Evaluation of antimicrobial use in elderly hospitalized in a public hospital

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i14.20683

Keywords:

Anti-infectives; Old man; Hospitalization.

Abstract

Objective: The aim of this study was to evaluate the use of antimicrobials in elderly people admitted to a public hospital. Methodology: This is a cross-sectional study, quantitative and descriptive, carried out in the Medical Clinic of a public hospital in Bahia, over a period of three months, using a form structured by the researcher. Forty-two medical records of patients aged over 60 years were analyzed. Of these, 29 were using antimicrobials. Results: The prevalence of TMJ use was (69%), being higher in females (93%) and in patients aged 80 years or older (52%). The most used drugs were ceftriaxone (59%), levofloxacin (28%) and azithromycin (28%). There was a predominance of polypharmacy (100%). In addition, the main diagnoses for the use of TMJs were for diseases that affect the respiratory system (38%) and diseases of the circulatory system (32%). Regarding the route of administration, the highest frequency of use of the intravenous route was observed (79%). Conclusion: It is suggested that it is necessary to know the use of these drugs in hospitals, especially in geriatrics, to support the development of clinical protocols, reduce treatment by empirical therapy, in addition to the importance of the interaction of the multidisciplinary team to avoid the increase in resistance bacterial and prevent as much as possible prescriptions from occurring.

References

Alves, F., Júnior, L. Matias, E. Vieira, S. Santos, B. & Dias, T. (2019). Perfil das prescrições de antibioticoterapia em uma unidade de terapia intensiva adulto de um hospital de referência cirúrgica no estado do Maranhão Profile of antibiotics prescription in an adult intensive care unit at a surgical reference hospital in th. Revista Eletrônica Acerco Saúde. 34 (1):1–7.

ANVISA: Agência Nacional de Vigilância Santiária. Consultas. https://consultas.anvisa.gov.br/.

Ardoino, I., Mannucci, P.M., Nobili, A., Tettamanti, M. Pasina., & L. Corrao, S. (2019). Uso de antibióticos e fatores associados em uma grande amostra de idosos hospitalizados. J Global Antimicrob Resist. 1 (19):167–172.

Baclet, A. N., Ficheur, G. Alfandari, S. Ferret L. & Chazard, E, Beuscart, J. (2017). Explicit definitions of potentially inappropriate prescriptions of antibiotics in older patients : a compilation derived from a systematic review. Int J Antimicrob Agents. 50 (5): 1-35.

Barbosa, A. T. F., Carneiro, J. A. l., Ramos, G. C. F., Leite, M. T. & Caldeira, A. P. (2019). Fatores associados à Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica em idosos. Ciência & Saúde Coletiva. 22 (1): 63–73.

Beckett, C.L., Harbarth, S., & Huttner, B. Special considerations of antibiotic prescription in the geriatric population. (2014). CMI. 21 (1): 1–7.

Beier, D., Weiß, C. Hagmann, M., Balaban, Ü. & Thiel, M. Schneider-lindner, V. (2019). Is antibacterial treatment intensity lower in elderly patients ? A retrospective cohort study in a German surgical intensive care unit. BMC Health Services Research. 19 (1): 1–9.

Bertol, C. D., Anzolin, A. P., Silva, L. H., Dalbosco, A. K., Portella, M. R. & Hahn, S. R. (2020). Avaliação das infecções hospitalares em idosos. Revista Interdisciplinar de Estudos em Saúde. 9 (1): 1–19.

Brasil. Antimicrobianos: erros de medicação, riscos e práticas seguras na sua utilização. (2019) ISMP. (7): 2-14.

Brasil. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Resolução nº 466, de 12 de dezembro de 2012. (2013). Dispõe sobre diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Diário Oficial República Federativa do Brasil, Brasília, DF. https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/cns/2013/res0466_12_12_2012.html.

Carneiro, L. F., Khouri A. G., Santos, S. O., & Silveira A. C. S. (2019). Atribuição Do Farmacêutico Na Comissão De Infecção Hospitalar Quanto ao Uso de Antimicrobianos. Rev Ref em Saúde da Fac Estácio Sá Goiás. 2 (3):69–74.

Castro, A. F., Oliveira, J. P. & Rodrigues, M. C. S. (2019). Erro de administração de medicamentos anti-infeciosos por omissão de doses. Acta Paul Enferm. 32 (6): 667–73.

Cazarim, M. S., & Araújo, A. L.A. (2011). O paciente idoso sob o aspecto da utilização de antimicrobianos : repercussão ao sistema público de saúde brasileiro. Revista de Ciências Farmacêuticas. 32 (3): 305–11.

