Performance of the occupational therapist in the famíly health support nucleus

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i10.18723

Keywords:

Occupational therapy; Primary Health Care; Occupational therapy; Family Health.; Primary health care; Family health.

Abstract

The occupational therapist is one of the professionals who can make up the Family Health Support Centers (NASF). The general objective of this study was to investigate the contribution of occupational therapists to the NASF team in the national scientific literature. It was a bibliographic research, through an integrative descriptive review. The search strategy was performed in the Virtual Health Library (VHL), Latin American and Caribbean Literature in Health Sciences (LILACS), National Collection of SUS Information Sources (ColecionaSUS) and Brazilian Institutional Journal of Therapy databases OccupationalREVISBRATO, from September to November 2020, using the following descriptors: “primary health care”, “occupational therapy”, “family health” with the Boolean operator “AND” for the specificity of the bibliographic survey. The inclusion criteria defined for the selection were: articles published in Portuguese that portrayed the theme, published and indexed in the aforementioned databases in the last five years, excluding those that were not available in full. Fourteen papers on the role of occupational therapists at NASF were selected. It was found that therapeutic groups and workshops, home visits, the organization of community groups and meetings with teams from the Family Health Strategy (ESF) were the most recurrent forms of work of these professionals in the NASF, where they relied on matrix support and in community-based rehabilitation. It was concluded that the work of the occupational therapist in the NASF is a process of building in the fields of health promotion and disease prevention, developing an integral and interdisciplinary health practice and contributing to the emancipation of subjects in their various social roles, favoring human and community development.

References

Andrade, A. S.; Falcão, I. V. (2017). A compreensão de profissionais da atenção primária à saúde sobre as práticas da terapia ocupacional no NASF. Cadernos de Terapia Ocupacional da UFSCar, São Carlos, v.25 n. 1, p. 33-42.

Anversa, A. C.; Borges, J. M. (2016). Prática de estágio em terapia ocupacional na comunidade. Cad. Ter. Ocup. UFSCar, São Carlos, v. 24, n. 4, p. 821-826.

CAMARGOS, M. A. et al. (2017). A inserção dos terapeutas ocupacionais na rede de atenção à saúde do SUS em Minas Gerais entre os anos de 2005 e 2015. Cad. Bras. Ter. Ocup., São Carlos, v. 25, n. 2, p. 363-372, 2017

Cardoso, R.O.; Nascimento, R.G.; Castro, G. G. A. (2019). Percepção de profissionais de saúde sobre a Terapia Ocupacional no Núcleo de Apoio à Saúde da Família. Rev. Interinst. Bras. Ter. Ocup. Rio de Janeiro. 2019. v.3(1): 76-90.

Carvalho, C. R. A. et al. (2017). A atuação dos terapeutas ocupacionais: desafios enfrentados no cotidiano do trabalho em unidades públicas de saúde. Cad. Bras. Ter. Ocup., São Carlos, v. 25, n. 4, p. 723-733.

Chagas, M. F.; Andrade, M. F. L. O. (2019). Atuação do terapeuta ocupacional no NASF: reflexões sobre a prática. Rev. Interinst. Bras. Ter. Ocup. Rio de Janeiro. 2019. v.3(4): 569-583.

Falcão, I. V. et al. (2020). A terapia ocupacional na atenção primária a saúde reinventando ações no cotidiano frente as alterações provocadas pelo COVID19. Rev. Interinst. Bras. Ter. Ocup. Rio de Janeiro. 2020. suplemento, v.4(3): 333-350.

Ferreira, T. P. S.; Costa, C. T. (2017). Saúde e redes vivas de cuidado: articulando ações estratégicas no território com vista ao cuidado integral na atenção básica. Rev. Interinst. Bras. Ter. Ocup. Rio de Janeiro. v.1(3): 269-281.

Furlan, P. G.; Oliveira, M. S. (2017). Terapeutas ocupacionais na gestão da atenção básica à saúde. Cad. Ter. Ocup. UFSCar, São Carlos, v. 25, n. 1, p. 21-31.

Iacabo, P. Furtado, J. P. (2020). Núcleos de Apoio à Saúde da Família: análises estratégica e lógica. SAÚDE DEBATE | RIO DE JANEIRO, V. 44, N. 126, P. 666-677.

Júnior, J. P. B.; Moreira, D. C.; (2017). Educação permanente e apoio matricial: formação, vivências e práticas dos profissionais dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família e das equipes apoiadas. Cad. Saúde Pública 2017; 33(9):e00108116.

Marcolinoa, T. Q. et al. (2016). Comunidade de prática em terapia ocupacional para o cuidado em saúde mental na atenção básica em saúde: expectativas e impactos. Cad. Ter. Ocup. UFSCar, São Carlos, v. 24, n. 4, p. 733-741.

Miranda, E. F. S.; Amado, C. F.; Ferreira, T. P. S. (2019). Percepção de gestores acerca da atuação e inserção de terapeutas ocupacionais na atenção básica à saúde. Cad. Bras. Ter. Ocup., São Carlos, v. 27, n. 3, p. 522-533.

Monteiro, C. M. O. et al. (2021). Desafios e possibilidades na reorientação do processo de trabalho dos terapeutas ocupacionais nos núcleos ampliados de saúde da família e atenção básica em meio à pandemia da Covid-19. Rev. Interinst. Bras. Ter. Ocup., 2(5), 244-251.

Oliveira, M. T.; Ferigato, S. H. (2019). A atenção às mulheres vítimas de violência doméstica e familiar: a construção de tecnologias de cuidado da terapia ocupacional na atenção básica em saúde. Cad. Bras. Ter. Ocup., São Carlos, v. 27, n. 3, p. 508-521.

Onório, J.L.S.; Silva, E.M.; Bezerra, W.C. (2018). Terapia Ocupacional no núcleo de apoio a saúde da família: um olhar para a especificidade da profissão no contexto interdisciplinar. Rev. Interinst. Bras. Ter. Ocup. Rio de Janeiro. v.2(1): 145-166.

Silva; R. A. S.; Oliver. F, C. (2016). Orientação teórica e os cenários de prática na formação de terapeutas ocupacionais na atenção primária à saúde: perspectivas de docentes. Cad. Ter. Ocup. UFSCar. São Carlos, v. 24, n. 3, p. 469-483.

Silva, R. A. S.; Oliver, F. C. (2019). Identificação das ações de terapeutas ocupacionais na atenção primária à saúde no Brasil. Rev. Interinst. Bras. Ter. Ocup. Rio de Janeiro. 2019. v.3(1): 21-36.

Silva, R. A. S.; Oliver, F. C. (2020). A interface das práticas de terapeutas ocupacionais com os atributos da atenção primária à saúde. Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional, 28(3), 784-808.

Published

11/08/2021

How to Cite

CORREA, R. F. de O. .; MENDES, A. L. R. .; MEDEIROS , S. B. de .; AMARANTE, I. R. .; NASCIMENTO, I. do .; OLIVEIRA, A. S. S. .; OLIVEIRA, I. F. de .; CAVALCANTE, A. L. .; NASCIMENTO, A. G. S. do .; CAVALCANTE, S. S. .; MAPURUNGA, B. A. .; MACÊDO, F. de O. A. .; SILVA, J. M. da .; CARVALHO, G. D. .; NEVES, S. M. V. . Performance of the occupational therapist in the famíly health support nucleus. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 10, p. e303101018723, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i10.18723. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/18723. Acesso em: 20 oct. 2021.

Issue

Section

Review Article