The relevance of Geographic Information Systems (SIGs) in Professional and Technological Education (EPT): the contribution of Geography to the consolidation of this knowledge

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.7786

Keywords:

Geographic information systems (GIS); Geography; Professional and technological education (EPT).

Abstract

The Geographic Information Systems (GIS) are products of technological advances that society has produced throughout human history, mainly from the middle of the 20th century, results mainly from the creation of computers and their constant modernization. The purpose of this article is, therefore, to encourage the use of these information systems as a pedagogical resource in the process of teaching and learning Geography, especially in Vocational and Technological Education (EPT). The use of computational tools has been progressively important in solving the socio-spatial problems that afflict society, collaborating with urban planning and the environmental management of natural resources. Geography is one of the sciences that best use this knowledge, mainly in the teaching of geographic contents. It is also defended in this research the use of these technological tools in the resolution of the problems arising from wrong planning by the public managers. In addition, they can also be used for suggestions for improving geographic space. The article has a bibliographic character working with authors who deal with the characterization of GIS in several aspects, such as conceptualization, structure and use. SIGs are a set of programs that can, if used and methodologically well structured, contribute to improving the quality of Geography teaching, especially at EPT.

Author Biographies

Sandro César Silveira Jucá, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará

possui Nivelamento Universitário (Studienkolleg) na Technische Hochschule Köln - Alemanha (1996 a 1998) e Graduação em Tecnologia Mecatrônica pelo Instituto Federal do Ceará (2002). É Especialista em Automação Industrial (2003) e Licenciado em Física (2005) pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), Mestre (2004) e Doutor em Engenharia Elétrica (2014) pela Universidade Federal do Ceará (UFC) com pesquisa realizada na Universität Paderborn - Alemanha e apoio do programa de Doutorado Sanduíche do Deutscher Akademischer Austauschdienst (DAAD). Realizou também estágio de pesquisa pós-doutoral (2019) na Universidad de Cádiz - Espanha com apoio da Fundación Carolina. Atualmente é professor e pesquisador do IFCE - Campus Maracanaú, docente permanente do ProfEPT (Mestrado em educação profissional e tecnológica em rede nacional com Qualis Ensino) e do Mestrado Acadêmico em Energias Renováveis (PPGER com Qualis Interdisciplinar). Pesquisa na área de Mecatrônica e Engenharia Elétrica, dentro dos seguintes temas: Energias Renováveis, Sistemas Embarcados, IoT, Robótica, EaD e Educação Profissional.

Solonildo Almeida da Silva, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará

Possui graduação em Geografia / Licenciatura Plena pela Universidade Estadual do Ceará(1999), graduação em Sistemas e Mídias Digitais - SMD pela Universidade Federal do Ceará(2013), graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual do Ceará(2009), especialização em Metodologias do Ensino de Geografia pela Universidade Estadual do Ceará(2002), especialização em Formação de Formadores pela Universidade Estadual do Ceará(2003), mestrado em Sociologia pela Universidade Estadual do Ceará(2005), doutorado em Educação pela Universidade Federal do Ceará(2011), pós-doutorado pela Universidade Federal do Ceará(2016) e curso-tecnico-profissionalizante em Assistente Básico em Administração pela Escola de Ensino Médio Adauto Bezerra(1994). Atualmente é Pesquisador do IMO da Universidade Estadual do Ceará, Professor do Instituto Federal do Ceará - Reitoria, Professor do Instituto Federal do Ceará - Reitoria, Professor do Instituto Federal do Ceará - Reitoria, Professor do Instituto Federal do Ceará - Reitoria, Professor do Instituto Federal do Ceará - Reitoria, Professor do Instituto Federal do Ceará - Reitoria, Professor do Instituto Federal do Ceará - Reitoria, Professor do Instituto Federal do Ceará - Reitoria, Professor do Instituto Federal do Ceará - Reitoria, Professor do Instituto Federal do Ceará - Reitoria, Professor do Instituto Federal do Ceará - Reitoria, Professor do Instituto Federal do Ceará - Reitoria, Professor do Instituto Federal do Ceará - Reitoria, Membro de corpo editorial da Conexões : Ciência e Tecnologia, professor do iNSTITUTO FEDERAL DO CEARÁ, Professor da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, Revisor de periódico da RESEARCH, SOCIETY AND DEVELOPMENT e Membro de corpo editorial da RESEARCH, SOCIETY AND DEVELOPMENT. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Planejamento e Avaliação Educacional. Atuando principalmente nos seguintes temas:UAB.

Andressa Eloisa Valengo, Universidade Federal do Paraná

Formada em Informática Biomédica na Universidade Federal do Paraná. Atualmente trabalha como bioinformata no Instituto de Pesquisa Pelé Pequeno Príncipe e é aluna na Apple Developer Academy (PUCPR)

Karen Bernardo Viana, Universidade Federal do Ceará

Graduada em letras- português e literaturas pela Universidade federal do Ceará e mestranda em linguística do Programa de Pós-graduação da Universidade Federal do Ceará na área de práticas discursivas e estratégias de textualização. Áreas de interesse: semiótica discursiva, análise do discurso e linguística textual.

