Prevalence of exclusive breastfeeding and factors related to early weaning in a Child-Friendly Hospital

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i9.18375

Keywords:

Breast Feeding; Cross-Sectional Studies; Weaning.

Abstract

The objective was to estimate the prevalence of exclusive breastfeeding in children living in the municipality of Santa Cruz - RN and to identify the factors associated with early weaning. A longitudinal study, of a quantitative character, carried out from April / 2019 to November / 2020, aimed at mothers and their respective children born in a Baby-Friendly Hospital. A total of 152 children / mothers were followed up through monthly home visits. For data collection, a structured questionnaire was used containing variables related to socioeconomic data, breastfeeding, pregnancy and childbirth. The collected data were organized in the Epidata (version 3.1) and Excel (version 2010) programs. For the analysis, the STATA program (version 10.0) was used. The introduction of other milks started in the 1st month in 1.3% of the children. The main reasons reported by mothers for early weaning were insufficient milk (16.6%) and rejection by the baby (16.6%). In the 6th month, the prevalence of EBF was only 8.6%, while 60.5% performed complementary breastfeeding. Early weaning was associated with maternal age (p = 0.035), type of delivery (p = 0.003), and difficulty in sucking milk (p = 0.022). This work is pioneering in the region, the knowledge obtained in this study can contribute to the implementation of programs and the adoption of measures aimed at stimulating the practice of EB.

References

Amaral, L. J. X. Sales, S. S. Carvalho, D. P. S. R. P., Cruz, G. K. P., Azevedo, I. C., & Ferreira Júnior, M. A. (2015). Fatores que influenciam na interrupção do aleitamento materno exclusivo em nutrizes. Revista Gaúcha Enfermagem. 36(esp):127-34.

Brasil. (2020). Governo do Brasil. Ministério da educação. “HUAB: Nossa história”. <http://www2.ebserh.gov.br/web/huab-ufrn/nossa-historia>

Brasil. (2017). Instituto brasileiro de geografia e estatística. Governo do Brasil. Cidades e estados. <https://www.ibge.gov.br/cidades-e-estados/rn/santacruz.html>.

Brasil. (2015). Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Saúde da criança: aleitamento materno e alimentação complementar. Caderno de atenção básica n 23. (2a ed.).

Brasil. (2012). Ministério da Saúde. Resolução nº 466/2012 do Conselho Nacional de Saúde do Ministério da Saúde.

Carvalho, R. A. S. Santos,V. S. Melo, C. M., Gurgel, R. Q., & Oliveira, C. C. C. (2016). Avaliação da adequação do cuidado pré-natal segundo a renda familiar em Aracajú, 2011. Epidemiologia e serviços de saúde. 25(2).

Lima, A. P. E, Castral, T. C., Leal, L. P., Javorski, M., Sette, G. C. S., Scochi, C. G. S., & Vasconcelos, M. G. L. (2019). Aleitamento materno exclusivo de prematuros e motivos para sua interrupção no primeiro mês pós-alta hospitalar. Revista gaúcha Enfermagem. 40:e20180406.

Lopes, W. C.. Marques, F. K. S.. Oliveira, C. F.. Rodrigues, J. A., Silveira, M. F., Caldeira, A. P., & Pinho, L. (2018). Alimentação de crianças nos primeiros dois anos de vida. Revista Paulista de Pediatria. 36(2):164-170.

Mendes, S. C. Lobo, I. K. V. Sousa, S. Q. & Vianna, R. P. T. (2019). Fatores relacionados com uma menor duração total do aleitamento materno. Ciência & Saúde Coletiva, 24(5):1821-1829.

Moraes, B. A., Gonçalves, A. C., Strada, J. K. R., & Gouveia, H. G. (2016). Fatores associados à interrupção do aleitamento materno exclusivo em lactentes com até 30 dias. Revista Gaúcha de Enfermagem. 37(esp):e2016-0044.

