Educational activities in the indigenous community: reports of monitoring experience

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.7042

Keywords:

Health of indigenous populations; Nursing; Education in Nursing.

Abstract

Objective: to report the experiences experienced through educational actions developed in the indigenous community by nursing academics, within the monitoring program. Methodology: This is a report of monitoring experience in the performance of the activities of nursing academics elaborated in the context of the discipline of Health of Indigenous Populations, Ethical-Racial and Riverine Nursing Graduation Course of a university center in the city of Manaus- Amazonas. Results: We carried out the planning of educational actions in the classroom and the division into groups composed of eight students. The themes proposed by them were: body hygiene for adolescents, breast cancer and uterus for women and hand hygiene for children. Conclusion: It is notorious the importance of this experience in the monitoring process, because it has provided a personal and professional growth of teaching practices.

Author Biographies

Dhayanna Cardoso Lima, Centro Universitário Fametro

Bacharel em Enfermagem pelo Centro universitário de Manaus (Ceuni-FAMETRO 2015-2019). Pós graduanda em Urgência e emergência (SINGULAR) e Pós graduanda em Docência em Enfermagem (FAVENI). Participou do programa de iniciação cientifica e tecnológica da Fametro (PROMICT). Monitoria nas disciplinas de Anatomia Humana, Saúde das populações Indígena, ribeirinhas e étnico-raciais e Saúde do idoso. Participou da comissão organizadora do Congresso Cientifico Fametro (2018) e como monitora do 71° Congresso Brasileiro de Enfermagem (2019). Participou do Projeto de Atividade Curricular de Extensão (PACE) para prevenção de lesão por pressão, atuou como voluntária do Programa de Atenção à Saúde do Idoso (PROASI), um programa de Extensão da Universidade Federal do Amazonas/UFAM (2019), e membra da Liga Amazonense de Educação em Saúde (LAES), Voluntária no projeto de extensão Chá com Ciência (UFAM) e Enfermeira voluntária na Casa do idoso São Vicente de Paulo (2019).

Raimunda Ionora Marques Garcia

Bacharel em Enfermagem pelo Centro universitário de Manaus (Ceuni-FAMETRO 2015-2019). Pós graduanda em Ginecologia e obstetricia (SINGULAR) e Especialista em Uti Neonatal, Adulto e Pedriatrico.

Nubia Maia Azevedo

Bacharel em Enfermagem pelo Centro universitário de Manaus (Ceuni-FAMETRO 2015-2019). Especialista em Uti Neonatal, Adulto e Pedriatrico e especialista em Oncologia.

Eurides Souza de Lima, Centro Universitário Fametro

Possui Graduação em Enfermagem. Mestre em Enfermagem. Especialista em Enfermagem em Suporte Avançado de Vida em Urgência e Emergência, Saúde Publica com Ênfase na Saúde da Família e Podiatria Clinica (andamento). Trabalhou no Centro de Educação Tecnológica do Amazonas - CETAM, no Distrito de Saúde Especial Indígena - DSEI-Alto Rio Solimões ocupando o cargo de enfermeira e coordenadora do polo-base de Tonantins-AM, Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego - PRONATEC como professora, na Faculdade Estácio Amazonas como preceptora, professora e supervisora de estágio em enfermagem. Escola Superior de Ciências da Saúde da Universidade do Estado do Amazonas - ESA/UEA como professora temporária no curso de enfermagem e coordenadora do curso de Qualificação Profissional em Saúde Indígena do Núcleo de Treinamento em Saúde. Atualmente é professora do Instituto Metropolitano de Ensino - IME e professora substituta da Escola de Enfermagem de Manaus da Universidade Federal do Amazonas - EEM/UFAM. Faz parte do Programa de Iniciação Científica e Tecnológica-PROMICT como orientadora, membra do grupo de pesquisa em saúde coletiva em enfermagem como coordenadora da linha pesquisa saúde do idoso e membra do grupo de estudo e pesquisa em saúde com populações em situação de vulnerabilidade na Amazônia - EEM/UFAM.

References

Azevedo, C. R. L. de, Farias, M. E. L., & Bezerra, C. C. (2020). Monitoria acadêmica em uma disciplina semipresencial: relato de experiência. Research, Society and Development, 9(4), e39942788.

Bardin, L. (2011). Análise de conteúdo. Tradução de Luis Antero reto e augusto pinheiro. Livraria Martins Fontes. São Paulo.

Carvalho, J. M. (2015). Ritual da Tucandeira da etnia Saterê-Mawê: língua. Manaus.

Chagas, N. R., Ramos, I. C., Silva, L. F., Monteiro, M. A. R., & Fialho, A.V. M. (2009). Cuidado crítico e criativo: contribuições da educação conscientizadora de paulo freire para a enfermagem. Ciencia y enfermería, 15(2), 35-40.

Costa, F. A. S., Catanio, P. A. G., Aragão, A. E. A., Ponte, H. M. S., Fardin, F. P., Araújo, L. M. (2016). Práticas populares em saúde indígena e integração entre o saber científico e popular: revisão integrativa. Revista de Políticas Públicas, Sobral, 15 (2), 1-8.

Diehl, E. E., & Pellegrini, M. A. (2014). Saúde e povos indígenas no Brasil: o desafio da formação e educação permanente de trabalhadores para atuação em contextos interculturais. Cadernos de Saúde Pública, 30(4), 867-874.

Fernandes, P. D., & Costa, N. S. A. (2014). A importância das línguas indígenas no Brasil. Campo Grande: Sociodialeto.

Hoefel, M. G. L., & Severo, D. O. (2016). Disciplina de Saúde Indígena na UnB: uma conquista do Movimento Estudantil Indígena. Tempus, Actas de Saúde Colet, Brasilia. 229-234.

Silva, S. B., Guimbelli, E., & Quintero, P. (2018). O xamanismo e suas múltiplas manifestações e abordagens. Horiz. atropol. Porto Alegre. 5-15.

Silva, C. B. (2013). Profissionais de saúde em contexto indígena: Os desafios para uma atuação intercultural e dialógica. Revista de Antropologia, Brasília, 5 (6), 3-36. Recuperado de https://revista.antropos.com.br/downloads/dez2013/Artigo-1-Profissionais-de-saude-em-contexto-indigena-Cleonice-Barbosa-da-Silva.pdf.

Souza, R. de O., & Gomes, A. R. (2015) A eficácia da monitoria no processo de aprendizagem visando a permanência do aluno na IES. Reinpec. 1 (2), 230-238.

Oliveira, A. L., & Freitas, M. E. (2017). Relações interculturais na vida universitária: experiências de mobilidade internacional de docentes e discentes. Revista Brasileira de Educação, 22(70), 774-801.

Oliveira, J. W. B., Aquino, J. M., & Monteiro Estela, M. L. M. (2012). Promoção da saúde na comunidade indígena Pankararu. Revista Brasileira de Enfermagem, 65(3), 437-444.

Published

07/09/2020

How to Cite

Lima, D. C., Marques Garcia, R. I., Maia Azevedo, N., & Souza de Lima, E. (2020). Educational activities in the indigenous community: reports of monitoring experience. Research, Society and Development, 9(9), e786997042. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.7042

Issue

Section

Health Sciences