Nurse assistance in health education in cervical cancer

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i4.13728

Keywords:

Health education; Cervical cancer; Primary attention; Nursing assistance.

Abstract

This study deals with the assistance of nurses in health education in the basic network, aimed at women with cervical cancer. The objective is to highlight the nurse's assistance in health education, in the care of cervical cancer focused on primary care. for this, the following guiding question was used: how is the nurse's assistance in health education, in cervical cancer aimed at primary care? As inclusion criteria, scientific articles were used between the years 2010 to 2020, in the databases, LILACS and SCIELO, in English, French and Spanish. As exclusion criteria, articles were excluded outside the research time frame and that did not address the theme. The results obtained through the 17 selected scientific articles, brought about the elaboration of three thematic categories, bringing as a main focus the nurse's assistance in cervical cancer. It concludes the role of nurses in the Family Health Strategy teams of fundamental importance, their activities are developed in multiple dimensions, such as the performance of nursing consultations, the Pap test and various educational actions with the health and community team.

Author Biographies

Rafaela Lima de Oliveira, Instituto Brasileiro de Medicina e Reabilitação

Acadêmica de enfermagem do Instituto Brasileiro de Medicina e Reabilitação - IBMR.

Lorena Albuquerque de Sousa Lima , Instituto Brasileiro de Medicina e Reabilitação

Acadêmica de enfermagem do Instituto Brasileiro de Medicina e Reabilitação - IBMR.

Luciano Godinho Almuinha Ramos, Instituto Brasileiro de Medicina e Reabilitação

Mestre em Enfermagem, Professor orientador do Instituto Brasileiro de Medicina e Reabilitação - IBMR. 

References

Brasil. (2010). Ministério da Saúde. Acolhimento nas práticas de produção de saúde: Série B. Textos Básicos de Saúde. https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/acolhimento_praticas_producao_saude.pdf

Brasil. (2011). Ministério da saúde. Instituto Nacional de Câncer (INCA). Diretrizes Brasileiras para o rastreamento Do Câncer do Colo do Útero. http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/inca/rastreamento_cancer_colo_utero.pdf

Brasil. (2014). Ministério da saúde. Secretaria de vigilância em saúde departamento de vigilância de doenças transmissíveis coordenação-geral do programa nacional de imunizações. Informe técnico sobre a vacina papilomavírus humano (hpv) na atenção básica. https://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2015/junho/26/informe-t--cnico-introdu----o-vacina-hpv-18-2-2014.pdf

Brasil. (2015). Ministério da saúde. Biblioteca virtual em saúde. Papanicolau (exame preventivo de colo de útero). Set. https://bvsms.saude.gov.br/dicas-em-saude/2069-papanicolau-exame-preventivo-de-colo-de-utero

Brasil. (2017). Ministério da saúde. secretaria de vigilância em saúde departamento de vigilância de doenças transmissíveis coordenação geral do programa nacional de imunizações. Guia prático sobre hpv perguntas e respostas. https://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2017/dezembro/07/Perguntas-e-respostas-HPV-.pdf

Brasil. (2020). Ministério da saúde. Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Atenção Básica. Cadernos de Atenção Básica, Acolhimento a demanda espontânea. http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/acolhimento_demanda_espontanea_cab28v1.pdf

Campos E A. (2018). Os sentidos do Papanicolaou para um grupo de mulheres que realizou a prevenção do câncer cervical. Cad. saúde colet. 26(2). http://dx.doi.org/10.1590/1414-462x201800020287

Carvalho B G, et al. (2015). Integralidade do cuidado no Programa de Controle do Câncer de Colo Uterino: Visão das usuárias com alteração na citologia oncótica. Saúde debate. https://doi.org/10.1590/0103-1104201510600030012.

Carvalho, P. G., et al. (2018). Trajetórias assistenciais de mulheres entre diagnóstico e início de tratamento do câncer de colo uterino. Artigo original. https://www.scielosp.org/article/sdeb/2018.v42n118/687-701/.

