Health education in action against the impacts of Chagas disease

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.7873

Keywords:

Health education; Chagas disease; Healthcare professional

Abstract

Objective: to evaluate the effectiveness of health education by health professionals about Chagas disease. Method: the article was produced through an integrative bibliographic review with a qualitative approach, using the following databases: SCIELO, LILACS, PUBMED, BVS BRASIL and information contained on the Pan American Health Organization (PAHO) website, scientific journals, books made available by the internal library of Faculdade Irecê - FAI and guidelines from the Ministry of Health. 11 years was cut, 2009 to 2020, with inclusion criteria for articles in English, Portuguese and Spanish. Thus, based on content analysis, preceded by thorough reading, approaches related to health education were selected. Results: From the approach of health education in the context of Chagas disease, among the 15 articles it is noticeable that even though it is only cited, superficially cited and not cited, the size of the impact that its theme brings to public health is perceived because it is notorious that it is still necessary to emphasize the relevance of it related to how health professionals conduct it, which is unfortunately seen negatively. Final Considerations: The results obtained in this study identified the need for new scientific research regarding health education on Chagas disease in an academic and / or community environment, considering that the number of researches on this subject is reduced.

Author Biographies

Bia Beatriz Oliveira Gama Alves de Souza, Faculdade Irecê - FAI

Nursing student at Faculdade Irecê - FAI

Márcio Cerqueira de Almeida, Faculdade Irecê - FAI

Master of Science
Professor at Faculdade Irecê - FAI

Noaci Madalena Cunha Loula, Faculdade Irecê - FAI

Master in Public Health
Professor at Faculdade Irecê - FAI

Kelle Karolina Ariane Ferreira Alves, Faculdade Irecê - FAI

Master in Public Health from the State University of Paraíba (UEPB)
Nursing course professor at Faculdade de Irecê- FAI

Claudilson Souza Dos Santos, Faculdade Irecê - FAI

Master in Development and Social Management - UFBA (2015)
Professor of Methodology for Scientific Research and TCC I and II in Psychology and Nursing Courses at Faculdade Irecê - FAI

Daniela Lopes Oliveira Dourado, Faculdade Irecê - FAI

Master in Youth and Adult Education
Professor at Faculdade Irecê - FAI

Viviane Alves Damasceno, Faculdade Irecê - FAI

Discente do 9º Semestre de Enfermagem

Estágiaria em Gerir - Assessoria em Gestão de Faturamento

References

Bianchi, T.F., Santos, C.V., Jeske, S., Grala, A.P., Moura, M.Q., Madia, D.S., Martins, R., Wilhelms, T.S., Bendin, C., Carlan, F.A., & Villela, M.M. (2018). Health Education in Chagas disease control: Making Educational Video. Rev. Patol. Trop., V47(2).

Ferreira, A.M., Sabino, E.C., Moreira, H.F., Cardoso, C.S., Oliveira, C.D.L., Ribeiro, A.L.P., Ramos, B.C., & Haikal, D.S. A. (2018). Avaliação do conhecimento acerca do manejo clínico de portadores da doença de Chagas em região endêmica no Brasil. Rev. APS, jul/set; 21(3): 345-354.

Garcia, L.V., Pell, C., Posada, E., Gasco, J., Aldosoro, E., Munoz, J., & Pool, R. (2013). Aspectos socioculturais da doença de Chagas: uma revisão sistemática de pesquisas qualitativas. PlosNeglis. Trop. Dis, 7(9).

Gerhardt, T.E., & Silveira, D.T. (2009). Métodos de Pesquisa. Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UAB/UFRGS. Porto Alegre – RS: Editora UFRGS.

Guarner, J. (2019). Doença de Chagas como exemplo de um parasita em ressurgimento. Departamento de Patologia e Medicina Laboratorial da Universidade Emory, Estados Unidos - Atlanta: Seminário em Patologia Diagnóstica, v. 36, 3º ed.p. 164-169.

Iglesias, L.R., Romay, B.M., Boquete, T. Benito, A., Blasco, M.T. (2019). O papel do primeiro nível de atenção à saúde na abordagem da doença de Chagas em um país não endêmico. Universidade de Tulani – Estados Unidos: PlosNeglis. Trop. Dis. 13(12).

Lakatos, E.M., & Marconi, M.A. (2017). Metodologia Científica (7ª ed.). São Paulo, SP: Atlas.

Leão, L.M. (2019). Metodologia do estudo e pesquisa: Facilitando a vida dos estudantes, professores e pesquisadores. Petrópolis – RJ: ed. Vozes.

