The consequences of indiscriminate use of Sildenafil Citrate in a young male population aged 18 to 29 years

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i11.32845

Keywords:

Phosphodiesterase type 5; Penile erection; Men's health.

Abstract

Objective: To describe the consequences of indiscriminate use of Sildenafil Citrate in a young male population aged between 18 and 29 years old. Methods: consists of an integrative literature review, with a qualitative and exploratory approach, carried out in Scielo (Scientific Electronic Library On Line), MEDLINE/Pudmed, Lilacs and Google Scholar databases, referring to the years 2012 to 2022, using the terms: sildenafil citrate, adverse effects, inappropriate use and male population. Articles and other studies that did not fit within the theme, duplicates, in other foreign languages, that did not obey the period between the years 2012 to 2022, paid and that were not even related to the objective of the present research were excluded. Results: studies were presented that showed the characteristics of sildenafil citrate, the mechanisms of action of the concomitant use of the drug and the possible consequences of the excessive use of the drug. Conclusion: The use of phosphodiesterase type 5 inhibitors (IPDE-5) such as Sildenafil Citrate, has been much sought after on a large scale by young men aged between 18 and 29 years, however, unnecessary use by individuals without comorbidities promotes a series of consequences of different levels that can compromise human health, thus strengthening its contraindication for recreational use.

References

Amaro, A. M., Fonda, C. A. G. De P. & Costa, L. A. M. R. (2015). Avaliação do Consumo de Medicamentos para Disfunção Erétil entre Indivíduos do Gênero Masculino na Região do Vale do Paraíba, São Paulo–Brasil. Monografia. Curso de Farmácia. Faculdade de Pindamonhangaba, São Paulo.

Azuaga, F. L. & Sampaio, B. (2018). Efeito Viagra: O Impacto Do Medicamento De Bem-Estar Sobre O Comportamento Dos Usuários De Meia-Idade No Brasil. In: Anais do XLIV Encontro Nacional de Economia [Proceedings of the 44th Brazilian Economics Meeting]. ANPEC-Associação Nacional dos Centros de Pós-Graduação em Economia [Brazilian Association of Graduate Programs in Economics.

Backes, R. S., Guedes, T. J., Santos, W. T. P. & Silva, R. A. B. (2017). Determinação rápida e simples de citrato de sildenafila (VIAGRA® e genéricos) empregando eletrodo impresso de carbono em sistemas fia e bia com detecção amperométrica. Quím. Nova, 40 (7).

Barreto, M. A. De S. C. & Bahmad, J.R. F. (2013). Inibidores da fosfodiesterase do tipo 5 e perda auditiva neurossensorial súbita. Brazilian Journal of Otorhinolaryngology, 79, 727-733.

Brasil. (2013). Lei n° 12.852, de 5 de agosto de 2013. Estatuto da Juventude. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2013/lei/l12852.htm#:~:text=Institui%20o%20Estatuto%20da%20Juventude,Sistema%20Nacional%20de%20Juventude%20%2D%20SINAJUVE&text=Art&text=%C2%A7%201%C2% BA%20Para%20 os%20 efeitos,e%20nove)%20anos%20de %20idade. Acesso em: 23 mai. 2022.

Brasil. (2014). Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Lista de medicamentos de referência. Brasília. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/wps/wcm/ connect/2c937f0041bd09b69645d79d63c1a945/Lista+A+F%C3%A1rmacos+Isolados+05-11-3.pdf?MOD=AJPERES.

Brunton, L. L., Hilal-Dandan, R. & Knollmann, B. C. (2018). As Bases Farmacológicas da Terapêutica de Goodman e Gilman-13. Artmed Editora.

Chamorro, I. De O. & Portão, E. G. H. (2021). Uso indiscriminado de citrato de sildenafila: um evento frequente na população jovem. Anima Educação.

Costa, E. S., Costa, L. S. & De Paiva, M. J. M. (2021). Reflexões sobre o uso de medicamentos para disfunção erétil pela população jovem. Research, Society and Development, 10 (15), e322101522829-e322101522829.

Costa, J. P. V. de A. (2018). O Uso Abusivo do Citrato de Sildenafila por Jovens: Uma Abordagem Necessária. Monografia. Graduação em Farmácia. Faculdade de Educação e Meio Ambiente–FAEMA.

Costa, V. G. G. M. (2015). Estudo de pré-formulação e desenvolvimento de comprimidos de liberação imediata contendo citrato de sildenafila. 148f. Tese de Doutorado. Mestrado em Gestão, Pesquisa e Desenvolvimento na Indústria Farmacêutica, Instituto de Tecnologia em Fármacos – FIOCRUZ.

Da Silva, A. O. & Monteiro, Á. B. (2019). Inibidores da fosfodiesterase 5, benefícios e riscos: uma revisão. Journal of Biology & Pharmacy and Agricultural Management, 15 (2).

De Freitas, A. R., De Oliveira, C. C., Oliveira, R. D. & Hoefler, R. (2013). Uso recreacional dos inibidores da fosfodiesterase-5 (sildenafila, tadalafila e vardenafila): um novo problema para a saúde pública?”. Nota Técnica nº 02/2013. Disponível em: https://cff.org.br/userfiles/nota%20 tecnica% 2010 _2013.pdf. Acesso em 11, jun. 2022.

