The Covid-19 pandemic, the political dispute and the 2020 elections in the Metropolitan Region of Natal (RN, Brazil)

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i10.8530

Keywords:

Covid-19; Municipal Elections; Natal Metropolitan Region; Cooperation.

Abstract

The article analyzes the influence of the 2020 elections on the actions of the managers of the municipalities that make up the functional Metropolitan Region of Natal, in the context of the new coronavirus pandemic. Given this, the objective is to verify how the measures to confront Covid-19 can be used as an electoral strategy. To this end, we adopted the following methodology: 1) Bibliographic research, which helped to define the studies of Almeida (2008) and Manin, Przeworski & Stokes (2006) as a theoretical-methodological basis; and 2) Documentary research based on state and municipal decrees, which were crossed with quantitative data regarding the rates of transferability and occupancy of ICU beds. The data were systematized for temporal and spatial analysis, represented in infographics and thematic maps. The results of the research highlighted the following aspects: the influence of opinion polls in changing posture in the fight against Covid-19; dissonance of actions aimed at political protagonism; the anticipation of the release of commercial activities as a center of dispute - essentially from the state government and the candidate for mayor of the capital; the appeal to kits-covid without scientific recommendations; and strengthening the advantages of managers in contention for reelection. Thus, the political context has been hampering a cooperation stance between the entities in the studied metropolitan region, given the use of the pandemic as a window of opportunity for electoral promotion. Therefore, the existence of governance capable of making planning possible is absent due to the different interests that guide the actions of managers.

Author Biographies

Terezinha Cabral de Albuquerque Neta Barros, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Professora efetiva da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, lotada no departamento Ciências Sociais e Política. Doutora pela Universidade Federal de Pernambuco no Programa de Pós-Graduação em Ciência Política.Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Possui bacharelado em Ciências Sociais(2007) optando pela Sociologia e Ciências Políticas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Esta vinculada ao projeto Observatório das Metrópoles.Tem experiência na área de Desenvolvimento Regional, com ênfase em Estado e Políticas Públicas, atuando principalmente no seguinte tema: Gestão Pública, Políticas Públicas, Métodos Quantitativos,Participação e Cultura Política

Raquel Maria da Costa Silveira, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Docente (Adjunto A - UFRN - Departamento de Políticas Públicas. Curso de Graduação em Gestão de Políticas Públicas).
Doutora em Ciências Sociais (UFRN). 
Mestre em Estudos Urbanos e Regionais (UFRN).
Possui graduação em Gestão de Políticas Públicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2013) e Direito pelo Centro Universitário do Rio Grande do Norte (2013).
Estuda gestão/administração pública e processos de formulação, implementação de políticas públicas, com enfoque na gestão participativa e relações Estado-Sociedade. Possui pesquisa acerca da atuação dos movimentos sociais na produção das políticas públicas e da sua relação com o Estado. 
Diretora de Comunicação da Associação Nacional de Ensino e Pesquisa do Campo de Públicas.
Foi Diretora da Escola de Governo do Estado do Rio Grande do Norte (em 2019). 
Realiza investigação sobre a temática dos Resíduos Sólidos, de seu aspecto normativo (Política Nacional de Resíduos Sólidos) e da inclusão social de catadores de materiais reutilizáveis e recicláveis por meio de organizações autogestionárias. 
Pesquisa sobre a formação de gestores públicos no Brasil e sua inserção no mercado de trabalho. 
Tem interesse pela temática das políticas públicas, do Direito Constitucional, Ambiental e do Trabalho.

