Factors associated with high density lipoprotein cholesterol dyslipidemia in quilombolas

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i11.9812

Keywords:

Group with African Continental ancestry; Dyslipidemias; Cholesterol, HDL; Lipoproteins, HDL; Health Surveys.

Abstract

The present study aimed to analyze the prevalence of high-density lipoprotein (HDL-c) cholesterol dyslipidemia and associated factors in the quilombola population in Bahia. This is a population-based study, with 850 adults of both sexes. HDL-c dyslipidemia was determined to be <50 mg/dl for women and <40 mg/dl for men, as updated by the Brazilian Dyslipidemia and Atherosclerosis Prevention Directive. Poisson regression, crude and adjusted, was used to test associations. The prevalence of HDL-c dyslipidemia was 17.5% (95% confidence interval: 14.9: 20.0). The factors associated (p<0.05) with dyslipidemia were: age, marital status, hypertension and diabetes. It is concluded that HDL-c dyslipidemia is more prevalent in older, married, hypertensive and diabetic quilombolas.

Author Biographies

Mariana da Silva Santos, Secretaria de Saúde de Itapetinga

Graduada em Enfermagem. Integrante do Grupo de Estudos, Pesquisa e Extensão em Educação, Cultura e Saúde (GEPEECS). 

Cláudio Bispo de Almeida, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Mestre em Educação Física. Professor na Universidade do Estado da Bahia. Integrante do Grupo de Estudos, Pesquisa e Extensão em Educação, Cultura e Saúde (GEPEECS).

Aline Gomes Santos, Universidade do Estado da Bahia

Graduada em Enfermagem. Integrante do Grupo de Estudos, Pesquisa e Extensão em Educação, Cultura e Saúde (GEPEECS).

Angelo Maurício de Amorim, Universidade do Estado da Bahia

Doutor em Educação Física. Vice-Líder do Grupo de Estudos, Pesquisa e Extensão em Educação, Cultura e Saúde.

Ricardo Franklin de Freitas Mussi, Universidade do Estado da Bahia

Doutor em Educação Física. Líder do Grupo de Estudos, Pesquisa e Extensão em Educação, Cultura e Saúde (GEPEECS).

References

Abreu, L. C. C., Silva, C. S. C., Santos, K. H. M. R., & Conceição, S. S. (2020). Educação interprofissional em saúde e seu impacto na atenção integral. Cenas Educacionais, 3, e8869.

Alessa, T., Septo, A., Chacra, W., Mendes, A. & Goldberg, R. B. (2015). High HDL-C prevalence is common in type 1 diabetes and increases with age but is lower in Hispanic individuals. Journal of Diabetes and its Complications, 29(1), 105-107.

Almeida, C. B., Santos, A. S., Vilela, A. B. A. & Casotti, C. A. (2019). Reflexão sobre o controle do acesso de quilombolas à saúde pública brasileira. Avances en Enfermería, 37(1), 92-103.

Almeida, I. L. S., Santos, S. R., Queiroz, B. M. & Mussi, R. F. F. (2020). Estilo de vida, morbidades e multimorbidade em Quilombolas adultos. ABCS Health Sciences, 45(1325), 1-7.

Araújo, M. J. S., Castro, A. K., Souza, A. F. S., Silva, E. C., Lima, J. B. O., Carvalho, J. A. S., Pereira, M. S., Freitas, M. V. C., Pereira, R. S., Pereira, S. M. F., Sousa, S. D. C., Lustosa, K. K. H. M. M., Ibiapina, A. F. & Vilhena, G. H. R. (2020). Representatividades quilombolas do grupo Dandara da comunidade Sussuarana de Piripiri, Piauí, Brasil. Research, Society and Development, 9(7), e515974376.

Barbosa, M. C. L., Barbosa, J. B., Guerra, L. F. A., Barbosa, M. F. L., Barbosa, F. L., Barbosa, R. L., Guida, D. L., Martins, M. L. B., Bouskela, E., Nascimento, M. D. S. B., Melo, G. S. O. & Castro, M. M. S. (2015). Dyslipidemia and cardiovascular risk in Afro-descendants: a study of the Quilombola communities in Maranhão, Brazil. Revista Brasileira de Medicina da Família e Comunidade, 10(36), 1-10.