Aline da Silva Pereira, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará

Mestrado em andamento em Educação Profissional e Tecnológica pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, através do Programa de Pós - graduação em Educação Profissional e Tecnológica (Profept). Graduação em Geografia pela Universidade Estadual do Ceará, UECE em 2014. Especialização em Metodologia do Ensino de Geografia e História ? Universidade Candido Mendes, RJ, 2017. Atualmente é servidora pública, ocupando o cargo de Técnica em Assuntos Educacionais na Pró-reitoria de Ensino do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - IFCE. Foi docente da rede pública e particular do estado do Ceará atuando na educação básica entre 2006 e 2017. Atuou como professora do Instituto Dom José de Educação e Cultura do curso de Pedagogia, campus Jaguaribe-CE. Áreas de interesse: Trabalho e Educação; Educação Profissional e Tecnológica (EPT); Relações de gênero e educação; Movimentos Sociais, Educação Popular e Escola. 

References

Almeida, F. G., & Soares, L. A. A. (2009). Ordenamento territorial: coletânea de textos com diferentes abordagens no contexto brasileiro. Rio de Janeiro, Bertrand, Brasil.

Alvarenga, I., & Ferreira, M. M. (2009) Uso de Ferramentas de SIG e Sensoriamento Remoto para o monitoramento do desmatamento em Unidades de Conservação: Estudo de caso da Floresta Nacional do Bom Futuro-RO.

Audet, R., & Ludwig, G. (2000). GIS in schools; Environmental Systems Research

Institute Inc.esri.

Brasil, Mdeedd. (1997) Portaria nº 522, de 9 de abril de 1997. Brasília:[sn], 1997b. Recuperado de < http://www. dominiopublico. gov. br/pesquisa/DetalheObraForm. Do.

Chorley, R., & Haggett, P. (1995) Modelos sócio econômicos em geografia. São Paulo: Livros Técnicos Científicos/ EDUSP.

Cowen, D. J. (1998) GIS versus CAD versus DBMS: What are the diferrences. Phogrammetric engennirin and remote sensing, 54,1551-4.

Dagnino, R., et al. (2020) Monitoramento do Coronavírus (Covid-19) nos municípios do Rio Grande do Sul, Brasil. SocArXiv. March, 28.

de Sousa, I. B., & Jordão, B. G. F. (2015) Geotecnologias como recursos didáticos em apoio ao ensino de cartografia nas aulas de geografia do ensino básico. Caminhos de Geografia, 16(53).

Fitz, P. R (2008) Geoprocessamento sem complicações. São Paulo, Oficina de textos.

Florenzano, T. G. (2002) Imagem de satélites para estudos ambientais. São Paulo, Oficina de Textos.

Gugik, G. (1993) A história dos computadores e da computação. Recuperado de https://www.tecmundo.com.br/tecnologia-da-informacao/1697-a-historia-dos-computadores-e-da-computacao.htm. Acessado em: 18/06/2020.

Moraes, M. (2009). Informática educativa no Brasil: um pouco de história. In: TecMundo. Curitiba, em Aberto, 12(57).

Jucá, S. C. S., de Carvalho, P. C. M., & Aguiar Júnior, J. S. (2006) A relevância dos sistemas de informação geográfica no desenvolvimento das energias renováveis. Ciencias & Cognição, v. 9.

Martinelli, M. (2003). Cartografia Temática: Caderno de Mapas v 47. EdUSP.

Mirandola, P. H. (2004) A trajetória da tecnologia de sistemas de informação geográfica (SIG) na pesquisa geográfica. Revista Eletrônica da Associação dos Geógrafos Brasileiros Seção Três Lagoas, 21-37.

Passos, M. R. da S., Coelho, A. L. N., Holz, D., Santos, T. R., Siqueira, V. T., Almeida, Z. F. da S. (2013) SIG-Web como Recurso Didático para o Ensino da Geografia. Encuentro de Geógrafos de América Latina, Perú.

Pereira, A. S., et al. (2018). Metodologia da pesquisa científica. [e-book]. Santa Maria. Ed. UAB/NTE/UFSM.

Valente, J. A., et al. (1999). O computador na sociedade do conhecimento. Campinas: Unicamp/NIED, v 6.

.

Teixeira, O. C. (1993). SIG Sistemas de Informação Geográfica. Faculdade de

Engenharia da Universidade do Porto, Porto-Portugal.

Published

03/09/2020

How to Cite

Monteiro, A. de O. ., Jucá, S. C. S. ., Silva, S. A. da ., Valengo, A. E. ., Viana, K. B. ., & Pereira, A. da S. . (2020). The relevance of Geographic Information Systems (SIGs) in Professional and Technological Education (EPT): the contribution of Geography to the consolidation of this knowledge. Research, Society and Development, 9(9), e692997786. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.7786

Issue

Section

Education Sciences