Sara Raquel Fernandes Queiroz de Medeiros, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Possui graduação em Geografia (2002), mestrado em Ciências Sociais (2007) e doutorado em Arquitetura e Urbanismo (2015), pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Foi Bolsista de Iniciação Científica/CNPq (2000 a 2002); Bolsista de Mestrado/CNPq (2004 a 2005) e PDSE/Capes no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (2014). Professora do curso de Graduação em Gestão de Políticas Públicas (2016-) e do Programa de Pós-graduação em Estudos Urbanos e Regionais (2017 - ). Coordenadora do Programa de Pós-graduação em Estudos Urbanos e Regionais. Líder do grupo de pesquisa Estúdio Conceito. Foi Coordenadora Adjunta do XVIII ENANPUR - Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional. É Secretária Executiva da ANPUR - Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Planejamento Urbano e Regional.

Lindijane de Souza Bento Almeida, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Possui graduação em Ciências Sociais (1998), com habilitação em Sociologia e Ciência Política, pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, mestrado (2001) e doutorado (2006) em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, na área de concentração Desenvolvimento Regional. A partir de janeiro de 2019 é professora Associada II do Departamento de Políticas Públicas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, atuando no curso de graduação em Gestão de Políticas Públicas e no Programa de Pós-Graduação em Estudos Urbanos e Regionais. Tem experiência na área de Sociologia e Ciência Política, pesquisando principalmente os seguintes temas: estado, democracia, participação, gestão pública, políticas públicas e cidadania. Atualmente, é Chefe do Departamento de Políticas Públicas, pesquisadora do INCT- Observatório das Metrópoles Núcleo Natal, líder do Grupo de Pesquisa Estado e Políticas Públicas da UFRN, Conselheira do Conselho de Curadores (CONCURA) da UFRN, do Conselho Deliberativo da Fundação Norte-rio-grandense de Pesquisa e Cultura (FUNPEC) e do Conselho Consultivo da Associação Nacional de Ensino e Pesquisa do Campo de Públicas.

Richardson Leonardi Moura da Câmara, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Doutor em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) com estagio doutoral pela Simon Fraser University (Vancouver, Canada). Mestre em Estudos Urbanos e Regionais (UFRN) e Graduado em Ciências Sociais (UFRN). Acumula experiência na área de Ciência Política, com ênfase no tema das políticas públicas, governança e desenvolvimento sustentável, em escala regional e metropolitana. Atualmente, desempenha atividades como pesquisador Pos Doc (PNPD) do IPPUR/UFRJ e em vários projetos da Rede Observatório das Metrópoles/INCT. Professor assistente do Departamento de Políticas Publicas (UFRN). Pesquisador PNPD do Programa de Pos Graduação em Estudos Urbanos e Regionais da UFRN. Ministra cursos nas áreas de Governança Metropolitana, Instituições Políticas e Políticas Publicas, Política Fiscal, Gestão Publica do Brasil Contemporâneo, Cultura Política, Desenvolvimento e Políticas Publicas no Brasil e no RN, Estado Governo e Sociedade Civil, Sistemas Eleitorais e Partidários, Orçamento e Financiamento do Setor Publico e Atelie de Gestão de Políticas Publicas, entre outros. Pesquisador Visitante do Centre for Sustainable Community Development (CSCD) da Simon Fraser University (Vancouver, Canada). Pesquisador do projeto financiado pelo IDRC e apoiado pela Simon Fraser University: Metropolitan Governance for Sustainability in Mexico (2014-15). Parecerista de periódicos e do CIC Congresso de Iniciação Científica da UFRN (2014/2015/2016). Acumula experiência no Terceiro Setor na ONG Transparência Brasil (Transparency International), em projetos relacionados ao combate a corrupção e transparência na gestão pública.

