Nurse assistance in cardiac arrest in the Mobile Emergency Service (SAMU)

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i6.15651

Keywords:

Cardiac arrest; Nursing care; SAMU.

Abstract

Introduction: Cardiac arrest is responsible for a high rate of morbidity and mortality, even in situations of ideal care. Its definition consists of the interruption of effective respiratory and circulatory activities, and its intervention consists of applying a series of emergency procedures in order to reestablish oxygenation and circulation. Objectives: To analyze the nurse's assistance during a cardiac arrest in the Mobile Emergency Care Service. Methods: This is an integrative review of literature of the exploratory type with a quantitative approach, considering the materials available in the BVS and LILACS databases. Results: According to the research, two divisions were generated for presentation of the evidence and discussion of the theme. In the first, they are presented: Assistance of the professional nurse in the care of the victim in CRA in the Mobile Emergency Care Service. The second division presents: Determinant factors of immediate survival after cardiopulmonary resuscitation maneuvers in out-of-hospital cardiac arrest. Conclusion: It was observed that there is still a lack of knowledge about the protocol before a CRA by the professional nurse, focused on the importance of CPR maneuvers with efficiency, since the nurse is mostly the first to arrive at the scene.

References

AHA. (2015). American Heart Association. Destaques da American Heart Association 2015. Atualização das Diretrizes de RCP e ACE.

AHA. (2010). American Heart Association. Destaques das Diretrizes da American Heart Association 2010 para RCP e ACE.

Barbosa, J. S. L., Moraes-filho I. M., Pereira B. A., Soares S. R., Silva W. & Santos O. P. O conhecimento do profissional de enfermagem frente à parada

cardiorrespiratória segundo as novas diretrizes e suas atualizações. Rev. Cient. Sena Aires. 2018;7(2): 117-26.

Brandão, P. C., Silva, I. C. N., Santos, V. P. F. A., Farias, D. M. F., Cruz, V. S. S. & Oliveira, J. A. (2020). Parada Cardiorrespiratória: caracterização do atendimento no serviço de atendimento móvel de urgência. Revista Nursing. 23(267):4466-4471.

Brasil. (2010). Ministério da Saúde. Roteiro para elaboração do projeto – SAMU 192.

Brasil. (2006). Política nacional de atenção as urgências: Ministério da Saúde. Brasília. Editora do Ministério da Saúde.

Bukiran, A., Erdur, B., Ozen, M. & Bozkurt, A. I. (2014). Retention of nurses` knowledge after basic life support and advanced cardiac life support training at immediate, 6-month, and 12-month post-training interval: a longitudinal study of nurses in Turkey. J Emerg Nurs. Março. 40 (2): 146-52.

Cunha, V. P., Erdmann, A. L., Santos, J. L. G., Menegon, F. H. A. & Nascimento, K. C. (2019). Atendimento a pacientes em situação de urgência: do serviço pré-hospitalar móvel ao serviço hospitalar de emergência. Rev. Enfermaría Actual. n.37, julho.

Freitas, L. M. & Fatima, L. A. (2009). Parada cardiorrespiratória do paciente adulto no âmbito intra-hospitalar: subsídios para a enfermagem. Rev. Gaúcha Enferm. Porto Alegre (RS) v.30, n.2, p.328-337, jun.

Gonzales, M. M., et al. (2013). I Diretrizes de ressuscitação cardiopulmonar e cuidados cardiovasculares de emergência da sociedade brasileira de cardiologia. Arq. Bras. Cardiologia, v. 101, n. 2, Agosto.

Guilherme, M. I. S., et al. (2013). O atendimento de enfermagem em casos de parada cardiorrespiratória (PCR).

Guskuma, E. M., Lopes, M. C. B. T., Piacezzi, L. H. V., Okuno, M. F. P., Batista, R. E. A. & Campanharo, C. R. V. (2019). Conhecimento da equipe de enfermagem sobre ressuscitação cardiopulmonar. Rev. Eletr. Enferm. 21:52253, 1-8.

Moraes, C. L. K., Paula, G. M. A., Silva, J. R. & Rodrigues, M. C. L. (2016). Desafios enfrentados pela equipe de enfermagem na reanimação cardiorrespiratória em uma unidade de emergência hospitalar. Rev. Eletr. Estácio Saúde. v.5. n.1.

Morais, D. A., Carvalho, D. V. & Correa, A. R. (2014). Parada cardíaca extra-hospitalar: fatores determinantes da sobrevida imediata após manobras de ressuscitação cardiopulmonar. Rev. Latino-Am. Enfermagem.jul.-ago.22(4):562-8.

Patil, K. D., Halperin, H. R. & Becker, L. B. (2015). Cardiac arrest: resuscitation and reperfusion. Circ Res.116(12):2041-9.

Pereira, N. L. & Espindula, B. M. (2013). Conduta de enfermagem frente ao paciente em parada cardiorrespiratória-PCR. Revista Eletrônica de Enfermagem do Centro de Estudos de Enfermagem e Nutrição, ago-dez 4(4),1-15.

Ribeiro Junior, C., et al. (2007). Manual Básico de Socorro de emergência. 2 ed. São Paulo: Atheneu.

Salazar, E. R. S., Gaspar, E. S. L. & Santos, M. S. (2017). Diretrizes da American Heart Association para ressuscitação cardiopulmonar: conhecimentos de socorristas. Rev. Baiana enferm. 31(3):e20449.

Santiago, B. M. G., Oliveira, J. S., Santos, C. S., Morais, R. L. G. L., Santos, I. S. C. & Cunha, D. O. (2020). Parada cardiorrespiratória: intervenções dos profissionais de enfermagem. Revista online de pesquisa. jan/dez; 12:1105-1109.

Sasson, C., Rogers, M. A., Dahl, J. & Kellermann, A. L. (2010). Predictors of survival from out-of-hospital cardiac arrest – a systematic review and meta-analysis. Circ Cardiovasc Qual Outcomes. 3(1):63-81.

Silva, A. C. (2016). Desenvolvimento de ambiente virtual de aprendizagem para a capacitação em parada cardiorrespiratória. Tese de doutorado. Universidade de São Paulo.

Silva, F. V., et al. (2011). Importância do treinamento em reanimação cardiopulmonar para profissionais de saúde.EFDeportes.com. Revista Digital. Buenos Aires, ano16, n.156.

Silva, J. N., Montezeli, J. H. & Gastaldi, A. B. (2013). Suporte básico à vida em adultos: conhecimentos do enfermeiros sobre as diretrizes 2010-2015. Rev. Enferm. UFPE on line. Recife, 7(5): 1256-63 maio.

Siqueira, C. L., Rennó, D. S., Ferreira, N. M. C., Ferreira, S. L. & Paiva, S. M. A. (2017) Difficulties perceived by nursing in the daily work of a mobile service of urgency. Revista saúde. 11(1-2): 62-73.

Published

18/05/2021

How to Cite

SOUSA, Y. V. L. .; BORGES, L. S. de C. .; VELOSO , L. C. . Nurse assistance in cardiac arrest in the Mobile Emergency Service (SAMU). Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 6, p. e6510615651, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i6.15651. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/15651. Acesso em: 18 jun. 2021.

Issue

Section

Review Article