Aquatic activities: contributions to treatment of individuals with chronic disease

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.6927

Keywords:

Aging; Chronic Disease; Osteoarthritis; Hydrotherapy.

Abstract

This paper is about a study, of mixed method, evaluative-interpretative on transversality with the action-research, performed in the State of Bahia, during the period September-November/2015, the study aimed to evaluate the effects of hydrotherapy in pain perception and functionality of individuals with Osteoarthritis, registered in an interdisciplinary program of health care, and list the effects of this therapy on the markers of Systemic Arterial Hypertension HAS and Mellitus Diabetes DM of the assisted group. The participants, eight elderly women, ranging 63 years old, assisted according to the questionnaire Western Ontario and McMaster Universities Osteoarthritis Index WOMAC; Algofunctional questionnaire of Lequesne; Analog Visual Scale EVA; clinical record of evaluation of arterial pressure and capillary blood glucose; and systematic guideline of team observations. The results pointed improvement in the participant’s clinical condition, expressed by 40.8% of pain relief, 46.5% in joint stiffness and 37.3% in the difficulty degree to perform day-to-day activities, according to WOMAC, resulting in better functional capability and pain relief and knee joint stiffness, reinforced by 71% reduction of articular functional impairment, according to the Lequesne index. In EVA, the pain perception was 5.3 and went to 3.95 at the end of the hydrotherapeutic program. The HAS numbers proved themselves within advisable standards and the DM numbers presented reduction in one out of three of the existing cases. In conclusion, hydrotherapy potentially aided functional capability, pain relief and control of blood pressure levels of the participants, ratifying this therapy in health care.

Author Biographies

Luzia Wilma Santana da Silva, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Graduada em Enfermagem Obstétrica pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (1994), mestrado em Enfermagem pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (1998), Doutorado em Enfermagem - Área de Concentração: Filosofia, Saúde e Sociedade pela Universidade Federal de Santa Catarina (2007) e Doutorado em Estágio de Doutorado pela Escola Superior de Enfermagem Cidade do Porto (2006) com período de estudos em Londres, Inglaterra. Pós-doutorado em Enfermagem - bolsa de estudos PDJ CNPq pela Universidade Federal de Santa Catarina (2012). Professora Pleno, da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Líder de grupo de pesquisa - Interdisciplinar em Ciências da Saúde e Sociedade; Linhas de pesquisa: Família em seu Ciclo Vital e Interdisciplinar saberes ao processo de cuidar humano. Coordenadora do Núcleo Interdisciplinar de Estudos e Extensão em Cuidados à Saúde da Família em Convibilidade com Doenças Crônicas – NIEFAM/UESB. Docente do Programa de Pós-graduação em Relações Étnicas e Contemporaneidade, nível mestrado acadêmico/UESB.

Jéssica Nery Novaes Aderne, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

 

References

Arca, E. A., Licre, D., Landis, A. B., Gimenes, C., Barrile, S. R., Almeida, J. A., & Ximenes, M. A. (2013). Efeitos de um programa de exercícios aquáticos resistidos em mulheres hipertensas. Revista Kairós Gerontologia, 16(2):51-62.

Atualização da Diretriz de Prevenção Cardiovascular da Sociedade Brasileira de Cardiologia – 2019. (2019). http://www.dx.doi.org/10.5935/abc.20190204

Campolina, A. G., Adami, F., Santos, J. L. F., & Lebrão. M. L. (2013). A transição de saúde e as mudanças na expectativa de vida saudável da população idosa: possíveis impactos da prevenção de doenças crônicas. Cad. Saúde Pública, 29(6):1217-1229. https://doi.org/10.1590/S0102-311X2013000600018

Coelho, B. S., Souza, L. K., Bortoluzzi, R., Roncada, C., Tiggemann, C. L., & Dias, C. P. (2014). Comparação da força e capacidade funcional entre idosos praticantes de musculação, hidroginástica e não praticantes de exercícios físicos. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol., 17(3):497-504. https://doi.org/10.1590/1809-9823.2014.13046

Creswell, J. W. (2010). Projeto de pesquisa: Métodos qualitativo, quantitativo e misto. Porto Alegre: Artmed.

Duarte, V. S., Santos, M. L., Rodrigues, K. A., Ramires, J. B., Arêas, G. P. T., & Borges, G. F. (2013). Exercícios físicos e osteoartrose: uma revisão sistemática. Fisioter. Mov., 26 (1): 193-202. https://doi.org/10.1590/S0103-51502013000100022

Facci, L. M., Marquetti, R., & Coelho, K. C. (2007). Fisioterapia aquática no tratamento da osteoartrite de joelho: série de casos. Fisioter. Mov., 20(1):17-27.