Maria do Livramento Miranda Clementino, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Possui graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1975), graduação em Sociologia e Política pela Fundação José Augusto (1973), graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1977), mestrado em Sociologia pela Universidade Estadual de Campinas (1985) e doutorado em Ciência Econômica pela Universidade Estadual de Campinas (1990). Atualmente é professor titular da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Economia Regional e Urbana, atuando principalmente nos seguintes temas: desenvolvimento urbano, região metropolitana de natal, desenvolvimento regional, mercado de trabalho e região metropolitana

Kassinely Souza de Melo, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Graduada em Direiro pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Graduanda em Gestão de Políticas Públicas

Bolsista de Iniciação Cientifíca

João Victor Rocha de Queiroz, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Graduando em Gestão de Politicas Públicas na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Atualmente, desempenha atividades acadêmicas como pesquisador na Rede INCT/Observatório das Metrópoles - Núcleo Natal e no Grupo de Pesquisa Estado e Políticas Públicas/UFRN. Também, estagiário da Secretária de Estado de Planejamento e Finanças do Rio Grande do Norte. Já ocupou cargo de Diretor Administrativo-Financeiro e Assessor de Planejamento da GESTARC - Consultoria Junior em Politicas Públicas. Tem experiência na área de ciência politica, com ênfase em Politicas Públicas, Gestão Pública, Planejamento Urbano e Regional e Consórcios Públicos.

Gabriel Rodrigues da Silva, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Possui graduação em Geografia pela Universidade Federal do Piauí, e mestrado em Estudos Urbanos e Regionais pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Atualmente é pesquisador junto ao INCT/Observatório das Metrópoles Núcleo Natal/RN. Desenvolve estudos na área de geografia urbana, com interesse e experiência nas temáticas sobre: produção do espaço urbano, mercado imobiliário, políticas urbanas e habitacional, região metropolitana, metrópole e governança.

References

Almeida, C. A. (2008). A cabeça do eleitor: estratégias de campanha, pesquisa e vitória eleitoral. Rio de Janeiro: Record.

Almeida, A. (2020). MP abre investigação contra Álvaro Dias por propaganda antecipada relacionada a Ivermectina. Recuperado de https://www.saibamais.jor.br/mp-abre-inves tigacao-contra-alvaro-dias-por-propaganda-antecipada-relacionada-a-ivermectina

Após aglomeração em praias. (2020). G1 RN. 20 jul., 2020. Recuperado de https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2020/07/20/apos-aglomeracao-em-praias-prefeito-de-natal-diz-que-pode-fechar-tudo-se-populacao-nao-respeitar-isolamento.ghtml

Araújo, R. (2020). "Estamos à beira do colapso", diz secretário da Saúde do RN. Recuperado de https://www.terra.com.br/vida-e-estilo/saude/estamos-a-beira-do-colapso-diz-secretari o-dasaudedorn,46a277ee32c4d8f919119eacc4e121c5l89kmbzb.html

Carvalho, I. (2020). Ivermectina será distribuída para grupos de risco pela SMS Natal. Recuperado de http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/ivermectina-sera-distribua-da- para-grupos-de-risco-pela-sms-natal/482030

Caughey, T., & Sekhon, J. (2011). Elections and the Regression Discontinuity Design: Lessons from Close U.S. House Races, 1942–2008. Political Analysis, 19, 385−408.

Clementino, M. L., Silva, B., Almeida, L. & Silveira, R. (2019). Duas décadas da região metropolitana de Natal: estudo da governança metropolitana a partir da elaboração dos planos plurianuais municipais. In M. L. Clementino. (Org), Duas décadas da região metropolitana de Natal. 21-41. Rio de Janeiro: Letra Capital.

Conselho Nacional de Secretários de Saúde. (2020). RN é o terceiro estado do Brasil com maior número de leitos de UTI Covid-19. Recuperado de https://www.conass.org.br/rn -e-o-terceiro-estado-do-brasil-com-maior-numero-de-leitos-de-uti-covid-19/

Decreto nº 028, de 02 de julho de 2020. Dispõe sobre a decretação do Isolamento Social Rígido (LOCKDOWN) como medida de prevenção ao contágio e de enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), e como preparação preventiva para reabertura do comércio não essencial no município de Extremoz. Recuperado de https://extremoz.rn.gov.br/wp-content/uploads/2020/07/02-DE-JULHO-DE-2020-1.pdf