Batlouni, M. (2001). Endotélio e hipertensão arterial. Revista Brasileira de Hipertensão, 8(3), 328-338.

Bezerra, V. M., Medeiros, D. S., Gomes, K. O., Souzas, R., Giatti, L., Steffens, A. P., Kochergin, C. N., Souza, C. L., Moura, C. S., Soares, D. A., Santos, L. R. C. S., Cardoso, L. G. V., Oliveira, M. V., Martins, P. C., Neves, O. S. C. & Guimarães, M. D. C. (2014). Inquérito de Saúde em Comunidades Quilombolas de Vitória da Conquista, Bahia, Brasil (Projeto COMQUISTA): aspectos metodológicos e análise descritiva. Ciência e Saúde Coletiva,19(6), 1835-1847.

Bosy-Westphal, A., Later, W., Hitze, B., Sato, T., Kossel, E., Gluer, C. C., Heller, M. & Muller, M. J. (2008). Accuracy of Bioelectrical Impedance Consumer Devices for Measurement of Body Composition in Comparison to Whole Body Magnetic Resonance Imaging and Dual X-Ray Absorptiometry. Obesity Facts, 1(6), 319-324.

Cruz, J. H. A., Moreira, I. C. S., Alves, M. F. V., Satyro, M. A. S. A., Diniz, A. F., Anjos, R. M., Guênes, G. M. T., Penha, E. S., Figueiredo, C. H. M. C., Oliveira Filho, A. A. & Alves, M. A. S. G. (2020). Comparação entre as concentrações de triglicerídeos e colesterol na saliva e no sangue. Research, Society and Development, 9(7), e412974361.

Delisle H, Ntandou G, Sodjinou R, Couillard C, Després J-P. At-Risk Serum Cholesterol Profile at Both Ends of the Nutrition Spectrum in West African Adults? The Benin Study. Nutrients, 2013, 5(4), 1366-1383.

Faludi, A. A., Izar, M. C. O., Saraiva, J. F. K., Chacra, A. P. M., Bianco, H. T., Afiune Neto, A., Bertolami, A., Pereira, A. C., Lottenberg, A. M., Sposito, A. C., Chagas, A. C. P., Casella-Filho, A., Simão, A. F., Alencar Filho, A. C., Caramelli, B., Magalhães, C. C., Magnoni, D., Negrão, C. E., Ferreira, C. E. S., Scherr, C., Feio, C. M. A., Kovacs, C., Araújo, D. B., Calderaro, D., Gualandro, D. M., Mello Junior, E. P., Alexandre, E. R. G., Sato, I. E., Moriguchi, E. H., Rached, F. H., Santos, F. C., Cesena, F. H. Y., Fonseca, F. A. H., Fonseca, H. A. R., Xavier, H. T., Pimentel, I. C., Giuliano, I. C. B., Issa, J. S., Diament, J., Pesquero, J. B., Santos, J. E., Faria Neto, J. R., Melo Filho, J. X., Kato, J. T., Torres, K. P., Bertolami, M. C., Assad, M. H. V., Miname, M. H., Scartezini, M., Forti, N. A., Coelho, O. R., Maranhão, R. C., Santos Filho, R. D., Alves, R. J., Cassani, R. L., Betti, R. T. B., Carvalho, T., Martinez, T. L. R., Giraldez, V. Z. R. & Salgado Filho, W. (2017). Atualização da Diretriz Brasileira de Dislipidemias e Prevenção da Aterosclerose – 2017. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, 109(2Supl.1), 1-76.

Feitosa-Filho, G. S., Seydell, T. M., Feitosa, A. C. R., Maranhão, R. C. & Ramires, J. A. F. (2009). Transferências lipídicas para HDL em diabéticos tipo 2: associações com microalbuminúria, estatina e insulina. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, 92(2), 100-106.

