Management complexity indicators in public and private schools in two cities in the State of Amapá, Brazil, between 2014 and 2018

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.8112

Keywords:

Management; Indicator; School; Complexity.

Abstract

The cities of Macapá and Santana are the two largest municipalities in the State of Amapá, located in the northern region of Brazil. A social indicator is the search to measure, both quantitatively and qualitatively, a specific environment with the purpose of informing about a certain aspect of the observed reality. The Complexity of School Management indicator, in basic education, measures the level of complexity of the management of public and private schools, in six levels, through indicators. The objective of this research was to compare the indicators of management complexity in public and private schools in two cities in the state of Amapá, between 2014 and 2018. A qualitative and quantitative research was carried out, whose data were accessed in the INEP database. Schools with a higher level of complexity, possibly, have greater difficulties in achieving better results in the educational context, in view of the greater number of students. The process of continuing education of the faculty is of great importance, since it is associated with good school performance and its consequent effectiveness. Numerous factors, such as precarious access to the internet, scarcity of necessary and adequate equipment, deficient transportation and other emblematic factors contribute negatively to school management.

Author Biography

Keulle Oliveira da Souza, Universidade Federal do Pará

Mestranda vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Estudos Antrópicos na Amazônia - PPGEAA / UFPA (2019). Especialista em Gestão e Docência no Ensino Superior pela Faculdade Atual - FAAT / AP (2014). Licenciatura e Bacharela em Ciências Sociais pela UNIFAP (2013). Professora na Universidade Paulista (2016-2017) ministrando diversas disciplinas nos cursos de Serviço Social, Administração e Gestão de Recursos Humanos. Participei desta Instituição de Ensino Superior, da Organização de Diversos Eventos Acadêmicos, dos seguintes cursos em que atuei, tais como: Semanas Acadêmicas; Momentos de Recepção e Orientação aos Calouros; Semana do Assistente Social. Integração dos Grupos de Pesquisa: Saúde, Sociedade e Ambiente (GPSSA / UFPA) e Laboratório de Educação, Meio Ambiente e Saúde - LEMAS / UFPA. Sou integrante dos projetos de pesquisa: Implantação de grandes projetos de desenvolvimento na Amazônia Brasileira: análises de ações antrópicas e suas implicações socioambientais e de saúde na população e Fatores Antrópicos e Ambientais Associados à Anemia Ferropriva e Hipovitaminoses em Crianças Residentes em Comunidades Ribeirinhas da Cidade de Belém-PA. De 2010 a 2015 fui Bolsista Voluntário no Grupo de Pesquisa -? Migrações, Relações de Trabalho e Políticas Públicas? - MRTPP / UNIFAP, Coordenado pelo Prof. Dr. Manoel de Jesus de Souza Pinto. De 2012-2014 e 2014-2017, participando, respectivamente, dos Projetos de Pesquisa:? Migração, Clandestinidade e Relações de Trabalho: um estudo sobre a presença de trabalhadores brasileiros na Guiana Francesa e Suriname? e? Como novas faces da aplicação brasileira para a Guiana Francesa ?, ambas coordenadas pelo Prof. Dr.

References

Brasil. (2014). Indicador para mensurar a complexidade da gestão nas escolas a partir dos dados do Censo Escolar da Educação Básica. Brasília DF: MEC Retrieved from http://download.inep.gov.br/informacoes_estatisticas/indicadores_educacionais/2014/escola_complexidade_gestao/nota_tecnica_indicador_escola_complexidade_gestao.pdf

Custódio, E. S. (2019). Educação Escolar Quilombola no Estado do Amapá: das intenções ao retrato da realidade. Educação (UFSM), 45, 1-21.

IBGE. (2018). Brasil Amapá Macapá. Brasilia DF: IBGE Retrieved from https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ap/santana/panorama

IBGE. (2018). Brasil Amapá Santana. Brasilia DF: IBGE Retrieved from https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ap/santana/panorama

IBGE. (2017). Brasil Amapá Santana. Brasilia DF: IBGE Retrieved from https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ap/santana/panorama

Júnior, J. A. O. (2019). O Gestor Escolar na Educação Básica: A Formação e as Práticas Gestoras nas Escolas Públicas Estaduais nos Municípios de Mariana e Ouro Preto/MG. (Mestrado), Universidade Federal de Ouro Preto, Mariana MG.

Magalhães, O. G. (2016). A Educação Inclusiva e o Aluno com Deficiência nas Escolas Estaduais Profa Joanira Del Castilho e Almirante Barroso, no Município de Santana – Estado do Amapá: Uma experiência. (Mestrado), Universidade Federal do Amapá, Macapá AP.

Matos, D. A. S., & Rodrigues, E. C. (2016). Indicadores Educacionais e Contexto Escolar: Uma Análise das Metas do IDEB. Est. Aval. Educ., 27(66), 662-688.

Pereira, A., Shitsuka, D., Parreira, F., & Shitsuka, R. (2018). Metodologia da pesquisa científica [e-book]. In UAB/NTE/UFSM (Ed.). Retrieved from https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/15824/Lic_Computacao_Metodologia-Pesquisa-Cientifica.pdf?sequence=1

Sá, A. D. (2018). A Educação Básica no Amapá Pós Estadualização: Perspectivas do Poder Público e Percepções dos Profissionais da Educação. (Mestrado), Universidade Federal do Amapá, Macapá AP.

Schultz, G. (2016). Introdução à gestão de organizações. Porto Alegre RS: UFRGS.

Simões, A., & Alkmim, A. C. (2017). Indicadores sociais : passado, presente e futuro Rio de Janeiro RJ: IBGE.

Published

11/09/2020

How to Cite

Andrade, M. C. B. de ., Silva, L. F., Fecury, A. A., Oliveira, E. de ., Dendasck, C. V., Araújo, M. H. M. de, Souza, K. O. da, Silva, I. R. da, Moreira, E. C. de M., Pascoal, R. M., & Dias, C. A. G. de M. . (2020). Management complexity indicators in public and private schools in two cities in the State of Amapá, Brazil, between 2014 and 2018. Research, Society and Development, 9(9), e856998112. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.8112

Issue

Section

Education Sciences