Mobile apps in healthcare: an integrative review

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i11.33481

Keywords:

Digital technology; Information technology; Health promotion.

Abstract

Objective: describe existing smartphone applications within the health area, discussing their contributions to the health sector and quality of life. Method: descriptive study conducted through an integrative review in lilacs, medline, collect SUS, bdenf - nursing and SciELO databases. The inclusion criteria adopted were the complete articles published in Portuguese; addressing the theme of the use of mobile applications in the area of health, within the period 2017 to 2022. Results: 38 works participated in this review, being 29 articles, 8 dissertations and a thesis, thus evidencing the use of technologies in various themes related to health processes. Conclusion: Mobile apps have significant health care benefits for patients, their families, and health professionals. It is possible to recognize the good acceptance of customers in relation to technological innovations as an aid in the processes of prevention, promotion, assistance and health monitoring.

Author Biography

Jorge Luiz Lima da Silva, Universidade Federal Fluminense

Docente. Depto. Materno infantil e psiquiatria - Univ. Federal Fluminense- UFF.

Doutor em Saúde Pública - Ensp /Fiocruz.

Programa de Pós-Graduação Strictu Senso em Saúde Coletiva/ UFF. 

References

Almeida, F. A., & Vieira, M. M. (2021). Propondo uma ferramenta tecnológica para comunicação entre enfermeiro e paciente em oncologia. New Trends in Qualitative Research 8, 478-486.

Alves, L. F. P. A. et al. (2021). Desenvolvimento e validação de uma tecnologia MHEALTH para a promoção do autocuidado de adolescentes com diabetes. Ciência & Saúde Coletiva, 26, 1691-1700.

Araujo, T. et al. (2021) Reabilitar Em Casa Com O Hospital +Perto. RPER, Silvalde [on line], 4(1), 31-36. <http://scielo.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2184-30232021000100031&lng=pt&nrm=iso>.

Barreto, I. C. H. C. et al. (2021). Desenvolvimento e avaliação do protótipo da aplicação GISSA ChatBot Mamãe-Bebê para promoção da saúde infantil. Ciência & Saúde Coletiva, 26,. 1679-1690.

Bezerra, J. N. A. (2018). Planejamento e gestão da atenção a pessoas com “Pé diabético” através de um sistema de informações geográficas e de um aplicativo para dispositivos móveis em uma Unidade de Saúde da Família de Manaus, [Tese]. José Nilson Araújo Bezerra.

Bottega, B. M. (2019). Avaliatis – paciente clínico: um aplicativo móvel para uso do enfermeiro. [Dissertação mestrado]. Programa de pós-graduação em enfermagem: Setor Ciências em Saúde, Universidade Federal do Paraná. Curitiba.

Brasil. (2007). Fundação Nacional de Saúde. Diretrizes de educação em saúde visando à promoção da saúde: documento base. Fundação Nacional de Saúde - Brasília: Funasa.

Cedro, P. E. P., & Morbeck, L. L. B. (2019). Information and Communication Technologies in Education in a Contemporary Society. ID on line Revista de Psicologia, 13(45), 420-432.

Coelho, M. M. F. et al. Utilização de aplicativo sobre a comunicação terapêutica na graduação em Enfermagem: estudo clínico randomizado. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 29.

Costa, G. M, Figueredo, R. C. De., & Ribeiro, M. S.. A importância do enfermeiro junto ao PSE nas ações de educação em saúde em uma escola municipal de Gurupi–TO. Revista Científica do ITPAC, 6(2), 1-12.

Cruz, J. R. et al. (2019). Metodologia ágil Scrum: uso pelo enfermeiro em jogo educativo sobre manejo seguro de medicamentos. Revista Gaúcha de Enfermagem, 40.

Cunha, J. B. et al. (2018). Sistema computacional aplicado à tecnologia móvel para avaliação e tratamento de feridas. Revista de Enfermagem UFPE [on line], 12(5), 1263-1272.

Daniel, R. S. (2019). E-doador: construção de um aplicativo móvel para otimizar a doação de órgãos. [Dissertação].

Dionizio, D. (2017) Aplicativo multimídia "Safe Bathing" em plataforma móvel como tecnologia para o cuidado à beira leito de pacientes infartados: construção e validação. [Dissertação de Mestrado]. Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Niterói.

Duarte, A. M., & Mandetta, M. A. (2022). TMO-App: construção e validação de aplicativo para famílias de crianças/adolescentes com câncer. Acta Paulista de Enfermagem, 35.

Fernandes, J. R. et al. (2019). Educação Em Saúde: O Papel Do Enfermeiro Como Educador Em Saúde No Cenário De Ietc. Revista da JOPIC, 2(4).

Hundertmarck, K. et al. (2020) Apoia: protótipo para aplicativo móvel de apoio social à gestação* supports: prototype for mobile application of social support to pregnancy* apoia: prototipo para aplicación de apoyo social móvil al embarazo. J Nurs UFPE [on line], 14, e241981.

Lima, C. J. M. et al. 2020. Desenvolvimento e Validação de um Aplicativo Móvel para o Ensino de Eletrocardiograma. Revista brasileira de educação médica, 43, 157-165.

Lima, I.C.V. et al. (2019). Instant messaging application for the care of people living with HIV/aids. Rev Bras Enferm.72(5), 1161-6. doi: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2017-0698

Lopes, J. P. et al. (2019). Avaliação de cartão de vacina digital na prática de enfermagem em sala de vacinação. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 27.

Mattos, A. M. (2020). Doença Crônica Brasil: aplicativo para os direitos aos portadores de agravos crônicos à saúde. [Dissertação de Mestrado].

