020) Fiscalização Sanitária de Alimentos em Teresina, PI. Brazilian Journal Of Health Review. 3 (2) 2142-2154.

Tiburcio, R. G., Azevedo, D. I. P. D. de., Marinho, B. L. S., Binoti, M. L. (2020) Uso de Equipamentos de Proteção Individual por Manipuladores de Alimentos em uma Unidade de Alimentação e Nutrição. HU Revista. 46 1-8.

Trida, V. C., & Ferreira, F. (2014). Gestão da Qualidade de Serviços de Alimentação: Como elaborar um manual de boas práticas. 1 Edição . E-book.

Vasconcelos, V. H. R. de. (2008) Ensaio sobre a importância do treinamento para manipuladores de alimentos nos serviços de alimentação baseada na RDC N°. Universidade Federal de Brasília, Brasília-DF.

Zangirolami, R. J., Echeimberg, J. de O., Leone, C. (2018) Tópicos de metodologia de pesquisa: Estudos de Corte Transversal. Journal of Human Growth and Development. 28 (3) 356-360.

Published

12/07/2022

How to Cite

PAIVA, I. da S. B. de; SANTOS, A. C. de C. P. . Analysis of the perception of employees regarding good manufacturing practices in a community restaurant. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 9, p. e35611932139, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i9.32139. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/32139. Acesso em: 10 aug. 2022.

Issue

Section

Health Sciences