The work in professional and technological education and the historical-cultural theory

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i15.37757

Keywords:

Vygotsky; Federal institutes; Work.

Abstract

The goal of this study is to analyze the concept of work in Professional and Technological Education (PTE), specifically after the creation of the Federal Institutes (FIs), relating it with the Historical-Cultural Theory developed by Vygotsky. Discussions of the main concepts developed by Vygotsky will be made, such as mediation, Zone of Proximal Development (ZPD) and Internalization, aiming at verifying how this theory can contribute to Brazilian PTE. We shall also make a brief assessment of the two theoretical approaches to vygotskyan thought: the Theory of Activity and the Communities of Practices. It is a bibliographic research with qualitative approach. On reflecting over Vygotsky’s contributions for professional education, it is necessary to think of an education in which man is a historical and cultural being and an agent for transformation of the environment in which he survives. His studies show the importance of mediated work, with the prevalence of interaction and the appreciation of the experiences of both teacher and student. In this way, his theory contemplates the professional formation with the goal of emancipation.

References

Borges, L. F. B. (2017). Educação, escola e humanização em Marx, Engels e Lukács. Revista Educação em Questão, Natal, 55(45), 101-126.

Brasil (1988). Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm.

Brasil (2004). Ministério da Educação. Proposta em discussão: políticas públicas para a educação profissional e tecnológica. Brasília: Ministério da Educação. http://portal.mec.gov.br/setec/arquivos/pdf/p_publicas.pdf.

Brasil (2010). Ministério da Educação. Um novo modelo de educação profissional e tecnológica: concepção e diretrizes. http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=6691-if-concepcaoediretrizes&category_slug=setembro-2010-pdf&Itemid=30192.

Escott, C. M. (2020). Educação Profissional e Tecnológica: avanços, retrocessos e resistência na busca por uma educação humana integral. Revista de Educação Pública, v. 29, p. 1-16.

Feitosa, M. da S., Martins, J. P. L., Tavares, S. L. P., Leães, P. G., & Oliveira, C. A. de. (2019). A educação profissional e tecnológica na ótica de Lev Vygotsky: pressupostos teóricos e contribuições.

Fernandes, F. R., Cardoso, T. A., Capaverde, L. Z., & Silva, H. F. N. (2016). Comunidades de prática: uma revisão bibliográfica sistemática sobre casos de aplicação organizacional. AtoZ: novas práticas em informação e conhecimento, 5(1), 44-52.

Fontana, R., & Cruz, M.N. da. (1997). Psicologia e trabalho pedagógico. São Paulo: Atual.

Frigotto, G. (2005). Estruturas e sujeitos e os fundamentos da relação trabalho e educação. In: Lombardi, J. C., Saviani, D., & Sanfelice, J. L. (Org.) Capitalismo, trabalho e educação. (3a ed.): Autores Associados, HISTEDBR, p. 61-74.

Frigotto, G. (1991). Trabalho, educação e tecnologia: treinamento polivalente ou formação politécnica. In: Silva. T. T. da (Org.) Trabalho, educação e prática social: por uma teoria da formação humana. Porto Alegre: Artes Médicas, p. 254-274.

Frigotto, G. (2009). Teoria e práxis e o antagonismo entre a formação politécnica e as relações sociais capitalistas. Trabalho, Educação e Saúde, Rio de Janeiro, v. 7, suplemento, p. 67-82. http://www.scielo.br/pdf/tes/ v7s1/04.pdf.

Kaptelinin, V., & Nardi, B. (2006). Acting with technology: activity theory and interaction design. Cambridge: MIT Press.

Manfredi, S. M. (2002). Educação profissional no Brasil. Cortez.

Marx, K. (2013). O capital: crítica da economia política. Livro I: o processo de produção do capital. Boitempo.

Mészáros, I. (2008). A educação para além do capital. (2a ed.) Tradução de Isa Tavares. Boitempo.

Moreira, M. A. (2017). Teorias de aprendizagem. (2a ed.) EPU.

Oliveira, H. F. (2010). A construção colaborativa de conhecimento durante a interação oral de aprendizes em uma sala de aula de LE (inglês). Revista Via Litterae, 2(1), 88-101.

Oliveira, J. A., & Silva, Y. F. O. (2018). Perfil e percepções sobre a prática pedagógica do professor bacharel na educação profissional. Holos, 34(3), 348-366.

Pacheco, E. (2015). Fundamentos político-pedagógicos dos Institutos Federais diretrizes para uma educação profissional e tecnológica transformadora.

Pacheco, E. (2011). Institutos Federais: uma revolução na educação profissional e tecnológica. Brasília: Ed. Moderna; Fundação Santillana.

Pessoa, A. R., Gimenez J., Silva, M. A., Ormond, N. F. P., Genuíno, N., Rocha, R. F. S. S., & Rocha, P. C. S. (2021). O trabalho como princípio educativo na perspectiva da Educação Profissional e Tecnológica. Research, Society and Development, 10(15), e73101522614.

Prodanov, C. C., & Freitas, E. C. de. (2013). Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. (2a ed.): Editora Feevale.

Ramos, M. N. (2017). Ensino Médio Integrado: lutas históricas e resistências em tempos de regressão. In: Araújo, A. C., & Silva, N. N. Ensino Médio Integrado: fundamentos, práticas e desafios. Brasília: Ed. IFB.

Rego, T.C. (1995). Vygotsky: uma perspectiva histórico-cultural da educação. Petrópolis-RJ: Vozes.

Rego, T. C. (2012). Vygotsky: Uma perspectiva histórico-cultural da educação. (7a ed.): Vozes.

Saviani, D. (1994). O trabalho como princípio educativo frente às novas tecnologias. In: Ferretti, C.J., Zibas, D. M. L, Madeira, F. R., & Franco, M. L. P. B. (Org.) Novas tecnologias, trabalho e educação: um debate Multidisciplinar. (2a ed.): Vozes, p. 151-168.

Saviani, D. (2007). Trabalho e educação: fundamentos ontológicos e históricos. Revista Brasileira de Educação, 12(34), 152-180.

Silva, I. F., & Felício, C. M. (2022). Mediação de práticas educativas na educação profissional com Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação: considerações a partir da teoria histórico-cultural. Educitec - Revista de Estudos e Pesquisas sobre Ensino Tecnológico, 8, e191222.

Souza, D. B., Santana, M. A., & Deluiz, N. (1999). Trabalho e educação: centrais sindicais e reestruturação produtiva no Brasil. Rio de Janeiro: Quartet.

Vygotsky, L. S. (1984). A formação social da mente. Martins Fontes.

Vygotsky, L. S. (1991). A formação social da mente. (4a ed.) Martins Fontes.

Published

27/11/2022

How to Cite

ALVES, S. dos R. P. .; SANTIAGO, L. . A. da S. .; CARVALHO, M. A. de; SOUZA, R. C. de. The work in professional and technological education and the historical-cultural theory. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 15, p. e02111537757, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i15.37757. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/37757. Acesso em: 31 jan. 2023.

Issue

Section

Human and Social Sciences