Colet, C., & Wazlawick., M. K. M. (2011). Perfil de uso de antimicrobianos por idosos em hospital de nível IV do RS em 2010. Context Saúde; 11 (20): 1197–1202.

Costa, A. L. P., & Junior, A.C.S.S. (2017). Resistência bacteriana aos antibióticos e Saúde Pública : uma breve revisão de literatura. Estação Científica. 7 (1): 45–57.

Cruz, L. F., Marçal, A. G., Reis, A. M., & Bertollo, C. M. (2020). Terapia antimicrobiana em idosos: perfil de uso e avaliação da qualidade da prescrição. Revista Brasileira de Farmácia Hospitalar e Serviços de Saúde. 11(1):1–8.

Datasus. Sintomas, sinais e achados anormais de exames cínicos e do laboratório, não classificados em outra parte. http://www2.datasus.gov.br/cid10/V2008/WebHelp/r00_r99.htm.

Dylis, A., Boureau, A.S., Coutant, A., Batard, E. Javaudin, F. & Berrut, G. (2019). Antibiotics prescription and guidelines adherence in elderly: impact of the comorbidities. BMC Geriatrics. 19: (291) 1–6.

ECDC. (2013). Point prevalence survey of healthcare-associated infections and antimicrobial use in European acute care hospitals. 5 (3): 1-83.

Flores, T.G., Costa., G.S., Oliveira, R. Pedro, F. L., Cruz, I.B.M., & Lampert, M.A. (2019). Prescrição de antimicrobianos para idosos hospitalizados : análise do benefício e associação com implementação de limitação de esforço terapêutico e cuidados paliativos. Journal of Epidemiology and Infection Control. 9 (4):1–7.

Garcia, L. M., Oliveira, C. Braga., C.A., Aurea, G. Damasceno A, & Mota É.C. (2013). Perfil epidemiológico das infecções hospitalares por bactérias multidrogarresistentes em um hospital do norte de Minas Gerais. Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção. 3 (2):45–49.

Giarratano, A., Green S. E. L., & Nicolau, D.P.(2018). Review of antimicrobial use and considerations in the elderly population. Clinical Interventions in Aging. 13 (1): 657–667.

Gleeson, L., Dalton, K. Mahony, D. O., & Byrne, S. A (2020). Systematic Review and Narrative Synthesis. Res Soc Adm Pharm. 16 (8): 1017-1025.

Goulart, L. S., Carvalho, A. C., Lima, J.C., Pedrosa, J. M., Lemos, & P. L., Oliveira, R. B. (2014). Consumo de medicamentos por idosos de uma Unidade Básica de Saúde de Rondonópolis/MT. Estudo Interdisciplinar Envelhecimento. 19 (1): 79-84.

Izaias, É. M., Rossaneis, M. Â. & Belei, R. A. (2014). Custo e caracterização de infecção hospitalar em idosos. Ciência & Saúde Coletiva. 19 (8): 3395–402.

Latham, L. P., & Ackroyd-stolarz, S. Emergency Department Utilization by Older Adults : a Descriptive Study. (2014). Can Geriatr. 17 (4):118–125.

Levorato, C. D., & Nunes, A. A. (2014). Fatores associados à procura por serviços de saúde numa perspectiva relacional de gênero Factors associated with the demand for health services from a gender-relational perspective. Ciência & Saúde Coletiva. 19 (4): 1263–1274.

Microsoft Office. Excel (versão 15.0). [Software Computer]. Office; 2013.

Millett, E. R. C., Quint, J. K., Smeeth, L., Daniel, R. M., & Thomas, S. L. (2013). Incidence of Community-Acquired Lower Respiratory Tract Infections and Pneumonia among Older Adults in the United Kingdom : A Population-Based Study. Plos One: 8 (9):1–11.

Mota, I. V. R., Almeida, P. H. & Lemos., L. B. (2018). Prescription errors and administration of injectable antimicrobials in a public hospital. Revista Brasileira Farmácia Hospitalar Serviços Saúde. 9 (1): 2–7.

Msslvmzk, A. B. (2016). Point prevalence study of antimicrobial usage in acute care hospitals in the Slovak Republic. ECDC. 93 (4):403-409.

Neves, C., & Colet, C. (2015). Perfil de uso de antimicrobianos e suas interações medicamentosas em uma uti adulto do Rio Grande do Sul. Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção.5(2): 65–71.

Pereira A. S. et al. (2018). Metodologia da pesquisa científica. [free e-book]. Santa Maria/RS. Ed. UAB/NTE/UFSM.

Porto, A. P. M., Goosens, H. Verspoten, A. & Costa, S. F. (2020). Global Point Prevalence Survey (Global-PPS) of Antimicrobial Consumption in Brazilian Hospitals. J Hosp Infect. 104 (2): 165-171.

