Communication of the nursing team in care for patients with hearing disabilities

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.7349

Keywords:

Communication; Nursing team; Hearing loss.

Abstract

The communication process is essential for health, however, in certain situations it is flawed, as with persons with hearing impairment. Therefore, the objective of this article was to understand the communication process of the Nursing team in the care of patients with hearing impairment. This is a descriptive study, with a qualitative approach, carried out in a Reference Hospital in the city of Salvador, Bahia, Brazil. The study population consisted of seven nurses and six nursing technicians who worked in the medical clinic sector of the hospital. The collection took place between May and June 2019 through semi-structured interviews. Thirteen interviews were analyzed through the content analysis proposed by Bardin whose result generated three categories: Communication process between nursing professionals and individuals with hearing impairment; Communication strategies developed by nursing in the care of the hearing impaired and Process and qualification in nursing work. Therefore, communication is understood as a basic instrument for health promotion, however, it was found that the use of this practice, for the hearing impaired, by the nursing team is not efficient. In view of this, these professionals seek strategies to minimize the repercussions that put the communication process at risk to these individuals.

Author Biographies

Camila Silva de Assis, Universidade do Estado da Bahia

Enfermeira. Departamento de Ciências da Vida, Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Salvador 41150-000, Bahia, Brasil

Magno Conceição das Mercês, Universidade do Estado da Bahia

Biólogo e Enfermeiro. Departamento de Ciências da Vida, Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Salvador 41150-000, Bahia, Brasil.

Marcio Costa de Souza, Universidade do Estado da Bahia

Fisioterapeuta. Departamento de Ciências da Vida, Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Salvador 41150-000, Bahia, Brasil.

Virginia Paiva Figueiredo Nogueira, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Enfermeira. Doutora em Enfermagem, Faculdade de Enfermagem UERJ. Bolsista FAPERJ Pós doutorado nota 10, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil.

Antonio Marcos Tosoli Gomes, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Enfermeiro. Professor titular do Departamento de Enfermagem Médico-Cirúrgico e do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil.

Sueli Bonfim Lago, Universidade do Estado da Bahia

Licenciada em Filosofia. Departamento de Ciências da Vida, Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Salvador 41150-000, Bahia, Brasil.

Jecica dos Santos Xavier, Universidade do Estado da Bahia

Acadêmica de Enfermagem. Departamento de Ciências da Vida, Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Salvador 41150-000, Bahia, Brasil.

Pablo Luiz Santos Couto, Universidade do Estado da Bahia

Enfermeiro. Departamento de Educação, Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Guanambi 46430-000, Bahia, Brasil.

Rebeca Oliveira Boaventura, Universidade do Estado da Bahia

Enfermeira. Departamento de Ciências da Vida, Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Salvador 41150-000, Bahia, Brasil.

References

Araújo, C. C. J., Coura, A. S., França, I. S. X., Araújo, A. K. F., & Medeiros, K. K. A. S. (2015). Consulta de Enfermagem às pessoas surdas: uma análise contextual. Abcs Health Sciences, [s.l.], 40 (1), 38-44. Doi:10.7322/abcshs.v40i1.702.

Bardin, L. (1977). Análise de conteúdo. Lisboa, Portugal: Edições 70.

Britto, F. R., & Samperiz, M. M. F. (2010). Dificuldades de comunicação e estratégias utilizadas pelos enfermeiros e sua equipe na assistência ao deficiente auditivo. Einstein, [s.l.], 8 (1), 80-85. Doi: 10.1590/s1679-45082010ao1339.

Broca, P. V., & Ferreira, M. D. A. (2015). Processo de comunicação na equipe de enfermagem fundamentado no diálogo entre Berlo e King. Esc. Anna Nery, 19( 3 ), 467-474. Doi:10.5935/1414-8145.20150062.

Cardoso, A. H. A., Rodrigues, K. G., & Bachion, M. M. (2006). Percepção da pessoa com surdez severa e/ou profunda acerca do processo de comunicação durante seu atendimento de saúde. Rev. Latino-Am. Enfermagem, 14 (4), 553-560. Doi: 10.1590/S0104-11692006000400013.

Colvin, G. (2008). Information worth billions.Fortune, 158(2), 73-79. Retrieved from http://search.ebscohost.com

Dantas, T. R. A., Gomes, T. M., Costa, T. F., Azevedo, T. R., Brito, S. S., & Costa, K. N. F. M. (2014). Comunicação entre a equipe de enfermagem e pessoas com deficiência auditiva. Revista de Enfermagem Uerj, 22 (2): 169-174. Recuperado de http://www.facenf.uerj.br/v22n2/v22n2a04.pdf.