Decreto nº 030, de 06 de julho de 2020. Dispõe sobre novas disposições sobre o retorno das atividades no Prédio da Prefeitura Municipal de Nova Timboteua, e Secretaria Municipal de trabalho e Promoção Social, define o horário de funcionamento ao público, prorroga outros horários e dá outras providencias. Recuperado de https://extremoz.rn.gov.br/06-de-julho-de-2020/

Decreto nº 1.223, de 30 de junho de 2020. Abre Crédito Suplementar ao Orçamento do exercício de 2020 e dá outras providências. Recuperado de http://saogoncalo.rn.gov.br/wp-content/uploads/2020/06/JOM-117-30JUN2020.pdf

Decreto nº 1.945, de 30 de abril de 2020. Dispõe sobre a obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção facial e dá outras providências. Recuperado de http://186.209.105.226/transparencia/docs/decretos/2020/Decreto%201945%20-%202020%20-%20Obrigatoriedade%20do%20uso%20de%20m%C3%A1scaras.pdf

Decreto nº 1.946, de 05 de maio de 2020. Revoga Instruções Normativas no âmbito da Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil (RFB). Recuperado de https://www.macaiba.rn.gov.br/_ups/boletins/2020/05/06/0d21e959ef97c8e9386bd194b4a56f53.pdf

Decreto nº 1.950, de 01 de junho de 2020. Prorroga o prazo de suspensão das atividades escolares presenciais nas unidades da rede pública e privada de ensino de Macaíba, para fins de enfrentamento ao novo coronavírus. Recuperado de https://www.macaiba.r n.gov.br/_ups/boletins/2020/06/01/8b74042039df1000933d1675591a592b.pdf

Decreto nº 1.957, de 01 de julho de 2020. Dispõe sobre as medidas de saúde e a política de isolamento social rígido para o enfrentamento do novo coronavírus (covid-19) durante a retomada gradual responsável das atividades econômicas no âmbito do município de Macaíba/RN, prorroga a suspensão das atividades escolares presenciais e dá outras providências. Recuperado de https://www.macaiba.rn.gov.br /_ups/boletins/2020/07/02/a09b9298c52d0fc36d01bf58cc52bf5f.pdf

Decreto nº 11.939, de 09 de abril de 2020. Estabelece novas medidas de prevenção ao contágio e de enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente da pandemia decorrente do novo coronavírus (Covid-19), e define outras medidas. Recuperado de https://www.legisweb.com.br/legislacao/?id=392865

Decreto nº 11.953, de 29 de abril de 2020. Estabelece medidas excepcionais sanitárias para enfrentamento da Pandemia da COVID-19, após a flexibilização estabelecida pelo Estado do Rio Grande do Norte, e dá outras providências. Recuperado de https://portal.natal.rn.gov.br/_anexos/publicacao/dom/dom_20200430_9cb82e95e793b855d069801fc6cab013.pdf

Decreto nº 11.967, de 28 de maio de 2020. Prorroga a suspensão das aulas na Rede Pública Municipal de Ensino até o dia 30 de junho de 2020, e define outras medidas. Recuperado de https://portal.natal.rn.gov.br/_anexos/publicacao/dom/dom_20200530_especial_311e1b16e70dbadc866b342de904d507.pdf

Decreto nº 11.988, de 29 de junho de 2020. Autoriza a reabertura gradual do comércio no Município do Natal, e dá outras providências. Recuperado de https://portal.natal.rn.gov.br/_anexos/publicacao/dom/dom_20200708_2156777da74f06f759909a5e0e5def64.pdf

Decreto nº 11.991, de 07 de julho de 2020. Dispõe sobre as restrições de funcionamento e acesso aos shopping centers do Município do Natal, e dá outras providências. Recuperado de https://portal.natal.rn.gov.br/_anexos/publicacao/dom/dom_20200711_especial_78abad83d21b5bfc99ba23cf3d497210.pdf

