The use of Integrative and Complementary Practices in Health and its relationship with the health of nursing professionals in Primary Health Care

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i13.20716

Keywords:

Complementary therapies; Quality of life; Health personnel; Nursing; Primary health care.

Abstract

Integrative and Complementary Practices (PICs) are a set of practices and products that do not belong to traditional medical treatments, called complementary, when used in parallel with conventional medicine, substitutes, when used to replace biomedical practices or when they replace specific technical fields based on efficacy and safety, evaluation of traditional medicine, and comprehensive therapies. This research was carried out with the aim of describing the use of PICs and the possibility of their contribution to improving the quality of life of nursing workers in Primary Care (PHC). Exploratory and bibliographic study of qualitative analysis of the literature, using articles available in full, in electronic databases between the years 2012 to 2021. It was identified that the researched articles showed beneficial results from the use of PICs in a broad way, and some researchers have identified commonalities between PICs and Quality of Work Life (QWL). We can conclude that PICs can positively contribute to the health of nursing professionals, acting as a facilitator or user of these, as well as being beneficial to users of the Unified Health System that participate. In this way, it is feasible to increase the offer of practices in PHC, and it is possible that this will have a positive impact on the QWL of these professionals.

Author Biographies

Jeslaine da Silva Alves Viana, Centro Goiano de Ensino, Pesquisa e Pós

Centro Goiano De Ensino, Pesquisa e Pós

Kaio Germano Sousa da Silva , Faculdade do Vale Elvira Dayrell

Faculdade do Vale Elvira Dayrell

Luana Pereira Ibiapina Coêlho , Universidade Estadual do Maranhão

Universidade Estadual do Maranhão

Bianca Tainara de Sousa, Universidade Federal do Piauí

Universidade Federal do Piauí

Victória Ribeiro de Sousa Marques , Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Lara Beatriz de Sousa Coelho , Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Leiliane Barbosa de Aguiar, Faculdade Evangélica do Meio Norte

Faculdade Evangélica do Meio Norte

Thalita Cristina Oliveira Santos , Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Polyana Cabral da Silva, Universidade Estadual do Maranhão

Universidade Estadual do Maranhão

Rosinei Nascimento Ferreira, Instituição de Gestão Educacional Signorelli

Instituição de Gestão Educacional Signorelli

Washington Walber Macedo dos Santos, Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão

Adriano Sabino e Melo, Universidade de Santo Amaro

Universidade de Santo Amaro 

Maria Gabriela de Sousa Bacelar , Universidade Estadual do Maranhão

Universidade Estadual do Maranhão

Larissa Lima Marques Coimbra, Faculdade Laboro

Faculdade Laboro

Monica Santos Amaral , Universidade de Rio Verde

Universidade de Rio Verde

References

Aguiar, J., Kanan, L. A., & Masiero, A. V. (2019). Práticas Integrativas e Complementares na atenção básica em saúde: um estudo bibliométrico da produção brasileira. Saúde em Debate, 43(123), 1205-1218.

Bracarense, C. F. (2014). Qualidade de vida no trabalho: discurso dos profissionais de saúde da Estratégia Saúde da Família (Dissertação de mestrado). Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, MG, Brasil.

Camargo, S. F., Almino, R. H. S. C., Diógenes, M. P. Oliveira Neto, J. P; Silva, I. D. S. Medeiros, L. C., . . . & Camargo, J. D. A. S. (2021). Qualidade de vida no trabalho em diferentes áreas de atuação profissional em um hospital. Ciência & Saúde Coletiva, 26(4), 1467-1476.

Camargo, S. F., Almino, R. H. S. C., Diógenes, M. P., Oliveira Neto, J. P., Silva, I. D. S., Medeiros, L. C., ... & Camargo, J. D. A. S. (2021). Qualidade de vida no trabalho em diferentes áreas de atuação profissional em um hospital. Ciência & Saúde Coletiva, 26(4), 1467-1476.

Carvalho, D. P; Rocha, L. P; Barlem, J. G. T; Dias, J. S; Schallenberger, C. D. (2017). Cargas De Trabalho E A Saúde Do Trabalhador De Enfermagem: revisão integrativa. Cogitare Enfermagem, 22(1), 1-11.

Dalmolin, I. S., & Heidemann, I. T. S. B. (2020). Integrative and complementary practices in Primary Care: unveiling health promotion. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 28, e3277.

Felli, V. E. A. (2012). Condições de trabalho de enfermagem e adoecimento: motivos para a redução da jornada de trabalho para 30 horas. Enfermagem em Foco, 3(4), 178-181.

Galvão, M. C. B., Ricarte, I. L. M. (2019). Revisão sistemática da literatura: conceituação, produção e publicação. Logeion: Filosofia da Informação, 6(1), 57-73.

Marques, J. V. (2020). Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares do SUS: um olhar sobre a formação profissional (Dissertação de mestrado). Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Mendes, D. S. Moraes, F. S., Lima, G. O., Silva, P. R., Cunha, T. A., Crossetti, M. G. O., & Riegel, F. (2019). Benefícios das práticas integrativas e complementares no cuidado de enfermagem. Journal Health Npeps, 4(1), 302-318.

Ministério da Saúde. (2021). O que é a atenção primária? [Site]. Recuperado de https://aps.saude.gov.br/smp/smpoquee

Oliveira Junior, A. R. D., Santos, E. O., Pinto, V. S., & Santos, C. M. F. D. (2014). Atuação do enfermeiro na saúde do trabalhador: um enfoque na prevenção. Escola Baiana de Medicina e Saúde Pública, 1-21.

Portaria n. 2.436, de 21 de setembro de 2017. Aprova a Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes para a organização da Atenção Básica, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Recuperado de https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2017/prt2436_22_09_2017.html.

Ramos, E. S. P., Cypriano, R. G., Machado, J. D. A., Calado, M. F., & Tanji, M. M. (2021). O Conhecimento das práticas integrativas e complementares por profissionais de saúde. Revista Multidisciplinar Em Saúde, 2(3), 28.

Rocha, A. N., Novais, A. M., de Souza, M. M., Odete, M., Leite, C., da Silva, L. P. N., & Costa, M. S. Práticas integrativas e qualidade de vida no trabalho: Inter-relações no Cotidiano da Enfermagem. Estado de Goiás, 1-13.

Published

07/10/2021

How to Cite

VIANA, J. da S. A. .; SILVA, E. B. da .; SILVA , K. G. S. da .; COÊLHO , L. P. I. .; SOUSA, B. T. de .; MARQUES , V. R. de S.; COELHO , L. B. de S. .; AGUIAR, L. B. de .; SANTOS , T. C. O. .; DA SILVA, P. C. .; FERREIRA, R. N. .; SANTOS, W. W. M. dos; MELO, A. S. e .; BACELAR , M. G. de S. .; COIMBRA, L. L. M. .; AMARAL , M. S. . The use of Integrative and Complementary Practices in Health and its relationship with the health of nursing professionals in Primary Health Care. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 13, p. e121101320716, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i13.20716. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/20716. Acesso em: 7 dec. 2021.

Issue

Section

Review Article