Analysis of the hygienic sanitary conditions of the food and nutrition units of the schools of a municipality in Vale do Ribeira, SP

Authors

  • Joselaine Alves Ribeiro União das Instituições de Serviços, Ensino e Pesquisa
  • Karine Josane Lopes Damaceno União das Instituições de Serviços, Ensino e Pesquisa
  • Ketlin Daiane de Lima Moura União das Instituições de Serviços, Ensino e Pesquisa
  • Angela Alves Salvador União das Instituições de Serviços, Ensino e Pesquisa
  • Francini Xavier Rossetti União das Instituições de Serviços, Ensino e Pesquisa
  • Gislene dos Anjos Tamasia União das Instituições de Serviços, Ensino e Pesquisa
  • Sérgio Ricardo de Brito Bello União das Instituições de Serviços, Ensino e Pesquisa
  • Mariana Scudeller Vicentini União das Instituições de Serviços, Ensino e Pesquisa

DOI:

https://doi.org/10.17648/rsd-v7i8.327

Keywords:

Food security; Food handlers; Check list.

Abstract

The food offered to schoolchildren should include quantitative and qualitative aspects for the fulfillment of its purpose. In this context, meals produced in school kitchens must be performed within strictly hygienic sanitary criteria. Therefore, the present study aimed to analyze the good practices related to food production in school feeding and nutrition units in a municipality in the state of Sao Paulo. Data were collected through the application via check list. The study was conducted throughout 2017 in six municipal schools. The evaluated locals had a mean score of 48.51%, being thus categorized within a high sanitary risk. Given this, the schools evaluated did not meet the necessary requirements, putting at risk the food available to the students.

References

ALMEIDA, K.M.; ANDRÉ, M.C.P.; CAMPOS, M.R.H.; DÍAZ, M.E.P. Hygienic, sanitary, physical, and functional conditions of Brazilian public school food services. Revista de Nutrição, v.27, n.3, p.343-356, 2014.

AMARAL, D.A.; SOUZA, C.F.; BARCELLOS, L.S.; TONINI, P.M.; FERREIRA, M.A.; FERREIRA, C.C. Avaliação das condições higiênico-sanitárias das cantinas de escolas públicas de um município do interior de São Paulo. HU Revista, v.38, n.1 e 2, p.111-117, 2013.

BATISTA, A.S.D.S.; VERGARA C.; CHAGAS, M.A. Verificação das boas práticas e do risco sanitário em unidades de alimentação e nutrição escolares do município de Maracanaú, CE. Revista Higiene Alimentar, v.31, n. 268/269, p. 51–55, 2017.

BEUX, J.; PRIMON, V.; BUSATO, M.A. Condições higienicossanitárias em local de produção e distribuição de alimentos em escolas públicas sob a ótica da produção mais limpa. Revista UNIFEBE, v.1, n.11, p.1-13, 2013.

BRASIL. Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Resolução RDC no216, de 15 de setembro de 2004. Dispõe sobre Regulamento Técnico de Boas Práticas para Serviços de Alimentação. Brasília, Diário Oficial da União, Poder Executivo de 16 de setembro de 2004.

BRASIL. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Guia de Instruções das Ferramentas para as Boas Práticas na Alimentação Escolar. Brasília: FNDE, 2013a. 56p.

BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Secretaria de Educação a Distância. Programa Nacional de Formação Continuada a Distância nas Ações do FNDE. Brasília: MEC, FNDE, SEED, 2008. 112p.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis. Coordenação Geral de Doenças Transmissíveis. Surtos de Doenças Transmitidas por Alimentos no Brasil. Brasília: Ministério da Saúde, 2018. 16p.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica. Manual Integrado de Vigilância, Prevenção e Controle de Doenças Transmitidas por Alimentos. Brasília: Ministério da Saúde, 2010. 158p.

