Low Carbon Agriculture Plan (ABC): a bibliometric review focused on the state of Mato Grosso, Brazil

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v8i8.1253

Keywords:

ABC Observatory; Agriculture; Low Carbon.

Abstract

Since the beginning of international conventions to deal with climate issues, several debates and efforts have been made to mitigate environmental impacts in the world. Among the various plans in Brazil, the Low Carbon Agriculture Plan - ABC Plan was created, which aims to reduce greenhouse gas emissions in agriculture. Thus, to describe some characteristics of the scientific productions related to the Plan and the ABC Program, in a context focused on the state of Mato Grosso, Brazil. The study was developed by means of a bibliometric survey, besides analyzing the scientific activity and identifying the trends of publications with this theme. To this end, a survey was conducted in the Dimensions databases and in the CAPES Periodicals Portal, considering as inclusion criteria: (i) general information on the ABC Plan; (ii) data on application and development of the ABC Plan and Program in Brazil and (iii) data on application and development of the ABC Plan and Program in the state of Mato Grosso, between 2014 and 2018, in Portuguese and English. Documents and monographs were excluded. The results indicated that, in 2016, there was an increase in agricultural productivity associated with the low emission of Greenhouse Gases (GHG), concomitantly with an increase in investments in the ABC Plan in Mato Grosso, showing a growing increase in scientific production of this theme. Finally, with the review, it is evident that the incentives to the ABC Plan were relevant, however, it still does not have representation for the state's agricultural production, due to the concentration of resources.

References

Almeida, A. A., Miranda, O. B., Lourenço, L. M. (2013). Violência doméstica/intrafamiliar contra crianças e adolescentes: uma revisão bibliométrica. Revista Interinstitucional de Psicologia, v. 6, n. 2, p. 298-311.

Alves-Pinto, H. N., Newton, P., Pinto, L. F. G. (2015). Reducing deforestation and enhancing sustainability in commodity supply chains: interactions between governance interventions and cattle certification in Brazil. Tropical Conservation Science, v. 8, n. 4, p. 1053-1079.

Andrade, J. C. S., Costa, P. (2008). Mudança climática, Protocolo de Kyoto e mercado de créditos de carbono: desafios à governança ambiental global. Organizações & Sociedade, v. 15, n. 45, p. 29-45.

Araújo, C. A. A. (2006). BIBLIOMETRIA: evolução histórica e questões atuais. Em Questão, v. 12, n. 1, p. 11-32.

Arvor, D., Daugeard, M., Tritsch, I., De Mello-Thery, N. A., Thery, H., Dubreuil, V. (2018). Combining socioeconomic development with environmental governance in the Brazilian Amazon: The Mato Grosso agricultural frontier at a tipping point. Environment, development and sustainability, v. 20, n. 1, p. 1-22.

Azevedo, T. R. (2017). Emissões de GEE do Brasil e suas implicações para políticas públicas e a contribuição brasileira para o Acordo de Paris (Período 1970-2015). Documento síntese do Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas, 80p.

Bacen, Banco Central do Brasil. Resolução nº 3.896, de 17 de agosto de 2010. Institui, no âmbito do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Programa 138 para Redução da Emissão de Gases de Efeito Estufa na Agricultura (Programa ABC). Disponível em: https://www.bcb.gov.br/pre/normativos/res/2010/pdf/res_3896_v1_O.pdf. Acesso em: 05 de mai. 2019.

Bacen, Banco Central do Brasil. Resolução nº 3.979, de 31 de maio de 2011. Dispõe sobre programas de investimento agropecuário amparados em recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Disponível em: http://www.bcb.gov.br/pre/normativos/res/2011/pdf/res_3979_v1_O.pdf. Acesso em: 05 de mai. 2019.

Barbanti, O. (2015). Economic Cycles, Deforestation and Social Impacts in the Brazilian Amazon. Agrarian South: Journal of Political Economy, v. 4, n. 2, p. 169-196.

Bichara, J. P., Lima, R. A. (2012). Uma análise da política nacional sobre mudança do clima de 2009. Cadernos de Direito, v. 12, n. 23, p. 165-192.

Brandão Jr, A., Barreto, P., Souza Jr, C., Sales, M., Silva, D., Brito, B. (2014). Análise das emissões de GEE no Brasil (1990-2012). Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora) – São Paulo: Observatório do Clima. 32 p. Disponível em: https://www.imaflora.org/downloads/biblioteca/53fb8083b4e88_SEEG_Agropecuaria.pdf. Acesso em: 05 de abr. 2019.

