Diagnosis of degradation of the Santa Bárbara River in the urban area of the municipality of São Gonçalo do Rio Abaixo (MG)

Authors

  • Hugo Carvalho de Andrade Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira
  • Pedro Henrique Ferreira Gomes Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira
  • Juni Cordeiro Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira
  • Shirlei Luana Chaves e Sousa Pereira Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira
  • Míriam Barros Assis Duarte Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira
  • José Luiz Cordeiro Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v8i2.682

Keywords:

Environmental impact; Riparian forest; Environmental quality; Restoration techniques; Urbanization.

Abstract

In the course of history, the emergence of cities is linked to the proximity of a water course. In this context, the municipality of São Gonçalo do Rio Abaixo (MG), is located and developed on the banks of the Santa Bárbara river. Thus, this work aimed at the elaboration of the diagnosis of degradation of a stretch of 5.35km of this river and to propose of measures aimed at its restoration. For this, field research was used to observe the fluvial and environmental conditions, such as morphology and habitat diversity; in addition to the analysis of documents related to water quality and satellite images obtained in the years 2007 to 2017 to evaluate the use of the soil in the analyzed section. Considering the analysis of the satellite images, it was noticed the expansion of the urbanized area and the suppression of the vegetation in some stretches of the Santa Bárbara River. In addition, a degradation considered "average" for the analyzed section was verified, since the water course, although it is in natural bed, receives in natura effluents. Regarding the proposed restoration techniques, since there is locally silting and sliding of the margins, live cuttings and biomantas can be used to control these. Finally, a continuous preservation of the water course is necessary, so that, in addition to adequate techniques to mitigate the negative environmental impacts identified, the actions to be implemented should involve the awareness and participation of the local population.

References

BAPTISTA, M. B.; PÁDUA, V. L. Restauração de sistemas fluviais. Baueri, SP: Manole, 582p. 2016.

BOF, P. H. Recuperação de rios urbanos: o caso do arroio dilúvio. 94 f. TCC (Graduação) - Curso de Engenharia Ambiental, Instituto de Pesquisas Hidráulicas e Escola de Engenharia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014.

BRASIL. Lei nº 9.433 de 8 de janeiro de 1997. Institui a Política Nacional de Recursos Hídricos, cria o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos, regulamenta o inciso XIX do art. 21 da Constituição Federal, e altera o art. 1º da Lei nº 8.001, de 13 de março de 1990, que modificou a Lei nº 7.990, de 28 de dezembro de 1989. Diário Oficial da União. Brasília, DF, 9 de janeiro de 1997. Disponível em < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9433.htm >. Acesso em: 01 mai. 2018

BRASIL. Lei n° 12.651, de 25 de maio de 2012. Dispõe sobre a proteção da vegetação nativa; altera as Leis nos 6.938, de 31 de agosto de 1981, 9.393, de 19 de dezembro de 1996, e 11.428, de 22 de dezembro de 2006; revoga as Leis nos 4.771, de 15 de setembro de 1965, e 7.754, de 14 de abril de 1989, e a Medida Provisória no 2.166-67, de 24 de agosto de 2001; e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília, DF, 25 de Maio de 2012. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12651.htm>. Acesso em: 02 de jul. de 2018.

CARDOSO, A. S. Proposta de Metodologia para Orientação de Processos Decisórios Relativos a Intervenções em Cursos de Água em Áreas Urbanas. Belo Horizonte: Universidade Federal de Minas Gerais. Programa de Pós-graduação em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos. 2012.

CALHEIROS, R. de O. et al. Preservação e Recuperação das Nascentes – Piracicaba: Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios PCJ. Piracicaba: CTRN – Câmara Técnica de Conservação e Proteção aos Recursos Naturais, 2004. Disponível em: <http://www.institutohomempantaneiro.org.br/arquivos/Cartilha_CBH.pdf>. Acesso em: 05 ago. de 2018.

DEPARTAMENTO DE ÁGUA E ESGOTO (DAE). Abastecimento público, ETA, tratamento de esgoto. [mensagem pessoal] Mensagem recebida por: . em: 22 fev. 2018.