De Mendonça, R. X., Buzzetti, P. H. M., Silva, A. L., Araújo, A. S., Ponzio, E. A. & Semaan, F. S. (2015). Determinação voltamétrica de citrato de sildenafil e furosemida utilizando eletrodo compósito grafite-parafina para aplicação em amostras de interesses farmacêutico e toxicológico. Revista Virtual de Química, 7 (5), 1692-1708.

De Sales Rodrigues, R. (2021). O. O Uso De Citrato De Sildenafil Como Estimulante Sexual E Os Efeitos Adversos. Brazilian Journal of Development, 7 (4). 41841-41852.

Do Nascimento Barreira, P. M. (2014). Uso recreativo dos inibidores da fosfodiesterase-5. 24f. Dissertação. Mestrado Integrado em Medicina, Instituto de Ciencias Biomédicas Abel Salazar. Universidade do Porto.

Dos Santos Batista, L.; Kumada, K. M. (2021). Análise metodológica sobre as diferentes configurações da pesquisa bibliográfica. Revista brasileira de iniciação científica, 8, e021029-e021029.

Freitas, A. V. R., Cabianca, L.O., Natividade, R. V. P. da & Nabas, J. M. A. B. B. (2015). Uso indiscriminado do citrato de sildenafila. Revista Conexão Eletrônica, 12 (1).

Gebregeorgise, D.T., Belay, Y. M. & Kälvemark Sporrong, S. (2018). Uso de citrato de sildenafil em Adis Abeba: características dos usuários e práticas de dispensação dos farmacêuticos. Int J Clin Pharm. 40(1):67-73.

Gomes, F. O. Dos S. (2015). Avaliação dos efeitos do inibidor de fosfodiesterase-5 (Sildenafil) em um modelo de protastite experimental. Dissertação. 157f. Pós-Graduação em Ciências Biológicas. Centro de Ciências Biológicas. Universidade Federal de Pernambuco – Recife.

Honorato De Jesus, J. & Lima, R.R.O. (2018). Uso indiscriminado de fármacos entre jovens para tratamento da disfunção erétil. Olhar Cientifico Revista de publicações da FAAr. Ariquemes-RO.

Hornung, M., Halila, G. C. & Barbosa, V. (2012). Prevalência de universitários que fazem uso de medicamentos para tratamento de disfunção erétil. Visão Acadêmica, 13 (2).

Katzung, B.G., Marters, S. B. & Trevor, A.J. (2014). Farmacologia básica e clínica. (12a ed.), AMGH.

Leal, G. V. & Júnior, A. T. T. (2017). Inibidores da enzima Fosfodiesterase-5 (PDE-5): vale a pena o seu uso recreacional?. Revista Científica da Faculdade de Educação e Meio Ambiente, 8 (1), 124-134.

Peterle, J. P. & Bueno, F. (2016). Estudo Analítico e Comparativo de Comprimidos Contendo Citrato de Sildenafila Adquiridos no Mercado Formal e Informal. Infarma-Ciências Farmacêuticas, 28 (4), 226-233.

Pinto, H. F. De S. (2018). A Disfunção Erétil como Sintoma da Ansiedade e Medo Padronizado por Experiências Negativas Anteriores. Trabalho de conclusão de curso. 44f. Especialista em Sexualidade. Universidade Candido Mendes – AVM.

Rezende, P. M. & Da Silva Coimbra, M. V. (2021). Indicação de uso indiscriminado de sildenafila e tadalafila por jovens. Revista JRG de Estudos Acadêmicos, 4 (9), 66-77.

Rohden, F. (2012). Capturados pelo sexo: a medicalização da sexualidade masculina em dois momentos. Ciência & Saúde Coletiva, 17 (10), 2645-2654.

Rovira, P. S. (2014). La Viagra nuestra de cada día. Consumo recreacional y angustias masculinas con respecto a su potencia eréctil. Sexualidad, Salud y Sociedad (Rio de Janeiro), 140-160.

Russo, J. A. (2013). Farmacologização da sexualidade e direitos sexuais. Revista Brasileira de Sexualidade Humana, 24 (2).

Sarris, A. B., Nakamura, M. C., Fernandes, L. G. R., Staichak, R. L., Pupulim, A. F. & Sobreiro, B. P. (2016). Fisioptologia, avaliação e tratamento da disfunção erétil: artigo de revisão. Revista de Medicina, 95 (1), 18-29.

Published

01/09/2022

How to Cite

ROMÃO, M. R. de S.; CARMO, O. R. F. do; ALMEIDA, P. H. F. de .; GAMA, R. A. da .; ALHO, R. da C. .; RODRIGUES JUNIOR , O. M. . The consequences of indiscriminate use of Sildenafil Citrate in a young male population aged 18 to 29 years. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 11, p. e522111132845, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i11.32845. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/32845. Acesso em: 6 oct. 2022.

Issue

Section

Review Article