Masters for Teacher Training: a locus of (re) construction and learning

Authors

  • Andreia Aparecida Guimarães Strohschoen Universidade do Vale do Taquari
  • Gabriela Luisa Henz Universidade do Vale do Taquari
  • Alessandra Mocellin Gerevini Universidade do Vale do Taquari
  • Silvana Neumann Martins Universidade do Vale do Taquari

DOI:

https://doi.org/10.17648/rsd-v7i8.324

Keywords:

Academic Dissertations. Literature review. Active methodologies.

Abstract

The present study aims to analyze how the development of innovative pedagogical strategies linked to active teaching and learning methodologies are being carried out in the researches produced by postgraduate students at a Master's level of a University located in the interior of Rio Grande do Sul/Brazil. This is a qualitative study, with a descriptive exploratory approach. For the data collection, a bibliographic review of the academic production was carried out from 141 Master's dissertations from two Master's programs offered by the University. Data were collected through the University's Virtual Library. Of the total number of dissertations found, 43 presented clear indications of the use of active methodologies. These were analyzed and it was noticed that the active methodologies positively stimulated the students, as it instigated them to be more interested; in the classroom, in addition to developing their criticality and autonomy.

References

AGAPITO, F. M.; STROHSCHOEN, A. A. G. Aprendizagem baseada em problemas e mapa conceitual: uma experiência com alunos do Curso de pedagogia. Revista Signos, v. 37, n. 2, p. 10 – 24, 2016.

ANASTASIOU, L. G. C. Metodologia Ativa, Avaliação, Metacognição e Ignorância Perigosa: Elementos para Reflexão na Docência Universitária. Revista Espaço para a Saúde. Londrina, v. 15 n. 1, 2014.

ANASTASIOU, L. G. C. As bases teórico-metodológicas da educação de adultos e os desafios das metodologias ativas nos cursos de graduação. In: MARTINS, Anna Karenina Azevedo; MAPARTIDA, Humberto Miguel Garay (coord.). Metodologias ativas de aprendizagem no ensino superior: relatos e reflexões. São Paulo: Intermeio, 2015.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – Inep. Estudo exploratório RBPG, sobre o professor brasileiro: com base nos resultados do censo escolar da educação básica 2007. Brasília: Inep, 2009.

BARBOSA, E.F.; MOURA, D.G. Metodologias ativas de aprendizagem na Educação Profissional e Tecnológica. Boletim Técnico Senac, Rio de Janeiro, v. 39, n.2, p.48-67, maio/ago. 2013.

BERBEL, N. A. N. A problematização e a aprendizagem baseada em problemas: diferentes termos ou diferentes caminhos? Interface - Comunicação, Saúde, Educação, v.2, n.2, 1998.

BERBEL, N. A. N. As metodologias ativas e a promoção da autonomia de estudantes. Semina: Ciências Sociais e Humanas, Londrina, v. 32, n. 1, p. 25-40, jan./jun. 2011.

BERGMAN, J.; SAMS, A. Sala de aula invertida: uma metodologia ativa de aprendizagem. 1 ed. Rio de Janeiro: LTC, 2016.

BORGES, T. S., ALENCAR, G. Metodologias Ativas na Promoção da Formação Crítica do Estudante: o Uso das Metodologias Ativas como Recurso Didático na Formação Crítica do Estudante do Ensino Superior. Cairu em Revista, (03) 04, p. 1 19-143, 2014.

BONWELL, C. C.; EISON, J. A. Active learning: creating excitement in the classroom. Washington, DC: Eric Digests, 1991. Publication Identifier ED340272. Disponível em: <http://www.eric.ed.gov/PDFS/ED340272.pdf>. Acesso em: 02 agosto 2017.

DAROIT, H. A pesquisa no ensino de física como ferramenta pedagógica para a construção da autonomia. 2010. Dissertação (Mestrado) – Curso de Ensino de Ciências Exatas, Centro Universitário UNIVATES, Lajeado, 07 abr. 2010. Disponível em: <http://hdl.handle.net/10737/108>

DIESEL, A.; BALDEZ, A. L. S.; MARTINS, S N. Os princípios das metodologias ativas de ensino: uma abordagem teórica. Revista Thema, v. 14, n. 1, p. 268-288, fev. 2017.

DIESEL, A.; MARCHESAN, M. R.; MARTINS, S. N. Metodologias ativas de ensino na sala de aula: um olhar de docentes da Educação Profissional técnica de nível médio. Signos, v. 37, n.1, p.153-169, 2016.

