Pathological manifestations on facades of historic buildings - damage map: case study of the Museum of Archeology and Natural Sciences of UNICAP in Recife-PE

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i11.33519

Keywords:

Maintenance of historic centers; Historic building; Pernambuco cultural center.

Abstract

The city of Recife is one of the largest historical and cultural centers in Brazil, with multiple historical buildings important for the conservation of Pernambuco's culture. The Museum of Archeology and Natural Sciences of UNICAP is one of these buildings that continue to preserve the history of the state of Pernambuco, but the building currently has significant levels of pathological manifestations that are threatening the longevity of the structure. Therefore, the development of this work aims to be a concise document, analyzing all the pathological manifestations present in the structure during the research period, recording the accumulation of manifestations and preparing damage maps referring to the four main facades, for an easy visualization of the problem. For the beginning of the research, multiple visits were made to the museum, in which a visual inspection with a photographic camera was carried out. Then, the manifestations were identified through a literary review in online databases and their causes described in the report. Finally, it proceeded with the lifting of the facades in Autocad and the representation of the pathological manifestations on them. The research result demonstrates a high concentration of pathological manifestations present on all facades, demonstrating a lack of maintenance visible to everyone who passes through the museum. The need for maintenance is apparent and with pathological manifestations that threaten the structural stability of the museum, increasing severity. A facade repair project is needed before the damage forces a modernization of the structure and the loss of a cultural center in Pernambuco.

References

Amorim, C. E. (2011). O Santuário de Nossa Senhora de Fátima num diferenciado roteiro turístico cultural/religioso da cidade do Recife. In Anais 5ª Colóquio de História: Perspectivas Históricas. Recife, Brasil: Universidade Católica de Pernambuco.

Associação Brasileira de Normas Técnicas. (2010). ABNT NBR 9575: impermeabilização - Seleção e Projeto. Rio de Janeiro.

Barreto, L. M. (2020). Manifestações patológicas em fachadas de edificações religiosas: um estudo na cidade de Recife-PE. (Dissertação de Mestrado em Engenharia Civil). Universidade de Pernambuco. Recife.

Bertolini, L. (2010). Materiais de construção: patologia, reabilitação e prevenção. São Paulo: Oficina de textos.

Cordeiro, J. T. L.., Barbosa, V. M., & Boas, D. C. C. V. (2021). Levantamento das manifestações patológicas da construção civil: um estudo em residência domiciliar na Cidade de São Luís, Maranhão. Research, Society and Development. http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v10i12.20487

Corsini, R. (2010). Trinca ou fissura? Téchne.

Costa, L. S., & Silva, W. A. da. (2022). Manifestações patológicas em fachadas de construções históricas: estudo de caso da Igreja de Nossa Senhora do Carmo em São Luís – MA. Research, Society and Development. https://doi.org/10.33448/rsd-v11i2.25819

Cunha, D. J. E. (2011). Análise de fissuração em vigas de concreto armado. (Monografia Engenharia Civil). Universidade Federal do Ceará, Fortaleza.

Ferreira, J. A. (2010). Técnicas de Diagnostico de Patologias em Edifícios. (Dissertação de Mestrado em Engenharia Civil). Faculdade de Engenharia Universidade do Porto. Porto.

Ghirardello, N., & Spisso, B. (2008). Patrimônio histórico: como e por que preservar. Canal, 6, p. 34.

Helene, P. R. L. (2014) Introdução a corrosão das armaduras. In: Daniel Véras Ribeiro (Org.). Corrosão em estruturas de concreto armado: teoria, controle e métodos de análises. Rio de Janeiro: Elsevier.

Leitão Neto, E. A. (2022). Análise e diagnóstico de fissuras em residência unifamiliar no município de Porto – PI. Research, Society and Development. http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v11i6.28971

Macedo, J., Cardoso, A., Rocha. E. A., & Monteiro, E.C.B. (2018). Danos em Edificações históricas: análise comparativa entre duas igrejas em Olinda- PE. In Anais 6ª Conferência sobre Manifestação Patológica e Reabilitação de Edifícios. Rio de Janeiro, Brasil: Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Machado, D. F. (2015). Pensar sobre o vandalismo: os ataques contra o patrimônio cultural e as possibilidades de investigação no campo da História. Anais do XXVIII Simpósio Nacional de História.

Oliveira, G. F. P. (2013). Potencialidades da termografia para o diagnóstico de patologias associadas à humidade. (Dissertação de mestrado em Engenharia Civil). Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.

Oliveira, R. A. (2014). Vistorias, conservação e reforço de edificações: SINAENCO.

Rocha, E. A. (2017). Manifestações patológicas em fachadas de edificações religiosas do sec. XVI e XVII: Um estudo na região do sítio histórico de Olinda-PE. (Dissertação de Mestrado em Engenharia Civil). Universidade de Pernambuco. Recife.

Rodrigues, D., & Costa, D. (2008). The Conservation of granite in evora cathedral. From laboratory to practice. LNEC, pp. 101-110.

Silva, L. D. (2002). Pernambuco Preservado/ Histórico dos Bens Tombados no Estado de Pernambuco, Recife: L. Dantas Silva.

Tavares, F. J. O. (2018). Investigação das manifestações patológicas mais incidentes nas edificações escolares da rede municipal de Tubarão/SC. (Trabalho de Conclusão de Curso em Engenharia Civil). Universidade do Sul de Santa Catarina. Tubarão.

Tinoco, J. E. L. (2009). Mapa de Danos Recomendações Básicas. CECI: Centro de Estudos Avançados da Conservação Integrada. Olinda, Brasil.

Tomaz, P. C A (2010). Preservação do Patrimônio Cultural e sua Trajetória no Brasil. Fenix. Revista de História e Estudos Culturais, 7, 1-12.

Veiga, M. R. (2015). Anomalias em revestimentos antigos: classificação, causas e metodologias de reparação. In Anais V Conferência sobre Patologia e Reabilitação de Edifícios. Porto, Portugal: Universidade do Porto.

Xavier Junior, E. D., Borda, A., Aurich, M., & Torres, A. S. (2022). Técnicas visuoespaciais para a detecção de manifestações patológicas em fachadas argamassadas. Research, Society and Development. http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v11i5.28810

Published

17/08/2022

How to Cite

LEMOS, A. R. .; LIMA, F. F. de S. .; VASCONCELOS FILHO, A. G. F. de .; TENÓRIO, A. F. B. .; RÊGO, C. M. do .; BORBA, L. F. F. .; MONTEIRO, E. C. B. .; ZARZAR JUNIOR, F.; AMORIM, W. R. .; SILVA, P. M. M. do R. . Pathological manifestations on facades of historic buildings - damage map: case study of the Museum of Archeology and Natural Sciences of UNICAP in Recife-PE. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 11, p. e133111133519, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i11.33519. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/33519. Acesso em: 3 oct. 2022.

Issue

Section

Engineerings