Effects of school environments and the resources made available to physical education classes on the motor proficiency of children in a municipality in the south of Minas Gerais

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i11.9697

Keywords:

Motor Proficiency; Physical Education; School environment; Teaching.

Abstract

The objective of this study was to verify if the school environment and Physical Education classes modify the motor performance of children from public schools (EPb) and private schools (EPa) of basic education in a city in the south of Minas Gerais. The study involved the participation of 100 children, of both sexes, aged between six and nine years, from two educational institutions, one private and the other public. The school environment and children were assessed punctually, using three instruments: a) test to assess fundamental motor skills (TGMD-2); b) protocol of observations of physical education classes to assess their quality; c) checklist to assess the infrastructure, material resources and content worked on by the teacher. For data analysis, the “two-way ANOVA” with independent variables and the “ANCOVA” covariance test were used and the results showed that EPa students had better motor proficiency when compared to EPb. The analysis of covariance showed that the school environment is related to the process of developing fundamental motor skills, however, the teacher's pedagogical practice did not significantly interfere in the children's learning.

References

Brauner, L. M., & Valentini, N. C. (2009). Análise do desempenho motor de crianças participantes de um programa de atividades físicas. Journal of Physical Education, 20(2), 205-216.

Chow, B. C., & Louie, L. H. T. (2013). Difference in children's gross motor skills between two types of preschools. Perceptual and Motor Skills, 116(1), 253-261.

Costa, R. M., & Silva, E. A. A. (2009). Escala de desenvolvimento motor de Rosa Neto: estudo longitudinal em uma escola da rede particular de ensino de Cuiabá-MT. Connection Line - Revista Eletrônica do UNIVAG, (4), 51-64.

Cotrim, J. R., Lemos, A. G., Júnior, J. E. N., & Barela, J. A. (2011). Desenvolvimento de habilidades motoras fundamentais em crianças com diferentes contextos escolares. Journal of Physical Education, 22(4), 523-533.

Damazio, M. S., & Silva, M. F. P. (2008). O ensino da educação física e o espaço físico em questão. Pensar a prática, 11(2), 189-196.

Darido, S. C. (2012). Educação física na escola: conteúdos, suas dimensões e significados. Universidade Estadual Paulista. Prograd. Caderno de formação: formação de professores didática geral. São Paulo: Cultura Acadêmica, 51-75.

Freitas, H. B. (2014) A importância do Espaço Físico e Materiais Pedagógicos para as aulas de Educação Física na Escola Pública do município de Unaí – MG. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física – Licenciatura) – Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Universidade Aberta do Brasil. Buritis: UnB/UAB. 36 f.

Gallahue, D. L., Ozmun, J. C., & Goodway, J. D. (2013). Compreendendo o desenvolvimento motor: bebês, crianças, adolescentes e adultos (7ª ed.) Porto Alegre: AMGH.

Gallahue, D. L., & Donnelly, F. C. (2008). Educação Física Desenvolvimentista para Todas as Crianças (4a ed.). São Paulo: Phorte.

Giagkazoglou, P., Karagianni, O. Sidiropoulou, M., & Salonikidis, K. (2008). Effects of the characteristics of two different preschool-type setting on children’s gross motor development. European Psychomotricity Journal, 1(2), 54-60.

Papalia, D. E., & Feldman, R. D. (2013) Desenvolvimento Humano (12a ed.). São Paulo: AMGH.

Programa Segundo Tempo (PST). (2016). Manual do Protocolo de Observação de Aula. Recife.

Queiroz, D. D. R., Henrique, R. D. S., Feitoza, A. H. P., Medeiros, J. N. S. D., Souza, C. J. F. D., Lima, T. D. J. S., & Cattuzzo, M. T. (2016). Competência motora de pré-escolares: Uma análise em crianças de escola pública e particular. Motricidade, 12(3), 56-63.

Queiroz, L. T. D. S., & Pinto, R. F. (2010). A criança: fatores que influenciam seu desenvolvimento motor. Revista Digital Buenos Aires, 14.

Shigunov, V. (1997). A influência dos espaços físicos e materiais esportivos das escolas públicas no desempenho do professor de educação física. Anais do X COMBRACE, Goiânia, 1, 679-686.

Soares, A. J. G., Brito, M. J. C., Santos, T. M., Oliveira, A. A. B., Cardoso, M. S., Vieira, J. L. L., Costa, L. C. A., & Damasceno, V. O. (2017). Concepção e validação do protocolo de observação de aula (POA) do programa segundo tempo. Journal ofPhysicalEducation, 28(1).

Tani, G. (1987). Educação física na pré-escola e nas quatro primeiras séries do ensino de primeiro grau: uma abordagem de desenvolvimento i. Kinesis, 3(1).

Teixeira, R. F. (2015). Avaliação do ambiente escolar para o ensino e prática da educação física no ensino fundamental. Dissertação (Mestrado) - Curso de Desenvolvimento, Sociedade e Cooperação Internacional, Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares, Universidade de Brasília – Unb.

Tenório, M. C. M., Tassitano, R. M., & Lima, M. C. (2012). Conhecendo o ambiente escolar para as aulas de educação física: existe diferença entre as escolas? Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde, 17(4), 307-313.

Ulrich D. (2000). The testof gross motor development. Austin: Prod-Ed.

Valentini, N. C. (2002a). A influência de uma intervenção motora no desempenho motor e na percepção de competência de crianças com atrasos motores. Revista Paulista de Educação Física, 16(1), 61-75.

Valentini, N. C. (2002b). Percepções de competência e desenvolvimento motor de meninos e meninas: um estudo transversal. Movimento. 8(2), 51-62.

Zabala, A. (1998). A pratica educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artmed.

Published

11/11/2020

How to Cite

Oliveira, V. P. de, Santos, A. A. dos ., Silva, A. G. da ., Reis, F. P. G. dos ., Batista, M. T. S. ., Pereira, F. de P. ., Ferreira , L. F. ., Souza, C. J. F. de ., & Bruzi, A. T. . (2020). Effects of school environments and the resources made available to physical education classes on the motor proficiency of children in a municipality in the south of Minas Gerais. Research, Society and Development, 9(11), e2039119697. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i11.9697

Issue

Section

Education Sciences