Nursing care for patients in palliative care

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i6.16140

Keywords:

Palliative Care; Nursing; Care.

Abstract

Palliative Care has competencies related to the physical, psychological, social and spiritual care of patients who face diseases that threaten their lives. This can and should be integrated early into the care for the control of the disease, and reduction of symptoms, thus generating an improvement in the quality of life. This research aims to describe the knowledge of the professional nurse in assistance to improve the quality of life, relieve pain and suffering of patients in palliative care. It is a narrative-type literature review with a qualitative approach, the search took place from September to December 2020 - it included free printed and online sources, such as manuals, protocols, articles and periodicals: Latin American Literature and of the Caribbean in Health Sciences (Lilacs), Bibliographic Specialized in the Brazilian Nursing Area (BDENF) and Medical Literature Analysisand Retrieval System Online (Medline). To operationalize the search, the resource was used: “PALLIATIVE CARE” [Subject descriptor] and “NURSING” [Subject descriptor] in the aforementioned databases. The nurse has a fundamental role in the promotion of PC, as in the acceptance of the diagnosis and help to live with the disease, providing comprehensive assistance to the user and everyone involved with the patient.

References

ANCP - Academia Nacional de Cuidados Paliativos. São Paulo (2020). Atlas dos Cuidados Paliativos no Brasil 2019. https://api-wordpress.paliativo.org.br/wp-content/uploads/2020/05/ATLAS_2019_final_compressed.pdf

Andrade, C. G et al (2016). Cuidados Paliativos e Bioética: Estudo com enfermeiros assistenciais. Rev online de pesquisa: Cuidado é fundamental; 2 (8). p 1-7.

Andrade, G. B. D. et al. (2019). Cuidados Paliativos e a Importância da Comunicação entre o Enfermeiro e Paciente, Familiar e Cuidador. Revista Online de Pesquisa; 11. p 1-5.

Ávila, F. B. P. et al (2017). Cuidados Paliativos: Refletindo As Influências e Contrassensos da Filosofia de Saunders na Formação do Enfermeiro; 8 (1).

Baliza, M. F. (2015). Fatores que influenciam os enfermeiros de Unidades de Terapia Intensiva nas decisões de final de vida. Rev Escola Enfermagem da USP; 49 (4). p 572-579.

BRASIL (2018). Resolução nº 41, de 31 de outubro de 2018. Dispõe sobre as diretrizes para a organização dos cuidados paliativos, à luz dos cuidados continuados integrados, no âmbito Sistema Único de Saúde (SUS). https://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/51520746/do1-2018-11-23-resolucao-n-41-de-31-de-outubro-de-2018-51520710

BRASIL. (2008). Ministério da Saúde. Instituto Nacional do Câncer. Ações de enfermagem para o controle do câncer: uma proposta de integração ensino-serviço. 3. ed. atul. ampl. Rio de janeiro: INCA. Disponível em: http://www.inca.gov.br/enfermagem/docs/ficha_tecnica.pdf .

Costa, Á. P et al. (2016). Formação em cuidados paliativos: experiência de alunos de medicina e enfermagem. Interface - Comunicação, Saúde, Educação; 20 (59). p 1041-52.

França, K.H. D. P; & Cardoso, M.V.N. (2017). O Aprendizado Para A Prática Do Cuidado Paliativo Em Oncologia Sob A Ótica Dos Enfermeiros. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Escola de Enfermagem Anna Nery, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem.

Franco, H.CP et al. (2017). Papel da enfermagem na equipe de cuidados paliativos: a humanização no processo da morte e morrer. Rev gestão & saúde, 17 (2): 48-61.

Gaspar, R. B; & Silva, M. M. (2017). O Gerenciamento Do Cuidado De Enfermagem Para Defesa Da Autonomia Dos Idosos Em Terminalidade Da Vida. Dissertação (Mestre em Enfermagem) Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Gomes, C. Y. O. S et al. (2015). O Enfermeiro e os Cuidados Paliativos Prestados a Pacientes Oncológicos Terminais. SANARE - Revista de Políticas Públicas; (14). p 71-81.

Leite, A. C. et al. (2020). Assistência de enfermagem nos cuidados paliativos ao paciente idoso em unidade de terapia intensiva. Rev Braz. J. of Develop; (6)12. p 102261-102281.

Manchola, C. et al. (2016). Cuidados paliativos, espiritualidade e bioética narrativa em unidade de saúde especializada. Rev. Bioét., Brasília; 24 (1). p 165-175.

Medeiros, R. K. S et al. (2015) Modelo de validação de conteúdo de Pasquali nas pesquisas em Enfermagem. Rev Enferm Ref; (4) p 127-35.

Minayo, M. C. S. (2010). O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. (12. ed.), Hucitec.

Ministério da Saúde (2020). Secretaria de Atenção Especializada à Saúde/SAES Departamento de Atenção Hospitalar, Domiciliar e de Urgência/DAHU Coordenação Geral de Atenção Hospitalar e Domiciliar/CGAHD. Manual de Cuidados Paliativos. São Paulo: Hospital Sírio Libanês.

Pacheco, L. S. P et al (2020). O processo de comunicação eficaz do enfermeiro com o paciente em cuidados paliativos. Rev Research, Society and Development, 9 (8). p 1-15.

Passarelles, D. M. A.; Rios, A. A.; Santana, R. F. (2019). Diagnósticos de enfermagem em cuidados paliativos oncológicos: revisão integrativa. Rev Enfermería Global. (55). p 590-600.

Perondi, B. L. B et al. (2019). A enfermagem nos cuidados paliativos de criança com leucemia linfoide aguda terminal. Revista Ciências da Saúde e Educação IESGO; (1) 1. p 29-36.

Queiroz, T. A et al (2018). Cuidados paliativos ao idoso na terapia intensiva: olhar da equipe de enfermagem. Rev Texto Contexto Enfermagem; 27 (1). p 1-10.

Rapanos, B. M.; Oliveira, E. C.; Ferreira, W. F. S. (2020). Percepções e conflitos dos acadêmicos de enfermagem sobre cuidados paliativos. Revista de Atenção à Saúde; 18 (65). p 59-75.

Santos, D. J. L. D. L. et al. (2019). O enfermeiro e os cuidados paliativos proporcionados ao idoso terminal internado em UTI. Brazilian Journal of health Review. p 1095-1104.

Santos, J. B. S. et al. (2017). Assistência Integral De Enfermagem Aos Pacientes Em Cuidados Paliativos. Revista Saúde; (11) 1. p 1-16.

Silva, A.F. et al. (2015). Cuidados paliativos em oncologia pediátrica: percepções, saberes e práticas na perspectiva da equipe multiprofissional. Rev Gaúcha Enfermagem; 36 (2): 56-62.

Silva, R.S. et al. (2017). Construção e validação de diagnósticos de enfermagem para pessoas em cuidados paliativos. Rev. Latino-Am. Enfermagem. 25:e2914. p. 1-9.

Silveira, N. R. et al. (2016). Cuidado paliativo e enfermeiros de terapia intensiva: sentimentos que ficam. Revista Brasileira de Enfermagem; (69) 6. p 1-8.

Published

01/06/2021

How to Cite

ANDRES, S. C. .; MACHADO, L. B. .; FRANCO, F. P. .; SANTOS, D. S. dos .; TORRES, R. F.; PEDROSO, S. U. . Nursing care for patients in palliative care. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 6, p. e55910616140, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i6.16140. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/16140. Acesso em: 23 jun. 2021.

Issue

Section

Health Sciences