Behavior associated with the handling of sanitizers

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i4.14022

Keywords:

Sanitizing agents; Domestic intoxications; Labeling.

Abstract

This study aimed to evaluate behaviors associated with handling of sanitizers in a largely low-income neighborhood located in Itu – SP, Brazil. This work was carried out based upon application of a semi-structured, individual and closed questionnaire to 100 inhabitants of Parque São Camilo aged 30 or older. The extent of the associations between the assessed factors was determined by Fisher exact and these were considered significant when p<0.05. Disinfecting products and fabric softeners were the sanitizing agents most often used by the population. Regardless of age, sex, previous history of intoxications and use of personal protective equipment, the habit of reading product labels was associated with handwashing and not using clandestine products. It can be inferred that either public policies aimed at conscientizing the local population or their literacy might be the reason for the assessed population having safe sanitizer handling habits and not using clandestine products.

References

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (2005). Resolução da Diretoria Colegiada nº 338. Para efeito deste regulamento, define-se como embalagem com gatilho aquela confeccionada em material plástico resistente e compatível com o produto, possuidora de gatilho propulsor, bico de jato contínuo ou spray e tubo pescante. Brasil: ANVISA. http://antigo.anvisa.gov.br/legislacao#/visualizar/27668

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (2007). Resolução da Diretoria Colegiada nº 13. Aprova o Regulamento Técnico para os produtos de limpeza e afins harmonizando no âmbito do Mercosul. Brasil: ANVISA. http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/anvisa/2007/rdc0013_28_02_2007.html.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (2010). Resolução da Diretoria Colegiada nº 59. Dispõe sobre os procedimentos e requisitos técnicos para a notificação e o registro de produtos saneantes e dá outras providências. Brasil: ANVISA. http://antigo.anvisa.gov.br/legislacao#/visualizar/28612.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (2012). Orientações para os consumidores de saneantes. Brasília – DF: ANVISA. https://www.gov.br/anvisa/pt-br/assuntos/fiscalizacao-e-monitoramento/vigilancia-de-saneantes/arquivos/8600json-file-1/view

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (2013). Resolução da Diretoria Colegiada nº 47. Aprova o regulamento técnico de boas práticas de fabricação para produtos saneantes, e dá outras providências. Brasil: ANVISA. http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/anvisa/2013/rdc0047_25_10_2013.pdf

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (2020). Instrução Normativa – IN nº 70. Dispõe sobre a inclusão de declaração sobre nova fórmula na rotulagem de saneantes quando da alteração de sua composição. Brasil: ANVISA. http://antigo.anvisa.gov.br/legislacao#/visualizar/432068

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (2021). Biblioteca de saneantes: atualizada em 21/01/2021. Brasil: ANVISA. https://www.gov.br/anvisa/pt-br/assuntos/regulamentacao/legislacao/bibliotecas-tematicas/arquivos/biblioteca-de-saneantes_portal.pdf

Almeida A. K. A., Oliveira E. S., Araújo I. G., Monteiro F. F. C., Albuquerque P. L. M. M., Romeu G. A. (2021). Intoxicações por domissanitários notificados no período de 2015 a 2019 no Estado do Ceará. Revista de Casos e Consultoria, 12(1), 1-15.

Barioni E. D. & Profeta G. (2021). O livro das intoxicações: educação para a prevenção de acidentes. Eduniso.

Borges R. V., Diniz R. L. (2019). Avaliação das informações nas rotulagens de produtos saneantes domissanitários. Ergodesign Ɛ HCI, 7(1), 14-26.

Brasil. Ministério da Saúde (2020). Intoxicação exógena – notificações registradas no SINAN NET – São Paulo. http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/tabcgi.exe?sinannet/cnv/Intoxsp.def.

Costa G. F. O., Filho S. D., Costa G. V., Faria A. A. S., Rodrigues H. C., Laval C. A. B. P. (2020). Intoxicações exógenas em menores de 15 anos notificadas no centro de informações toxicológicas de Goiás. Brasilian Journal of Health, 3(6), p.20070-20084.

Fundação Oswaldo Cruz (2020). Sistema Nacional de Informações Tóxico-Farmacológicas. Brasil: FIOCRUZ. https://sinitox.icict.fiocruz.br/

Freitas R. F, Royo V. A, Moura P. M. S. (2012). Avaliação do risco de intoxicações por medicamentos, domissanitários e agrotóxicos na população de Juramento-MG. Conexão ciência, 7(1), 46-53.

Pinheiro G. A., Macedo I., Silva J. A., Janini M. J. D. M. (2014). Conscientização sobre o uso correto de saneantes domissanitários visando a prevenção de acidentes, intoxicações e contaminação ambiental. Revista Diálogos: Extensão e Aprendizagem: tempos e espaços, 19(1), 8-16.

Presgrave R. F. (2007). Avaliação das intoxicações acidentais humanas causadas por produtos saneantes domissanitários como subsídio para ações de vigilância sanitária [tese de doutorado]. Rio de Janeiro: Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde, Fundação Oswaldo Cruz.

Presgrave R. F., Camacho L. A. B., Villas Boas M. H. S. (2009). Análise dos dados dos centros de controle de intoxicações do Rio de Janeiro, Brasil, como subsídio às ações de saúde pública. Cad. Saúde Pública, 25(2), 401-409.

Rodrigues C. D. R. R. (2010). Comunicação de risco e comunicação publicitária de produtos saneantes domissanitários. Biblioteca on-line de ciências da comunicação. http://www.bocc.ubi.pt/pag/bocc-rodrigues-carla.pdf

Rodrigues F. P. M., Campos A. S. S., Moraes K. G. C., Costa M. M. R., Maia S. C., Pontes S. R. S., Silva W. N., Moraes F. C. (2021). Intoxicação Exógena: análise epidemiológica dos casos notificados em menores de cinco anos em São Luís – MA. Brasilian Journal of Development, 7(1), p. 9978-9995.

Souza R.O. L., Seixas Filho J. T., Miranda M. G., Carvalho Neto F. M. (2015). O Impacto dos produtos domissanitários na saúde da população do Complexo do Alemão–Rio de Janeiro. Revista Química nova na escola, 37(2), 93-97.

Published

09/04/2021

How to Cite

NASCIMENTO, T. F. do .; SEIXAS FILHO, J. T. de .; ROCHA, G. H. O. da .; SILVA, M. T. .; OLIVEIRA, R. T. D. de .; BARIONI, Éric D. Behavior associated with the handling of sanitizers . Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 4, p. e20810414022, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i4.14022. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/14022. Acesso em: 11 may. 2021.

Issue

Section

Health Sciences