Ramalhinho, I. Gomes., L. F. Filipe, C., Cavaco, A., & Cabrita, J. ( 2015). Padrão de prescrição de antibióticos no Algarve: características do doente e dispersão da terapêutica. Rev Port Saude Publica. 33 (2): 207–21.

Rodrigues, F. A., & Bertoldi, A. D. (2010). Perfil da utilização de antimicrobianos em um hospital privado The profile of antimicrobial utilization in a private hospital. Ciência & Saúde Coletiva. 14 (1):1239–1247.

Rodrigues, M. C. S., & D. O. C. (2016). Interações medicamentosas e reações adversas a medicamentos em polifarmácia em idosos: uma revisão integrativa. Revista Latino Americano de Enfermagem. 24 (1): 1-17.

Santos, R. G., Alves., C. D. S., Lemos, L. B., Jesus, I. S. & Lemos, G. S. (2016). Prescrições de antimicrobianos de uso restrito de pacientes internados em um hospital e ensino. Rev Bras Farm Hosp e Serviços Saúde. 7(1):8–12.

Secretaria Estadual de Saúde da Bahia (SESAB). Hospital Geral Prado Valadares (HGPV) .Salvador, [s/a]. <http://www.saude.ba.gov.br/hospital/hospital-geral-prado-valadares/>.

Selbach, C. V., Blanco, B. S., Mello, L. D., & Cassão, G. (2017). Prevalência do uso do antibiótico levofloxacino em hospital de bagé-rs no mês de agosto de 2016. Congrega Urcamp. 1–2.

Silva, A. G., & Garbaccio, J. L. (2016). Registro do uso de antimicrobianos em Instituições de Longa Permanência para Idosos. Revista Brasileira Geriatria Gerontologia. 19 (2): 325–334.

Silva, J, S. D., Almeida, P. H. R. F., Perini, E. Pádua., C. A. M. & Rosa, M. B. (2017). Erros da Prescrição e Administração envolvendo um medicamento potencialmente perigoso. Revista de Enfermagem. 11(10):3707–17.

Silva, T. F. A., Filho, M. A. A., Brito, M. R. M B., & Freitas, R. M. (2014). Mecanismo de ação, efeitos farmacológicos e reações adversas da ceftriaxona: uma revisão de literatura. Revista Eletrônica de Farmácia. 11 (3):48–57.

Sousa, K .C., & Silva, M. V. (2015). Tendências de prescrição de antimicrobianos em idosos hospitalizados em um hospital universitário. Revista Saúde e Pesquisa. 8 (3): 501-508.

Souza, F., Baroni, M. R. F. (2017). Perfil de utilização de antimicrobianos na unidade de terapia intensiva de um hospital público. Rev Bras Farmácia Hosp e Serviços Saúde.8 (4):37–44.

Statistical Package for the Social Sciences (SPSS). (2012). IBM SPSS Statistics (versão 21). <https://www.ibm.com/br-pt/analytics/spss-statistics-software>.

Tavares, C.A., Veras, M.C.B., Carla, A. Araújo, S.E.S., & Lima, M.D.F.S. (2015). Avaliação da prescrição de antimicrobianos para infecção relacionada à assistência à saúde em um Hospital Escola de Recife - PE Evaluation of antimicrobial prescribing infection related to health care in. Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção. 5 (3):123–30.

Teixeira, J.J.M., Bastos, G.C.F.C., & Souza, A.C.L. (2017). Perfil de internação de idosos Profile of Hospitalization of the elderly. Rev Soc Bras Clin Medica. (62):15–20.

WHO. (2002). Active Ageing – A Police Framework. A Contribution of the World Health Organization to the second United Nations World Assembly on Aging. World Health Organization (WHO) <https://extranet.who.int/agefriendlyworld/wp-content/uploads/2014/06/WHO-Active-Ageing-Framework.pdf>.

WHO. (2018). World Health Organization. Estrutura e Princípios ATC/DDD. Instituto Norueguês de Saúde Pública, Noruega. https://www.whocc.no/atc/structure_and_principles/.

WHO. World Health Organization CID-11: classificação estatística internacional de doenças e problemas relacionados à saúde.

Published

14/11/2021

How to Cite

CERQUEIRA, M. G. .; SANTOS, R. L. .; SOUZA, P. M. .; VALASQUES JUNIOR, G. L. .; SOUZA, T. S. Evaluation of antimicrobial use in elderly hospitalized in a public hospital. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 14, p. e558101420683, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i14.20683. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/20683. Acesso em: 17 jun. 2024.

Issue

Section

Health Sciences