Fernandes, M. I. (2003). Tradução e validação do questionário de qualidade de vida específico para osteoartrose WOMAC (Western Ontario and McMaster Universities) para a língua portuguesa. 2001. 103 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo.

Guerreiro, J. P. F., Claro, R. F. T., Rodrigues, J. D., & Freire, B. F. A.( 2014). Effect of watergym in knee osteoarthritis. Acta Ortop. Bras., 22(1): 25-8. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-78522014000100004

Lau, M. C. K., Lam, J. K. S., Siu, E., Fung, C.S.W., Li. K.T.Y., & Lam, M. W. F. (2014). Physiotherapist-designed aquatic exercise programme for community-dwelling elders with osteoarthritis of the knee: a Hong Kong pilot study. Hong Kong Med J., 20(1):16-23.

https://doi.org/10.12809/hkmj133931

Leite, A. A., Costa, A. J. G., Lima, B. A. M., Padilha, A. V. L., Albuquerque, E. C., & Marques, C. D. L. (2011). Comorbidades em pacientes com osteoartrite: frequência e impacto na dor e na função física. Rev Bras Reumatol., 51(2):113-123. https://doi.org/10.1590/S0482-50042011000200002

Lim, J-Y., Tchai, E., & Jang, S-N. (2010). Effectiveness of aquatic exercise for obese patients with knee osteoarthritis: a randomized controlled trial. PM&R, 2(8):723-731. https://doi.org/10.1016/j.pmrj.2010.04.004

Loch-Neckel, G., Seemann, G., Eidt, H. B., Rabuske, M. M., Crepaldi, M. A. (2009). Desafios para a ação interdisciplinar na atenção básica: implicações relativas à composição das equipes de saúde da família. Ciênc. saúde coletiva,14(suppl.1):1463-1472. https://doi.org/10.1590/S1413-81232009000800019.

Kopf, A., & Patel, N. B. (2010). Guia para o Tratamento da Dor em Contextos de Poucos Recursos. Material educativo escrito por uma equipe de autores multidisciplinar e multinacional, para distribuição geral aos prestadores de cuidados de saúde. IASP Press®. Recuperado em 10 de março, 2015: https://s3.amazonaws.com/rdcms-iasp/files/production/public/Content/ContentFolders/Publications2/FreeBooks/GuidetoPainManagement_Portuguese.pdf

Lopes, M. B. M., Zangelmi, M. V. S., & Lima, W. P. (2009). Efeito agudo da glicemia capilar em diabéticos tipo II entre uma sessão de hidroginástica e outra de ginástica aeróbica. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício, 3 (13): 78-83.

Marx, F. C., Oliveira, L. M., Bellini, C. G., & Ribeiro, M. C.C. (2006). Tradução e Validação Cultural do Questionário Algofuncional de Lequesne para Osteoartrite de Joelhos e Quadris para a Língua Portuguesa. Rev Bras Reumato., 46(4):253-260.

Melzack, R., & Katz, J. (1994). Pain measurement in persons. In: Wall PD, Melzack R. Editores. Textbook of pain. 3. ed. Edinburgh: Churchill Livingstone.

Mendes, E. V. (2018). Entrevista: A abordagem das condições crônicas pelo Sistema Único de Saúde. Ciênc. saúde coletiva, 23(2), 431-436. http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232018232.16152017

Pereira A.S. et al. (2018). Metodologia da pesquisa científica. [e-book]. Santa Maria. Ed. UAB/NTE/UFSM. Disponível em:

https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/15824/Lic_Computacao_Metodologia-Pesquisa-Cientifica.pdf?sequence=1.

Queiroz, L. F., Rosa, A. S., Padilha, R. F. F., & Carvalho, P. T. C. (2006). Efeitos da Hidroterapia em Pacientes Idosos com Osteoartrose de Joelhos. Terapia Manual, 4(16):93-96.

Reis Filho, A. D., Amorim, P. D., Pazdziora, A. Z., Santini, E., Coelho-Ravagnani, C. F., & Voltarelli, F. A. (2012). Efeito de 12 semanas de hidroginástica sobre a glicemia capilar em portadores de diabetes mellitus tipo II. Rev Bras Ativ Fis e Saúde, 17(4):252-257. https://doi.org/10.12820/rbafs.v.17n4p252-257

Tripp, D. (2005). Pesquisa-ação: uma introdução metodológica. Educ. Pesqui. [online], 31 (3): 443-466. http://dx.doi.org/10.1590/S1517-97022005000300009

Published

20/08/2020

How to Cite

Silva, L. W. S. da, Novaes, I. G., Aderne, J. N. N., Almeida, M. A., & Santos, L. C. dos. (2020). Aquatic activities: contributions to treatment of individuals with chronic disease. Research, Society and Development, 9(9), e342996927. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.6927

Issue

Section

Health Sciences