Frank, A. T. H., Zhao, B., Jose, P. O., Azar, K. M. J., Forman, S. P. & Palaniappan, L. P. (2014). Racial/Ethnic Differences in Dyslipidemia Patterns. Circulation, 129(5), 570–579.

Fundação Palmares. (2016). Brasília: Fundação Palmares. Recuperado de http://www.palmares.gov.br

González-Rivas, J. P., Nieto-Martínez, R., Brockovich, I., Gel, E. & Risqué, A. (2018). Prevalence of Dyslipidemias in Three Regions in Venezuela: The VEMSOLS Study Results. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, 110(1), 30-35.

Guedes, A. C. B. & Silva, F. N. L. (2020). Relato histórico, econômico e social do Quilombo de Santa Rita de Barreira, São Miguel do Guamá, Estado do Pará, Brasil. Research, Society and Development, 9(7), e533974352.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). (2014). Pesquisa Nacional de Saúde. Percepção do estado de saúde, estilos de vida e doenças crônicas. Rio de Janeiro, p.181.

Lelis, C. T., Teixeira, K. M. D. & Silva, N. M. (2012). A inserção feminina no mercado de trabalho e suas implicações para os hábitos alimentares da mulher e de sua família. Saúde em Debate, 36(95), 523-532.

Lima, E. S. & Couto, R. D. (2006). Estrutura, metabolismo e funções fisiológicas da lipoproteína de alta densidade. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial, 42(3), 169-178.

Magalhães, P. (2012). Rigidez arterial e seus determinantes em amostra de população negra de Angola e do Brasil. [tese]. Vitória: Universidade Federal do Espírito Santo.

Ministério da Saúde. (2013). Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Diretrizes para o cuidado das pessoas com doenças crônicas nas redes de atenção à saúde e nas linhas de cuidado prioritárias. Brasília, p.28.

Ministério da Saúde. (2018). Sistema de Internações Hospitalares do Sistema Único de Saúde. Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde 2018. Recuperado de http://datasus.saude.gov.br/

Moraes, S. A., Checchio, M. V. & Freitas, I. C. M. (2013). Dislipidemia e fatores associados em adultos residentes em Ribeirão Preto, SP: Resultados do Projeto EPIDCV. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia e Metabologia, 57(9), 691-701.

Mussi, R. F. de F., José, H. P. M., Azevedo, D. P. de, Amorim, A. M. de, & Petroski, E. L. (2019a). O ensino da antropometria na escola: uma proposta na educação em saúde. Cenas Educacionais, 2(1), 14-28.

Mussi, R. F. F. & Petroski, E. L. (2019a). Indicadores de obesidade: capacidade preditiva para síndrome metabólica em adultos quilombolas. Ciência & Saúde Coletiva, 24(7), 2471-2480.

Mussi, R. F. F. & Petroski, E. L. (2019b). Síndrome metabólica e fatores associados em quilombolas baianos. Ciência e Saúde Coletiva, 24(7), 2481-2490.

Mussi, R. F. F., Teixeira Mussi, L. M. P., Assunção, E. T. A. & Nunes, C. P. (2019b). Pesquisa Quantitativa e/ou Qualitativa: distanciamentos, aproximações e possibilidades. Revista Sustinere, 7(2), 414-430.

Mussi, R. F. F., Teixeira Mussi, L. M. P., Rodrigues, D. N., Almeida, C. B., Teixeira, E. P. & Figueiredo, A. C. M. G. (2020b). Inquérito de saúde em população quilombola baiana: relato de uma experiência em pesquisa epidemiológica. Saúde e Pesquisa, 13(3), 675-685

O’Brien, T. & Nguyen, T. T. (1997). Lipids and lipoproteins in women. Mayo Clinic Proceeding, 72(3), 235-44.

Ossege, C. L., Santos, O. M. dos, Franco, A. C. D., Hoepfner, N. de O., Carvalho, D. S. B. de, Moraes, G. H., Rego, E. R. de M., Machado, A. C., & Ronca, D. B. (2020). Atuação do profissional de saúde residente no enfrentamento da covid-19: um relato de experiência da secretaria de estado de saúde do distrito federal. Cenas Educacionais, 3, e8489.

