Prevalence of women diagnosed with HIV/AIDS in Brazil: a retrospective study from 2010 to 2019

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.6749

Keywords:

HIV/AIDS; Sexuality; Genre; Woman.

Abstract

This study aims to evaluate through the scientific literature the prevalence of women diagnosed with HIV/AIDS in Brazil between the years 2010 to 2019. It is a bibliographic and retrospective study, in which a research was carried out in the databases. electronic data from SciELO and data from the Ministry of Health's information system using the descriptors "HIV/AIDS", "sexuality", "gender" and "woman". The number of women in Brazil is higher than that of men, corresponding to 51.7%. However, reports of HIV/AIDS are lower for females as compared to males in the country. Women have a higher probability of HIV contamination, in heterosexual relationships, due to factors such as a greater area of exposure of the vaginal mucosa to seminal fluids and a greater amount of fluids that are transferred from men to women at the time of sexual intercourse. It is necessary to implement public policies in the institutions to encourage reading and knowledge about power, sex and the prevention of sexually transmitted diseases, in addition to the development of new research on the subject, in order to elucidate the means of transmission and ways of preventing the disease.

Author Biographies

Gabriel Coutinho Gonçalves, Universidade Estadual do Ceará

Fisioterapeuta (UNIFANOR). Especialista em Residência Multiprofissional em Saúde da Família e Comunidade (ESP / CE). Especialista em Micropolítica em Gestão e Trabalho em Saúde (UFF). Mestrando em Planejamento e Políticas Públicas na Universidade Estadual do Ceará - UECE.

Gabriel Gomes da Silva, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Graduando em Odontologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Jabes Gennedyr da Cruz Lima, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Cirurgião-Dentista formada pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), em Natal-RN. Especialização em Endodontia (andamento) pela ABO-RN (2020-2022). Foi bolsista de iniciação científica PIBIC atuando em pesquisas relacionadas à estomatologia e patologia Oral. Participar dos projetos de extensão Formando Sorrisos (UFRN) e Ateliê do Sorriso (UFRN). Participou também da Liga Acadêmica de Odontopediatria (UFRN) e Liga Acadêmica Interdisciplinar de Diagnóstico Oral (UFRN). Participe como bolsista da Base de Pesquisa em Patologia Oral da UFRN.

Dennys Ramon de Melo Fernandes Almeida, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Possui graduação em Odontologia pela Universidade Federal do Ceará (UFC), especialização em Endodontia pela Faculdade Sete Lagoas (FAC7) e especialização em Micropolítica de Gestão e Trabalho em Saúde pela Universidade Federal Fluminense (UFF). É mestre em Patologia pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e doutorado em Ciências Odontológicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Foi monitor das disciplinas de Histologia e Embriologia Humana (Biênio 2008-2009) e Patologia Oral (Biênio 2010-2011) (UFC). Foi professor dos cursos de Técnico em Saúde Bucal do Instituto de Assistência Social (IASOCIAL) e da Associação Brasileira de Odontologia do Ceará (ABO-CE), além de coordenador do curso de TSB da Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP-CE). Posteriormente foi documentado nos cursos de especialização da Escola Quixadense de Pós-Graduação e Pesquisa (EQUIP-QUIXADÁ) e do Instituto Cearense de Especialidades Odontológicas (ICEO) .Tem experiência na área de Odontologia atuando principalmente nos seguintes temas: atenção primária em saúde, ensino superior, lesões periapicais e neoplasias de cavidade oral. Atualmente é membro da Sociedade Brasileira de Estomatologia e Patologia Oral.

Juliana Campos Pinheiro, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Cirurgiã-Dentista graduada pela Universidade Tiradentes (UNIT) em Sergipe. Especialização em Implantodontia (andamento) pela FACSETE (2018-2020), com ênfase em cirurgia, periodontia e prótese sobre implantes. Mestre em Patologia Oral pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) com linha de pesquisa em Cistos e tumores odontogênicos. Doutorado em Ciências Odontológicas (andamento) - área de concentração: Biologia Experimental - UFRN (2018-2022) com linha de pesquisa em Biopatologia dos tecidos do complexo bucomaxilofacial. Foi monitora da disciplina de Patologia Oral e Maxilofacial (UNIT). Foi bolsista de iniciação científica PIBIC atuando em pesquisas relacionadas à regeneração tecidual. Participe do projeto de extensão Clínica de Bebês.Foi professora do curso de Auxiliar em Saúde Bucal (Centro de Aperfeiçoamento Profissional- Aracaju, Sergipe) e curso técnico em saúde Bucal pelo CEPRN- Natal, Rio Grande do Norte. Atuou na docência assistida pela UFRN como professora de disciplinas e Embriologia, Histologia e Engenharia Técnica.Tem experiência com publicações de artigos científicos em periódicos nacionais e internacionais. Tem experiência na área de Odontologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Ensino superior, metodologia científica, lesões benignas e malignas da cavidade oral, imunologia, embriologia, histologia, biologia molecular, cirurgia oral, patologia oral, estomatologia, periodontia, implantodontia e engenharia tecidual. Atualmente é membro da Sociedade Brasileira de Estomatologia e Patologia Oral. Atuou na docência assistida pela UFRN como professora de disciplinas e Embriologia, Histologia e Engenharia Técnica.Tem experiência com publicações de artigos científicos em periódicos nacionais e internacionais. Tem experiência na área de Odontologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Ensino superior, metodologia científica, lesões benignas e malignas da cavidade oral, imunologia, embriologia, histologia, biologia molecular, cirurgia oral, patologia oral, estomatologia, periodontia, implantodontia e engenharia tecidual. Atualmente é membro da Sociedade Brasileira de Estomatologia e Patologia Oral. Atuou na docência assistida pela UFRN como professora de disciplinas e Embriologia, Histologia e Engenharia Técnica.Tem experiência com publicações de artigos científicos em periódicos nacionais e internacionais. Tem experiência na área de Odontologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Ensino superior, metodologia científica, lesões benignas e malignas da cavidade oral, imunologia, embriologia, histologia, biologia molecular, cirurgia oral, patologia oral, estomatologia, periodontia, implantodontia e engenharia tecidual. Atualmente é membro da Sociedade Brasileira de Estomatologia e Patologia Oral. metodologia científica, lesões benignas e malignas da cavidade oral, imunologia, embriologia, histologia, biologia molecular, cirurgia oral, patologia oral, estomatologia, periodontia, implantodontia e engenharia tecidual. Atualmente é membro da Sociedade Brasileira de Estomatologia e Patologia Oral. metodologia científica, lesões benignas e malignas da cavidade oral, imunologia, embriologia, histologia, biologia molecular, cirurgia oral, patologia oral, estomatologia, periodontia, implantodontia e engenharia tecidual. Atualmente é membro da Sociedade Brasileira de Estomatologia e Patologia Oral.