BRASIL, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. (2012). Plano Setorial de Mitigação e Adaptação às Mudanças Climáticas para Consolidação da Economia de Baixa Emissão de Carbono na Agricultura – PLANO ABC. MAPA, v. 4, n. 6, p. 1266-1274. Disponível em: http://www.agricultura.gov.br/assuntos/sustentabilidade/plano-abc/arquivo-publicacoes-plano-abc/download.pdf. Acesso em: 05 de abr. 2019.

BRASIL. Lei nº 12.187, de 29 de dezembro de 2009 (Lei Ordinária). Institui a Política Nacional sobre Mudança do Clima e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2009/lei/l12187.htm. Acesso em: 07 de mai. 2019.

BRASIL. (2015). Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Ações do plano. Disponível em: http://www.agricultura.gov.br/assuntos/sustentabilidade/plano-abc/acoes-do-plano. Acesso em: 07 de mai. 2019.

Capobianco, J. P. (1992). O que podemos esperar da Rio 92. Revista São Paulo em Perspectiva, v. 6, n. 1, p. 13-17.

Carauta, M., Latynskiy, E., Mossinger, J., Gil, J., Libera, A., Hampf, A., Monteiro, L., Siebold, M. (2018). Can preferential credit programs speed up the adoption of low-carbon agricultural systems in Mato Grosso, Brazil? Results from bioeconomic microsimulation. Regional environmental change, v. 18, n. 1, p. 117-128.

Castro, M. A. F., da Cunha Ribeiro, D., de Freitas, R. R. (2019). Análise bibliométrica sobre o uso de ultrassom em emulsões do tipo óleo em água (O/A). Research, Society and Development, v. 8, n. 1, p. 881514.

CNA, Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil. (2012). Guia de financiamento para agricultura de baixo carbono. 44 p. Disponível em: http://www.cna.org.br. Acesso em: 01 de mai. 2019.

De Godoy, S. G. M., Pamplona, J. B. O. (2007). Protocolo de Kyoto e os países em desenvolvimento. Pesquisa & Debate. Revista do Programa de Estudos Pós-graduados em Economia Política, v. 18, n. 2 (32).

Fernandes, M. S., Finco, M. V. A. (2014). Sistemas de integração lavoura-pecuária e políticas de mudanças climáticas. Pesquisa Agropecuária Tropical, v. 44, n. 2, p. 182-190.

Fernandes, T., de Souza Hacon, S., Novais, J. W. Z., Sguarezi, S. B., da Silva, C. J., Alcântara, L. C. S., Curvo, A. D., Fernandes, T. (2019). Air pollution and effects on the health of children in the Amazon region of para: a bibliometric Analysis. Research, Society and Development, v. 8, n. 4, p. 4984907.

Figueiredo, M. G. D., Barros, A. L. M. D., Guilhoto, J. J. M. (2005). Relação econômica dos setores agrícolas do Estado do Mato Grosso com os demais setores pertencentes tanto ao Estado quanto ao restante do Brasil. Revista de Economia e Sociologia Rural, Brasília, v. 43, n. 3, p. 557-575.

Freitas, S. M. (2018). Programa ABC: a oferta de recursos para investimentos em tecnologias com baixa emissão de carbono, safras 2015/16 a 2018/19. Análises e Indicadores do Agronegócio, v. 13, n. 8.

Garrett, R. D., Rausch, L. L. (2016). Green for gold: social and ecological tradeoffs influencing the sustainability of the Brazilian soy industry. The Journal of Peasant Studies, v. 43, n. 2, p. 461-493.

Gianetti, G. W. (2017). O Plano e Programa ABC: uma avaliação da execução e distribuição dos recursos. (2017). Dissertação (Mestrado em Ciências) – Escola Superior de Agricultura “Luiz de Quieroz”, Piracicaba, SP.

Intergovernamental Panel on Climate Change (IPCC). (2007). Climate change 2007: the physical science basis. Cambridge: Cambridge University Press.

Kimura, W. J., Santos, E. F. (2016). Custo marginal de abatimento de emissões de gases de efeito estufa na recuperação da pastagem. Revista IPecege, v. 2, n. 4, p. 9-23.

Liell, C.; Macedo, L. O. B.; Moi, P. C. P., Barbosa, A. M. (2017). Análise e avaliação da aplicação do Plano ABC no estado de Mato Grosso. Revista de Administração e Negócios da Amazônia, v. 9, n. 4, p. 83-104.

Lima, K. F. F., da Silva Porto, P. S., de Freitas, R. R. (2018). Métodos de extração de bio-óleo a partir da microalga Nannochloropsis oculata: uma análise bibliométrica. Research, Society and Development, v. 7, n. 6, 2.