GARCIAS C. M.; AFONSO. J. A. C. Revitalização de rios urbanos. Revista Eletrônica de Gestão e Tecnologias Ambientais (GESTA). v.1., n.1, p. 131-144, 2013.

GERHARDT, T. E. SILVEIRA. D. T. Métodos de pesquisa. Coordenado pela Universidade Aberta do Brasil – UAB/UFRGS e pelo Curso de Graduação Tecnológica – Planejamento e Gestão para o Desenvolvimento Rural da SEAD/UFRGS. – Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

GIANGIULIO, A. R. Gestão ambiental aplicada a prevenção, controle e recuperacão de erosão linear acelerada no município de Ipeúna-SP. 2009. 71 f. Monografia (Especialização) - Curso de Engenharia Ambiental, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista - Unesp, Rio Claro – Sp, 2009. Disponível em: <https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/119245/giangiulio_ar_tcc_rcla.pdf?sequence=1>. Acesso em: 11 set. 2018.

GOOGLE. Google Earth. Versão 7.1.5.1557. 2017. Nota (Município de São Gonçalo do Rio Abaixo - MG). Disponível em: < >. Acesso em: 16 mai. 2018.

HOLZ, I. H. Águas Urbanas: da Degradação à Renaturalização. Dissertação (Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo). Vitória: Universidade Federal do Espírito Santo, 2011.

INSTITUTO MINEIRO DE GESTAO DE ÁGUAS (IGAM). Dados Série Histórica de Monitoramento. 2018. Disponível em: <http://portalinfohidro.igam.mg.gov.br/serie-historica>. Acesso em: 14 fev. 2018.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Carta Internacional ao Milionésimo. 2010. Disponível em: <http://mapas.ibge.gov.br/interativos/servicos/wms-do-arcgis>. Acesso em: 05 mai. 2018.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). São Gonçalo do Rio Abaixo - Minas Gerais - Brasil. 2018. Disponível em: <https://cidades.ibge.gov.br/brasil/mg/sao-goncalo-do-rio-abaixo/panorama>. Acesso em: 14 set. 2018.

LUSTOSA, S. P. et al. A ocorrência do assoreamento às margens do Rio Pau D’arco, na Região Sul do Estado do Pará. Disponível em: <http://www.catolica-to.edu.br/portal/portal/downloads/docs_gestaoambiental/projetos2010-2/2-periodo/A_

ocorrencia_do_assoreamento_as_margens_do_rio_pau_darco_na_regiao_sul_do_estado_do_para.pdf>. Acesso em: 14 jul. 2018.

MARTINS, S. V. Recuperação de Matas Ciliares. Viçosa, MG. Ed. Aprenda Fácil. 219p. 2014.

MARTINS, M. A. et al. Bioengenharia de solos aplicada à estabilização de taludes em margens de cursos d’água em mato grosso do sul. 2017. Disponível em: <http://eventos.sistemas.uems.br/assets/uploads/eventos/279d95c879e48101c4aa753ef42570f4/programacao/4_2017-05-15_11-44-34.pdf>. Acesso em: 04 ago. 2018.

MEDEIROS, K. P. M. de et al. Estudo de caso e alternativas para falha na revegetação de taludes por hidrossemeadura na Mina do Andrade (MG). 2014. Disponível em: <http://www.ibeas.org.br/congresso/Trabalhos2014/VI-089.pdf>. Acesso em: 11 set. 2018.