Decreto nº 1202, de 08 de maio de 2020. Torna obrigatório o uso de máscaras de proteção (boca e nariz) nas Vias de uso público, coletivo e particulares, bem como no acesso a serviços e atividades em funcionamento e dá outras providências. Recuperado de http://saogoncalo.rn.gov.br/wp-content/uploads/2020/05/JOM-083-08MAI2020.pdf

Decreto nº 1229, de 08 julho de 2020. Altera o Decreto Municipal nº 1.302, de 18 de julho de 2017, que dispõe sobre o sistema de transporte privado individual a partir de compartilhamento de veículos. Recuperado de http://saogoncalo.rn.gov.br/wp-content/uploads/2020/07/JOM-124-09JUL2020.pdf

Decreto nº 29.600, de 08 de abril de 2020. Altera o Decreto Estadual nº 29.583, de 1º de abril de 2020, que consolida as medidas de saúde para o enfrentamento do novo coronavírus (COVID-19) no âmbito do Estado do Rio Grande do Norte, e dá outras providências. Recuperado de http://diariooficial.rn.gov.br/dei/dorn3/docview.as px?id_jor=00000001&data=20200409&id_doc=679767

Decreto nº 29.634, de 22 de abril de 2020. Prorroga as medidas de saúde para o enfrentamento do novo coronavírus (COVID-19) no âmbito do Estado do Rio Grande do Norte e dá outras providências. Recuperado de http://diariooficial.rn.gov.br/d ei/dorn3/docview.aspx?id_jor=00000001&data=20200423&id_doc=680833

Decreto nº 29.668, de 04 de maio de 2020. Prorroga as medidas de saúde para o enfrentamento do novo coronavírus (COVID-19) no âmbito do Estado do Rio Grande do Norte e dá outras providências. Recuperado de http://www.set.rn.gov.br/conte nt/aplicacao/set_v2/legislacao/instrumentos/decretos/medidas_covid19/decreto%2029668-2020%20medidas%20covid-19%20prorroga%C3%A7%C3%A3o.pdf

Decreto nº 29.705, de 19 de maio de 2020. Prorroga as medidas de saúde para o enfrentamento do novo coronavírus (COVID-19) no âmbito do Estado do Rio Grande do Norte, estabelece funcionamento excepcional nas Centrais do Cidadão e dá outras providências. Recuperado de http://diariooficial.rn.gov.br/dei/dorn3/docv iew.aspx?id_jor=00000001&data=20200520&id_doc=683228

Decreto nº 29.725, de 29 de maio de 2020. Prorroga o prazo de suspensão das atividades escolares presenciais nas unidades da rede pública e privada de ensino do Rio Grande do Norte, para fins de enfrentamento ao novo coronavírus (COVID-19). Recuperado de http://diariooficial.rn.gov.br/dei/dorn3/docview.aspx?id_jor=00000001&data=20200530&id_doc=684738

Decreto nº 29.742, de 04 de junho de 2020. Institui a política de isolamento social rígido para enfrentamento do novo coronavírus (COVID-19) no Estado do Rio Grande do Norte, impõe medidas de permanência domiciliar, de proteção de pessoas em grupo de risco e dá outras providências. Recuperado de http://diariooficial.rn.gov.br/dei/dorn3/docview .aspx?id_jor=00000001&data=20200604&id_doc=685295

Decreto nº 29.757, de 15 de junho de 2020. Posterga o início da retomada gradual responsável das atividades econômicas, prorroga a política de isolamento social rígido e as demais medidas para o enfrentamento do novo coronavírus (COVID-19) no Estado do Rio Grande do Norte e dá outras providências. Recuperado de http://diariooficial.rn.gov.br/dei/ dorn3/docview.aspx?id_jor=00000001&data=20200616&id_doc=686083

Decreto nº 29.774, de 23 de junho de 2020. Altera o Decreto Estadual nº 29.757, de 15 de junho de 2020, e dá outras providências. Recuperado de http://diariooficial.rn.gov.br/de i/dorn3/docview.aspx?id_jor=00000001&data=20200623&id_doc=686781