Marinina Gruska Benevides, Universidade Estadual do Ceará

Advogada, Psicóloga, Pós-Doutora em Democracia e Direitos Humanos (IGC/Universidade de Coimbra- Portugal), Pós-doutoranda em Antropologia e Sociologia (PUC-SP), Doutora em Sociologia (UFC). Professora do Mestrado Profissional em Planejamento e Políticas Públicas da Universidade Estadual do Ceará – UECE.

References

Fernandes, S. F., Soares, T. C. M., Almeida Neta, A. G., Gomes, J. G. N., Menezes, H. F., Rocha, C. C. T., & Silva, R. A. R. (2020). Evaluación de salud de los servicios de alta complejidad referencia a la asistencia al HIV/SIDA. Research, Society and Development, 9(7), e608974530. doi:10.33448/rsd-v9i7.4530

Gonçalves, G. F., Cordeiro, B. C., Dias, M. M., & Messias, C. M. (2020). Permanent education in patient assistance with HIV: an integrating review. Research, Society and Development, 9(3), e70932426. doi:10.33448/rsd-v9i3.2426

IBGE. (2020). Cor ou Raça. Pesquisa Nacional por Amostragem por Domicílios. Instituto Brasileiro de Gerografia e Estatísticas. Retrieved from https://www.ibge.gov.br/estatisticas/sociais/trabalho/17270-pnad-continua.html?=&t=o-que-e

Lima, D. M., Silva, A. B. P., Souza, R. R. P., Prado, N. C. C., Jales, A. K. F. A., & Silva, R. A. R. (2020). Sexually transmitted infections and the impact on vertical transmission: an integrative review. Research, Society and Development, 9(7),e632974433. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i7.4433

Ministério da Saúde. (2020). Indicadores e dados básicos do hiv/aids nos municípios brasileiros. Secretária de Vigilância em Saúde Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis. Brasílis. Retrieved from http://indicadores.aids.gov.br/

Moreschi, C. (2012). Mulheres e vulnerabilidades ao HIV/AIDS. Revista Saúde, 38(2):1-10. doi: 10.5902/223658345145

Perucchi, J. (2011). Psicologia e Políticas Públicas em Hiv/Aids: Algumas Reflexões. Rev. Psicologia & Sociedade, 23(1): 72-80. doi: 10.1590/S0102-71822011000400010

Silva, L. M. S. (2013). Cotidiano de mulheres após contágio pelo HIV/AIDS: subsídios norteadores da assistência de enfermagem. Texto contexto – enferm, 22(2): 335-342. doi: 10.1590/S0104-07072013000200009.

Senhem, G. D., Barreto, C. N., Ribeiro, A. C., Cogo., S. B., Badke, M. R., Costa, K. C., Barbosa, S. C., Monteiro, A. S., Bühring, J. M. K., & Scopel, M. F. (2020). Sexualidade de adolescentes vivendo com HIV / Aids: abordagens de educação em saúde. Pesquisa, Sociedade e Desenvolvimento , 9 (7), e24973625. doi:10.33448/rsd-v9i7.3625

Tavares-Filho, R. W. A., & Frota, M. H. P. O Combate à Violência Contra Mulher, Lei Maria da Penha e o Juizado da Mulher de Fortaleza/CE. Conhecer: Debate Entre o Público e o Privado, 7(18),195-218.

Published

13/08/2020

How to Cite

Gonçalves, G. C., Silva, G. G. da, Lima, J. G. da C., Almeida, D. R. de M. F., Oliveira, J. K. S. de, Silva, C. A., Cavalcante, P. M. F. ., Paiva, D. F. F. ., Pinheiro, J. C., & Benevides, M. G. (2020). Prevalence of women diagnosed with HIV/AIDS in Brazil: a retrospective study from 2010 to 2019. Research, Society and Development, 9(9), e96996749. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.6749

Issue

Section

Health Sciences