Analysis of scientific and technological production about Digital Forensic Science

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i11.10224

Keywords:

Forensic computing; Prospection; Bibliometry; Patents.

Abstract

The information age has brought more practicality in the way of dealing with data, increasing the use of technological resources. This new context has led to the emergence of new illegal activities such as digital crimes. In order to combat cybercrime, Forensic Science has evolved, with the addition of computer knowledge and the creation of the then Digital Forensic Science. To be successful in this mission, it is essential that Forensic Digital is always evolving and updating techniques through research and development of technological tools. With this work, the objective was to explore the current stage of scientific and technological development of Forensic Digital, by mapping the production of articles and patent deposits in the area. The Web of Science and Derwent Innovations Index databases were used to collect scientific and technological data, which were analyzed, giving them broader meanings, linked to the theoretical foundation. With the results it is pointed out that research has increased in the last decade with publications in several countries. However, there are still difficulties with the technologies, being developed mainly by individuals and companies. Thus, it is believed that the approximation between science and technology is essential for further advances in this area.

References

Barbosa, D. B. (2003). Uma introdução à propriedade intelectual. (2nd ed.) Rio de Janeiro: Lumen Juris.

Calazans, C. H., & Calazans, S. M. (2005). Ciência forense: das origens à ciência forense computacional. Anais do Seminário Regional de Informática. Santo Ângelo, RS, Brasil, 15.

CAPES. (2020). Portal de Periódicos CAPES/MEC. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Recuperado em 15 junho, 2020, de https://www.periodicos.capes.gov.br/index.php/institucional

Clarivate (2020). Derwent Innovations Index. Recuperado em 15 junho, 2020, de http://wokinfo.com/products_tools/multidisciplinary/dii/

Drucker, P. F. (1999). Administrando em Tempos de Grandes Mudanças. São Paulo: Pioneira.

Eleutério, P. M. S., & Machado, M. P. (2011). Desvendando a computação forense. São Paulo: Novatec.

Farmer, D., & Venema, W. (2000). Forensic Computer Analysis: An Introduction. Dr. Dobb’s. Recuperado em 21 junho, 2020, de https://www.drdobbs.com/forensic-computer-analysis-an-introduct/184404242

Guedes, V. L. S. & Borschiver, S. (2005). Bibliometria: Uma ferramenta estatística para a gestão da informação e do conhecimento em sistemas de informação, de comunicação e de avaliação científica e tecnológica. Anais do Encontro Nacional de Ciência da Informação. Salvador, BA, Brasil, 6.

INPI. (2019). Estrutura do INPI. Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Recuperado em 10 junho, 2020, de http://antigo.inpi.gov.br/sobre/estrutura

Jungmann, D. M. (2010). Inovação e propriedade intelectual: guia para o docente. Brasília: SENAI.

Koche, J. C. (2011). Fundamentos de metodologia científica. Petrópolis: Vozes.

Lei n. 5.648, de 11 de dezembro de 1970. (1970). Cria o Instituto Nacional da Propriedade Industrial e dá outras providências. Brasília, DF: Portal da Legislação.

Lei n. 9.279, de 14 de maio de 1996. (1996). Regula direitos e obrigações relativos à propriedade industrial. Brasília, DF: Portal da Legislação.

Lei n. 9.609, de 19 de fevereiro de 1998. (1998). Dispõe sobre a proteção da propriedade intelectual de programa de computador, sua comercialização no país, e dá outras providências. Brasília, DF: Portal da Legislação.

Lei n. 9.610, de 19 de fevereiro de 1998. (1998). Altera, atualiza e consolida a legislação sobre direitos autorais e dá outras providências. Brasília, DF: Portal da Legislação.

Maia, F. S. (2012). Criminalística geral. Fortaleza: MPCE. Recuperado em 18 junho, 2020, de http://tmp.mpce.mp.br/esmp/apresentacoes/I_Curso_de_Investigacao_Criminal_Homic%C3%ADdio/02_Criminalistica_Geral_29_11_2012.pdf

Medeiros, A. P. S. C. & Faria, L. I. L. (2006) Análise bibliométrica da produção científica da UNESP. Anais do Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias – SNBU. Salvador, BA, Brasil, 14.

Melo, L. P., Amaral, D. M., Sakakibara, F., Almeida, A. R., Sousa Júnior, R. T., & Nascimento, A. (2011). Análise de Malware: Investigação de Códigos Maliciosos Através de uma Abordagem Prática. Anais do Simpósio Brasileiro de Segurança da Informação e de Sistemas Computacionais. Brasília, DF, Brasil, 11.

Pozzebon, B. R. S., Freitas, A. C., & Trindade, M. B. (2017). Fotografia Forense – Aspectos históricos – Urgência de um novo foco no Brasil. Revista Brasileira de Criminalística, 6 (1), 14-51. Recuperado em 20 junho, 2020, de http://dx.doi.org/10.15260/rbc.v6i1.144

Ribeiro, N. M. (2018). Prospecção Tecnológica. vol. 2. Coleção PROFNIT. Salvador: IFBA.

Russo, S. L., Silva, G. F., & Nunes, M. A. S. N. (2012). Capacitação em inovação tecnológica para empresários. São Cristóvão: Editora UFS.

Saks, M. & K, J. (2005). The Coming Paradigm Shift in Forensic Identification Science. Science, 309 (5736), 892-895. Recuperado em 09 junho, 2020, de http://dx.doi.org/10.1126/science.1111565

Vaz, J. A. (2008). Metodologias de detecção de vestígios biológicos forenses. Dissertação de mestrado, Universidade de Aveiro, Aveiro, Portugal.

WIPO. (2020a). General Course on Intellectual Property DL–101. World Intellectual Property Organization. Recuperado em 25 maio, 2020, de https://welc.wipo.int/acc/index.jsf

WIPO. (2020b). Paris Convention for the Protection of Industrial Property. World Intellectual Property Organization. Recuperado em 25 maio, 2020, de http://www.wipo.int/treaties/en/ip/paris/

Yasincac, A. & Manzano, Y. (2001). Policies to enhance computer and Network Forensics. Proceedings of the Workshop on Information Assurance and Security. New York: United States Military Academy.

Published

21/11/2020

How to Cite

Silva, W. de V. R. da, Adelino, M. A., Silva, M. V. da, Silva, F. C. da, & Silva-Mann, R. (2020). Analysis of scientific and technological production about Digital Forensic Science. Research, Society and Development, 9(11), e45391110224. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i11.10224

Issue

Section

Exact and Earth Sciences