The use of digital media in education: from perspective to practice

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i11.9524

Keywords:

Teaching; Methodologies; Continuing education; Technologies.

Abstract

Technological evolution is a constant in all contemporary social activities. Despite this, the school methodology remains, with rare exceptions, without significant changes in relation to the use of Digital Technologies. This article is a proposal for reflection on pedagogical practice in order to understand it in the context of the initial and continuing education of educators, showing the use of TDIs as essential pedagogical tools in the current context. The investigation was developed under a qualitative ethnographic approach, using the action research process in the participant observation modality. The production of information involves the observation of practical activities with the use of technologies, interviews and document analysis, with the interpretation by the data triangulation process. The discussions highlight the standardization of the methodology for transmitting content through memorization and learning through the repetition of ready-made concepts. The results indicate expository classes and the use of the textbook and the blackboard as resources most used by teachers in the classroom. The suspension of face-to-face classes due to the Pandemic, evidenced the more accentuated use of digital resources in teaching due to the modality of remote classes. The final considerations point to the relevance of the theme in the current educational scenario and emphasize the importance of the teacher seeking training and modernizing his practice in order to use the technologies for his own growth and that of the student, promoting the appropriate use of Digital Information Technologies and Communication in the context of meaningful, dynamic and transformative learning.

References

Amado, J. S. (2009). Introdução à Investigação Qualitativa em Educação. Relatório de Disciplina apresentado nas Provas de Agregação. Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra.

Arroyo, M. G. (2008). Indagações sobre currículo: educandos e educadores: seus direitos e o currículo. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria Educação Básica.

Brasil. (2008). Ministério da Educação. Manual do formador. Introdução à Educação Digital: curso de formação continuada para professores do ensino fundamental e médio da rede pública. Brasília: MEC.

Brasil. (2018). Ministério da Educação. Censo Escolar 2017. Notas Estatísticas Brasília-DF.

Brito, G. S., Purificação, I. (2011). Educação e novas tecnologias: um (re)pensar. (3a ed.), Rev. atual. e ampl. IBPEX.

Bruzzi, D. G. (2016). Uso da tecnologia na educação, da história à realidade atual. 27, 475-483. Versão Final.pdf–Revista UFG. https://www.revistas.ufg.br/sv/article/viewFile/42325/21309.

Cardoso, A. O. C. (2010). A formação continuada de professores e o uso das tecnologias de informação e comunicação: um diálogo necessário. [Dissertação Mestrado em Educação]. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Faculdade de Educação, Porto Alegre. http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/3668.

Cardoso, A. O. C. (2015). Tecnologias digitais, currículo e interdisciplinaridade na escola: um link possível a partir da ação docente. Educação Por Escrito, Porto Alegre, 6 (2), 208-219, jul.-dez. https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/porescrito.

Carmo, J. R.; Paciulli, S. O. D; Nascimento, D. L. (2020). O impacto do uso de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC’s) por docentes dos Institutos Federais localizados em Minas Gerais em um contexto de pandemia. Research,Society and Development. 9 (10), e5199108940. http://doi.org/10.33448/rsd-v9i10.8940.

Costa, L. M. (2015). Programa Nacional de Tecnologia Educacional. (ProInfo) - Expansão, democratização e inserção das tecnologias na Rede Pública. Quanta Comunicação e Cultura, 1 (1). Faculdades Dom Bosco. https://www.aedb.br/publicacoes/index.php/comunicacao.

Flick, U. (2009). Introdução à pesquisa qualitativa. (3a ed.) Artmed.

Freire, P. (2005). Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. (31a ed. ), Paz e Terra.

Freire, P. (2011). Pedagogia do Oprimido. Paz e Terra.

Garcia, M. F. (2004). Ensino-aprendizagem por meio da pesquisa: a constituição do grupo como comunidade educacional. In Geraldi, C. M. G.; Riolfi, C. R e Garcia, M. F. (Orgs). Escola viva. 169-194. Mercado de Letras.

Giraffa, L. M. M. (2013). Jornada nas escolas: a nova geração de professores e alunos. Revista Tecnologias, Sociedade e Conhecimento. 1 (1), 100-118. https://www.nied.unicamp.br/r evista/index.php/tsc/article/download/112/100/.

