Health education for the prevention of sexually transmitted infections in the population over 18 years of age

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v13i1.44815

Keywords:

Education; Sexual behavior; Sexually transmitted diseases.

Abstract

The study portrays young people's knowledge about sexually transmitted infections and how they approach this topic in relation to education for prevention, thus laying the foundations for the implementation of prevention measures in public health, making it possible to improve the quality of life of young people. population, especially young people. Objective: To correlate sexual education with the prevention of sexually transmitted infections in the population. Methodology: This research is characterised by quantitative, descriptive and longitudinal methods. With volunteers aged 18 and over, of both sexes, who answered an adapted questionnaire from the Survey of Knowledge, Attitudes and Practices of the Brazilian Population (PCAP) 2013, with 37 questions from a multiple-choice evaluation form, applied in virtual form through the Google Forms platform via a link shared through social networks: Facebook, Instagram, WhatsApp. It is concluded that the data obtained and the prevalence of key articles highlighted the lack of preparation of educators and health professionals in sexual education for the population, in the prevention of sexually transmitted infections, which demonstrated the need for innovations in the way of education, which requires professionals to be trained to interact with different cultures, beliefs, sexual orientation, age group and economic conditions.

References

Barbosa, L. U., Pereira, J. C. N., Lima, A. G. T., Costa, S. S., Machado, R. S. et al. (2020). Dúvidas e medos de adolescentes acerca da sexualidade e a importância da educação sexual na escola. Revista Eletrônica Acervo Saúde, 12(4), e2921. https://doi.org/10.25248/reas.e2921.2020

Barbosa, L. U., Viçosa, C. S. C. L., & Folmer, V. (2019). A educação sexual nos documentos das políticas de educação e suas ressignificações. Revista Eletrônica Acervo Saúde, 11(10), e772. https://doi.org/10.25248/reas.e772.2019.

Brasil. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. (2012). Resolução nº 466/12, 12 de dezembro de 2012. Dispõe sobre a pesquisa envolvendo seres humanos. Ministério da Saúde, Brasília: DF.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das Doenças Sexualmente Transmissíveis, Aids e Hepatites Virais. (2016). Manual Técnico para o Diagnóstico das Hepatites Virais/Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde, Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais. Brasília: Ministério da Saúde.

Brum, V. M. (2020). Educação em saúde no contexto das IST: revisão na literatura Sobre conhecimentos e práticas envolvendo jovens estudantes. Monografia (especialização) - Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências da Saúde, Curso de Especialização em Residência Multiprofissional Integrada em Gestão e Atenção Hospitalar no Sistema Público de Saúde.

Costa, T. D., Capeletti, C. P., Mello, M. L., Vieira, P. R., Brum, M. D. et al. (2017). Escola, sexualidade, práticas sexuais e vulnerabilidades para as infecções sexualmente transmissíveis (IST). https://api.semanticscholar.org/CorpusID:171622539

Diez, E., Lopez, M. J., Perez, G., Garcia-Subirats, I., & Nebot, L. (2020). Impacto de uma intervenção comunitária de aconselhamento contraceptivo nas taxas de fertilidade de adolescentes: um estudo quase experimental. BMC Saúde Pública, 20(26). https://doi.org/10.1186/s12889-019-8122-1

Ferreira, L. S., & da Silva, M. G. B. (2020). Abordagem na educação sexual de adolescentes em ambiente escolar: Relato de experiência. Textura, 14(1), 65-74. https://doi.org/10.22479/texturav14n1p65-74

Ferretti, E., Pizzuto, E. P., Charão, M. M., Souza, B. G., & Rezer, J. F. P. Promovendo conhecimento: infecções sexualmente transmissíveis (ISTS) em uma unidade do Exército Brasileiro de Fronteira. (2019). Anais do 11º Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão da UNIPAMPA: Salão de Extensão, 11(3). https://periodicos.unipampa.edu.br/index.php/SIEPE/article/view/107755

Franco, K. C. G., Almeida, P. E., & Moreira, B. (2020). Abordagem sobre ISTS em uma escola pública de Caratinga-MG. Lynx, 1(1). https://doi.org/10.34019/2675-4126.2020.v1.25589

Freitas, M. C., Ferri, Érika K., & Maciel, R. F. (2020). Saúde sexual dos adolescentes: a linguagem como instrumento de educação e prevenção. Anais do Semex, (12). https://anaisonline.uems.br/index.php/semex/article/view/6707

Lô, B. V. O. (2022). Projeto de educação para prevenção de Infecções Sexualmente transmissíveis com adolescentes cristãosãs Protestantes. Mestre em Educação para a Saúde. Escola Superior de Tecnologia da Saúde e Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Coimbra, Portugal.

