Management of electronelectronic waste within the Federal University of Pará

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i3.13456

Keywords:

Electronic waste; Management; Generation.

Abstract

The environmental issue related to electrical and electronic waste is a widely discussed issue, especially after the establishment of the National Policy on Solid Waste- Law No. 12,305 / 2010. The study centers and universities, considered poles of technological advances, are major generators of this type of waste, so the implementation of a correct management of these electronics is essential in these places. This paper seeks to present the current reality of electronic waste management within the Federal University of Pará (UFPA), revealing scenarios of its generation in the years 2013, 2014, 2015, 2016 and 2017, in addition to showing the flaws in this management, in order to present proposals for its improvement. It was found that the largest production of electronic waste occurred in 2014, where it is possible to highlight the microcomputers that are destined to the Department of Warehousing and Heritage (DAP) at UFPA. Finally, it was shown that the biggest flaw in management is the lack of communication between the institutes and the DAP, complemented by the high bureaucracy present between the procedures, in addition to the absence of the application of shared responsibility. As points of recommendation, it was proposed to implement environmental education actions with technicians and civil servants and insert this waste in bidding processes between UFPA and cooperatives that collect and treat this type of material.

References

ABNT NBR 16156, de 18 de abril de 2013. Resíduos de equipamentos eletroeletrônicos – Requisitos para atividade de manufatura reversa: Associação Brasileira de Normas Técnicas.

Andriato, M. F., & Castilho, M. L. (2020). Análise da sustentabilidade de cooperativas de materiais recicláveis selecionadas: alternativas para o tratamento de resíduos sólidos urbanos. Acta Scientiarum. Human and Social Sciences, 42(1), e51002-e51002.

Almeida, L. D. F. (2011). A gestão de resíduos sólidos em contextos intraorganizacionais: um estudo a partir da UFPA. Dissertação de mestrado. Universidade Federal do Pará, Núcleo de Altos Estudos Amazônicos, 155p.

Araujo, R. A. de., & Xavier, L. H. da S. M. (2019, julho). Banco de dados e estudo geoespacial de organizações do segmento de resíduos eletroeletrônicos no Brasil. XXVII Jornada de Iniciação Científica e III Jornada de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. <http://mineralis.cetem.gov.br/bitstream/cetem/2277/1/Ra%C3%ADssa%20Andr%C3%A9%20de%20Araujo.pdf> Acesso em: 19 de janeiro de 2021.

Bachi, M. H. (2013). Resíduos Tecnológicos: A relação dos Resíduos Eletroeletrônicos e a Legislação no Brasil. Revista Brasileira de Gestão Ambiental, 7(1), 01–05.

Baldé, C. P., Forti, V., Gray, V., Kuehr, R., & Stegmann, P. The Global E-waste Monitor - 2017, United Nations University (UNU), International Telecommunication Union (ITU) & International Solid Waste Association. (ISWA), Bonn/Geneva/Vienna.

Bernardo, O. O., Souza, M. T. S. de., & Demajorovic, J. (2020). Inovação na cadeia reversa de resíduos eletroeletrônicos: Um estudo sobre os sistemas de informação e as tecnologias de rastreamento. Revista de Administração de Empresas, 60(4), 248-261.

Cardoso, E., Rotolo, M., Valle, T. F., Ottoni, M. de S. O., & Fernandes, H. F. (2019). Desafios da Logística Reversa de Equipamentos Eletroeletrônicos no Brasil. Revista Ineana, 7(1), 6-19.

Dullius, A., & Silva, M. C. da. (2020). Dinâmicas territoriais dos resíduos eletrônicos domiciliares na cidade de Matinhos-PR. Estudo & Debate, 27(2), 149-169. https://doi.org/10.22410/issn.1983-036X.v27i2a2020.2547

Faria, A. S. D., Ferreira, C. E. C., Meireles, J. L. de S., Silva, G. R. A. da., & Braga, R. M. Q. L (2015, outubro). Um panorama do gerenciamento dos resíduos eletrônicos na Cidade Universitária José da Silveira Netto - UFPA/PA. Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental, Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 28.