Decreto nº 29.794, de 30 de junho de 2020. Dispõe sobre as medidas de saúde e a política de isolamento social rígido para o enfrentamento do novo coronavírus (COVID-19) durante a retomada gradual responsável das atividades econômicas no âmbito do Rio Grande do Norte, prorroga a suspensão das atividades escolares presenciais e dá outras providências. Recuperado de http://diariooficial.rn.gov.br/dei/dorn3/docview.aspx?id _jor=00000001&data=20200630&id_doc=687381

Decreto nº 29.815, de 07 de julho de 2020. Dispõe sobre as medidas de saúde e a política de isolamento social rígido para o enfrentamento do novo coronavírus (COVID-19) durante a retomada gradual responsável das atividades econômicas no âmbito do Rio Grande do Norte e dá outras providências. Recuperado de https://www.legisweb.com.br/legislacao/?id=398209

Decreto nº 6.236, de 29 de abril de 2020. Dispõe sobre a obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção facial e dá outras providências. Recuperado de https://parnamirim.rn.gov.br /pdf/legislacao_covid/DECRETO_6.236.pdf

Decreto nº 6.251, de 22 de maio de 2020. Estabelece medidas estratégias para a retomada gradativa e segura das atividades econômicas do Município de Parnamirim/RN, para fins de cumprimento das medidas necessárias ao enfrentamento da pandemia ocasionada pelo Corona vírus (COVID-19), e dá outras providências. Recuperado de https://parnamirim.rn. gov.br/pdf/legislacao_covid/DECRETO_6.251.pdf

Decreto nº 6.258, de 01 de junho de 2020. Prorroga, até o dia 06 de julho de 2020, a suspensão das aulas na rede pública municipal, prevista no artigo 17 do Decreto nº 6.200, de 19 de março de 2020. Recuperado de https://parnamirim.rn .gov.br/pdf/legislacao_covid/DECRETO_6.258.pdf

Decreto nº 6.283, de 01 de julho de 2020. Altera a redação do Decreto Municipal nº 6.251, de 22 de maio de 2020, que Estabelece medidas estratégicas para a retomada gradativa e segura das atividades econômicas do Município de Parnamirim/RN, e dá outras providências. Recuperado de https://parnamirim.rn.gov.br/pdf/legislacao_covid/DECRETO_6.283.pdf

Decreto nº 6.294, de 08 de julho de 2020. Dispõe sobre o funcionamento de igrejas, templos religiosos e estabelecimentos equivalentes no âmbito do Município de Parnamirim/RN, enquanto perdurar a situação de importância internacional de saúde pública ocasionada pelo Coronavírus (COVID-19), e dá outras providências. Recuperado de https://parnamirim.rn.gov.br/pdf/legislacao_covid/DECRETO_6.294.pdf

Decreto nº 6.295, de 08 de julho de 2020. Acrescenta dispositivo ao Decreto Municipal nº 6.251, de 22 de maio de 2020, que estabelece medidas estratégicas para a retomada gradativa e segura das atividades econômicas do Município de Parnamirim/RN, regulamenta o funcionamento de bares, restaurantes e lancherias, e dá outras providências. Recuperado de https://parnamirim.rn.gov.br/pdf/legislacao_covid/DECRETO_6.295.pdf

Downs, A. Uma teoria econômica da democracia. São Paulo: Edusp, 1999.