Machado, B. J. M., Oliveira, G. A. P., Musse, L. Q., Veríssimo, L. P. M., & Chaves, T. A. (2021). Educação sexual e infecções sexualmente transmissíveis em adolescentes do ensino médio em Goiânia-Goiás. Brazilian Journal of Development, 7(11): 101765-101781.

Matão, M. E. L., Miranda, D. B., Ribeiro, A. A., Dias, I. T. S., & Carrijo, T. M. et al. (2019). Perspectiva dos educadores em relação a educação sexual nas escolas. Revista Do CEAM, 5(2), 76–87. https://doi.org/10.5281/zenodo.3561007.

Paulista, A. F. M., Silva, D. P. J., & Sousa, P. M. L. S. (2021). A atuação do enfermeiro na educação sexual de jovens. Revista Ibero-Americana De Humanidades, Ciências E Educação, 7(10), 1241–1265. https://doi.org/10.51891/rease.v7i10.2659

Pereira, A. S., Shitsuka, D. M., Parreira, F. J., & Shitsuka, R. et al. (2018). Metodologia da pesquisa científica. UFSM.

Pereira, G. F. M., Pimenta, M. C., Giozza, S. P., Caruso, A. R., Bastos, F. I. et al. (2019). HIV/AIDS, STIs and viral hepatitis in Brazil: epidemiological trends. Revista Brasileira de Epidemiologia, 22, e190001. https://doi.org/10.1590/1980-549720190001.supl.1.

Ramos, F. B. P., Carvalho, I. M., Filho, W. P. S., Nunes, P. S., & Nóbrega, M. M. (2019). A educação em saúde como ferramenta estratégica no desenvolvimento de ações de prevenção da transmissão do HIV: um relato de experiência. Revista Eletrônica Acervo Saúde, (19), e509. https://doi.org/10.25248/reas.e509.2019.

Rosa, L. M., Nascimento, A. A. C., Dias, A. L. F., Pereira, M. F. R., Mota, M. A. et al. (2020). Promoção da saúde na escola: prevenção da gravidez e de infecções sexualmente transmissíveis / Promoção da saúde na escola: Prevenção da gravidez e das infecções sexualmente transmissíveis. Brazilian Journal of Health Review, 3 (1), 706-716. https://doi.org/10.34119/bjhrv3n1-055

Santos, W. S. (2018). Conhecimento sobre a prevenção das ISTs/AIDS e gravidez, nos adolescentes de uma escola pública do estado de Sergipe. Monografia (Graduação em Medicina) - Departamento de Medicina, Universidade Federal de Sergipe, Aracaju. http://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/7593

Silva, F., Guimarães, R., Silva, M., & Suto, C. (2022). Educação sexual de jovens no contexto escolar. Encontro de discentes pesquisadores e extensionistas. 1(01): e202214, 14 nov.

Thomas, J. R., Nelson, J. K., & Silverman, S. J. (2012). Métodos de pesquisa em atividade física. 6 Ed. Dados elétricos. Artmed.

Published

25/01/2024

How to Cite

ANSELMO, S. M. do N.; SILVA, D. de O. .; DUARTE, V. C. de C.; GAMA, I. O. dos S.; CAETANO, A. M. .; GOMES, S. L. .; MARTINS, S. S.; RODRIGUES, S. B. .; JESUS, M. L. de .; JESUS, C. S. de. Health education for the prevention of sexually transmitted infections in the population over 18 years of age. Research, Society and Development, [S. l.], v. 13, n. 1, p. e11713144815, 2024. DOI: 10.33448/rsd-v13i1.44815. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/44815. Acesso em: 27 may. 2024.

Issue

Section

Health Sciences