Légaré, F., Adekpedjou, R., Stacey, D., Turcotte, S., Kryworuchko, Jennifer., Graham, I.D., Lyddiatt, A., Politi, M.C., Thomson, R., Elwyn, G., & Donner ‐ Banzhoff, N. (2018). Intervenções para aumentar o uso da tomada de decisão compartilhada por profissionais de saúde (Revisão). Banco de dados Cochrane de Revisões Sistemáticas, ed. 7°.

Lima, R.S., Teixeira, A.B., & LIMA, V.L.S. (2019). Doença de Chagas: uma atualização bibliográfica. RBAC, 51(2):103-06.

Mácias, G., & Hérnandez, H. (2019). Tendência temporal e distribuição espacial da mortalidade por doenças tropicais negligenciadas na Argentina entre 1991 e 2016. Rev. Panam. Salud Publica, 43, e67.

Maciel, M.E.D. (2009). Educação em saúde: conceitos e propósitos. Rev. Cogitare Enfermagem, 14(4), 773-776.

Marchand, A.S.S. (2017). Doenças infecciosas e suas correlações com indicadores socioeconômicos e demográficos: Estudo ecológico em diferentes estados brasileiros. Tese de Doutorado, Instituto Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2017.

Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). (2010). Ministério da Saúde. Módulos de princípios de Epidemiologia para o Controle de Enfermidades (MOPECE) – Módulo 2: saúde e doença na população. Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS). Brasília – DF. Recuperado de: https://www.paho.org/bra/in-dex.php?option=com_content&view=article&id=1125:modulos-de-principios-de-epidemiolo¬gia-para-controle-de-enfermidades&Itemid=842

Pinazo, M.J., Pinto, J., Ortiz. L., Sánchez, J., García, W., Saravia, R., Cortez, M.R., Moriana, S., Grau, E., Lozano, D., Gascon, J., & Torrico, F. (2017). Uma estratégia para ampliar o acesso à atenção integral em adultos com doença de Chagas em países endêmicos: a Plataforma de Chagas boliviana. PLoS Negl Trop Dis, 11 (8): e0005770.

Régis, I.A. (2019). Interação espacial entre Triatoma Brasilienses Neiva, 1911 e Triatoma Pseudomaculata Corrêa e Espínola, 1.964 em ecótopos de Jaguaretema – CE, Brasil. Dissertação de Mestrado, Instituto Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro.

REY, Luis. (2008). PARASITOLOGIA (4a ed.). Brasil: Guanabara.

Salm, A., & Gertsch, J. (2019). Percepção cultural de triatomíneos e doença de Chagas na Bolívia: um estudo de campo transversal. Parasites Vectors, 12, 291.

Silveira, A.C., & Pimenta F., Jr. (2011). A inserção institucional do controle da doença de Chagas. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, 44 (Supl. 2), 19-24.

Sousa, S.A., Jr., Palácios, V.R.C.M., Miranda, C.S., Costa, R.F., Jr., Catete, C.P., Chagasteles, E.J., Pereira, L.R.R., & Gonçalves, N.V. (2017). Análise espaço – temporal da doença de Chagas e seus fatores de risco ambientais e demográficos no município de Barcarena, Pará, Brasil. Belém – PA: Rev. Bras. Epidemiol.; 20(4): 742-755.

Souza, H.P., Oliveira, W.T.G.H., Santos, J.P.C., Toledo, J.P., Ferreira, I.P.S., Esashika, S.N.G.S., Lima, T.F.P., & Delácio, A.S. (2020). Doenças infecciosas e parasitárias no Brasil de 2010 a 2017: aspectos para vigilância em saúde. Rev Panam Salud Publica, 2020; 44: e10.

Souza, I.P.M.A., & Jacobina, R.R. (2009). Educação em saúde e suas versões na história brasileira. Rev. Baiana de Saúde Pública, v. 33, nº 4, p. 618-627.

Souza, M.T., Silva, M.D., & Carvalho, R. (2010). Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein (São Paulo), 8(1), 102-106.

Velloso, I.S.C., Pereira, M.S., Salas, A.S., & Araújo, M.T. (2020). Desafios de enfermagem na promoção de práticas de equidade em saúde: um diálogo entre a enfermagem no Brasil e no Canadá. Rev. Min. Enferm., (24) e – 1282.

Published

07/09/2020

How to Cite

Oliveira Gama Alves de Souza, B. B. ., Cerqueira de Almeida, M. ., Cunha Loula, N. M. ., Ferreira Alves, K. K. A. ., Souza Dos Santos, C. ., Lopes Oliveira Dourado, D. ., & Alves Damasceno, V. . (2020). Health education in action against the impacts of Chagas disease. Research, Society and Development, 9(9), e799997873. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.7873

Issue

Section

Health Sciences