Mussi, R. F. F., Mussi, L. M. P. T., Assunção, E. T. C., & Nunes, C.P. (2019). Pesquisa quantitativa e/ou qualitativa: distanciamentos, aproximações e possibilidades. Revista SUSTINERE. 7, 414-430.

Neri, V. F.. Alves, A. L. L.. & Guimarães, L. C. (2019). Prevalência de desmame precoce e fatores relacionados em crianças do Distrito Federal e entorno. REVISA. 8(4): 451-9.

Oliveira, C. M.. Santos, T. C.. Melo, I. M., & Aguiar, D. T. (2017). Promoção do Aleitamento Materno: intervenção educativa no âmbito da Estratégia de Saúde da Família. Rev. Enfermagem Revista. V. 20, N.2.

Oliveira, E. C.. Barbosa, S. M.. & Melo, S. E. P. (2016). A importância do acompanhamento pré-natal realizado por enfermeiros. Revista científica FacMais. Vol VII, número 3.

Organização Mundial da Saúde. (2019). “UNICEF: apenas 40% das crianças no mundo recebem amamentação exclusiva no início da vida”. Instituto Lado a Lado pela vida. <https://www.ladoaladopelavida.org.br/detalhenoticia-ser-informacao/unicef-apenas-40-das-criancas-no-mundo-recebemamamentacao-exclusiva-no-inicio-da-vida>.

Pivetta, H. M. F., Braz, M. M., Pozzebon, N. M., Freire, A. B., Real, A. A., Cocco, V. M., & Sperandio, F. F. (2018). Prevalência de aleitamento materno e fatores associados: uma revisão de literatura. Revista de ciências médicas e biológicas. 17(1), 95-101.

Rocha, I. S. Lolli, L. F. Fujimaki, M., Gasparetto, A., & Rocha, N. B. (2018). Influência da autoconfiança materna sobre o aleitamento materno exclusivo aos seis meses de idade: uma revisão sistemática. Ciência & Saúde Coletiva. 23 (11):3609-3619.

Santiago, A. C. T, Cunha, L. P. M., Vieira, N. S. A., Moreira, L. M. O., Oliveira, P. R., Lyra, P. P. R., & Alves, C. A. D. (2019). Breastfeeding in chil-dren born small for gestational age and future nutritional and metabolic outcomes: a systematic review. Jornal de Pediatria (Rio de Janeiro). 95:264---74.

Tenório, M. C. S. Mello, C. S. & Oliveira, A. C. M. (2018). Factors associated with the lack of breastfeeding upon discharge from hospital in a public maternity facility in Maceió, Alagoas, Brazil. Ciência & Saúde Coletiva, 23(11):3547-3556.

Ufrj. (2020). Universidade Federal do Rio de Janeiro. Estudo Nacional de Alimentação e Nutrição Infantil - ENANI-2019: Resultados preliminares - Indicadores de aleitamento materno no Brasil. 9p. UFRJ.

Vieira, A. C. Costa, A. R. & Gomes, P. G. (2015). Boas práticas em aleitamento materno: aplicação do formulário de observação e avaliação da mamada. Rev. Soc. Bras. Enf. Ped. 15(1), 13-20.

Vieira, E. S., Caldeira, N. T., Eugênio, D. S., Di Lucca, M. M., & Silva, I. A. (2018). Breastfeeding self-efficacy and postpartum depression: a cohort study. Rev. Latino-Am. Enfermagem. 26:e3035.

Vieira, F. S.. Costa, E. S.. Sousa, G. C.. Oliveira, T. M. P., & Neiva, M. J. L. M. (2019). Influência do parto sobre o desmame no puerpério. Rev Fund Care Online. 11, 425-431.

Published

01/08/2021

How to Cite

SILVA, L. A. C. da; FERNANDES, T. L. da S.; MOURA, I. V. L. de .; GOMES, F. de A. .; ALOISE, D. de A. Prevalence of exclusive breastfeeding and factors related to early weaning in a Child-Friendly Hospital . Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 9, p. e52510918375, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i9.18375. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/18375. Acesso em: 23 sep. 2021.

Issue

Section

Health Sciences