Assistance of nurses and their team to perform button punch in arteriovenous fistula

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.6763

Keywords:

Chronic kidney disease; Hemodialysis; Venous artery fistula.

Abstract

AVF has great benefits for the patient, greater durability, low rate of infection and thrombosis, promotes freedom of movement and action, safer access, the disadvantages it causes are: extremity ischemia, low spasm flow, partial or partial venous thrombosis total, appearance of aneurysm and bruising. The object of this study is the knowledge of the nurse and his team with Button puncture in arteriovenous fistula. With Objectives: To identify the knowledge of the nurse and his nursing team about the buttonhole technique for puncture in the AVF and Describe the role of the nurse and his team in handling and training about the buttonhole technique. This is a qualitative field research carried out at a hemodialysis center in Rio de Janeiro. The participants were the nursing team. Twenty professionals participated in the research, being 05 (five) nurses and 15 (fifteen) nursing technicians. From the analysis of the participants' testimonies, the following categories originated: Team Knowledge, Team Training and Team Perceptions about the advantages associated with the use of the technique. It is hoped that this study can bring and produce a reflection and a different narrative on the subject addressed, understanding that patients who undergo hemodialysis treatment have a significant improvement in their quality of life.

Author Biography

Keila do Carmo Neves, Universidade Federal do Rio de Janeiro; Universidade Iguaçú

Enfermeira graduada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)/ Escola de Enfermagem Anna Nery (EEAN) em 2012. Doutora em Enfermahem pela EEAN/UFRJ (2019). Mestre em Enfermagem pela EEAN (2014). Especialista em Enfermagem em Nefrologia (2014). Especialista em UTI Neonatal e Pediátrica (2020). Membro do grupo de pesquisa intitulado "Representações e práticas do cuidado em saúde e de enfermagem", onde atua na linha de pesquisa: O cuidado como objeto de conhecimento e da prática da enfermagem do Núcleo de Pesquisa de Fundamentos do cuidado de Enfermagem - NUCLEARTE do Departamento de Enfermagem Fundamental da EEAN. E membro do grupo CEHCAC (Comunicação em Enfermagem Hospitalar – Clientes de Alta Complexidade), que se insere na área de domínio do Departamento de Enfermagem Médico-Cirúrgica da Escola Enfermagem Anna Nery. Professora Assistente na Universidade Iguaçú (UNIG) e na Faculdade Duque de Caxias.

References

Andrade, N.C.S. (2016). Assistência de enfermagem a fístulas arteriovenosas: revisão de literatura. Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento. 9:(88- 106).

Brasil (2018). Diário Oficial da união portaria nº 1.675, de 7 de junho de 2018.

Clementino, D. C., Souza, A. M. D. Q., Barros, D. D. C. D. C., Carvalho, D. M. A., Santos, C. R. D., & Fraga, S. D. N. (2018). Pacientes em hemodiálise: importância do autocuidado com a fístula arteriovenosa. Rev enferm UFPE on line, 12(7), 1841-52.

Oliveira, A. L. U. Implementação da punção unidirecional no centro de doenças renais de jequié. Revista Atualiza Saúde, 70.

Oliveira, S. C. F., Rodrigues, A. A., & Ferreira, L. F. (2019). Atuação do enfermeiro nos cuidados a pacientes com fístula arteriovenosa. Journal of Specialist, 1(2).

Parisotto, M. T., Pancirova J. (2015). Acesso Vascular, canulação e cuidado do acesso vascular manual de boas práticas de enfermagem.

Pires, M. G., Mendes, N. K. L., & Ribeiro, S. R. A. (2017). O papel da enfermagem na assistência ao paciente em tratamento hemodialítico. retep - Rev. Tendên. da Enferm. Profis; 9(3), 2238-2244.

Rocha, R. (2017). O papel do enfermeiro especialista na equipa de coordenação do acesso vascular arteriovenoso (Doctoral dissertation).

Santos, M. J. P., Amaral, M. S., & Loreto, R. G. O. (2017). Atuação do enfermeiro no cuidado da fístula arteriovenosa em tratamentos hemodialíticos. Revista científica facmais.[Internet], 12-25.

Sesso, R. C., Lopes, A. A., Thomé, F. S., Lugon, J. R., & Martins, C. T. (2016). Inquérito brasileiro de diálise crônica 2014. Brazilian Journal of Nephrology, 38(1), 54-61.

Silva, D. M. D., Silva, R. M. C. R. A., Pereira, E. R., Ferreira, H. C., & Alcantara, V. C. G. D. (2017). A percepção de corpo por pessoas com doença renal crônica: um estudo fenomenológico. REME rev. min. enferm.

Silva, D. M. D. (2014). Estudo retrospectivo da técnica de botoeira em hemodiálise aplicada em usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Silva, D. M. (2014). Estudo retrospectivo da técnica de botoeira em hemodiálise aplicada em usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). 2014. 121 f (Doctoral dissertation, Dissertação (Mestrado Acadêmico em Ciências do Cuidado em Saúde)- Universidade Federal Fluminense).

Published

16/08/2020

How to Cite

Assis , B. B. de ., Neves, K. do C., Ribeiro, W. A. ., Fassarella, B. P. A. ., Silva, B. B. da ., Evangelista, D. da S. ., & Silva, A. A. da . (2020). Assistance of nurses and their team to perform button punch in arteriovenous fistula. Research, Society and Development, 9(9), e220996763. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.6763

Issue

Section

Health Sciences