Financial Mathematics in Youth and Adult Education – YAE: A didactic proposal with Hybrid Teaching and Meaningful Learning

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v13i1.44868

Keywords:

Financial math; Youth and adult education; Hybrid teaching; Meaningful learning.

Abstract

This research proposes an innovative didactic approach, integrating the opportunities offered by the Hybrid Teaching model with David Ausubel's theory of Meaningful Learning. This proposal, based on the theoretical-practical learning modality, is based on the cognitivist perspective of knowledge. That said, the central objective of this article is to explore how a Didactic Proposal, based on the Hybrid Teaching methodology and the Theory of Meaningful Learning, can play a crucial role in the teaching and learning process in Financial Mathematics for students in the modality Youth Education and Adults (YEA). The study, of a qualitative nature, was conducted through field research, carried out in an YEA class at the Joaquim Gomes Crespo State School, located in the municipality of São Francisco do Itabapona, in the State of Rio de Janeiro. Data collection included questionnaires, assessments carried out before, during and after the implementation of the proposal, in addition to the students' own records. The data collected aimed to explore students' performance and reactions in relation to Financial Mathematics concepts. The results consistently revealed that the adopted methodology played a significant role in the improvement and effective learning in Financial Mathematics for students from the YEA. This finding highlights the effectiveness and relevance of the integration between Hybrid Teaching and Meaningful Learning as an enriching pedagogical approach for this specific audience.

Author Biographies

Edecil de Souza Correa, Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro

Possui Mestrado em Matemática (PROFMAT) pela Universidade Estadual do Norte Fluminense (2021), Especialização em Ensino de Matemática pela Faculdade Cristo Rei, FACCREI, Cornelio Procopio, (2017) e graduação em Licenciatura em Matemática pela Universidade Federal Fluminense (2009). Atualmente é Professor de Matemática (Prof. Doc. 1) da Secretaria Estadual de Ensino do Rio de Janeiro.

Nelson Machado Barbosa, Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro

Graduado em Matemática pela a Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF), Especialista em Matemática e Estatística pela Universidade Federal de Lavras (UFLA) e em Matemática Aplicada em Biossistemas pelo CEFET/RJ. Mestre e Doutor em Modelagem Computacional pela a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Tem experiência nas áreas de Estatística, Equações Diferenciais Hiperbólicas, Análise Numérica, Dinâmica Epidemiológica em Redes Complexas, Educação Matemática e Física Aplicada. Atualmente trabalha na linha de pesquisa de matemática aplicada e computação científica e Educação Matemática, atuando nos seguintes temas: "Estudo Numérico para Leis de Conservação Hiperbólicas não lineares utilizando Esquemas Numéricos de Alta Resoluções" e "Metodologias e Propostas Pedagógicas para o Ensino e Aprendizagem em Matemática". É Professor e Pesquisador do Laboratório de Ciências Matemáticas da Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF). Atualmente é Coordenador do Programa Olimpíadas Brasileira de Matemática nas Escolas Públicas - OBMEP-RJ-ONE06.

References

Ausubel, D. P., Novak, J. D. & Hanesian, H. (1980). Psicologia educacional. (trad. de Eva Nick et al.). Ed. Interamericana.

Bacich, L. & Moran, J. (2018). Metodologias ativas para uma educação inovadora: uma abordagem téorico-prática. Ed. Penso.

Bacich, L., Tanzi Neto, A., & Trevisani, F. de M. (2015). Ensino Híbrido: Personalização e tecnologia na educação. Ed. Penso.

Brasil. (1996). Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília: Ministério da Educação.

