Development and validation of a Distance Learning course on Radioactive Health Waste Management

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v12i1.39644

Keywords:

Distance Education; Radioactive Waste; Training in service.

Abstract

The present study sought to develop and validate a distance learning course for health professionals who work with the management of radioactive health waste, using an instructional design based on the Kemp, Morrison and Ross model. This is a methodological study for the elaboration and validation of a distance learning course using the Kemp, Morrison & Ross instructional design. The instructional design chosen to elaborate the EaD course consists of nine stages, which allow the participant to be introduced to a logical sequence of contents and through the modality manage to manage their study time, which is an important advantage for the professional. As a result of the study, a self-instructional course was developed with a total workload of 4 hours, with three learning units. At the end of each unit, it is necessary to carry out a summative evaluation as a criterion to advance to the next unit and, at the end of the course, a formative self-assessment and a summative evaluation by the student. Through the methodological path, it can be concluded that the result, which was a technical product, will contribute to the training and continuous improvement of health professionals.

References

Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais-ABRELPE. (2019). Panorama dos resíduos sólidos no Brasil 2018/2019. São Paulo, Brasil. http:www.abrelpe.org.br.

Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais – ABRELPE. (2015) Panorama dos resíduos sólidos no Brasil 2015. São Paulo, Brasil. http:www.abrelpe.org.br

Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA. (2018). Resolução n˚. 222, de 28 de março de 2018. Regulamento técnico para o gerenciamento de resíduos de serviços de saúde. Diário Oficial da União 28 mar 2018.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA. (2004). Resolução n˚. 306, de 07 de dezembro de 2004. Regulamento técnico para o gerenciamento de resíduos de serviços de saúde. Diário Oficial da União 7 dez 2004.

Baldin, N. & Munhoz, E. M. B. (2011). Snowball (Bola de Neve): Uma técnica metodológica para pesquisa em educação ambiental comunitária.X congresso nacional de educação – EDUCERE. I seminário internacional de representações sociais, subjetividade e educação – SIRSSE. Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba 7 a 10 de Novembro.

Conselho Nacional do Meio Ambiente – CONAMA. (2005). Resolução nº. 358, de 29 de abril de 2005. Normas mínimas para tratamento de resíduos oriundos dos serviços de saúde, portos, aeroportos e terminais ferroviários e rodoviários. Diário Oficial da União 29 abr 2005. hhtp://www.mma.gov.br/port/conama/legiano.cfm?codlegitipo=3

Brasil. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária- ANVISA. (2006). Manual de gerenciamento de resíduos de serviços de saúde. – Brasília-DF.

Comissão Nacional de Energia Nuclear - CNEN. (2014). Norma CNEN NN 6.02 30 de maio de 2014. Licenciamento de instalações radiativas que utilizam fontes seladas, fontes não seladas, equipamentos geradores de radiação ionizante e instalações radiativas para produção de radioisótopos. Diário Oficial da União 29 abr 2014.

Cruz D.R.S. (2017). Desenvolvimento de curso na modalidade de educação à distância para implantação do exame clínico objetivo estruturado (OSCE) em instituições de ensino superior [dissertação]. Recife: Faculdade Pernambucana de Saúde.

Freire C. B. & Tello C. C. O. (2007). Rejeitos e gerência de rejeitos radioativos. Revista Brasileira de Pesquisa e Desenvolvimento, 9(2), 43-49.

Freitas, L. F. N. (2017). Comissão de gerenciamento de resíduos de saúde. Hospital das clínicas da Universidade Federal de Pernambuco/ Filial EBSERH.

Ferraz, A. P. C. & Belhot, R. V. (2010). Taxonomia de Bloom: revisão teórica e apresentação das adequações do instrumento para definição de objetivos instrucionais. Gest. Prod. São Carlos. 17 (2), 421-431.

Kiraz, E. & Birgili, B. (2012-2013). EDS 541 Instrutuctional design. metu. Faculty of Education. Department of Educational Sciences. Spring.

Melo, Y. G. F. F. (2019). Curso na modalidade de educação à distância sobre elaboração de questões de múltipla escolha [dissertação]. Recife: Faculdade Pernambucana de Saúde.

Pires, S. K. P. (2019). Desenvolvimento de um curso para construção de mapas conceituais como estratégia de aprendizagem [dissertação]. Recife: Faculdade Pernambucana de Saúde.

Pereira, F. S. (2020). Elaboração e validação de um curso de ensino á distância na área de cardiopatias congênitas em instituições de ensino superior. [dissertação]. Recife. Faculdade Pernambucana de Saúde.

Plano de Gerência de Rejeitos Radioativos. (2020). Serviço de medicina nuclear hospital das clínicas da UFPE, Recife.

Ricaldoni, C. A. C. & Sena, R. R. (2006). Permanent education: a tool to think and act in nursing work. Rev. Latino-Am. Enfermagem, 14(6), 837-842. https://doi.org/10.1590/S0104-11692006000600002.

Sociedade Brasileira de Medicina Nuclear- SBMN. (2020). https://sbmn.org. br/site/medicina_nuclear.

Tobase, L., Tomazini, E. A. S., Teodoro, S. V., Piza, N. R. G. & Peres, H. H. C. (2012). Ensino à distância na educação permanente em urgência e emergência. Journal of Health Informatics, 4(esp.),125-129.http://www.jhi-sbis.saude.ws/ojs-jhi/index.php/jhi-sbis/article/view/242/131.

Published

10/01/2023

How to Cite

FREITAS, L. de F. N. .; SILVA, B. H. da .; BRANDÃO, S. C. S. .; MEDEIROS, F. P. M. de . Development and validation of a Distance Learning course on Radioactive Health Waste Management. Research, Society and Development, [S. l.], v. 12, n. 1, p. e25012139644, 2023. DOI: 10.33448/rsd-v12i1.39644. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/39644. Acesso em: 3 feb. 2023.

Issue

Section

Teaching and Education Sciences