GASTARDELLI, G. Metodologias ativas: desafios para uma educação disruptiva. 1 ed. Porto Alegre: Propale. 2016.

GEMIGNANI, E.Y.M.Y. Formação de Professores e Metodologias Ativas de Ensino-Aprendizagem: Ensinar Para a Compreensão. Revista Fronteira das Educação [online], Recife, v. 1, n. 2, 2012. ISSN: 2237-9703. Disponível em: <http://www.fronteirasdaeducacao.org/index.php/fronteiras/article/view/14>. Acesso em: 10 jul. 2017.

GEWEHR, D.; STROHSCHOEN, A. A. G.; MARCHI, M. I.; MARTINS, S. N.; SCHUCK, R. Metodologias ativas de ensino e de aprendizagem: uma abordagem de iniciação à pesquisa. Ensino & Pesquisa, v. 14, n.1, p. 225-246, 2016.

GIL, A.C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GODOY, A. S. Introdução À Pesquisa Qualitativa e suas Possibilidades. Revista de Administração de Empresas São Paulo, v. 35, n. 2, p. 57-63, 1995.

GOMES, A. P.; ARCURI, M.B.; CRISTEL, E.C.; RIBEIRO, R.M.; SOUZA, L.M.B.da M.; SIQUEIRA-BATISTA, R. Evaluation in medical education: the role of the portfolio in curricula based on active methodologies. Rev. bras. educ. med., Rio de Janeiro , v. 34, n. 3, p. 390-396, 2010 . Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022010000300008&lng=en&nrm=iso>. Acesso em 11 jul. 2017.

HENNEMANN, N. R. "Fontes de energia e ambiente: uma proposta interdisciplinar no Ensino de Ciências Exatas". 2012. Dissertação (Mestrado) – Curso de Ensino de Ciências Exatas, Centro Universitário UNIVATES, Lajeado, 27 abr. 2012. Disponível em: <http://hdl.handle.net/10737/282>.

KAFER, G. A. Ambiente virtual de aprendizagem: possibilidades e desafios no ensino de química. 2015. Dissertação (Mestrado) – Curso de Ensino de Ciências Exatas, Centro Universitário UNIVATES, Lajeado, 30 jul. 2015. Disponível em: <http://hdl.handle.net/10737/973>.

MAGEDANZ, A. "Sala de aula presencial e ambiente virtual de aprendizagem: investigando interações de alunos do ensino médio, a partir de uma proposta diferenciada no estudo de Matemática". 2009. Dissertação (Mestrado) – Curso de Ensino de Ciências Exatas, Centro Universitário UNIVATES, Lajeado, 29 jul. 2009. Disponível em: <http://hdl.handle.net/10737/86>.

MASETTO, M. T. Competência pedagógica do professor universitário. São Paulo: Summus, 2003.

MARTINEZ, R. S.; SOUZA, H. J. S.; TONIOSSO, J. P. A Construção Colaborativa do Conhecimento e a Geração de Ideias: O “World Café” No Centro Universitário Unifafibe de Bebedouro-SP. Fórum das metodologias ativas. Anais…. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo: São Paulo, 2015. Disponível em: <http://www.pucsp.br/sites/default/files/download/anais_forum_metodologias_ativas_2015.pdf> Acesso em 02 agosto de 2017.

MARTINS, I. de A. M. "Utilização de práticas pedagógicas diferenciadas no ensino de Matemática Financeira: um estudo de caso no Instituto Maranhense de Ensino e Cultura - IMEC". 2016. Dissertação (Mestrado) – Curso de Ensino de Ciências Exatas, Centro Universitário UNIVATES, Lajeado, 05 ago. 2016. Disponível em: <http://hdl.handle.net/10737/1160>.

MAZUR, E. Peer instruction: a revolução da aprendizagem ativa. Porto Alegre: Penso, 2015.

MORAES, R.; LIMA, V. M. do R. (orgs). Pesquisa em sala de aula: tendências para a Educação em Novos Tempos. EDIPUCRS. 2 ed. 2004.

MORO, F. T. Atividades experimentais e simulações computacionais: integração para a construção de conceitos de transferência de energia térmica no Ensino Médio. 2015. Dissertação (Mestrado) – Curso de Ensino de Ciências Exatas, Centro Universitário UNIVATES, Lajeado, 18 dez. 2015. Disponível em: <http://hdl.handle.net/10737/1086>

MUNHOZ, A. S. ABP: Aprendizagem baseada em problemas: ferramentas de apoio ao docente no processo de ensino e aprendizagem. São Paulo: Cengage Learning, 2015.

