The theme of teenage pregnancy in a science fair: Contraceptions, responsibilities and environmental impacts caused by a child

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i4.14353

Keywords:

Environmental education; Sexuality; Teenage pregnancy; Garbage volume.

Abstract

This is an experience report about a work done in a Science Fair, about Environmental Education and sustainability, using the teenage pregnancy theme at Colégio Estadual Deputado Olívio Belich in Curitiba - Paraná. The objective was to raise the students' awareness about the importance of knowing and respecting one's own body, the seriousness of using contraceptive methods, the responsibilities, the environmental impact caused to the environment, the expenses, and the decomposition time of the products used by a child in the first years of life. Thus, we reflected: how can the theme contraceptive methods and pregnancy be related to Environmental Education? In the first moment, the psychological, physical, and hormonal changes that occur during puberty were explained, followed by the presentation of the most common contraceptive methods and a conversation about pregnancy in adolescence. After that, the students searched for information about which items are used by babies until they are three years old, the amount and volume of waste produced, the decomposition time, the care one should have with a baby, and the price of contraceptive methods to produce stands at the science fair. It was verified that the students had an effective participation in the activities about the theme of pregnancy in adolescence, sensitizing the school community in the science fair about the importance of taking care of one's own body, the use of condoms to avoid contamination by diseases, the seriousness of contraceptive methods, and the impacts of an unplanned pregnancy on one's own life.

Author Biographies

Talita Fraguas, Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Mestre em Ensino de Ciências pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Prof. da Educação Básica do Estado do Paraná, Curitiba, Paraná -Brasil

Claudia Regina Xavier, Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Profa. Dra. no Departamento de Biologia e Química. Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Química pela Universidade Federal do Paraná (1996), Mestrado em Química pela Universidade Federal do Paraná (1998). Doutora em Ciências Ambientais pela Universidade de Concepción- Chile (2006). Atualmente é Professora Titular da Universidade Tecnológica Federal do Paraná- UTFPR.

References

Boff, L. (2015). Sustentabilidade: O que é – O que não é. Rio de Janeiro: Vozes.

Borda, O. F. (1988). Aspectos teóricos da pesquisa participante: considerações sobre o significado do papel da ciência na participação popular. In: Brandão, C. R. (Org.). Pesquisa Participante. 7. ed. São Paulo: Brasiliense.

Brandão, C. R. (2006). A pesquisa participante e a participação da pesquisa: Um olhar entre tempos e espaços a partir da América Latina. In: Brandão, C. R.; Streck, D. R. Pesquisa participante: o saber da partilha. Aparecida: Ideias & Letras, p. 21-54.

BRASIL. (2005). Ministério do Meio Ambiente e Ministério da Educação. Programa Nacional de Educação Ambiental. Brasília: MMA e MEC.

Brasil. (1999). Lei 9.795, de 27 de abril de 1999. Dispõe sobre a educação ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Ministério da Educação.

Conte, J. (2019). Adolescentes que engravidam sofrem maior risco de problemas físicos, psicológicos e sociais. <https://drauziovarella.uol.com.br/reportagens/adolescentes-que-engravidam-sofrem-maior-risco-de-problemas-fisicos-psicologicos-e-sociais/>. Acesso em 02 de agosto de 2020.

Delboni, C. (2017). Amamentação: as 5 maiores dificuldades das mães (e como resolvê-las). <https://revistacrescer.globo.com/Bebes/Amamentacao/noticia/2017/08/amamentacao-5-maiores-dificuldades-das-maes-e-como-resolve-las.html>. Acesso em 07 de agosto de 2020.

Equipe ecycle. (2019). Fraldas descartáveis: conheça perigos, impactos e alternativas. <https://www.ecycle.com.br/3831-fraldas-descartaveis-impactos-alternativas>. Acesso em 31 de julho de 2020.

G1 - Globo. (2019). Lixo doméstico, problema global. <https://g1.globo.com/sc/santa-catarina/especial-publicitario/falando-de-sustentabilidade/noticia/2019/01/07/lixo-domestico-problema-global.ghtml>. Acesso em 15 de setembro de 2020.

Garcia, D. (2014). O que é obsolescência programada? Brasil. < https://super.abril.com.br/mundo-estranho/o-que-e-obsolescencia-programada/ >. Acesso em 04 de março de 2021.

Higgs, J. & Cherry, N. (2009). Doing qualitative research on practice. In: Higgs, J; Horsfall, D; Grace, S. (Eds.). Writing Qualitative Research on Practice. Rotterdam (NE): Sense Publishers, p. 3-12.

Leff, E. (2001). Saber ambiental: Sustentabilidade, Racionalidade, Complexidade, Poder. 4. ed. Petrópolis, RJ: Vozes/PNUMA.

Ludke, M. & André, M. E. D. A. (2015). Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo, E.P.U., 2015.

Marques, R.; Gonzalez, C. E. F.; Xavier, C. R. (2017). As dificuldades da inserção e da prática em Educação Ambiental no currículo escolar. Anais do XVI Encontro Paranaense de Educação Ambiental. Curitiba: UFPR. <http://www.epea2017.ufpr.br/wp-content/uploads/2017/05/140-E4-S13-AS-DIFICULDADES-DA-INSER%C3%87%C3%83O-1.pdf > Acesso em: 6 de janeiro de 2021.

Marques, R. et. al. (2017). Compostagem como ferramenta de aprendizagem para promover a Educação Ambiental no ensino de ciências. In: Forum Internacional de Resíduos Sólidos-Anais. <http://institutoventuri.org.br/ojs/index.php/firs/article/view/348 >. Acesso em 09 de março de 2021.

Marques, R. & Xavier, C. R. (2018). Responsabilidade socioambiental a partir da utilização e descarte de medicamentos. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 13(4), 174-189. < https://doi.org/10.34024/revbea.2018.v13.2535>.

Onubr. (2018). Taxa de gravidez adolescente no Brasil está acima da média latino-americana e caribenha. <https://nacoesunidas.org/taxa-de-gravidez-adolescente...//>. Acesso em: 6 de janeiro de 2021.

Organização mundial de saúde – OMS. (2006). Defining sexual health: report of a Technical Consultation on sexual health, Genebra, 28-31 jan. 2002, Genebra: Organização Mundial de Saúde.

Pampers. (2019). Quantas fraldas de cada tamanho o bebê vai usar. <https://is.gd/MdfTQR>. Acesso em 14 de Janeiro de 2021.

Portal ecycle. (2019). Fast fashion e o consumismo de roupas. <https://www.ecycle.com.br/component/content/article/73-vestuario/4107-qfast-fashionq-e-o-consumismo-de-roupas.html>. Acesso em 13 de setembro de 2020.

Portal são francisco. (2015) Decomposição do lixo. <https://www.portalsaofrancisco.com.br/meio-ambiente/decomposicao-do-lixo>. Acesso em 26 de julho de 2020.

Reghin, M. (2017). Reciclagem de fraldas já existe no Brasil. <https://revistacrescer.globo.com/Voce-precisa-saber/noticia/2017/11/reciclagem-de-fraldas-ela-ja-existe-no-brasil.html>. Acesso em 02 de agosto de 2019.

Published

14/04/2021

How to Cite

FRAGUAS, T. .; MARQUES, R.; GONZALEZ , C. E. F. .; XAVIER, C. R. The theme of teenage pregnancy in a science fair: Contraceptions, responsibilities and environmental impacts caused by a child. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 4, p. e37510414353, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i4.14353. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/14353. Acesso em: 11 may. 2021.

Issue

Section

Education Sciences