Marques, A. D. B. et al. (2021). PEDCARE: validação de um aplicativo móvel sobre o autocuidado com o pé diabético. Revista Brasileira de Enfermagem, 74.

Mendez, C. B, et al. (2019). Mobile educational follow-up application for patients with peripheral arterial disease. Revista latino-americana de enfermagem, 27.

Moreira, F. N. (2019). Tecnologia assistencial: processo de enfermagem em unidade cirúrgica. [Dissertação de mestrado]. Programa de pós-graduação em enfermagem: Setor Ciências em Saúde, Universidade Federal do Paraná. Curitiba.

Mota, N.P. et al. (2019). Mobile application for the teaching of the International Classification for Nursing Practice. Rev Bras Enferm. 72(4), 1020-7. doi: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2018-0751

Oliveira, L. M. R. et al. (2018). Tecnologia mHealth na prevenção e no controle de obesidade na perspectiva do letramento em saúde: Lisa Obesidade. Saúde em Debate, 42, 714-723.

Oliveira, S. C. et al. (2021). Telenfermagem na COVID-19 e saúde materna: WhatsApp® como ferramenta de apoio. Acta Paulista de Enfermagem, 34.

Paula, T. R. (2019). Desenvolvimento de aplicativo móvel sobre vacinação infantil para pais. [Dissertação de mestrado].

Pinto, D. L. et al. (2022). Effectiveness of the Portuguese version of Fume in adolescents’ health literacy about tobacco. Rev. Latino-Am. Enfermagem, 30:e3513.

Pizzolato, A. C., Sarquis, L. M. M., & Danski, M. T. R. (2021). Nursing APHMÓVEL: aplicativo móvel para registro do processo de enfermagem na assistência pré-hospitalar de urgência. Revista Brasileira de Enfermagem, 74.

Pontes, L. et al. (2021). Avalia tis: aplicativos para uso de enfermeiros na avaliação clínica de pacientes hospitalizados. Enferm Foco, 12(1), 169-74. DOI: 10.21675/2357-707X.2021.v12.n7Supl.1.5193

Rocha, F. (2019). Aplicativo móvel para uso do enfermeiro na avaliação clínica do neonato em Unidade de Terapia Intensiva. [Dissertação de Mestrado].

Rocha, F. Z, et al. (2017). Uso de Apps para a promoção dos cuidados à saúde. Anais do Seminário Tecnologias Aplicadas a Educação e Saúde.

Rodrigues, A. F. (2019). A tecnologia digital de informação e comunicação em benefício da administração do Exército Brasileiro.

Salomé, G. M., Bueno, J. C., & Ferreira, L. M.. Aplicativo multimídia em plataforma móvel para tratamento de feridas utilizando fitoterápicos e plantas medicinais. Rev. enferm. UFPE on line, 4579-4588.

Santos, S. V. et al. (2020). Avaliação da qualidade de um software para prevenção de lesões de pele em recém-nascidos. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 28.

Scarcella, M. F. S. (2017). Elaboração e desenvolvimento de aplicativo móvel para autocuidado e automonitoramento do pé diabético. [Dissertação de Mestrado].

Silva, A. P. et al. (2021). Construção de um aplicativo móvel para Profilaxia Pós-Exposição ao HIV. Acta Paulista de Enfermagem, 34.

Silva, A. S. C, Ramos, E. P., & Silva, R. M. R. C. A. (2018). Tecnologia da informação em saúde em jovens com osteossarcoma. Rev. enferm. UFPE on line, 2717-2726.

Silva, J. C. T. (2003). Tecnologia: novas abordagens, conceitos, dimensões e gestão. Production, 13, 50-63.

Silva, L. D. da et al. Aplicativo web para o acompanhamento de gestantes e perpuéras: produção tecnológica. Online braz. j. nurs. [On line], e20226529-e20226529.

Silva, L. S., Tavares, L. B., & Braga, D. S. (2020). MensSans: aplicativo para prática do mindfulness direcionado a mulheres com câncer de mama. Rev. Pesqui.[Online], 676-681.

Silva, R. M. et al. (2019). Uso de tecnologia móvel para o cuidado gestacional: avaliação do aplicativo Gestação. Revista Brasileira de Enfermagem, 72, 266-273.

Sousa, C. S., & Turrini, R. N. T. (2019). Desarrollo de aplicaciones de celular educativo para pacientes sometidos a cirugía ortognática. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 27.

Souza, F. M. L. C., et al. (2021). Eficácia de aplicativo móvel na adesão de gestantes às consultas de pré-natal: ensaio clínico randomizado. Revista Brasileira de Enfermagem, 74.

Souza, F. M. L. C., et al. (2022). Desenvolvimento de aplicativo móvel para o acompanhamento pré-natal e validação de conteúdo. Acta Paulista de Enfermagem, 35.

Souza, M. T., Silva, M. D., & Carvalho. R. (2010). Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein 8(1), 102-106. https://doi.org/10.1590/s1679-45082010rw1134

Veraszto, E. V, et al. (2009). Tecnologia: buscando uma definição para o conceito. Prisma. com, 8, 19-46.

Published

22/08/2022

How to Cite

RESENDE, J. V. M. .; SILVA, J. L. L. da .; SOARES, R. da S. .; MIRANDA, P. da S. .; COSTA, F. dos S. .; ABREU, W. O. de; MONTEIRO, E. T. .; LIMA, F. R. Mobile apps in healthcare: an integrative review. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 11, p. e278111133481, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i11.33481. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/33481. Acesso em: 28 sep. 2022.

Issue

Section

Health Sciences