Concept map as an integrative teaching-service tool in permanent health education: report of experience

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i11.9810

Keywords:

Learning; Teaching; Concepts; Education continuing.

Abstract

Objective: To present the experience of building and using the conceptual map (CM) to support permanent health education in the teaching-service integration, through the perception of professionals involved in the process. Method: Experience report lived by master's students during the Health Education Module II, of the Professional Master's in Family Health (MPSF) at the State University of Ceará (UECE). The study took place in the municipality of Maracanaú, Ceará, in the period from October to November 2015, in four stages: 1. Contact and scheduling with professionals representing Management, Social Control, the Teaching-Service Integration Commission, the Higher Education and the Integrated Health Residence Preceptorship of the State of Ceará School of Public Health; 2. Conversation wheel guided by three self-reflective questions for the construction of the MC using the CmapTools program; 3. Presentation of the MC to the class of the discipline and 4. Revisitation and validation of the MC with health professionals. Results and Discussions: The MC proved to be a facilitator of learning through the relationship of concepts and the creation of connections with other concepts. There was little use by professionals due to the lack of knowledge and embarrassment in the interrelation of concepts, but they understand that it is a resource that allows an expanded view of the process, based on the different concepts that are interconnected. Final Considerations: The use of the CM enabled the development of cognitive skills, through significant strategies of permanent education, facilitating the mediation of the challenges and contributing to the reframing of practices and processes in the teaching-health service relationship.

Author Biographies

Geanne Maria Costa Torres, Universidade Regional do Cariri

Enfermeira da Secretaria de Saúde de Salitre, Ceará. Mestre em Saúde da Família pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Membro do Grupo de Pesquisa Clínica, Cuidado e Gestão em Saúde – GPCLIN/URCA. Crato, Ceará, Brasil.

Inês Dolores Teles Figueiredo, Universidade Regional do Cariri

Enfermeira. Mestre em Saúde da Família pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Docente do Curso de Enfermagem da Universidade Regional do Cariri (URCA). Crato, Ceará, Brasil.

José Auricélio Bernardo Cândido, Universidade Estadual do Ceará

Enfermeiro da Secretaria de Saúde de Horizonte, Ceará. Mestre em Saúde da Família pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Fortaleza, Ceará, Brasil.

Walber Mendes Linard, Universidade Estadual do Ceará

Farmacêutico da Secretaria de Saúde de Maracanaú, Ceará. Mestre em Saúde da Família pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Fortaleza, Ceará, Brasil.

Maria Irismar de Almeida, Universidade Estadual do Ceará

Enfermeira. Doutora em Enfermagem pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Professora Adjunta da Universidade Estadual do Ceará (UECE), Fortaleza, CE, Brasil.

References

Behar, P. A., Silva, K. K. A. (2012). Mapeamento de competências: um foco no aluno da Educação a Distância. CINTED-UFRGSV, 10(3), 1-11.

Bittencourt, G. K. G. D. B., Nobrega, M. M. L., Medeiros, A. C. T., Furtado, L. G. (2013). Mapas conceituais no ensino de pós-graduação em enfermagem: relato de experiência. Rev. Gaúcha Enferm., 34(2), 172-176.

Carabetta Júnior, V. (2013). A utilização de mapas conceituais como recurso didático para a construção e inter-relação dos conceitos. Revista Brasileira de Educação Médica, 37(3): 441-447.

Carvalho, D. P. S. R. P., Vitor, A. F., Barichello, E., Villar, R. L. A., Pereira-Santos, V. E.; et al. (2016). Aplicação do mapa conceitual: resultados com diferentes métodos de ensino-aprendizagem. Aquichan. 16(3), 382-391.

Ferreira, A. M., Cohrs, C. R., De Domenico, E. B. L. (2012). Software CMAP TOOLS® para a construção de mapas conceituais: a avaliação dos estudantes de enfermagem. Revista Escola de Enfermagem USP, 46(4), 967-72.

Fortuna, C. M., Matumoto, S., Pereira, M. J. B., Camargo-Borges, C., Kawata, L. S., Mishima, S. M. (2013). Educação permanente na estratégia saúde da família: repensando os grupos educativos. Rev. Latino-Am. Enfermagem, 21(4).

Franco, M. A. R. S. (2016). Prática pedagógica e docência: um olhar a partir da epistemologia do conceito. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, 97(247), 534-551.

Giffoni, J. S., Barroso, M. C. S., Sampaio, C. G. (2020). Aprendizagem significativa no ensino de Química: uma abordagem ciência, tecnologia e sociedade. Research, Society and Development, 9(6), e13963416.

Gonçalves, C. N. S., Corrêa, A. B., Simon, G., Prado, M. L., Rodrigues, J., Reibnitz, K. S. (2014). Integração ensino–serviço na voz de profissionais de saúde. Revenferm UFPE, 8(6): 1678-86.

Haddad, A. E. (2011). A enfermagem e a Política Nacional de Formação dos Profissionais de Saúde para o SUS. RevEscEnferm, 45(2), 1803-9.

Lorenzetti, L., Silva, V. R. (2018). The use of conceptual maps in science teaching in initial years. Espaco Pedagogico. 25(2), 383-406.

Mateus, W. D., Costa, L. M. (2014). A utilização de mapas conceituais como recurso didático no ensino de ciências naturais. Revista Eletrônica de Ciências da Educação, 13(2), 826-36.

Mendes, T. M. C., Ferreira, T. L. S., Carvalho, Y. M., Silva, L. G., Souza, C., et al. (2020). Contributions and challenges of teaching-service-community integration. Texto & Contexto - Enfermagem, 29, e20180333.

Moreira, M. A. (2013). Aprendizagem significativa em mapas conceituais. Textos de Apoio ao Professor de Física, 24(6), 1-49.

Noonan, P. (2011). Using concept maps in perioperative education. AORNJ, 94(5), 469-78.

Novak, J. D., Cañas, A. J. (2010). A teoria subjacente aos mapas conceituais e como elaborá-los e usá-los. Práxis Educativa, 5(1), 9-29.

Novak, J. D., Cañas, A. J. (2010). A teoria subjacente aos mapas conceituais e como elaborá-los e usá-los. Práxis Educativa, 5(1), 9-29.

Olanda, R. G. T. (2015). Educação permanente em saúde no cotidiano da enfermagem: um movimento que se faz mudança. 2015. 121f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de Mato Grosso, Instituto de Educação, Cuiabá.

Paulino, V. G., Souza, R. R. (2013). O mapa conceitual no ensino da óptica da visão: uma experiência de utilização. Revista Eletrônica do Curso de Pedagogia - UFG, 15(2), 1-13.

Silva, A. A. S., Franco, G. P., Leite, M. T., Pinno, C., Lima, V. M. L., Saraiva, N. (2011). Concepções educativas que permeiam os planos regionais de educação permanente em saúde. Texto Contexto Enferm, 20(2), 340-8.

Souza, N. A., Boruchovitch, E. (2010). Mapas conceituais: estratégia de ensino/aprendizagem e ferramenta avaliativa. Educação em Revista, 26(3), 195-217.

Tolfo, C. (2020). Os Mapas Conceituais e a promoção da participação ativa em sala de aula. Research, Society and Development, 9(1), e69911630.

Published

11/11/2020

How to Cite

Torres, G. M. C. ., Figueiredo, I. D. T. ., Cândido, J. A. B. ., Linard, W. M. ., & Almeida, M. I. de. (2020). Concept map as an integrative teaching-service tool in permanent health education: report of experience. Research, Society and Development, 9(11), e1919119810. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i11.9810

Issue

Section

Review Article