OLIVEIRA, A. M.; GEREVINI, A. M.; STROHSCHOEN, A. A. G. Diário de bordo: uma ferramenta metodológica para o desenvolvimento da alfabetização científica. Revista Tempos e Espaços em Educação. v. 10, n. 22, p. 119-132, 2017.

OLIVEIRA, A. M. de; RODRIGUES, A. B. L.; REIS, E. F.; STROHSCHOEN, A. A. G. Ensino pela pesquisa na escola: proposta para produção e utilização de esterco animal. Experiências em Ensino de Ciências, v.12, n.7, p. 141-153, 2017.

PINTO, A. S. S; BUENO, M. R. P.; SILVA, M. A. F. A.; MENEZES, M. Z. S.; KOEHLER, S. M. F. O laboratório de metodologias inovadoras e sua pesquisa sobre o uso de metodologias ativas pelos cursos de licenciatura do UNISAL, Lorena: estendendo o conhecimento para além da sala de aula. Revista de Ciências da Educação, v. 2, n. 29, p. 67-79, jun-dez 2013.

ROSSI, T. V. "Jogo interativo: espaço de construção do conhecimento matemático e do convívio com o outro". 2012. Dissertação (Mestrado) – Curso de Ensino de Ciências Exatas, Centro Universitário UNIVATES, Lajeado, 30 nov. 2012. Disponível em: <http://hdl.handle.net/10737/297>.

SCHUCK, R. J.; MARTINS, S.N.; MARCHI, M.I.; GRASSI, M.H. Ensino em mestrado profissional de Ciências Exatas: concepções e saberes de professores em formação. RBPG, Brasília, v.13, n. 31, p. 491 - 506, 2016.

SCORSATTO, M.C. "Uma abordagem alternativa para o ensino da física: consumo racional de energia". 2010. Dissertação (Mestrado) – Curso de Ensino de Ciências Exatas, Centro Universitário UNIVATES, Lajeado, 31 ago. 2010. Disponível em: <http://hdl.handle.net/10737/117>.

SILBERMAN, M. Active learning: 101 strategies do teach any subject. Massachusetts: Pearson, 1996.

SIQUEIRA, A. P. T. "Ações interativas no âmbito de uma escola ciclada e suas implicações na formação de professores e estudantes". 2009. Dissertação (Mestrado) – Curso de Ensino de Ciências Exatas, Centro Universitário UNIVATES, Lajeado, 08 abr. 2009. Disponível em: <http://hdl.handle.net/10737/77>.

SOBRAL, F. R.; CAMPOS, C. J. C. Utilização de metodologia ativa no ensino e assistência de enfermagem na produção nacional: revisão integrativa. Rev Esc Enferm USP; v.46 n.1,p. 208-18, 2012.

SOUZA, R. G. de. "Protagonismo infantil e saberes culturais ribeirinhos no ensino de Matemática na Educação Infantil". 2016. Dissertação (Mestrado) – Curso de Ensino de Ciências Exatas, Centro Universitário UNIVATES, Lajeado, 28 out. 2016. Disponível em: <http://hdl.handle.net/10737/1571>.

SOUZA, C. S.; IGLESIAS, A. G.; PAZIN-FILHO, A. Estratégias inovadoras para métodos de ensino tradicionais – aspectos gerais. Medicina, v. 47, n. 3, p. 284-292, 2014.

VALENTE, J. A. Blended learning e as mudanças no ensino superior: a proposta da sala: a proposta da sala de aula invertida. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, Edição Especial n. 4, p. 79-97, 2014.

VICKERY, A. Aprendizagem ativa nos anos iniciais do ensino fundamental. Porto Alegre: Penso, 2016.

WALL, M. L.; PRADO, M; L.; CARRARO, T. E. A experiência de realizar um Estágio Docência aplicando metodologias ativas. Acta Paulista de Enfermagem, v.21, n.3, p. 515-519, 2008.

Published

24/04/2018

How to Cite

STROHSCHOEN, A. A. G.; HENZ, G. L.; GEREVINI, A. M.; MARTINS, S. N. Masters for Teacher Training: a locus of (re) construction and learning. Research, Society and Development, [S. l.], v. 7, n. 8, p. e378324, 2018. DOI: 10.17648/rsd-v7i8.324. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/324. Acesso em: 27 sep. 2021.

Issue

Section

Articles