Nile tilapia filleting methods in two fish slaughterhouses: fillet yield and waste

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v12i1.35831

Keywords:

Processing efficiency; Industrialization of fish; Fillet yield; Nile tilapia.

Abstract

Avaliou-se o rendimento no processamento de filé de 220 tilápias (Oreochromis niloticus), com peso médio entre 0,470kg e 1,113kg, categorizadas em dois grupos de peso, no âmbito de duas agroindústrias processadoras de pescado, no Rio Grande do Sul. Estas foram insensibilizadas, abatidas e processadas de acordo com o método de filetagem adotado por cada agroindústria. No Método 1 (M1) a filetagem era realizada a partir do peixe inteiro e sem passar por evisceração e decapitação e no Método 2 (M2), os peixes eram decapitados por corte oblíquo, logo atrás das nadadeiras craniais e em seguida eviscerados antes da filetagem. O M1 se mostrou mais eficiente quanto ao rendimento de filé sem pele, bem como menor geração de resíduos. Tanto no M1 quanto no M2 peixes maiores proporcionaram melhores resultados. Em ambas as agroindústrias, a faixa de peso mais leve produziu maior quantidade de resíduos. Conclui-se que é necessário implementar métodos de filetagem de tilápias que proporcionem maior rendimento de filé sem pele, dentro de um processo de industrialização, visando agregar valor aos resíduos e diminuindo os impactos ambientais.

References

Blanco, M. et al. (2007). Towards sustainable and efficient use of fishery resources: present and future. Trends in Food Science and Technology, Oxford, 18(1), 29-36.

Bordignon, A. C. et al. (2012). Aproveitamento de peles de tilápia-do-nilo congeladas e salgadas para extração de gelatina em processo batelada. Revista Brasileira de Zootecnia, 41 (3).

Clement, S.; & Lovell, R.T. (1994). Comparison of processing yield and nutrient composition of culture Nile tilapia (Oreochromis niloticus) and channel catfish (Ictalurus punctatus). Aquaculture, 119, 299-310.

Dias, M. E. (2020). Circuitos Espaciais de Produção da Tilapicultura Paranaense: Contextos Regionais. 187 p. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Estadual de Londrina – Londrina.

Figueiredo Jr., C. A., & Valente JR., A. S. (2008). Cultivo de tilápias no Brasil: Origens e cenário atual. In: XLVI Congresso da Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural-SOBER. Brasília (DF): Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural.

Idea, P., Pinto, J., Ferreira, R., Figueiredo, L., Spínola, V., & Castilho, P. C. (2020). Fish processing industry residues: A review of valuable products extraction and characterization methods. Waste and Biomass Valorization, 11(7), 3223-3246.

Lins, P. M. O. (2011). Beneficiamento do pescado. Pará: IFPA. 98 p.

Macedo-Viegas, E.M. et al. (1997). Estudo da carcaça de tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) em quatro categorias de peso. Revista Unimar, Maringá, 19, 863-870, 1997.

Marmentini, P. R. et al. (2022). Informatização da cadeia produtiva da piscicultura brasileira: inovações tecnológicas em softwares, aplicativos, programas de monitoramento e rastreabilidade. Research, Society and Development, 11(2).

Matiucci, M. A. et al. (2021). Aproveitamento de resíduos da filetagem de tilápia na produção de patê com adição de óleo essencial de orégano. Research, Society and Development, 10(2).

Moraes, P. S.; Engelmann, J.I.; Igansi, A.V.; Cadaval Jr. T.R.Sc. & Pinto, L.A.A. (2020). Nile tilapia industrialization waste: Evaluation of the yield. Quality and cost of the biodiesel production process. Journal of Cleaner Production, 287.

Pádua, D.M.C.; Silva, P.C.; França, A.F.S. et al. (1999). Produção e rendimento de carcaça da Tilápia Nilótica, Oreochromis niloticus, alimentada com dietas contendo farelo de milheto. In Reunião Anual Da Sociedade Brasileira De Zootecnia, 1999, Porto Alegre. Anais... Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Zootecnia, 1999. p. 314. 1999.

Peixe B R (2021). Associação Brasileira de Piscicultura. Anuário Peixe BR da Piscicultura 2021. São Paulo: Peixe BR. https://www.peixebr.com.br/anuario-2021/. Acesso em 21.01.2022.

Pinheiro, L. M. S., Martins, R. T., Pinheiro, L. A. S., & Pinheiro, L. E. L. (2006) Rendimento industrial de filetagem da tilápia tailandesa (Oreochromis spp.). Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, 58, 257-262.

