Prevalence of overweight among brazilian pregnant women and its clinical and nutritional repercussions: a literature review

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i15.37600

Keywords:

Pregnancy; Overweight; Nutritional status.

Abstract

Excess maternal weight is a risk factor for gestational diabetes, increased blood pressure, circulatory problems, and an increase in cesarean deliveries. Objective: to evaluate the prevalence of overweight among Brazilian pregnant women and the clinical and nutritional repercussions for the mother and child. Methods: bibliographic review, of an integrative nature. Original articles, abstracts and full texts were used, available for analysis, that addressed the topic; articles published in Portuguese and English. After analyzing all the articles and applying the inclusion criteria, 12 articles were selected for the elaboration of the work. Results: In the analyzed studies, the prevalence of overweight among Brazilian pregnant women was evidenced; it was observed that pregnant women who were classified as overweight and obese at the beginning of prenatal care had inadequate weight progression until the end of pregnancy, being associated with the presence of metabolic comorbidities and hypertensive syndrome; as for the newborn, it was observed that the probability of having a large baby for its age is 1.4 to 3.5 times greater in overweight pregnant women. Conclusion: Although adequate weight gain is recommended during pregnancy, it is common for women to gain more weight than recommended, with the need to integrate health actions related to the promotion of healthier eating habits in prenatal care to prevent outcomes. adverse effects of excess weight gain during pregnancy and prevent negative implications for the health of the mother and child.

References

Adami, F. S., Rosolen, M. D., Alves, M. N., Schedler, F. L. S., Guerra, T. B., & Carreno, I. (2020). Relação do ganho de peso na gestação com o estado nutricional pré-gestacional e com o consumo dietético. Revista Destaques Acadêmicos, 12(3).

Braz, L., Figueiredo, L., & Fonseca, F. (2013). A influência da obesidade e ganho ponderal no peso do recém-nascido num grupo de grávidas com diabetes gestacional. Revista Portuguesa de Endocrinologia, Diabetes e Metabolismo, 8(2), 70-76.

Campos, C. A. S, Malta, M. B, Neves, P. A. R, Lourenço, B. H, Castro, M. C, & Cardoso, M. A. (2019). Ganho de peso gestacional, estado nutricional e pressão arterial das gestantes. Revista de saúde pública, 53.

Castillo, H., Santos, IS, & Matijasevich, A. (2016). IMC pré-gestacional materno, ganho de peso gestacional e amamentação. Revista Europeia de Nutrição Clínica, 70 (4), 431-436.

Couto, E., & Cavichiolli, F. (2019). Doenças da tireoide na gestação. Femina, 323-327.

Crivellenti, L. C., Zuccolotto, D. C. C., & Sartorelli, D. S. (2019). Associação entre o Índice de Qualidade da Dieta Adaptado para Gestantes (IQDAG) e o excesso de peso materno. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil, 19, 275-283.

Dell'Osbel, R. S., Cremonese, C., & de Oliveira Gregoletto, M. L. (2019). Ganho de peso gestacional e fatores associados em gestantes e recém-nascidos. Revista Contexto & Saúde, 19(37), 20-29.

Dias, F. D. da S., Silva, J. C. R. da, Martins, M. C. de O., Maio, R., Lima, T. C. da C., & Burgos, M. G. P. de A. (2022). Excess weight in high-risk pregnant women and factors associated with excessive weight gain. Research, Society and Development, 11(11), e477111133814.

Freitas, H. B. M., Lima, R. F., Targino, M. V. P., Targino, A. L. V. P., do Nascimento, A. T., de Vasconcelos, L. P. F., ... & Viana, T. A. (2019). A influência do estado nutricional durante o período gestacional e sua correlação no peso do recém-nascido. Revista Eletrônica Acervo Saúde, (19), e206-e206.

Gomes, C. D. B., Vasconcelos, L. G., Cintra, R. M. G. D. C., Dias, L. C. G. D., & Carvalhaes, M. A. D. B. L. (2019). Hábitos alimentares das gestantes brasileiras: revisão integrativa da literatura. Ciência & Saúde Coletiva, 24, 2293-2306.

