Dialectics, totality and the genesis of morinian thought: A brief analysis

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i6.15665

Keywords:

Dialectic; Totality; Edgar Morin; Theory of complexity.

Abstract

In the preface to the book "Introduction to Complex Thinking", written in 1990, Edgar Morin addresses the main illusions that keep spirits away from the problem of complex thinking. In this sense, this article discusses the theoretical relationship between dialectic, both Hegelian and Marxist, visualizing the notion of totality and the theory of complexity developed by Edgar Morin. The work was carried out through bibliographic research in scientific articles, books and other documents that address the theme. It brings with it the thoughts of authors such as Konder (1984), Loureiro (2012), Lukács (1989) and Morin (2005), among others. The work is concluded by proving that complexity supersedes the notion of totality through the presence of dialogic in Morinian thought. Unlike Marxian and Hegelian dialectics, it was found that the dialectic for Morin is not conceived as a method that aims to explain phenomena, but discusses complex thinking by demonstrating a continuous dialogue with the uncertainties of the world.

References

Albuquerque, M. D. S. V. D., Medeiros, K. R. D., Luna, K., Almeida, S. R. D., & Felisberto, E. (2007). The expression of the demons of Morin. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil, 7(4), 503-506.

Arruda, M. P., Soave, C., & Rosa, G. A. (2020). Auto-ética: um saber para ressignificar a docência. Research, Society and Development, 9(12), e20091211007-e20091211007.

Corrêa, G. R., & Castro, M. L. A. (2013). O pensamento complexo de Edgar Morin e o design. Estudos em Design, 21(1).

Gamboa, Sílvio Sánchez Pesquisa em educação: métodos e epistemologias. 2. ed. Chapecó, SC: Argos, 2012.

Gil, A. C. (2008). Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. Editora Atlas SA.

Hegel, G. W. F. (2016). Ciência da Lógica: 1. A Doutrina do Ser. Traduzido por Christian G. Iber, Marloren L. Miranda e Federico Orsini. Petrópolis, RJ: Vozes; Bragança Paulista, SP: Ed. Universitária São Francisco.

Konder, L. (1984). O que é dialética? 9ªed. São Paulo, Brasiliense.

Lemos, P. B. S., de Aquino, F. J. A., da Silva, S. A., Jucá, S. C. S., da Silva, F. E. M., & de Freitas, S. R. (2019). O conceito de paradigma em Thomas Kunh e Edgar Morin: similitudes e diferenças. Research, Society and Development, 8(10), e078101321-e078101321.

Loureiro, C. F. B., & Viégas, A. (2012). Algumas considerações sobre as influências do marxismo na teoria da complexidade de Edgar Morin: aportes para a pesquisa em educação ambiental. AMBIENTE & EDUCAÇÃO-Revista de Educação Ambiental, 17(2), 13-24.

Lukács, G. (1989). História e consciência de classe: estudos de dialética marxista. Trad. Telma Costa; Revisão Manuel A. Resende e Carlos Cruz – 2° Edição, Rio de Janeiro: Elfos Ed.; Porto, Portugal, Publicações Escorpião.

Minayo, M. C. S. (2002). Ciência, Técnica e Arte: o desafio da pesquisa social. In: Minayo, M.C.S. (ORG.). Pesquisa Social: Teoria, Método e criatividade. Petrópolis, RJ: Vozes, 09-29.

Morin, E. (1997). Meus demônios. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil.

Morin, E. (2002). Em busca dos fundamentos perdidos – textos sobre o marxismo. Porto Alegre: Sulina.

Morin, E. (2005). Ciência com Consciência. 8ª. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil.

Morin, E. (2007). Introdução ao pensamento complexo. 3. ed. Porto Alegre: Sulina.

Pena-Veja, A., Almeida, C. R S., & Petraglia, I. (2003). Edgar Morin: ética, cultura e educação. São Paulo: Cortez.

Petraglia, I. (2001). Olhar sobre o olhar que olha: complexidade, holística e educação. Petrópolis: Vozes.

Pires, C. S., & Rigue, F. M. (2020). Complexidade e escolarização: tramando tensionamentos. Research, Society and Development, 9(10), e6909109163-e6909109163.

Pires, C. S., & Rocha Veiga, A. M. (2020). Costurando possibilidades na complexidade da docência: a bricolagem na trajetória auto (trans) formativa. Research, Society and Development, 9(9), e20996496-e20996496.

Piqueira, J. R. C. (2018). Engenharia da Complexidade em Edgar Morin. Estudos Avançados, 32(94), 363-370.

Piva, A. (2005). A apropriação do pensamento de Edgar Morin na pesquisa em educação ambiental no Brasil. Dissertação de Mestrado, Mestrado em Educação, Faculdade de Educação da UFMG, Belo Horizonte.

Rodrigues, J. D. S. M., & Boer, N. (2019). Da epistemologia à prática docente na educação infantil: relato de uma sequência didática. Research, Society and Development, 8(6), e186969-e186969.

Santos, S. S. C., & Hammerschmidt, K. S. D. A. (2012). A complexidade e a religação de saberes interdisciplinares: contribuição do pensamento de Edgar Morin. Revista Brasileira de Enfermagem, 65(4), 561-565.

Sartre, Jean-Paul (2002). Crítica da razão dialética: precedido por questões de método. Tradução de Ghilherme João de Freitas Teixeira; apresentação da edição brasileira, Gerd Bornheim. Rio de Janeiro: DP&A, 2002.

Silveira, D. T., & Córdova, F. P. (2009). Unidade 2 – A pesquisa científica. In: Métodos de pesquisa, 1.

Published

22/05/2021

How to Cite

LOPES, M. F. T.; LIMA, J. Q.; LEMOS, P. B. S. Dialectics, totality and the genesis of morinian thought: A brief analysis. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 6, p. e10910615665, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i6.15665. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/15665. Acesso em: 23 jun. 2021.

Issue

Section

Education Sciences