Happiness in Plato and Aristotle

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i6.15620

Keywords:

Philosophy; Happiness; Virtue; Friendship.

Abstract

The present manuscript has the maximum purpose of analyzing the very sensitive and very important theme for philosophy: “Felicidade” in Plato. In this vein, this article, through exploratory research, of a qualitative nature, deductive method, collection of bibliographic document data, proceeded in order to carry out a thorough analysis of the doctrinal framework about the philosopher Plato, with the intention of making an approach to From the treatment presented by him, in the analysis of the situation contained in the initial story, the main question found was the one that involves the concept of happiness, formulated in the question. It is, therefore, a search for a clear, coherent and elucidative answer to this question and one that has a universal character, that is, one that applies to all cases or people, as these are important characteristics of a philosophical response. Finally, it is emphasized that the relevance of philosophical activity in seeking the definition of philosophy, bearing in mind that the relationship between philosophy and happiness is fundamental, since happiness would be the ultimate purpose of philosophy.

Author Biographies

Mônica Barbosa de Sousa Freitas, Universidade Federal de Campina Grande

Fisioterapeuta (Crefito: 261018-F). Atuando principalmente nos seguintes temas: Reabilitação, Efeitos na Própolis na reabilitação de pacientes fisioterapêuticos e saúde do Trabalhador.Atua como pesquisadora junto ao CCTA/UFCG/GVAA- Grupo Verde de Agroecologia e Abelha-Pombal-PB (sob orientação do Prof. Dr. Patrício Borges Maracajá).

Francisco das Chagas Bezerra Neto, Universidade Federal de Campina Grande

Graduando em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal de Campina Grande-UFCG, Professor de Geografia do Pré-Vestibular Solidário, Aluno PIBIC do projeto de pesquisa Análise da Evolução do Índice de Desenvolvimento Humano de Sousa-PB. Membro de corpos editoriais da Editora Verde (Grupo Verde de Agroecologia e Abelha - GVAA), nas revistas: Revista Brasileira de Direito e Gestão Pública, Caderno Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável e Revista Brasileira de Filosofia e História. É membro dos Grupos de Pesquisa: Abelhas no Semiárido, Grupo Verde de Agroecologia e Abelhas, Proteção de Plantas na Agricultura Sustentável. Atuou como: Extensionista e Pesquisador do projeto de extensão Pré-Vestibular Solidário(2018), Monitor de Introdução ao Estudo do Direito I e II na Universidade Federal de Campina Grande-UFCG(2019).

Auzenir de Oliveira Abrantes Monteiro, Universidade Federal de Campina Grande

Graduanda em Direito pela Universidade Federal de Campina Grande.

Bianca Silva Araujo, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Bacharela em psicologia pela Universidade Estadual da Paraíba. Pós graduanda em residência multiprofissional em saúde materno-infantil pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Larissa Tainá Barbosa de Lima, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Graduada em Psicologia pela Universidade Federal de Campina Grande. Integrou o grupo de pesquisa Laboratório de Psicanálise de Orientação Lacaniana - LAPSO, onde esteve associada à linha de pesquisa "Psicanálise e clínica na universidade" e participou do projeto de pesquisa "O feminino e as violências". Atua em Psicologia Clínica a partir de abordagem psicanalítica. Interessa-se por pesquisar os temas: psicanálise, contemporaneidade, saúde mental, saúde coletiva, clínica psicanalítica com crianças, dificuldades de aprendizagem, educação.

References

Aristóteles. (2003). Ética a Nicômaco. São Paulo: Martin Claret.

Aristóteles. (2002). Política. São Paulo: Martin Claret.

Cervo, A. F. G. (2016). Humanismo histórico: estudo de sua evolução para chegar à felicidade e realização. Saber Humano, Edição especial: Cadernos de ontopsicologia, fev. Acesso em 23 fevereiro 2021, em https://saberhumano.emnuvens.com.br/sh/article/viewFile/128/149.

Cotrim, G., & Fernandes, M. (2010). Fundamentos da Filosofia. São Paulo: Saraiva.

Estudando História. (2017). Como Viver para ser Feliz? O que disseram os sábios gregos. Acesso em 23 abril 2021, em http://estudandohistorianoblog.blogspot.com/2017/05/como-viver-para-ser-feliz.html.

Givaldo, J. (2012). Como viver para ser feliz. Acesso em 05 setembro 2020, em http://josegivaldo.blogspot.com.br/2012/11/como-viver-para-ser-feliz-o-que.html.

Lopes, H. (2014). As Virtudes do Homem Bom: um paralelismo entre Platão e Aristóteles. Covilhã: Universidade da Beira Interior.

Pires, D. B. de S. Felicidade na visão aristotélica. Acesso em 20 abril 2021, em http://www.webartigos.com/artigos/felicidade-na-visao-aristotelica/5793/#ixzz3Fm87zbbw.

Platão. (1979). Fédon. Tradução Jorge Paleikat e João Cruz Costa. São Paulo: Abril Cultural. Coleção Os Pensadores.

Platão. Teeteto. Tradução Fernando Melro. 2. ed. Lisboa: Editorial Inquérito, s/d.

Whitehead, A. N. (1978). Process and Reality. An Essay in Cosmology. New York: Free Press.

Published

31/05/2021

How to Cite

NÓBREGA, J. C. da S.; FREITAS, M. B. de S. .; BEZERRA NETO, F. das C.; MONTEIRO, A. de O. A. .; ARAUJO, B. S. .; BARBOSA DE LIMA, L. T. . Happiness in Plato and Aristotle. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 6, p. e33810615620, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i6.15620. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/15620. Acesso em: 14 jun. 2021.

Issue

Section

Human and Social Sciences