Giannetti, B. F., Bonilla, S. H., & Almeida, C. M. V. B. (2012). Cleaner production initiatives and challenges for a sustainable world. Journal of Cleaner Production, 22(1), I. https://doi.org/10.1016/S0959-6526(11)00431-8

Lei 12.305, de 2 de agosto de 2010. Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos; altera a Lei n° 9.605, de 12 de fevereiro de 1998 e dá outras outras providências. Brasília, DF. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/lei/l12305.htm.

Lucena, L. B. de., Soares, E. de F. A., Batista, L. M. de S. D., Pereira, T. de O., & Gomes, A. F. (2016). Reltec: uma proposta para o problema dos resíduos tecnológicos local. Revista Extendere, 4(2), 45-53. http://periodicos.uern.br/index.php/extendere/article/view/2331

Morais, M. de. O., Brejão, A. S., Silva, U. J. da., & Neto, J. S. (2020). Dez anos da política nacional de resíduos sólidos: um estudo comparativo entre 2011 e 2020 sobre o entendimento dos consumidores referente ao descarte de equipamentos eletroeletrônicos. Brazilian Journal of Development, 6(11), 91851-91873.

Natume, R. Y., & Sant' Anna, F. S. P. (2011, maio). Resíduos eletroeletrônicos: um desafio para o desenvolvimento sustentável e a nova Lei da Política Nacional de Resíduos Sólidos. Internacional Workshop on Advances in Cleaner Production, São Paulo, Brasil, 3.

Nascimento, F. B., Silva, Y. B. R. da., Lima, L. S. da S., & Santos, M. D. S. F dos. (2018). Logística reversa dos resíduos de equipamentos eletroeletrônicos de pós-consumo na cidade de Teresina. Sistemas & Gestão, 13(4), 519-531.

Pereira, A. S., Shitsuka, D. M., Parreira, F. J., & Shitsuka, R. (2018). Metodologia da pesquisa científica. UFSM. https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/15824/Lic_Computacao_Metodologia-Pesquisa-Cientifica.pdf?sequence=1.

Reis, I. (2016). Pontos de coleta e Organizações que trabalham com coleta de resíduos tecnológicos. https://operadorverdesenac.wordpress.com/2016/07/27/pontos-de-coleta-e-organizacoes-que-trabalham-com-coleta-de-lixo-tecnologico/.

Silva Júnior, V. M. da., Dias, G. F. de M., Costa, R. A. da., Miranda, S. B. D. de A., & Lima, D. R. N. (2020). Percepção sobre o lixo eletrônico: estudo de caso em uma Instituição Federal de Ensino. Research, Society and Development, 9(11), e82091110550-e82091110550.

Suemitsu, W. I., & Araújo, M. G. (2015). Gestão de resíduos eletroeletrônicos no Centro de Tecnologia da UFRJ. Revista de Sustentabilidade e Tecnologia Ambiental, 10(1), 60–65.

Watanabe, F. P., & Candiani, G. (2019). Gestão de resíduos de equipamentos eletroeletrônicos em instituições de ensino superior. Revista Ibero-Americana de Ciências Ambientais, 10(5), 169-186.

Xavier, L. H., & Lins, F. A. F. (2018). Mineração Urbana de resíduos eletroeletrônicos: uma nova fronteira a explorar no Brasil. Brasil Mineral, 379(1), 22-26.

Published

20/03/2021

How to Cite

SILVA, G. R. A. da .; LIMA, J. dos S. .; VILLAÇA, B. X. de S. . Management of electronelectronic waste within the Federal University of Pará. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 3, p. e38610313456, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i3.13456. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/13456. Acesso em: 14 apr. 2021.

Issue

Section

Engineerings