The psychological implications of violence in intimate homoafective relationships between men

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i9.32149

Keywords:

Intimate partner violence; Homo affectivity; Psychology; Mental health.

Abstract

The theme that focuses on the existence of violence in intimate homosexual relationships between men is a little explored and marginalized aspect, in view of this, the study about this is paramount and important, thus, it has as its proposal and general objective: analyze which ones are men as psychological arising from violence in intimate homosexual relationships. To carry out an integrative review, formulated in six methodologies, where literature was analyzed through the inclusion and exclusion of 12 articles on the subject. The research was carried out in June 2022, through the following databases: Latin American Caribbean Literature in Science and Health (LILACS), Medical Literature Analysis and Retrievel Sistem Oline (MEDLINE) through the Virtual Health Library (BVS); Scientific Electronic Library Online (SciELO), Electronic Journals in Psychology (PEPSIC) and Google Scholar. The main results of men are considered the context of intimate violence are subject to changes found, and can be perpetuated through incorporation into the physical sphere, thus becoming a public health problem subject to intervention and a critical social view.

References

Alves, A. A. (2019). A saúde física e mental dos homens vítimas de violência nas relações de intimidade: uma revisão sistemática. (Dissertação de Mestrado) Universidade do Porto. Lisboa, Portugal. https://hdl.handle.net/10216/123891.

António, H. A. D. O. (2021). Violência na intimidade e procura de ajuda: diferentes vítimas, barreiras iguais? (Dissertação de Mestrado). Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias - ULHT. Lisboa, Portugal. http://hdl.handle.net/10437/11979.

Barp, L. F. G., & Mitjavila, M. R. (2020). O reaparecimento da homossexualidade masculina nas estratégias de prevenção da infecção por HIV: reflexões sobre a implementação da PrEP no Brasil. Physis: Revista de Saúde Coletiva, 30. https://doi.org/10.1590/S0103-73312020300319.

Cerqueira-Santos, E., Carvalho, C. A. D. S. G., Nunes, L. M., & Silveira, A. P. (2016). Homofobia internalizada e religiosidade entre casais homoafetivos. Trends in Psychology, 25(2), 691-702. https://doi.org/10.1590/1982-3703001132014.

Coitinho Filho, R. A., & Rinaldi, A. D. A. (2018). O Supremo Tribunal Federal e a “união homoafetiva”. Civitas-Revista de Ciências Sociais, 18, 26-42. https://doi.org/10.15448/1984-7289.2018.1.28419.

Costa, A. C. F., Marcato, F. T., Chaves, G. L. P., da Silva Longo, N., & Rezende, R. S. (2019). Violência doméstica: do perceptível ao imperceptível. Jornal Eletrônico Faculdades Integradas Vianna Júnior, 11(1), 23-23. https://jornaleletronicofivj.com.br/jefvj/article/view/670.

Elísio, R., Neves, S., & Paulos, R. (2018). A violência no namoro em casais do mesmo sexo: discursos de homens gays. Revista Crítica de Ciências Sociais, (117), 47-72. https://doi.org/10.4000/rccs.8149.

Ferrari, W., Nascimento, M. A. F. D., Nogueira, C., & Rodrigues, L. (2021). Violências nas trajetórias afetivo-sexuais de jovens gays: “novas” configurações e “velhos” desafios. Ciência & Saúde Coletiva, 26, 2729-2738. https://doi.org/10.1590/1413-81232021267.07252021.

Gato, J., Fontaine, A. M., Leme, V. B. R., & Leme, A. A. (2015). Homofobia transatlântica: preconceito contra lésbicas e gays em Portugal e no Brasil. Temas em Psicologia, 23(3), 701-713https://doi.org/10.9788/TP2015.3-14.

Gomes, A. R. T. (2018). Homens vítimas de violência nas relações de intimidade: percepções da comunidade geral. (Dissertação de Mestrado). Universidade Lusófona do Porto. Porto, Portugal. https://recil.ensinolusofona.pt/handle/10437/9352.

IBGE. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – PNAD. (2020). http://www.ibge.gov.br/. https://www.ibge.gov.br/estatisticas/sociais/trabalho/27946-divulgacao-semanal-pnadcovid1.html?=&t=destaques.

Maia, L. R. (2017). A cultura do machismo e sua influência na manutenção dos relacionamentos abusivos. (Dissertação de Mestrado). Universidade do Sul de Santa Catarina. Santa Catarina, Minas Gerais. https://repositorio.animaeducacao.com.br/handle/ANIMA/10409.

Mendes, KDS, Silveira, RCDCP, & Galvão, CM (2019). Uso de gerenciador de referências bibliográficas na seleção dos estudos primários em revisão integrativa. Texto & Contexto-Enfermagem, 28. https://doi.org/10.1590/1980-265X-TCE-2017-0204.

Mesquita, C. C. (2020). Experiências da procura de ajuda por homens vítimas de violência na intimidade: uma revisão sistemática. (Dissertação de Mestrado). Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias – ULHT. Lisboa, Portugal. https://hdl.handle.net/10437/11983.

Moreira, A. M. (2017). A violência por parceiro íntimo (VPI) em casais homoafetivos masculinos: visibilizando o fenômeno. (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG. Belo Horizonte, Brasil. Recuperado em: http://hdl.handle.net/1843/BUBD-AW9G36.

Nichnig, C. R. (2020). Famílias de gays e lésbicas e o acesso à democracia no Brasil: o reconhecimento como família através do sistema de justiça. Anos 90: Revista do Programa de Pós-Graduação em História, 27. https://doi.org/10.22456/1983-201X.90031.

Osório, L., Sani, A., & Soeiro, C. (2020). Violência na intimidade nos relacionamentos homossexuais gays e lésbicos. Psicologia & Sociedade, (32), 1-14. https://doi.org/10.1590/1807-0310/2020v32170358.

Pinheiro Faro, J., & Fraga Pessanha, J. (2014). O casamento civil homoafetivo e sua regulamentação no Brasil. Revista de bioética y derecho, (32), 72-81. https://scielo.isciii.es/pdf/bioetica/n32/07_articulo6.

Rocha, H. M. (2020). Violência na intimidade em casais de pessoas do mesmo sexo. (Tese de Doutorado). Universidade de Maia – ISMAI. Maia, Portugal. http://hdl.handle.net/10400.24/2020.

Santos, A. M. R., & Caridade, S. M. M. (2017). Violência nas relações íntimas entre parceiros do mesmo sexo: estudo de prevalência. Trends in Psychology, 25, 1341-1356. https://doi.org/10.9788/TP2017.3-19Pt.

Silveira, L. S. (2016). A violência doméstica nas relações homossexuais masculinas: uma interpretação extensiva da Lei Maria da Penha. (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal do Rio Grande – UFRG. Rio Grande, Rio Grande do Sul. https://www.repositorio.furg.br/handle/1/7393.

Vicente, J. A. G. (2015). Violência em relações de Intimidade em casais do mesmo sexo. (Tese de Doutorado). Instituto Universitário de Lisboa. Lisboa, Portugal. https://repositorio.iscte-iul.pt/handle/10071/10398.

Published

13/07/2022

How to Cite

GOMES, M. L. . The psychological implications of violence in intimate homoafective relationships between men. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 9, p. e39111932149, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i9.32149. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/32149. Acesso em: 13 aug. 2022.

Issue

Section

Review Article