Pires, A.V., Pedreira, M. M., Pereira, I. G., Fonseca Jr., A., & Araújo. (2011) Predição do rendimento e do peso do filé da tilápia do Nilo. Acta Scientiarum, Animal Science, 315- 319.

Reidel, A. (2004). Pós-tratamento de efluentes de agroindústrias em sistema com aguapé Eichhornia crassipes (Mart. Solms) e sua utilização na piscicultura. Cascavel. 73 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) –Universidade Estadual do Oeste do Paraná. 2004.

Ribeiro, L.P. et al. (1998). Efeito do peso e do operador sobre o rendimento de filé em tilápia vermelha Oreochromis spp. (1998). In: Aqüicultura Brasil’ 98, Recife. Anais/Proceedings... Recife: ABRAq. 1998, 2.773-778.

Rotondano Filho, A. F., Cardoso, T. C. A., Costa, N. S., Vitória, G. U., & Meloo, D. A. C. De P. G. (2021). O uso da pele de tilápia no tratamento de queimaduras. Saúde (Santa Maria), 47(1). https://doi.org/10.5902/2236583464528 Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/revistasaude/article/view/64528, Acesso em: 27 de outubro de 2021.

Rustad, T. (2003). Utilization of marine by – products. (2003) Electronic Journal of Environmental, Agricultural and Food Chemistry, Ourense, 2, 4, 1-9.

Silva, F.V.E. et al. (2009) Características morfométricas, rendimentos de carcaça, filé, vísceras e resíduos em tilápias do Nilo em diferentes faixas peso. Revista Brasileira de Zootecnia, Brasília, 38(8) 1407- 1412.

Siqueira, R. P. et al. (2021). Economic viability of Nile tilápia production as a secondary activity in rural properties in the State of Rio de Janeiro. Research Society and Development, 10(2). Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/12502. Acesso em: 16 fev. 2022.

Souza, M. L. R; Castagnolli, N. & Kronka, S. N. (1997). Nile tilapia’s carcass characteristics dependence on stocking density and aeration system. In: the annual international conference. Exposition of the world aquaculture society, Seatle. Abstracts... Seattle: World Aquaculture Society. 398.

Souza, M. L. R.; & Macedo-Viegas, E. M. (2001). Comparação de quatro métodos de filetagem utilizado para a tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) sobre o rendimento do processamento.. Infopesca Internacional, Uruguay. 26-31. 2001.

Souza, M. L. R.; & Maranhão, T. C. F. (2001). Rendimento de carcaça, filé e subprodutos da filetagem da tilápia do Nilo, Oreochromis niloticus (L), em função do peso corporal. Acta Scientiarum, 23(4), 897-901.

Souza, M. L. R.; Viegas, E.M . M.; Sobral, P .J. A.; & Kronka; S. N.(2005). Efeito do peso de tilápia do nilo (Oreochromis niloticus) sobre o rendimento e a qualidade de seus filés defumados com e sem pele. (2005) Ciência e Tecnologia de Alimentos, 52(1), 51-59.

Souza, M. L. R., et al. (2006). Efeito da técnica de curtimento e do Método utilizado para remoção da pele da tilápia-do-nilo sobre as características de resistência do couro. Revista Brasileira de Zootecnia, 35: 1273-1280.

Stevanato, F. B. (2006). Aproveitamento de cabeças de tilápias de cativeiro na forma de farinha como alimento para merenda escolar. Dissertação (Mestrado em Química), Universidade Estadual de Maringá, Maringá.

Valent, W. C.; Barros, H. P. B.; Valent, P. M.; Bueno, G.W.; & Cavalli, R. O. (2021). Aquicultura no Brasil: passado, presente e futuro. Relatórios de Aquicultura. 19 artigo 100611 Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S2352513421000272 . Acesso em 03 de julho de 2022.

Viera Jr., L. (2013). Chemical composition and yield waste industry filleting Nile Tilapia (Oreochromis niloticus). 53 f. Dissertação (Mestrado em Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Toledo.

Published

11/01/2023

How to Cite

REIS, E. S. .; CARDOSO, S.; OLIVEIRA, T. E. de . Nile tilapia filleting methods in two fish slaughterhouses: fillet yield and waste . Research, Society and Development, [S. l.], v. 12, n. 1, p. e27812135831, 2023. DOI: 10.33448/rsd-v12i1.35831. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/35831. Acesso em: 27 jan. 2023.

Issue

Section

Agrarian and Biological Sciences