Challenges and perspectives for the performance of residente social assistants graduated from the Health Residence Program comprehensive care in orthopedics and traumatology in the west of Pará

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i15.37261

Keywords:

Health residency; Social service; Professional practice.

Abstract

The article aims to identify the challenges and perspectives of professional practice of resident social workers graduated from the Multiprofessional Residency Program in Health Comprehensive Care in Orthopedics and Traumatology at the Regional Hospital of Baixo Amazonas (HRBA) in Santarém/PA. The research was guided by a critical perspective and with a qualitative approach in order to understand the object to be studied in all its aspects and connections. if a form with open and closed questions. The collected data were systematized and analyzed qualitatively based on the content analysis procedure. In the first part, there was a brief approach to the debate on Social Work and Multiprofessional Residency in health. In the second, the attributions and competences of the work of the social worker in the health policy and in the multiprofessional residency in health are approached and, finally, the main results of the research carried out within the scope of the Multiprofessional Residency Program in Health Comprehensive Care are presented. in Orthopedics and Traumatology at HRBA, such as lack of autonomy, lack of understanding of the Social Worker's professional identity, precarious working conditions and others. Furthermore, it is important to strengthen the category in the face of challenges and at the heart of Residency Programs.

References

Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social. (1996). Diretrizes gerais para o curso de Serviço Social (Com base no Currículo Mínimo aprovado em Assembleia Geral Extraordinária de 8 de novembro de 1996.). ABEPSS: Rio de Janeiro.

Andrade, K. R. (2015). A formação profissional do assistente social na residência multiprofissional em saúde do HU/UFS. (Dissertação de Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Social Social/Universidade Federal de Sergipe.

Bardin, L. (2016) Análise de Conteúdo. Ed. Martins Fontes. ed. 70.

Brasil. (2006). Residência multiprofissional em saúde: experiências, avanços e desafios. Ministério da Saúde: Brasília.

Brasil. (2016). Resolução nº 510, de 7 de abril de 2016. Plenário do Conselho Nacional de Saúde: Brasília. https://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2016/Reso510.pdf

Bravo, M. I., & Matos, M. C. (2006). Projeto Ético-Político do Serviço Social e sua Relação com a Reforma Sanitária: elementos para o debate. In: Serviço Social e Saúde: formação e trabalho profissional. São Paulo: Cortez.

Castro, M. M. C., Oliveira, L. M. L., & Stephan-Souza, A. I. (2012). Residência em Serviço Social: formação para o trabalho coletivo. In: Anais do Encontro Nacional De Pesquisadores Em Serviço Social (ENPESS), Juiz de Fora/MG.

Castro, M. M. C. (2013). O serviço social nos programas de residência em saúde: resultados iniciais do mapeamento da ABEPSS. Temporalis, (26) 153-171. Brasília/DF. https://periodicos.ufes.br/temporalis/article/view/5309/4944

Closs, T. T. (2010). O Serviço Social nas Residências Multiprofissionais em Saúde na Atenção Básica: formação para a integralidade?. (Dissertação de Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Serviço Social, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul: Porto Alegre.

Conselho Federal de Serviço Social. (2010). Parâmetros de atuação de Assistentes Sociais na área da Saúde. CFESS: Brasília, DF.

Conselho Federal de Serviço Social. (2017). Residência em Saúde e Serviço Social: subsídios para reflexão. CFESS: Brasília, DF.

Hospital Regional do Baixo Amazonas. (2016). Manual de Gestão. M.HRBA.DIR.001. Versão 5. HRBA: Santarém, PA.

Hospital Regional do Baixo Amazonas. (2021). Quem somos nós?. HRBA. hrba.org.br/quem-somos

Iamamoto, M. V. (2014). O Serviço Social na cena contemporânea. In: Serviço Social: direitos sociais e competências profissionais. CFESS, Brasília. https://www.amures.org.br/uploads/1521/arquivos/1545464_LIVRO_COMPLETO____CFESS___Servico_Social__Direitos_Sociais_e_Competencias_Profissionais__2009.pdf

Iamamoto, M. (2001). O Serviço Social na contemporaneidade: trabalho e formação profissional. Cortez.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2021). Cidades e Estados. https://www.ibge.gov.br/cidades-e-estados/pa/santarem.html

Matos, M. C. (2017). Serviço Social, ética e saúde: reflexões para o exercício profissional. (2a ed.): Cortez.

Mendes, A. G. (2013). Residência multiprofissional em saúde e serviço social. In: Silva, L. B., & Ramos, A. Serviço Social, saúde e questões contemporâneas: reflexões críticas sobre a prática profissional. Campinas: Papel Social.

Mioto, R. C., et al. (2012). As Residências multiprofissionais em saúde: a experiência da Universidade Federal de Santa Catarina. Serviço Social e Saúde, 11 (2), 185-208.

Minayo, M. C. S. (2010). O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. Hucitec.