França, N. G. G. M., & Silva, R. G. (2018). Percepção de enfermeiros sobre a comunicação no atendimento à pessoa com deficiência auditiva. TCC (Graduação) Enfermagem, Faculdade Ciências da Vida: Sete Lagoas, MG.

Galvão, C. M., Sawada, N. O., Castro, A. P., & Corniani, F. (2000). Liderança e comunicação: estratégias essenciais para o gerenciamento da assistência de enfermagem no contexto hospitalar. Rev. Latino-Am. Enfermagem, 8 (5), 34-43. Doi:10.1590/S0104-11692000000500006.

Gomes, R. A. L. (2007). A Comunicação como Direito Humano: Um Conceito em Construção. Dissertação (Mestrado). Curso de Comunicação: Universidade Federal de Pernambuco. Recuperado de http://www.dhnet.org.br/direitos/textos/midia/gomes_ comunicacao_como_dh.pdf.

Magrini, A. M., & Santos, T. M. M. (2014). Comunicação entre funcionários de uma unidade de saúde e pacientes surdos: um problema? Distúrb Comun, 26(3), 550-558. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/dic/article/view/14880.

Marquete, V. F., Costa, M. A. R., & Teston, E. F. (2018). Comunicação com deficientes auditivos na ótica de profissionais de saúde. Rev. baiana enferm., 32 (1), 1-9. Doi: 10.18471/rbe.v32.24055.

Nascimento, G. B., Fortes, L. O., & Kessler, T. M. (2015). Estratégias de comunicação como dispositivo para o atendimento humanizado em saúde da pessoa surda. Saúde, 41( 2), 241-250. Doi:10.5902/2236583415121.

Pagliuca, L. M. F., Fiúza, N. L. G., & Rebouças, C. B. A. (2007). Aspectos da comunicação da enfermeira com o deficiente auditivo. Revista da Escola de Enfermagem da USP, 41(3), 411-18. Doi: 10.1590/S0080-62342007000300010.

Ramos, T. S., & Almeida, M. A. P. T. (2017). A Importância do ensino de Libras: Relevância para Profissionais de Saúde. Rev. Psic., 10(33), 116-26. Recuperado de https://idonline.emnuvens.com.br/id/article/view/606/859

Rosa, C. G., Barbosa, M. A., & Bachion, M. M. (2000). Comunicação da equipe de enfermagem com deficiente auditivo com surdez severa: um estudo exploratório. Revista Eletrônica de Enfermagem, 2 (2). Doi: 10.5216/ree.v2i2.684.

Silva, L. M. G., Brasil, V. V., Guimarães, H. C. Q. C. P., Savonotti, B. H. R., & Silva, M. J. P. (2000). Comunicação não-verbal: reflexões acerca da linguagem corporal. Revista Latino Americana de Enfermagem, 8 (4), 52-58. Doi:10.1590/S0104-11692000000400008.

Silva, D. F., Ribeiro, F. D., & Sá, P. F. G. (2017). Desafios enfrentados por profissionais de enfermagem durante a assistência a usuários com Deficiência Sensorial Auditiva (DSA). J. Health Sci. Inst., 35(3): 168-171. Recuperado de https://www.unip.br/presencial/comunicaca /publicacoes/ics/edicoes/2017/03_jul-set/V35_n3_2017_p168a171.pdf.

Torres, E. F., Mazzoni, A. A., & Mello, A. G.(2007). Nem toda pessoa cega lê em Braille nem toda pessoa surda se comunica em língua de sinais. Educação e Pesquisa, 33(2), 369-386. FapUNIFESP (SciELO). Recuperado de http://dx.doi.org/10.1590/s1517-97022007000200013.

Published

23/08/2020

How to Cite

Assis, C. S. de ., Mercês, M. C. das ., Souza, M. C. de ., Nogueira, V. P. F. ., Gomes, A. M. T. ., Lago, S. B. ., Xavier, J. dos S. ., Couto, P. L. S. ., & Boaventura, R. O. . (2020). Communication of the nursing team in care for patients with hearing disabilities. Research, Society and Development, 9(9), e407997349. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.7349

Issue

Section

Health Sciences