Duarte, R. Governo já abriu quase quatro vezes mais leitos de UTI do que o previsto no hospital de Campanha. Recuperado de https://www.saibamais.jor.br/governo-ja-abriu-quase-quatro-vezes-mais-leitos-de-uti-do-que-o-previsto-no-hospital-de-campanha/

Fecomercio elogia flexibilização. (2020). Tribuna do Norte. 23 abr., 2020. Recuperado de http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/fecomercio -elogia-flexibilizaa-a-o-em-novo-decreto-e-pede-retorno-de-outras-atividades/478185

Governo do Estado. (2020). Tribuna do Norte. 03 jun., 2020. Recuperado de http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/a-lvaro-dias-prefeito-de-natal -o-governo-do-estado-tem-se-omitido/481477

Juíza proíbe Álvaro. (2020). Agora RN. 27 jul., 2020. Recuperado de https://agorarn.com.br/politica/juiza-proibe-alvaro-dias-de-divulgar-acoes-da-prefeitura-do-natal-em-suas-redes-sociais/

Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde. (2020). Coronavírus RN. Recuperado de https://covid.lais.ufrn.br/

Manin, B., Przeworski, A., & Stokes, S. C. (2006). Eleições e Representações. São Paulo: Lua Nova.

Medeiros, J. G. N. (2020). SESAD realiza testes rápidos em moradores de rua. Recuperado de https://parnamirim.rn.gov.br/newsItem.jsp?p=11308

MP recomenda. (2020). Agora RN. 12 mai., 2020. Recuperado de https://agorarn.com.br/geral/mprn-recomenda-que-extremoz-se-abstenha-de-fazer-propaganda-irregular-e-antecipada/

O’donnell, G. (1998). Accountability Horizontal e novas poliarquias. Revista de Cultura e Política, 44, 27-54.

PEC nº 18. (2020). Acrescenta o art. 115 ao Ato das Disposições Constitucionais Transitórias (ADCT) para dispor sobre o adiamento das eleições municipais para Prefeito, Vice-Prefeito e Vereador, previstas para 4 de outubro de 2020, para o dia 6 de dezembro do mesmo ano, em decorrência das medidas para o enfrentamento da pandemia da Covid-19 declarada pela Organização Mundial da Saúde. Recuperado de https://www25.senado.leg.br/w eb/atividade/materias/-/materia/142016

Pesquisa avalia desempenho. (2020). Tribuna do Norte. 03 jul., 2020. Recuperado de http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/77-dos-natalenses-sa-o-favora-%20veis-ao-isolamento-social/478130http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/pesquisa-avalia-desempenho-de-gestores-durante-a-pandemia/483845

Prefeito de Natal. (2020). G1 RN. 29 jul., 2020. Recuperado de https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2020/07/29/prefeito-de-natal-recua-e-suspende-reinicio-das-aulas-presenciais-em-10-de-agosto.ghtml

Silveira, R. M. C., Almeida, L. S. B., Medeiros, S. R. F. Q., Silva, B. C. N., Melo, K. S., & Silva, G. R. (2020). Governança metropolitana em tempos de pandemia. Em M. L. Clementino.; L.

TSE. (2016). Estatísticas eleitorais. Recuperado de http://www.tse.jus.br/eleicoes /estatisticas/estatisticas-eleitorais

Vital, B. (2020). Cidade da Região Metropolitana de Natal decreta 'isolamento social rígido' em combate à pandemia de Covid-19. Recuperado de https://g1.globo.com/rn/rio-grande -do-norte/noticia/2020/07/03/cidade-da-regiao-metropolitana-de-natal-decreta-isolamento-social-rigido-em-combate-a-pandemia-de-covid-19.ghtml

Published

21/09/2020

How to Cite

BARROS, T. C. de A. N. .; SILVEIRA, R. M. da C. .; MEDEIROS, S. R. F. Q. de .; ALMEIDA, L. de S. B. .; CÂMARA, R. L. M. da .; CLEMENTINO, M. do L. M. .; MELO, K. S. de .; QUEIROZ, J. V. R. de .; SILVA, G. R. da . The Covid-19 pandemic, the political dispute and the 2020 elections in the Metropolitan Region of Natal (RN, Brazil). Research, Society and Development, [S. l.], v. 9, n. 10, p. e1689108530, 2020. DOI: 10.33448/rsd-v9i10.8530. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/8530. Acesso em: 22 feb. 2024.

Issue

Section

Human and Social Sciences