Gomes, C. D. B., Malta, M. B., Martiniano, A. C. D. A., Bonifácio, L. P. D., & Carvalhaes, M. A. D. B. L. (2015). Práticas alimentares de gestantes e mulheres não grávidas: há diferenças? Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, 37, 325-332.

Gonçalves, C. V., Mendoza-Sassi, R. A., Cesar, J. A., Castro, N. B. D., & Bortolomedi, A. P. (2012). Índice de massa corporal e ganho de peso gestacional como fatores preditores de complicações e do desfecho da gravidez. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, 34, 304-309.

Lana, T. C., Oliveira, L. V. A., Martins, E. F., Santos, N. C. P., Matozinhos, F. P., & Felisbino-Mendes, M. S. (2020). Prevalência, fatores associados e desfechos reprodutivos relacionados ao ganho de peso gestacional excessivo [Prevalence, associated factors and reproductive outcomes related to excessive gestational weight gain][Prevalencia, factores asociados y resultados reproductivos relacionados con el aumento excesivo de peso durante la gestación]. Revista Enfermagem UERJ, 28, 53127.

Magalhães, E. I. D. S., Maia, D. S., Bonfim, C. F. A., Netto, M. P., Lamounier, J. A., & Rocha, D. D. S. (2015). Prevalência e fatores associados ao ganho de peso gestacional excessivo em unidades de saúde do sudoeste da Bahia. Revista Brasileira de Epidemiologia, 18, 858-869.

Manera, F., & Hofelmann, D. A. (2019). Excesso de peso em gestantes acompanhadas em unidades de saúde de Colombo, Paraná, Brasil. DEMETRA: Alimentação, Nutrição & Saúde, 14, 36842.

Mendes, K. D. S., Silveira, R. C. D. C. P., & Galvão, C. M. (2019). Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto & contexto-enfermagem, 17, 758-764.

Oliveira, A. C. M. D., Pereira, L. A., Ferreira, R. C., & Clemente, A. P. G. (2018). Estado nutricional materno e sua associação com o peso ao nascer em gestações de alto risco. Ciência & Saúde Coletiva, 23, 2373-2382.

Pires, C. C., Rodrigues, M. L., Capelli, J. D. C. S., de Souza Santos, M. M. A., & Baião, M. R. (2018). O excesso de peso na perspectiva de gestantes assistidas na atenção primária à saúde de um município da região do Norte Fluminense. DEMETRA: Alimentação, Nutrição & Saúde, 13(3), 555-568.

Pires, C. C., Rodrigues, M. L., Capelli, J. D. C. S., de Souza Santos, M. M. A., & Baião, M. R. (2020). Atenção nutricional e práticas alimentares na perspectiva de gestantes com excesso de peso. DEMETRA: Alimentação, Nutrição & Saúde, 15, 40566.

Pires, I. G., & Gonçalves, D. R. (2021). Consumo alimentar e ganho de peso de gestantes assistidas em unidades básicas de saúde. Brazilian Journal of Health Review, 4(1), 128-146.

Santos, S. F. M. D., Costa, A. C. C. D., Araújo, R. G. P. D. S., Silva, L. A. T., Gama, S. G. N. D., & Fonseca, V. D. M. (2022). Fatores associados à adequação do ganho de peso gestacional de adolescentes brasileiras. Ciência & Saúde Coletiva, 27, 2629-2642.

Soares, L. A., Takeuti, T. D., de Oliveira Valeri, P. A., Da Silva, A. A., Lara, B. H. J., Júnior, J. A. T., ... & Crema, E. (2016). Impactos nutricionais da ingestão alimentar dos ácidos graxos ômega 3 e óleo de palma: uma revisão. RBONE-Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento, 10(56), 105-114.

Zuccolotto, D. C. C., Crivellenti, L. C., Franco, L. J., & Sartorelli, D. S. (2019). Padrões alimentares de gestantes, excesso de peso materno e diabetes gestacional. Revista de Saúde Pública, 53, 52.

Published

24/11/2022

How to Cite

SANTOS, A. P. de F. R. .; IBIAPINA, D. F. N.; LANDIM, L. A. dos S. R. Prevalence of overweight among brazilian pregnant women and its clinical and nutritional repercussions: a literature review. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 15, p. e508111537600, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i15.37600. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/37600. Acesso em: 31 jan. 2023.

Issue

Section

Review Article