Castaneda, L., et al. (2019). Prevalência de incapacidades e aspectos associados em mulheres com câncer de colo do útero, Rio de Janeiro, Brasil. Cad. saúde colet. 27(3). http://dx.doi.org/10.1590/1414-462x201900030440

Cirino, F. B., et al. (2010). Conhecimento, atitude e práticas na prevenção do câncer de colo uterino e HPV em adolescentes. Esc. Anna Nery. 14(1). https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-81452010000100019

Conselho Federal de Enfermagem. (2011) RESOLUÇÃO COFEN N° 381/2011. http://www.cofen.gov.br/resoluo-cofen-n-3812011_7447.html

Correio, K. L, et al. (2015). Controle do câncer do colo do útero: ações desenvolvidas pelo enfermeiro à luz do discurso do sujeito coletivo. Rev. Pesqui. https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/bde-26833

Costa, T. M. L., et al. (2019). Papilomavírus humano e fatores de risco para adenocarcinoma cervical no estado de Pernambuco, Brasil. Rev. Bras. Saude Mater. Infant. 19(3). https://doi.org/10.1590/1806-93042019000300009

Dantas, C. N., et al. (2012). A consulta de enfermagem na prevenção do câncer cérvico-uterino para mulheres que a vivenciaram. Rev Rene. http://www.periodicos.ufc.br/rene/article/view/3985/3144

Governo do Distrito Federal. (2018). Secretaria de estado de saúde subsecretaria de atenção integral à saúde. Protocolo de Atenção à Saúde guia de enfermagem da atenção primária à saúde: http://www.saude.df.gov.br/wp-conteudo/uploads/2018/04/enfermagem-1-protocolo_final_parte_1.pdf

Guimarães, J. A. F., Aquino, P. S., Pinheiro, A. K. B., Moura, J. G. (2012). Pesquisa brasileira sobre prevenção do câncer de colo uterino. http://www.revistareneu fc.br/revista/index.php/revista/article/view/34.

Instituto Nacional de Câncer José de Alencar Gomes da Silva (2020). Câncer. O que é câncer? https://www.inca.gov.br/o-queecancer#:~:text=C%C3%A2ncer%20%C3%A9%20um%20termo%20que,adjacentes%20ou%20%C3%B3rg%C3%A3os%20a%20dist%C3%A2ncia.

Instituto Nacional de Câncer José de Alencar Gomes da Silva (2020). Tipos de câncer: Câncer do colo do útero - versão para Profissionais de Saúde. Nov27. https://www.inca.gov.br/tipos-de-cancer/cancer-do-colo-do-utero/profissional-de-saude

Marta Soraia, L., Menêses, M. B. P., Toralles, C. M. C. M. (2019). Evolução da técnica de PCR: sua contribuição no diagnóstico da infecção por HPV. Revista de Ciências Médicas e Biológicas. http://dx.doi.org/10.9771/cmbio.v18i3.34480

Medeiros, F. A., et al. (2010). Acolhimento em uma Unidade Básica de Saúde: a satisfação do usuário em foco. Departamento de Odontologia, Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN. https://www.scielosp.org/article/rsap/2010.v12n3/402-413/.

Melo, M. C., et al. (2012). O Enfermeiro na Prevenção do Câncer do Colo do Útero: o Cotidiano da Atenção Primária. Revista Brasileira de Cancerologia. https://rbc.inca.gov.br/site/arquivos/n_58/v03/pdf/08_artigo_enfermeiro_prevencao_cancer_colo_utero_cotidiano_atencao_pr ima ria.pdf

Mendes, K. D. S., Silveira, R. C. C. P., Galvão, C. M. (2008). Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto Contexto Enferm, 17(4): 758-64.

