Challenges during the vaccination campaign against COVID-19: an experience report and reflections

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i10.18712

Keywords:

Vaccination; Vaccination; COVID-19; Aged.; COVID-19; Aged.

Abstract

Objective: Analyze and disclose the experience and challenges of two volunteers, during the immunization campaign against COVID-19, at a vaccination post, located in the Metropolitan Region of Belém. Methodology: This is a descriptive study, with a qualitative approach, of the experience report type, carried out by academics and volunteer professionals from different courses, with prevalence in the health area, during the vaccination campaign against COVID-19, in the city of Belém -PA, from February to April 2021. Result: Carried out in an extramural environment, the vaccination campaign against Covid-19 faced several challenges for its realization, among them: the logistic organization of the physical space for the conditioning of people, the reception and its humanization, as well as its subdivisions and bilateral interaction between professionals and future vaccinated people and their families. Conclusion: There is a need for greater depth on the subject with the adoption of new research on the current scenario in an attempt to minimize the problems encountered and, consequently, streamline and collaborate with the process of adherence to vaccination by the population.

References

Atehortua NA & Patino S. (2021). COVID-19, a tale of two pandemics: novel coronavirus and fake news messaging. Health Promot Int., 36(2):524-534.

Assunção GS & Queiroz E. (2015). Abordagem do tema “Relação profissional de saúde-paciente” nos cursos de saúde da Universidade de Brasília. Psicologia: Ensino & Formação. 6(2): 18-36.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis. (2014). Manual de Normas e Procedimentos para Vacinação, 176 p.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Imunizações e Doenças Transmissíveis. (2020). Manual de vigilância epidemiológica de eventos adversos pós-vacinação, 4. ed.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Imunizações e Doenças Transmissíveis. (2021). PLANO NACIONAL DE OPERACIONALIZAÇÃO DA VACINAÇÃO CONTRA A COVID-19, 6. ed.

Cavalcante BLL & Lima UTS. (2012). Relato de experiência de uma estudante de Enfermagem em um consultório especializado em tratamento de feridas. J Nurs Health, 1(2):94-103.

Chou WS & Budenz A. (2020). Considering Emotion in COVID-19 Vaccine Communication: Addressing Vaccine Hesitancy and Fostering Vaccine Confidence. Health Commun, 35(14):1718-1722.

Hamada RA, Brasil V, Souza I, Campos R & Leite I. (2018). Conhecendo o Sistema Único de Saúde: um olhar da população. Revista de APS, 21.

Mendes KDS, Silveira RCCP & Galvão CM. (2019). Uso de gerenciador de referências bibliográficas na seleção dos estudos primários em Revisão Integrativa. Texto & Contexto Enfermagem, 28, e20170204.

Minayo, MC de S. (2012). Análise qualitativa: teoria, passos e fidedignidade. Ciência & Saúde Coletiva, 17(3), 621-626.

Montezeli JH & Haddad MCFL. (2016). Habilidades sociais e à prática profissional em enfermagem. Ciência, Cuidado E Saúde, 15(1), 1-2.

OPAS. (2021). Histórico da pandemia de COVID-19. Acesso em:

<https://www.paho.org/pt/covid19/historico-da-pandemia-covid-19>.

Perniciotti P, Serrano Júnior CV, Guarita RV, Morales RJ & Romano BW. (2020). Síndrome de Burnout nos profissionais de saúde: atualização sobre definições, fatores de risco e estratégias de prevenção. Revista da SBPH, 23(1), 35-52.

Resolução COFEN nº 564/2017, de 6 de novembro de 2017 (2017). Dispõe sobre a aprovação do novo Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem. Brasília, DF.

Ribeiro LM, Vieira TA. & Naka KS. (2020). Síndrome de burnout em profissionais de saúde antes e durante a pandemia da COVID-19. Revista Eletrônica Acervo Saúde, 12(11), e5021.

Sato APS. (2018). What is the importance of vaccine hesitancy in the drop of vaccination coverage in Brazil?. Revista De Saúde Pública, 52, 96.

Santos EP. (2017). Guia de boas práticas de imunização em áreas remotas de difícil acesso. SBIM, São Paulo, 1, 1-44.

SESPA. (2021). PLANO PARAENSE DE VACINAÇÃO -PPV/COVID-19. [s.d.]. Disponível em: <http://www.saude.pa.gov.br/wp-content/uploads/2021/01/PLANO_PARAENSE_DE_VACINACAO_FINAL-1.pdf>.

Vilanova M. (2020). Vacinas e imunidade, Rev. Ciência Elem., 8(2):021.

Published

11/08/2021

How to Cite

GALVÃO, D. do N. .; TAVARES, E. C. F. .; SILVA, L. C. da .; CORREIA , V. Y. S. .; KATO, J. S. C. .; CASTRO, L. M. da S. .; GONÇALVES, P. G. N. .; SOUSA, A. G. S. de .; SANTOS, . M. C. S. dos .; CONCEIÇÃO, M. F. S. da .; SILVA, E. B. de A. .; FERREIRA , W. S.; LIMA, A. A. da S. .; MILHOMEM, C. A. da S. .; BENDELAQUE, D. de F. R. . Challenges during the vaccination campaign against COVID-19: an experience report and reflections. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 10, p. e302101018712, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i10.18712. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/18712. Acesso em: 27 oct. 2021.

Issue

Section

Health Sciences