Lindoso, D. P (2013). Vulnerabilidade e adaptação da vida às secas: desafios à sustentabilidade rural familiar nos semiáridos nordestinos. 2013. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Sustentável) – Universidade de Brasília, Brasília, DF.

MAPA. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. (2018). Plano Agrícola e Pecuário 2018/2019. Secretaria de Política Agrícola, Brasília. Disponível em: http://www.agricultura.gov.br/assuntos/politica-agricola/plano-agricola-e-pecuario/arquivos-pap/copy_of_PlanoAgricolaePecurio20182019.pdf Acesso em: 07 de mai. 2019.

Marques, W. P., Muniz, E. P. (2019). Mapeando pesquisas sobre aplicação de partículas magnéticas na remoção de óleo em água: análise de pesquisas entre 2000 e 2018. Research, Society and Development, v. 8, n. 1, e781513.

Mazoyer, M., Roudart, L. (2010). História das agriculturas do mundo: do neolítico à crise contemporânea. São Paulo: Ed. UNESP.

Mendes, E. H. G. (2013). História e execução do Programa Agricultura de Baixo Carbono. (2013) Monografia (Gestão em Agronegócio) – Universidade de Brasília, Faculdade de Planaltina, Planaltina, DF.

Mendes, T. A. (2014a). Desenvolvimento sustentável, política e gestão da mudança global do clima: sinergias e contradições brasileiras. (2014a). Tese (Doutorado em Desenvolvimento Sustentável) – Universidade de Brasília, Brasília, DF.

Mendes, P. D. A. G. (2014b). Plano ABC – Agricultura de Baixo Carbono: sua elaboração no âmbito do governo federal e sua implementação no município de Formosa – GO. (2014b). Dissertação (Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural) – Universidade de Brasília, Brasília, DF.

Newton, P., Gomez, A. E. A., Jung, S., Kelly, T., Mendes, T. A., Rasmussen, L. V., Reis, J. C., Rodrigues, R. A. R., Tipper, R., Horst, D., Watkins, C. (2016). Overcoming barriers to low carbon agriculture and forest restoration in Brazil: The Rural Sustentável project. World Development Perspectives, v. 4, p. 5-7.

Observatório ABC. (2013a). Agricultura de Baixa Emissão de Carbono: A evolução de um novo paradigma. Disponível em: https://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/handle/10438/15353. Acesso em: 05 de abr. 2019.

Observatório ABC. (2013b). Agricultura De Baixa Emissão De Carbono: Financiando a Transição – Análise Dos Recursos Do Programa ABC. Disponível em: https://s3-sa-east-1.amazonaws.com/arquivos.gvces.com.br/arquivos_gvces/arquivos/263/financiandoatransicao_planoabc.pdf. Acesso em: 05 de abr. 2019.

Observatório ABC. (2014). Análise dos Recursos do Programa ABC – Safra 2013/2014 (até abril). Disponível em: https://s3-sa-east-1.amazonaws.com/arquivos.gvces.com.br/arquivos_gvces/arquivos/289/ABC_DO_CLIMA_VOL._4_EM_SIMPLES.pdf. Acesso em: 07 de mai. 2019.

Observatório ABC. (2015). Proposta para revisão do Plano ABC. Disponível em: http://mediadrawer.gvces.com.br/abc/original/gv-agro_em-simples.pdf. Acesso em: 07 de mai. 2019

Observatório ABC. (2017a). Impactos econômicos e ambientais do Plano ABC. Disponível em: http://observatorioabc.com.br/wp-content/uploads/2017/09/Relatorio5-Completo.pdf. Acesso em: 05 de abr. 2019.

Observatório ABC. (2017b). Análise dos Recursos do Programa ABC Safra 2016/17. Disponível em: http://observatorioabc.com.br/wp-content/uploads/2017/09/Sumario_ABC_Relatorio4_GRAFICA.pdf. Acesso em: 05 de mai. 2019.

Observatório ABC. (2017c). Desafios e restrições dos produtores rurais na adoção de tecnologias de baixo carbono ABC: Estudo de caso em Alta Floresta, em Mato Grosso. Disponível em: http://observatorioabc.com.br/wp-content/uploads/2017/05/Relatorio-Completo_AltaFloresta-.pdf. Acesso em: 05 de mai. 2019.

Oliveira, A. L. N. (2012). Ação coletiva na redução de emissões de carbono por desmatamento e degradação: a atuação de organizações da sociedade civil brasileiras entre 2005 e 2010. 2012. Dissertação (Mestre em Ciência Política) – Universidade de Brasília, Brasília, DF.