Nascimento, L. C., et al. (2012). Conhecimento cotidiano de mulheres sobre a prevenção do câncer de colo do útero. Rev. enferm. UERJ. https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/enfermagemuerj/article/view/4813/3537

Nascimento, M. I., et al. (2020). Mortalidade prematura por câncer de colo uterino: estudo de séries temporais interrompidas. Rev. Saúde Pública 54. https://doi.org/10.11606/s1518-8787.2020054002528

Oliveira, J. T., et al. (2017). Intervenções de enfermagem na prevenção do câncer cérvico-uterino: perspectivas das clientes. Rev enferm UERJ. https://docs.bvsalud.org/biblioref/2018/10/915884/26242-103129-1-pb.pdf

Omasi, E., et al. (2015). Estrutura e processo de trabalho na prevenção do câncer de colo de útero na Atenção Básica à Saúde no Brasil: Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade – PMAQ-Recife. http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1519-38292015000200171&lng=pt&nrm=iss

Ramos de Souza, K, et al. (2015). Educação popular como instrumento participativo para a prevenção do câncer ginecológico: Percepção de mulheres. http://dx.doi.org/10.15649/cuidarte.v6i1.129.

Santiago, T. R., et al. (2014). Conhecimento e prática das mulheres atendidas na unidade de saúde da família sobre o Papanicolaou. Rev. enferm. UERJ. https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/bde-27923

Santos, M. S. D., et al. (2011). Saberes e práticas de mulheres idosas na prevenção do câncer cérvico-uterino. Rev. bras. Enferm. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71672011000300009.

Santos, N. F., et al. (2019). Acesso ao exame citológico do colo do útero em região de saúde: mulheres invisíveis e corpos vulneráveis. Cad. Saúde Pública 35 (10). https://doi.org/10.1590/0102-311X00234618

Silva, M. M., et al. (2012). Atenção básica em saúde: prevenção do câncer de colo do útero na consulta de enfermagem. Revista Brasileira de Cancerologia. https://rbc.inca.gov.br/site/arquivos/n_58/v03/pdf/08_artigo_enfermeiro_prevencao_cancer_colo_utero_cotidiano_atencao_primaria.pdf

Silva, R. C. G., et al. (2018). Perfil de mulheres com câncer de colo do útero atendidas para tratamento em centro de oncologia. Rev. Bras. Saude Mater. Infant. 18(4). https://doi.org/10.1590/1806-93042018000400002

Soares, M. C., et al. (2011). Câncer de colo uterino: atenção integral à mulher nos serviços de saúde. Rev. Gaúcha Enferm. http://dx.doi.org/10.1590/S1983-14472011000300010. https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1983-14472011000300010 &lang=pt#:~:text=Comprehensive%2 0health% 20care. &text=O%20c%C3%A2ncer%20de%20col o%20uterino,vida%20familiar%2C%20profissional%20e%20social.

Souza, D. M. N., et al. (2018). Desenvolvimento de protocolo clínico para detecção de lesões precursoras do câncer de colo uterino. Rev. Latino-Am. Enfermagem. 26. https://doi.org/10.1590/1518-8345.2340.2999

Souza, M., Mandu, E. N. T., Elias, A. N. (2013). Percepções de enfermeiros sobre seu trabalho na estratégia saúde da família. enferm. 22(3).

Souza, S. A. N., Souto, G. R., Santos, W. L. D. (2020). Assistência da enfermagem relacionada ao câncer uterino. Revista JRG de Estudos Acadêmicos. 3(6) (2020). https://doi.org/10.5281/zenodo.4292286

Vale, D. B., et al. (2010). Avaliação do rastreamento do câncer do colo do útero na Estratégia Saúde da Família no Município de Amparo, São Paulo, Brasil. Cad. Saúde Pública. https://doi.org/10.1590/S0102-311X2010000200017.

Vasconcelos, C. T. M, et al. (2011). Conhecimento, atitude e prática relacionada ao exame colpocitológico entre usuárias de uma unidade básica de saúde. Rev. Latino-Am. Enfermagem. https://doi.org/10.1590/S0104-11692011000100014.

Viana, M. P., et al. (2013). Formação do enfermeiro para a prevenção do câncer de colo uterino. Rev. enferm. UERJ, https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/enfermagemuerj/article/view/10038/7824

Published

28/03/2021

How to Cite

OLIVEIRA, R. L. de .; LIMA , L. A. de S.; RAMOS, L. G. A. Nurse assistance in health education in cervical cancer. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 4, p. e1210413728, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i4.13728. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/13728. Acesso em: 11 apr. 2021.

Issue

Section

Health Sciences