Neves, D. C., Gonçalves, C. A., & Favaro, T. C. (2017). Pós-graduação e Residência Multiprofissional em Saúde HC-UFG: a produção do Serviço Social. Revista Katálysis, Florianópolis, 20 (02), 225-233. https://doi.org/10.1590/1982-02592017v20n2p225

Netto, J. P. (2011). Introdução ao estudo do método de Marx. Expressão Popular.

Nogueira, V. M. R., & Mioto, C. T. (2006). Sistematização, Planejamento e Avaliação das Ações dos Assistentes Sociais no Campo da Saúde. Serviço Social e Saúde: Formação e trabalho profissional, Campinas, 15 (01), 71-82. https://www.poteresocial.com.br/wp-content/uploads/2021/03/texto-Sistematiza%C3%A7%C3%A3o-Planejamento-e-Avalia%C3%A7%C3%A3o-das-A%C3%A7%C3%B5es-dos-Assistentes.pdf

Oliveira, V. D. (2017). Projetos político-pedagógicos das residências multiprofissionais em saúde. (Dissertação de Mestrado). ESS/UFRJ.

Peduzzi, M. (1998). Equipe multiprofissional de saúde: a interface entre trabalho e interação. (Tese de Doutorado). UNICAMP/FCM.

Pereira, R. B., et al. (2022). Os desafios do assistente social na saúde. Research, Society and Development, 11(14), e72111435766. http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v11i14.357662

Raichelis, R. (2020). As atribuições e competências profissionais à luz da “nova” morfologia do trabalho. Conselho Federal de Serviço Social (CFESS): Brasília.

Ramos, A. S., et al. (2006). Residências em Saúde: encontros multiprofissionais, sentidos multidimensionais. In: Residência Multiprofissional em Saúde: experiências, avanços e desafios. Ministério da Saúde: Brasília.

Ribeiro, P. M., et al. (2016). Residência multiprofissional em saúde: a intervenção do assistente social. In: Encontro Nacional De Pesquisadores Em Serviço Social (ENPESS), XV. Anais. Ribeirão Preto/SP.

Rodrigues, T. F. (2016). Residências multiprofissionais em saúde: formação ou trabalho? Serviço Social e Saúde, Campinas, 15 (01), 71-82. https://doi.org/10.20396/sss.v15i1.8647309

Schmaller, V. P. V., et al. (2012). Trabalho em saúde, formação profissional e inserção do Serviço Social na residência multiprofissional em saúde da família. Revista Textos e Contextos, Porto Alegre, 11 (02), 346-361.

Silva, G. S., et al. (2021). Condições de trabalho e processos de adoecimento: impactos na saúde do profissional de serviço social no campo da saúde. Research, Society and Development, 10 (10), e427101019104. http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v10i10.19104

Silva, L. C., & Brotto, M. E. (2016). Residência Multiprofissional em Saúde e Serviço Social: dilemas na formação e trabalho profissional. Em Pauta, Rio de Janeiro, 14 (37), 126-149: 10.12957/REP.2016.25396

Silva, L. B., & Castro, M. M. C. (2020). Serviço Social e residência em saúde: trabalho e formação. Papel Social.

Silva, L. B. (2016). Trabalho em saúde e residência multiprofissional: problematizações marxistas. (Tese de Doutorado). Universidade do Rio de Janeiro.

Silva, L. C., & Patrocínio, S. S. (2016). Formação na Residência em saúde: aproximação através do relato dos preceptores. In: Anais do Encontro Nacional De Pesquisadores Em Serviço Social (ENPESS). Ribeirão Preto/SP.CD-ROM.

Silva, L. B. (2018). Residência multiprofissional em saúde no Brasil: alguns aspectos da trajetória histórica. Revista Katálysis, Florianópolis, 21 (01), 200-209. https://doi.org/10.1590/1982-02592018v21n1p200

Souza, M. R., & Mira, M. L. G. (2016). Formação e Atuação profissional no Contexto Hospitalar: o serviço social na residência multiprofissional. In: Anais do 15º Congresso Brasileiro De Assistentes Sociais (CBAS), Olinda/PE. https://cbas2016.bonino.com.br/arquivos_artigos/0990.pdf

Teles, V. S. (1996). Questão Social: afinal do que se trata? São Paulo em Perspectiva, 10 (4), 85-95.

Vasconcelos, A. P. S. M., & Vieira, S. B. (2018). Aprender em serviço. In: Ceccim, R. B. Ensiqlopedia das Residências em saúde. Série vivências em educação na saúde. Porto Alegre: Editora Rede Unida, 13-14. 10.18310/9788566659986

Published

16/11/2022

How to Cite

NEGREIROS, D. A. de; SILVA, I. D. e; LIMA, R. R.; MORAES, P. de P. B.; SILVA, H. de O. da . Challenges and perspectives for the performance of residente social assistants graduated from the Health Residence Program comprehensive care in orthopedics and traumatology in the west of Pará. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 15, p. e316111537261, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i15.37261. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/37261. Acesso em: 11 dec. 2023.

Issue

Section

Human and Social Sciences