Pereira, L. P., Sichieri, R., Segri, N. J., Silva, R. M. V. G. & Ferreira, M. G. (2015). Dislipidemia autorreferida na região Centro-Oeste do Brasil: prevalência e fatores associados. Ciência e Saúde Coletiva, 20(6), 1815-1824.

Pereira, R. N., Mussi, R. F. F. & Rocha, R. M. (2020). Acesso e utilização dos serviços de saúde por quilombolas contemporâneos baianos. Revista da ABPN, 12(31), 449-469.

Perini, T. A., Oliveira, G. L., Ornellas, J. S. & Oliveira, F. P. (2005). Cálculo do erro técnico de medição em antropometria. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, 11(1), 81-85.

Rodrigues, D. N., Mussi, R. F. F., Almeida, C. B., Nascimento Junior, J. R. A., Moreira, S. R. & Carvalho, F. O. (2020a). Determinantes sociodemográficos associados ao nível de atividade física de quilombolas baianos, inquérito de 2016*. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 29(3), e2018511.

Rodrigues, D. N., Mussi, R. F. F., Almeida, C. B., Petroski, E. L. & Carvalho, F. O. (2020b). Determinantes sociodemográficos da falta de prontidão para atividade física em adultos quilombolas. Revista de Ciências Médicas e Biológicas, 19(1), 89-94.

Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República (SEPPIR). (2010). Comunidades Quilombolas Brasileiras - Regularização Fundiária e Políticas Públicas. Brasília.

Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial (SBPC). (2014). Recomendações da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial (SBPC/ML): coleta e preparo da amostra biológica. Barueri: Manole/Minha Editora.

Souza, F. O., Lima Júnior, C. Q., Siqueira, I. C., Oliveira, N. C., Tavares, R. S., Rocha, T. M. D. & Moura, A. L. D. (2017). Avaliação do perfil lipídico de pacientes acima de 60 anos de idade atendidos em um laboratório-escola. Revista Brasileira de Análises Clínicas, 49(1), 70-75.

Stewart, A., Marfell-Jones, M., Olds, T. & Ridder. H. (2011). International standards for anthropometric assessment. ISAK: Lower Hutt, New Zealand.

Sumner, A. E., Harman, J. L., Buxbaum, S. G., Miller, B. V., Tambay, A. V., Wyatt, S. B., Taylor, H. A., Rotimi, C. N. & Sarpong, D. F. (2010). The Triglyceride/High-Density Lipoprotein Cholesterol Ratio Fails to Predict Insulin Resistance in African-American Women: An Analysis of Jackson Heart Study. Metabolic Syndrome and Related Disorders, 8(6), 511-514.

Teixeira Mussi, L. M. P., Mussi, R. F. F. & Araújo, A. G. (2020). Negligência/Negação à Escolarização em Quilombos da Região de Guanambi/Bahia. Veredas, 3(5), 80-103.

US Department of Health and Human Services, National Institutes of Health. (2008). Understanding Adult Obesity. WIN Weight-control Information Network: National Institute of Diabetes and Digestive and Kidney Diseases (NIDDK) Web site. NIH Publication No. 06-3680. Recuperado de https://healthfinder.gov/FindServices/Organizations/Organization.asp x?code=H R2455

Zwald, M. L., Akinbami, L. J., Fakhouri, T. H. I. & Fryar, C. D. (2017). Prevalence of Low High-density Lipoprotein Cholesterol Among Adults, by Physical Activity: United States, 2011–2014. NCHS Data Brief, (276),1-8.

Published

15/11/2020

How to Cite

Santos, M. da S. ., Almeida, C. B. de, Santos, A. G. ., Amorim, A. M. de ., & Mussi, R. F. de F. (2020). Factors associated with high density lipoprotein cholesterol dyslipidemia in quilombolas. Research, Society and Development, 9(11), e3209119812. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i11.9812

Issue

Section

Health Sciences