MINAS GERAIS. Conselho Estadual de Política Ambiental (COPAM). Deliberação Normativa COPAM nº 09, de 19 de abril de 1994. Confere o art. 5º, item I, da Lei nº 7.772. de 08 de setembro de 1980, e tendo em vista o disposto no art. 214, § 1º, inciso IX da Constituição do Estado de Minas Gerais, e a Resolução nº 20, de 18 de junho de 1986 do Conselho Nacional do Meio Ambiente - CONAMA e a Deliberação Normativa do COPAM nº 010, de 16 de dezembro de 1986, que estabelece a Classificação das Águas do Estado de Minas Gerais, e, considerando a necessidade de manutenção e/ou melhoria da qualidade das águas da bacia do rio Piracicaba, sub-bacia integrante da bacia do rio Doce; a importância da utilização racional dos seus recursos hídricos fundamentais para abastecimento doméstico das comunidades locais e demais usos das diversas atividades existentes na área de sua contribuição. Diário do Executivo de Minas Gerais. Belo Horizonte, 19 de maio de 1994. Disponível em:< http://www.siam.mg.gov.br/sla/download.pdf?idNorma=108>. Acesso em: 10 de jun. de 2018.

MINAS GERAIS. Deliberação Normativa Conjunta COPAM/CERH-MG nº 01, de 05 de maio de 2008. Dispõe sobre a classificação dos corpos de água e diretrizes ambientais para o seu enquadramento, bem como estabelece as condições e padrões de lançamento de efluentes, e dá outras providências. Diário Oficial de Minas Gerais. Belo Horizonte, MG, 05 de maio de 2008. Disponível em: <http://www.siam.mg.gov.br/sla/download.pdf?idNorma=8151>. Acesso em: 01 mai. 2018.

MORAES, R. Análise de conteúdo. Revista Educação, Porto Alegre, v. 22, n. 37, p. 7-32, 1999.

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GONÇALO DO RIO ABAIXO. História. São Gonçalo do Rio Abaixo. 2013. Disponível em: <http://www.saogoncalo.mg.gov.br/detalhe-da-materia/info/historia/6526>. Acesso em: 01 de março de 2018.

PRODANOV, C. C., FREITAS, E. C. Metodologia do Trabalho Científico: Métodos e Técnicas da Pesquisa e do Trabalho Acadêmico. Associação Pró-Ensino Superior em Novo Hamburgo – ASPEUR Universidade Feevale. Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul. Brasil, 2013.

REZENDE, A. As Cidades e as Águas: Ocupações Urbanas nas Margens de Rios. Revista Geografia. V. 33, No. 2, p. 120 – 122, 2016.

RICARDO, T. N. A. Plano de manejo de resíduos de bovinocultura leiteira de uma propriedade rural no município de Santa Bárbara do Monte Verde, MG. 2016. 65 f. TCC (Graduação) - Curso de Engenharia Ambiental e Sanitária, Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, 2016. Disponível em: <http://www.ufjf.br/engsanitariaeambiental/files/2014/02/TCC-TATIANA-vers%C3%A3o-final.pdf>. Acesso em: 05 ago. 2018.

SILVA, V. B.; GASPARETTO, N. V. L. Qualidade da água na sub-bacia do rio do Campo - Campo Mourão-PR. Revista Brasileira de Geografia Física, UFPE, v. 09, n. 02, 2016. Disponível em <https://periodicos.ufpe.br/revistas/rbgfe/article/view/233423/27144>. Acesso em: 04 ago. 2018.

TUCCI, C. E. M. Águas urbanas. Revista Estudos Avançados. v. 22; nº 63, p. 2-8. 2008.

ZANZARINI, R. M.; ROSOLEN, V. Mata ciliar e nascente no cerrado brasileiro - análise e recuperação ambiental. Disponível em: <http://www.observatoriogeograficoamericalatina.

org.mx/egal12/Procesosambientales/Impactoambiental/72.pdf.

Published

01/01/2019

How to Cite

ANDRADE, H. C. de; GOMES, P. H. F.; CORDEIRO, J.; PEREIRA, S. L. C. e S.; DUARTE, M. B. A.; CORDEIRO, J. L. Diagnosis of degradation of the Santa Bárbara River in the urban area of the municipality of São Gonçalo do Rio Abaixo (MG). Research, Society and Development, [S. l.], v. 8, n. 2, p. e4282682, 2019. DOI: 10.33448/rsd-v8i2.682. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/682. Acesso em: 24 oct. 2021.

Issue

Section

Agrarian and Biological Sciences