Canal Equaciona Matemática. (2016). Recuperado de https://www.youtube.com/channel/UCZLyNRqqp2MeFuwuZdbGDJw

Canal Equaciona Matemática. (2019). Recuperado de https://www.youtube.com/channel/UCZLyNRqqp2MeFuwuZdbGDJw

Gomes, M. M. (2023). A Educação de Jovens e Adultos no Brasil e o contexto social dos alunos dessa modalidade. Revista Educação Pública, 23(17), 1-5. https://educacaopublica.cecierj.edu.br/artigos/23/17/a-educacao-de-jovens-e-adultos-no-brasil-e-o-contexto-social-dos-alunos-dessa-modalidade

Guedes, S. L. P. (2007). O ensino de Matemática pela aprendizagem significativa: Uma experiência de ensino de Matemática Financeira na EJA – Ensino Médio. Cadernos PDE, 1, 1 – 29. http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/cadernospde/pdebusca/producoes_pde/2007_utfpr_mat_artigo_susana_lucia_ pereira_guedes.pdf.

Horn, M. B., & Staker, H. (2015). Blended: usando a inovação disruptiva para aprimorar a educação. Ed. Penso.

Jogo Tabuleiro das Porcentagens. (2013) Blogspot. Recuperado de https://mgmeturma262grupo1.blogspot.com/2013/06/sugestao-de-jogos-de-porcentagem.html

Lima, B. S. de J. (2013). Matemática e suas tecnologias. Módulo III - Matemática. Ed. Fundação CECIERJ.

Moran, J. & Bacich, L. (2015). Mudando a Educação com Metodologias Ativas. In: Coleção Mídias Contemporâneas. Convergências Midiáticas, Educação e Cidadania: aproximações jovens. Vol. II.

Moreira, M. & Masini, E. (1982). Aprendizagem Significativa: A teoria de David Ausubel. Ed. Moraes.

Moreira, M. A. (1997). Aprendizagem significativa: um conceito subjacente. In: Moreira, M.A., Caballero, M.C. e Rodríguez, M.L. (org.). Actas del encuentro internacional sobre el aprendizaje significativo, 19-44 p.

Moreira, M. A. (2008). Organizadores prévios e aprendizagem significativa. Revista chilena de educación científica, 7, 23-30.

Motta-Roth, D. & Hendges, G. R. (2016). Produção textual na universidade. Revista Linguagem & Ensino, 16(1), 263-277. https://periodicos.ufpel.edu.br/ index.php/rle/article/view/15440/9626

Piaget, J. (2006). Psicologia e pedagogia. Forense Universitária.

Rio de Janeiro. (2015). Manual de Orientações da Nova EJA. Recuperado de http://projetoseeduc.cecierj.edu.br/eja/manual-eja.pdf

Ronca, P. A. C., & do Amaral Terzi, C. (1995). A aula operatória e a construção do conhecimento. Esplan.

Sampaio, C. E. M. & Hizim, L. A. (2022). A educação de jovens e adultos e sua imbricação com o ensino regular. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, 103(264), 271-298. https://doi.org/10.24109/2176-6681.rbep.103i264.5135

Santos, R.O., Lourenço, E. & Lopes, L.F. (2023). Formação de Professores para EJA no Brasil: Educomunicação na perspectiva freiriana. Revista Debates em Educação, 15(37), 1-21. https://doi.org/10.28998/2175-6600.2023v15n37pe14309

Silva, I. D. D., & Sanada, E. D. R. (2018). Procedimentos metodológicos nas salas de aula do curso de pedagogia: experiências de ensino híbrido. Metodologias ativas para uma educação inovadora: uma abordagem teórico-prática. Penso, 77-90.

Valente, J. A. (2014). Blended learning e as mudanças no ensino superior: a proposta da sala de aula invertida. Educar em revista, 79-97.

Zabala, A. (2015). A prática educativa: como ensinar. Penso Editora.

Published

24/01/2024

How to Cite

CORREA, E. de S.; BARBOSA, N. M. . Financial Mathematics in Youth and Adult Education – YAE: A didactic proposal with Hybrid Teaching and Meaningful Learning. Research, Society and Development, [S. l.], v. 13, n. 1, p. e11113144868, 2024. DOI: 10.33448/rsd-v13i1.44868. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/44868. Acesso em: 20 may. 2024.

Issue

Section

Teaching and Education Sciences