Brasil. Secretaria de Estado da Saúde. Coordenadoria de Controle de Doenças. Centro de Vigilância Sanitária. Divisão de Produtos Relacionados à Saúde. Portaria CVS 5, de 09 de abril de 2013. Aprova o regulamento técnico sobre boas práticas para estabelecimentos comerciais de alimentos e para serviços de alimentação, e o roteiro de inspeção, anexo. DOE de 19/04/2-13 – nº 73, Poder Executivo – Seção I – p.32-35, 2013b.

CARDOSO, R.C.V.; GÓES, J.Â.W.; ALMEIDA, R.C.C.; GUIMARÃES, A.G.; BARRETO, D.L.; SILVA, S.A.; FIGUEIREDO, K.V.N.A.; VIDAL JÚNIOR, P.O.; SILVA; E.O.; HUTTNER, L.B. Programa nacional de alimentação escolar: há segurança na produção de alimentos em escolas de Salvador (Bahia)? Revista de Nutrição, v.23, n.5, p.801-811, 2010.

GOMES, N.A.A.A.; CAMPOS, M.R.H.; MONEGO, E.T. Aspectos higiênico-sanitários no processo produtivo dos alimentos em escolas públicas do Estado de Goiás, Brasil. Revista de Nutrição, v.25, n.4, p. 473–485, 2012.

GONÇALVES, T.M. Condições sanitárias das cantinas escolares do Itapoã e Paranoá-DF que integram o Programa Saúde na Escola. 2013. 27p. Monografia (Bacharelado em Nutrição) – Universidade de Brasília, Brasília, 2013.

JÚNIOR, A.F.C.; MATOS, E.C.O.; FILOCREÃO, B.L.; SILVA, C.C.; SOARES, M.I.S.; COSTA, R.C.L. Riscos infecciosos no ambiente escolar: relato de experiência com escolares através de metodologia ativa. Saúde & Transformação Social, v.8, n.2, p.128-134, 2017.

LOPES, A.C.C.; PINTO, H.R.F.; COSTA, D.C.I.O.; MASCARENHAS, .R.J.; AQUINO, J.S. Best practices in school food and nutrition units of public schools of Bayeux, PB, Brazil. Revista Ciência & Saúde Coletiva, v.20, n.7, p.2267-2275, 2015.

LUZ, T.C.S.; FORTUNA, J.L. Condições higiênico-sanitárias de manipuladores de merenda escolar de instituições de ensino de Teixeira de Freitas-BA. Revista Eletrônica de Biologia, v.8, n.2, p.162-176, 2015.

MADEIRA, C.M.C.; SOUSA, A.C.P.; SOUSA, P.A.B.; OLIVEIRA, A.M.C.; MENEZES, C.C.; MEDEIROS, S.R.A. Condições higiênico-sanitárias das creches públicas municipais de Picos, Piauí. Revista da Universidade Vale do Rio Verde, v.12, n.2, p.990-1000, 2014.

MEZZARI, M.F.; RIBEIRO, A.B. Avaliação das condições higiênico-sanitárias da cozinha de uma escola municipal de Campo Mourão–Paraná. SaBios-Revista de Saúde e Biologia, v.7, n.3, p. 60-66, 2012.

NUNES, G.Q.; ADAMI, F.S.; FASSINA, P. Boas práticas em serviços de alimentação escolar. Revista Segurança Alimentar e Nutricional, v.24, n.1, p.26-32, 2017.

OLIVEIRA, M.N.; BRASIL, A.L.D.; TADDEI, J.A.A.C. Avaliação das condições higiênico-sanitárias das cozinhas de creches públicas e filantrópicas. Revista Ciência & Saúde Coletiva, v.13, n.3, p.1051-1060, 2008.