Oliveira, P. P. A., Trivelin, P. C. O., Oliveira, W. D., Corsi, M. (2005). Fertilização com N e S na recuperação de pastagens de Brachiaria brizantha cv. Marandu em Neossolo Quartzarênico. Revista Brasileira de Zootecnia, v. 34, n. 4, p. 1121-1129.

Oliveira, T. P. A., Pantoja, M. J., Brisola, M. V. (2016). Plano ABC: Contribuições teóricas para o novo paradigma da agropecuária e uma proposta de avaliação. Revista em Agronegócio e Meio Ambiente, v. 9, n. 3, p. 719-740.

Paixão, M. A. S., Bacha, C. J. C. (2015). A agropecuária brasileira e a sua inserção na Economia Verde: uma análise do Plano e do Programa ABC. Pesquisa & Debate, v. 26, n. 1, v. 47, p. 75-98.

Plano Setorial de Agricultura de Baixo Carbono do Estado de SP. (2017). Relatório de Gestão 2016-2017 – Plano ABC. Disponível em: https://www.agricultura.sp.gov.br/media/13382-relatorio-de-gestao-plano-abc-sp.pdf. Acesso em: 12 de mai. 2019.

Ramos, P., Buainain, A. M., Belik, W., Reydon, B. P., Guedes, S. N. R., Hoffmann, R., Silva, J. G., Takagi, M., Romeiro, A. R., Silveira, J. M. F. J., Izaías, C. B., Fonseca, M. G. D. (2007). Dimensões do agronegócio brasileiro: políticas, instituições e perspectivas. MDA/NEAD, Brasília. Disponível em: https://www.cairu.br/biblioteca/arquivos/Agronegocios/Dimensoes_do_agronegocio_brasileiro.pdf. Acesso em: 05 de abr. 2019.

Rodrigues Filho, S., Lindoso, D. P., Bursztyn, M., Nascimento, C. G. (2016). O clima em transe: Políticas de Mitigação e Adaptação no Brasil. Revista Brasileira de Climatologia, v. 19.

Schembergue, A., Cunha, D. A. D., Carlos, S. D. M., Pires, M. V., Faria, R. M. (2017). Sistemas agroflorestais como estratégia de adaptação aos desafios das mudanças climáticas no Brasil. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 55, n. 1, p. 9-30.

Silva, R. O., Barioni, L. G., Pellegrino, G. Q., Moran, D. (2018). The role of agricultural intensification in Brazil's Nationally Determined Contribution on emissions mitigation. Agricultural Systems, v. 161, p. 102-112.

Sparovek, G., Araujo, M. A., Ranieri, S. B. L. (2017). As pastagens e a agenda ambiental. In: 28º Simpósio sobre Manejo de Pastagens, Piracicaba. Anais. Piracicaba: FEALQ.

Tritsch, I., Arvor, D. (2016). Transition in environmental governance in the Brazilian Amazon: emergence of a new pattern of socio-economic development and deforestation. Land Use Policy, v. 59, p. 446-455.

Tritsch, I., Le Tourneau, F. (2016). Population densities and deforestation in the Brazilian Amazon: New insights on the current human settlement patterns. Applied geography, v. 76, p. 163-172.

Venturin, A. C. Z., da Silva, L. C. (2019). Modeling and simulation of paddy drying: a bibliometric analysis. Research, Society and Development, v. 8, n.1, 4881658.

Wander, A. E., Tomaz, G. A., Pinto, H. E. (2016). Uma avaliação formativa do Plano ABC. Revista de Política Agrícola, v. 25, n. 3, p. 62-72.

Zu Ermgassen, E. K. H. J., Melquesedek, P. A., Balmford, A., Barioni, L., Neto, F. B., Bettarello, M. M. F., Brito, G., Carrero, G. C., Florence, E. A. S., Garcia, E., Golçalves, E. T., Luz, C. T., Mallman, G. M., Strassburg, B. B. N., Valentim, J. F., Latawiec, A. (2018). Results from on-the-ground efforts to promote sustainable cattle ranching in the Brazilian Amazon. Sustainability, v. 10, n. 4, p. 1301.

Published

08/06/2019

How to Cite

FERNANDES, T.; INOUE, M. H.; FERNANDES, T. Low Carbon Agriculture Plan (ABC): a bibliometric review focused on the state of Mato Grosso, Brazil. Research, Society and Development, [S. l.], v. 8, n. 8, p. e44881253, 2019. DOI: 10.33448/rsd-v8i8.1253. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/1253. Acesso em: 24 sep. 2021.

Issue

Section

Agrarian and Biological Sciences