Women entrepreneurship: a study on characteristics, challenges and management profiles of micro and small entrepreneurs in the Municipality of Monte Belo-MG

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i3.13244

Keywords:

Women entrepreneurship; Enterprising women; Women.

Abstract

In view of the need to deepen knowledge about female entrepreneurship, given its current rise, especially in Brazil, the objective of the study was to analyze the profile, characteristics, and impact factors in the context of female entrepreneurs in the municipality of Monte Belo, evaluating whether the studied profile differs from the national female entrepreneur profile. The work adopted the type of descriptive research, with a qualitative approach and was carried out through semi-structured interviews, applied to ten individual entrepreneurs from different sectors in the municipality of Monte Belo. The results show that the women are mostly mature, married, have children and a high level of education. Their businesses, mostly in the service sector, are smaller and have fewer employees, and few partners. It was observed that entrepreneurship by opportunity was the main motivator to create a business. In general, the lack of financial resources and planning, as well as difficulties in managing the company were impacting factors, and the biggest challenge pointed out was the multiple working hours. Women stand out for their high level of commitment, self-confidence, and ease of communication, in addition to sensitivity, empathy, and understanding, the characteristics that make up the female management at Monte Belo. The results showed a significant relation with the profile of female entrepreneurs on a national level. It is noteworthy that the aspects developed in this work sought to contribute to the studies regarding this area in the country. Future studies in other locations in Brazil are suggested, so that it is possible to build a more comprehensive picture of the national female entrepreneurial universe.

References

Barros Neto, J. P. (2018). Administração: fundamentos da administração: empreendedora e competitiva. Atlas.

Carvalho, I. M. M., & Almeida, P. H. (2003). Família e proteção social. São Paulo em Perspectiva, 17(2). https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-88392003000200012&script=sci_arttext. 10.1590/S0102-88392003000200012

Dornelas, J. (2018). Empreendedorismo: transformando ideias em negócios. (7a ed.). Fazendo Acontecer.

Fernandes, A. P. G., Santos, J. X., & Souza, M. A. (2017). Empreendedorismo feminino: um estudo sobre as características das mulheres empreendedoras no setor de varejo no Barreiro. In Congresso de Administração, Sociedade e Inovação, (p. 15). Autor.

Ferreira, C. S. S. (2015). Empreendedorismo feminino: um estudo sobre o crescimento e os modelos de gestão em negócios liderados por mulheres. (Monografia). Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, PB, Brasil.

Ferreira, J. M., & Nogueira, E. E. S. (2013). Mulheres e suas histórias: razão, sensibilidade e subjetividade no empreendedorismo feminino. Revista de Administração Contemporânea, 17(4), 398-417. https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1415-65552013000400002&script=sci_arttext&tlng=pt. 10.1590/S1415-65552013000400002

Floriano, L. E. F. (2013). Empreendedorismo Feminino: motivações, significados e desdobramentos. (Relatório de Pesquisa Bolsa de Iniciação Científica). Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, SP, Brasil.

Franco, M. M. S. (2014). Empreendedorismo feminino: características empreendedoras das mulheres na gestão das micro e pequenas empresas. In Encontro de Estudos em Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas, (p. 8), Goiânia: autor.

Gem (2018). Global Entrepreneurship Monitor. Empreendedorismo no Brasil – 2018. https://www.gemconsortium.org/report.

Gem (2019) Global Entrepreneurship Monitor. Women’s Entrepreneurship Report – 2018/2019. https://www.gemconsortium.org/report.

Gem (2020). Global Entrepreneurship Monitor. Global Entrepreneurship Monitor – 2019/2020. https://www.gemconsortium.org/report.

Gil, A. C. (2017). Como elaborar projetos de pesquisa. (6a ed.), Atlas.

Gimenez, F. A. P., Ferreira, J. M. & Ramos, S. C. (2017). Empreendedorismo feminino no Brasil: gênese e formação de um campo de pesquisa. Revista de Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas, 6(1), 40-74.

Lima, N. P. O, & Filho, A. S. G. (2019) Mulheres empreendedoras no Brasil: um estudo bibliográfico. Revista Multidisciplinar e de Psicologia, 13(48), 821-830.

Loiola, C. C. (2016). Mulher empreendedora: dificuldades e preconceitos. (Trabalho de Conclusão de Curso). Pontifícia Universidade Católica, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Machado, F. B. (2012). Dilemas de mulheres empreendedoras em empresas inovadoras nascentes. In Encontro da Associação Nacional de Pós Graduação e Pesquisa em Administração (p. 5). Autor.

Machado, H. V. (1999). Tendências do comportamento gerencial da mulher empreendedora. In Encontro Nacional da Associação dos Programas de Pós-Graduação em Administração, Maringá: autor.

Monteiro, M. M. L., Silva, G. B. da, Sousa, F. R. L. de, & Melo, C. X. de. (2020). Entrepreneurial intention and academic training: a study with academics of administration in a public institution. Research, Society and Development, 9(1), e11591173610.33448/rsd-v9i1.1736

Nobre, F. B. et al. (2017). A amostragem na pesquisa de natureza científica em um campo multiparadigmático: peculiaridades do método qualitativo. Revista Espacios, 38 (22), p. 13, jan.

Pereira A. S., Shitsuka D. M., Parreira F. J., Shitsuka R. (2018). Metodologia da pesquisa científica. UFSM. https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/15824/Lic_Computacao_Metodologia-Pesquisa-Cientifica.pdf?sequence=1

Pereira, A. M. L., & Lima, L. D. S. C.A (2017). Desvalorização da mulher no mercado de trabalho. Organizações e Sociedade, 6 (5), 133-148.

Rme (2019) – Instituto Rede Mulher Empreendedora. Empreendedorismo no Brasil: Um recorte de gênero nos negócios. https://materiais.redemulherem preendedora.com.br/empreendedorismo-no-brasil-um-recorte-de-genero.

Rme (2020). Instituto Rede Mulher Empreendedora. Empreendedoras e seus negócios 2020. Recuperado de https://materiais.rme.net.br/pesquisa2020.

Santos, C. M. M et al. (2016). As mulheres estão quebrando as três paredes de vidro? Um estudo com empreendedoras mineiras. Revista Economia e Gestão, 16 (45), 126-149.

Sebrae (2019). Serviço de Apoio ás Micro e Pequenas Empresas. Empreendedorismo Feminino no Brasil. Relatório Especial, 2019. https://datasebrae.com.br/.

Silva, C. R. et al. (2018). O empreendedorismo feminino e suas razões: um estudo sobre mulheres empreendedoras do município de Guarapari – ES. In Congresso Internacional de Administração, 2 – 4, Autor.

Teixeira, R. M., & Bomfim, L. C. S. (2016). Empreendedorismo feminino e os desafios enfrentados pelas empreendedoras para conciliar os conflitos trabalho e família: estudo de casos múltiplos em agências de viagens. Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo, 10(1), 44-64.

Verga, E., & Soares da Silva, L. F. (2014). Empreendedorismo: evolução histórica, definições e abordagens. Revista de Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas, 3(3),13-14

Yin, R. K. (2016) Pesquisa qualitativa do início ao fim. Penso.

Published

16/03/2021

How to Cite

RODRIGUES, L. de C. Ávila .; JOIA, F. da S. .; BORGES, D. G. .; ANDRADE, J. M. S. . Women entrepreneurship: a study on characteristics, challenges and management profiles of micro and small entrepreneurs in the Municipality of Monte Belo-MG. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 3, p. e28810313244, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i3.13244. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/13244. Acesso em: 13 may. 2021.

Issue

Section

Human and Social Sciences