PASSOS, E.C.; ALMEIDA, A.S.; MELLO, A.R.P.; SOUSA, C.V.; FREITAS, A.L.S.; GONÇALVES, F.G.; OLIVEIRA, M.A. Isolation of Bacillus cereus, Clostridium perfringens, Staphylococcus aureus and Escherichia coli in a food-borne disease outbreak in Vale do Ribeira region. Revista do Instituto Adolfo Lutz, v.71, n.4, p.713-717, 2012.

RAVAGNANI, E.M.; STURION, G.L. Avaliação da viabilidade de implementação das boas práticas em Unidades de Alimentação e Nutrição de Centros de Educação Infantil de Piracicaba, São Paulo. Revista Segurança Alimentar e Nutricional, v.16, n.2, p.43-59, 2009.

SILVA, L.M.; BRASIL, C.C.B.; SILVEIRA, J.T.; MOURA, F.A.; MARQUES, A.C.; MARTINI, C.S.; SCHIAVO, M.B. Avaliação das condições higiênicas de escolas de ensino infantil e fundamental por meio da aplicação de listas de verificação. Revista Segurança Alimentar e Nutricional, v.23, n.1, p.837-848, 2016.

SILVA, L.P.; SILVA, S.C.; SILVA, R.Q. Análise das boas práticas de fabricação de alimentos em cozinhas das escolas estaduais de Passos-MG: da escolha do produto até o seu reaproveitamento. Revista Ciência et Praxis, v.5, n.9, p.7-12, 2012.

SILVA, V.B.; CARDOSO, R.C.V. Controle da qualidade higiênico-sanitária na recepção e no armazenamento de alimentos: um estudo em escolas públicas municipais de Salvador, Bahia. Revista Segurança Alimentar e Nutricional, v.18, n.1, p.43-57, 2011.

STEDEFELDT, E; CUNHA, D.T.; JÚNIOR, E.A.S.; SILVA, S.M.; OLIVEIRA, A.B.A. Instrumento de avaliação das Boas Práticas em Unidades de Alimentação e Nutrição Escolar: da concepção à validação. Revista Ciência & Saúde Coletiva, v.18, n.4, p.947-953, 2013.

TEO, C.; CORRÊA, E.M.; GALLINA, L.S.; FRANSOZI C. Programa nacional de alimentação escolar: adesão, aceitação e condições de distribuição de alimentação na escola. Nutrire, v.34, n.3, p.165-185, 2009.

VIEIRA, D.C.F.; OLIVEIRA, D.C.; NUNES, M.A.; MARTINS, A.D.O.; SILVA, C.A.S.; MARTINS, E.M.F.; SILVA, M.H.L. Avaliação das boas práticas em uma unidade de alimentação e nutrição escolar de Minas Gerais. Revista Higiene Alimentar, v. 30, n.252/253, p.47–52, 2016.

VILA, C.V.D.; SILVEIRA, J.T.; ALMEIDA, L.C. Condições higiênico-sanitárias de cozinhas de escolas públicas de Itaqui, Rio Grande do Sul, Brasil. Vigilância Sanitária em Debate: Sociedade, Ciência e Tecnologia, v.2, n.2, p.67-74, 2014.

WERLE, C.H.; PEREIRA, A.P.M.; GONÇALVES, T.M.V.; HOFFMANN, F.L. Estudo das condições de preparo da merenda escolar em creches. Revista do Instituto Adolfo Lutz, v.71, n.4, p.741-746, 2012.

Published

24/04/2018

How to Cite

RIBEIRO, J. A.; DAMACENO, K. J. L.; MOURA, K. D. de L.; SALVADOR, A. A.; ROSSETTI, F. X.; TAMASIA, G. dos A.; BELLO, S. R. de B.; VICENTINI, M. S. Analysis of the hygienic sanitary conditions of the food and nutrition units of the schools of a municipality in Vale do Ribeira, SP. Research, Society and Development, [S. l.], v. 7, n. 8, p. e478327, 2018. DOI: 10.17648/rsd-v7i8.327. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/327. Acesso em: 23 oct. 2021.

Issue

Section

Articles