The persuasive speech through slogans of candidates for the presidency of the Brazilian Republic

Authors

  • Jhonatas Silva Franco USP
  • Caio Flávio Stettiner UNIFACCAMP
  • Alex Paubel Junger Faculdade de Tecnologia da Termomecânica / Universidade Federal do ABC.
  • Alexandre Formigoni Faculdade de Tecnologia de Guarulhos
  • Milton Brito Caio Faculdade de Tecnologia de Guarulhos
  • Roberto Padilha Moia Universidade São Caetano do Sul

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v8i1.591

Keywords:

slogan; marketing; politics; election; president.

Abstract

The slogan is a communicational element widely used to delimit in a few words an ideal or an idea chosen to be in the memory of its targeted audience. In the case of candidates for the presidency of the republic, it is an important element of persuasion, while offering an opportunity to know, briefly, the purpose of the candidate to the top place of the Republic. The objective of this project was to study the slogans of elected presidents and the second placed in the dispute, in the New Republic elections, beginning in 1989. Through documentary research, bibliographical analysis and field research of the 166 interviewees, a comparison was made between the slogans of each election and analyze their power of persuasion on the electorate. The analysis concluded that compelling slogans do not necessarily guarantee the victory of their candidates, but misguided choices could be decisive in defeat in electoral lawsuits.

References

Atlas das eleições presidenciais no Brasil. Sítio na Internet .Disponível em: <https://sites.google.com/site/atlaseleicoespresidenciais> Acesso em: 18 mai. 2018.

Figueiredo, R. 2000. O marketing político: entre a ciência e a razão. p. 11-41. In: Figueiredo, Rubens (org.) Marketing político e persuasão eleitoral. Editora Fundação Konrad Adenauer, São Paulo, SP, Brasil.

Figueiredo, R. 1994. O que é Marketing Político. Coleção Primeiros Passos, Editora Brasiliense, São Paulo, SP, Brasil.

Flick, U. 2009. Introdução à pesquisa qualitativa. 3ed. Editora Artmed. Porto Alegre, RS, Brasil.

Flick, U., von Kardorff, E., Steinke, I. (Orgs.). 2000. O que é pesquisa qualitativa – uma introdução. In: Pesquisa qualitativa – um manual. (p: 13-29) . Editora Rowohlt. Reinbek, SH, Alemanha.

Gomes, N. D. 2001. Formas persuasivas de comunicação política: propaganda política e publicidade eleitoral. 2ed. Editora Edipucrs. Porto Alegre, RS, Brasil.

Gomes, W. 2004. Transformações da política na era da comunicação. Editora Paulus. São Paulo, SP, Brasil.

Gondin, S. M. G.; Veiga, L. 2001. A utilização de métodos qualitativos na Ciência Política e no Marketing Político. Vol 8 (1) Editora Opinião Pública, Campinas, SP, Brasil.

Günther, H. 2006. Pesquisa quantitativa versus pesquisa qualitativa: Esta É a questão? In: Psicologia: teoria e pesquisa 22: 201-210.

História do Brasil: a Nova República. Sítio na Internet . Disponível em: <https://www.historiadobrasil.net/brasil_republicano/nova_republica.htm> Acesso em: 11 maio 2018.

Info Escola: a Nova República. Sítio na Internet Disponível em: <https://www.infoescola.com/historia/nova-republica> Acesso em: 11 maio 2018.

Kotler, P. 1975. "Overview of Political Candidate Marketing", in: NA - Advances in Consumer Research 2: 761-770.

Lasswell, H. 1982. A Linguagem da Política. Editora Universidade de Brasília. Brasília, DF, Brasil.

Malanga, E. 1977. Publicidade – uma introdução. Editora Atlas. São Paulo, SP, Brasil.

Manhanelli, C. A. 1992. Eleição é guerra: marketing para campanhas eleitorais. Editora Summus. São Paulo, SP, Brasil.

Martins, J. 1997. Redação publicitária. Editora Atlas. São Paulo, SP, Brasil.

Memorial da Democracia. Disponível em: <http://memorialdademocracia.com.br> Acesso em: 22 mai. 2018.

Queiroz, A.; Manhanelli, C. 2009. Breve história dos slogans políticos nas eleições do Brasil Republicano. In: Signos do Consumo 2: 235-253.

Reboul, O. 1975. O slogan. Editora Cultrix. São Paulo, SP, Brasil.

Sá-Silva, J.; Almeida, C.; Guindani, J. 2009. Pesquisa documental: pistas teóricas e metodológicas. In: Revista Brasileira de História & Ciências Sociais 1: 1-15.

Sant'anna, A. 1999. Propaganda, teoria, técnica, prática. Editora Pioneira. São Paulo, SP, Brasil.

Weber, M.H. 2004. Imagem Pública. p. 259-308. In: Comunicação e Política – Conceitos e abordagens. Editora Unesp. São Paulo, SP, Brasil.

Published

01/01/2019

How to Cite

FRANCO, J. S.; STETTINER, C. F.; JUNGER, A. P.; FORMIGONI, A.; CAIO, M. B.; MOIA, R. P. The persuasive speech through slogans of candidates for the presidency of the Brazilian Republic. Research, Society and Development, [S. l.], v. 8, n. 1, p. e3181591, 2019. DOI: 10.33448/rsd-v8i1.591. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/591. Acesso em: 19 sep. 2021.

Issue

Section

Human and Social Sciences