Gobatto, M. R. (2015). Formação continuada no estado de Mato Grosso no contexto das políticas públicas educacionais. Laplage em Revista. 1(2), 107-118. https://www.laplage emrevista.ufscar.br/index.php/lpg/article/download/24/374.

Jenkins, Henry. (2009). Cultura da Convergência. Tradução Suzana Alexandria. (2a ed.) Aleph.

Kenski, V. M. (2012). Educação e tecnologias: Um novo ritmo da informação. (8a ed.) Papirus.

Lago, C. F. (2012). A tecnologia utilizada na educação pelos padres jesuítas no Brasil colonial. http://www.celso.lago.nom.br/tcc-me-celso-frederico-lago%20-%20FINAL.pdf.

.

Minayo, M. C. S. (2009). (Org.) Pesquisa Social. Teoria, método e criatividade. (28a ed.) Vozes.

Moran, J. M. (2001). Novos desafios na educação: a Internet na educação presencial e virtual.

Saberes e Linguagens de educação e comunicação. Tânia Maria E. Porto (org). Ufpel. 19-44.

Moran, J. M. (2013). Desafios que as tecnologias digitais nos trazem. http://www.eca.usp.br/prof/moran/site/textos/tecnologias_eduacacao/desaf_int.pdf.

Morin, E. (2000). Os Sete Saberes necessário à Educação do Futuro. Cortez.

Nóvoa, A. (2002). Formação de professores e trabalho pedagógico. Educa.

Orofino, M. I. (2006). Mídias e Mediação Escolar: Pedagogia dos Meios, Participação e Visibilidade. Cortez.

Perrenoud, P. (2000). Dez novas competências para ensinar. Artes Médicas.

Perrenoud, P. (2002). A prática reflexiva no ofício de professor: profissionalização e razão pedagógica. Trad. Claudia Schilling. Artmed.

Piaget, J. (2001) A construção do real na criança. Ática.

Prensky, M. (2001). Digital Natives, Digital Immigrants. On the Horizon. United Kingdom: MCB University Press. 9 (5). https://www.marcprensky.com/writing/Prensky%20-% 20Digital%20Natives,%20Digital%20Immigrants%20-%20Part1.pdf.

Prensky, M. (2010). O papel da tecnologia no ensino e na sala de aula – UCS. Cap. 16 – Conjectura, Marc Prensky 15 (2), Trad. de Cristina M. Pescador. https://www.conjur.com.br/2018-jan-02/embargada-milenio-marc-prenskyconsultor-educacao.

Prenski, M. (2010). O aluno virou especialista. In Revista Época. Entrevista. http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI153918-15224,00-MARC+PRENSK Y+O+ALUNO+VIROU+O+ESPECIALISTA.html.

Prensky, M. (2018). Não podemos forçar os jovens a fazer o que foi bom para nós – ConJur. In Revista Milenio. Entrevista concedida pelo consultor em educação Marc Prensky ao jornalista Marcelo Lins para o Milênio. https://www.conjur.com.br/2018-jan-02/embargada-milenio-marc-prenskyconsultor-educacao.

Queiroz, D. R.; Oliveira, F. R. G.; Freitas, M. N.; Cunha, N. B.; Cunha, N. C.; Cunha, T. N. B. (2015). Saberes docentes nas décadas de 70 e 80 - Cadernos da Fucamp, 14(21), 15-29. http://fucamp.edu.br/editora/index.php/cadernos/article/download/538/393.

Tardif, M. (2014). Saberes docentes e formação profissional. Vozes Limitada.

Thiollent, M. (2030). Metodologia da pesquisa-ação. (12a ed.) Cortez.

UNICEF. (2020). alerta: garantir acesso livre à internet para famílias e crianças vulneráveis é essencial na resposta à Covid-19. https://www.unicef.org/brazil/comunicados-de-imprensa/uni cef-alerta-essencial-garantir-acesso-livre-a-internet-para-familias-e-criancas-vulneraveis.

Vygotsky, L. S. (2001). A Construção do Pensamento e da Linguagem. Marins Fontes.

Zeichner, K. M. (1993). A formação Reflexiva de Professores: Ideias e Práticas. Educa.

Published

05/11/2020

How to Cite

Tessari, R. M. ., Fernandes, C. T., & Campos, M. das G. . (2020). The use of digital media in education: from perspective to practice. Research, Society and Development, 9(11), e809119524. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i11.9524

Issue

Section

Education Sciences