Diagnosis and analysis of environmental degradation: a case study of the Bodocongó reservoir

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i13.21067

Keywords:

Urban reservoir; Aquatic ecosystem; Sustainability.

Abstract

The environmental degradation of urban watersheds has brought great damage to its drainage network and, consequently, to the entire society around it. Ineffective management, associated with the lack of public policies, with regard to inspection and basic sanitation, ends up promoting the inadequate disposal of sewage and garbage in water bodies present in urban areas. Anthropogenic actions on the perimeter of the Bodocongó reservoir cause negative impacts such as water and soil contamination and erosion processes. The population increase around the dam, the creation of a public park, housing condominiums and the lack of inspection, brought great impacts on the water body basin. The constant input of domestic and industrial effluents left the source hypereutrophic, with high levels of total coliforms. Educational actions and public policies aimed at recovering the historically important source for the city of Campina Grande are necessary.

References

Agência Nacional de Águas (Brasil). Índice de qualidades das águas. Portal da qualidade das águas. Brasil, 2009.

Andrade, L. R. S., Andrade, M. Z. S. S., Fernandes, M. S. M., Alves, R. V., & Barbosa, T. L. A. 2014. Estudo físico-químico da qualidade da água do açude de Bodocongó, Campina Grande –PB. XII Simpósio Ítalo-Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental. Natal-RN.

CETESB (2007). Relatório de Qualidade das Águas Interiores no Estado de São Paulo: 2006. São Paulo: CETESB, 2007.

CETESB. Óleos e Graxas. 2016. https://cetesb.sp.gov.br/

Costa, T. C. F. 2011. Ações antrópicas de impactos negativos no açude de Bodocongó no município de Campina Grande – Paraíba. Revista Brasileira de Informações Científicas. 2(2), 78-89.

Carvalho, A. P., Moraes Neto, J. M., Antunes de Lima, V. L., Souza, R. F., Silva, D. G. K. G., & Araujo, F. P. 2008. Aspectos qualitativos do açude de Bodocongó em Campina Grande - PB.v.5. n.2.

Carvalho, A. R., & Oliveira, M. C. V. 2003. Princípios básicos de saneamento do meio. (3ª. ed.): Editora SENAC.

Chapman, D., & Kimstach, V. 1996. Selection of water quality variables. Water quality assessments - a guide to use of biota, sediments and water in environmental monitoring. (2ª.ed.): UNESCO/WHO/UNEP, 1996.

Da Paraíba, Paraíba - Governo do Estado. Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia e do Meio Ambiente, SECTMA; Agência Executiva de Gestão de águas do Estado da Paraíba, AESA.

Doroteu, H. G. F., Silvana, F. N., José, A. S. J., Janivan, F. S., & José, G. V. B. (2012). Uso e ocupação nas margens do açude Bodocongó/PB. Revista Educação Agrícola Superior. 27(1), 70-75.

Ferreira, E. X., & Velôso, T. M. G. (2009). A luta por moradia e o surgimento da Vila dos Teimosos: uma análise a partir de relatos orais. Anais XV encontro nacional da ABRAPSO. Maceió-AL.

Francisco, P. R. M., et al. 2015. Mapeamento da aptidão edáfica para fruticultura segundo o zoneamento agropecuário do Estado da Paraíba. Embrapa Algodão-Artigo em periódico indexado, 2015.

Guia nacional de coleta e preservação de amostras: água, sedimento, comunidades aquáticas e efluentes líquidas / Companhia Ambiental do Estado de São Paulo; Organizadores: Carlos Jesus Brandão et al. São Paulo: CETESB; Brasília: ANA, 2011.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Censo Brasileiro de 2010. Rio de Janeiro: IBGE, 2012.

Lamparelli, M. C. 2004. Grau de trofia em corpos d’água do Estado de São Paulo: avaliação dos métodos de monitoramento. São Paulo (BR). 2004. Tese (Doutorado) – Instituto de Biociências, Universidade de São Paulo, São Paulo.

Macêdo, J. A. B. (2002). Introdução à química ambiental. CRQ-MG. Juiz de Fora.

Ministério do Meio Ambiente. CONAMA. Resolução Nº 274, de 29 de novembro de 2000. Define os critérios de balneabilidade em águas brasileiras.

Ministério do Meio Ambiente. Conselho Nacional do Meio Ambiente - CONAMA. Resolução 357. Brasília, 2005. 23 p.

Ministério do Meio Ambiente. CONAMA. Resolução Nº 357, de 17 de março de 2005. Dispõe sobre a classificação dos corpos de água e diretrizes ambientais para o seu enquadramento, bem como estabelece as condições e padrões de lançamento de efluentes, e dá outras providências.

Ministério da Saúde. Portaria nº 2914, de 12 de dezembro de 2011. Dispõe sobre os procedimentos de controle e de vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade. Diário Oficial da União: República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 148(239), 14 dez. 2011. Seção 1, p. 39-46. http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=39&data=14/12/2011>.

Ministério da Saúde. Fundação Nacional de Saúde. Cianobactérias tóxicas na água para consumo humano na saúde pública e processos de remoção em água para consumo humano. Brasília, 2003. 56 p.

Moraes Neto, J. M., & Medeiros, S. S. (2010). Análise do assoreamento da bacia do riacho de Bodocongó, Campina Grande – PB. 2º Congresso Internacional de Tecnologias para o Meio Ambiente Bento Gonçalves – RS, Brasil, 28 a 30 de abril.

Moraes Neto, J. M., Vasconcelos, L. M. S. X., Fernandes, M. F., & Silva, M. J. (2016). Estudo dos riscos a desastres no entorno do açude de Bodocongó. Congresso Técnico Científico da Engenharia e da Agronomia CONTECC 2016. Foz do Iguaçu - PR 29 de agosto a 1 de setembro.

Rebouças, A. da C. (2004). Uso inteligente da água. São Paulo: Ed. Escrituras.

Guia nacional de coleta e preservação de amostras: água, sedimento, comunidades aquáticas e efluentes líquidas - Companhia Ambiental do Estado de São Paulo; Organizadores: Carlos Jesus Brandão et al. - São Paulo: CETESB; Brasília: ANA, 2011.

Steves, F. A. (1988). Fundamentos de Limnologia. Rio de Janeiro: Editora Interciência. 574p.

Von Sperling, M. (2005). Introdução à qualidade das águas e ao tratamento de esgotos. Princípios do tratamento biológico de águas residuárias. (3ª edição), volume 1. Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental, Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG.

Published

05/10/2021

How to Cite

PEREIRA FILHO , M. D.; FARIAS, M. S. S.; LIMA, J. P. .; GOUVEIA, D. S. .; PEREIRA, J. S. . Diagnosis and analysis of environmental degradation: a case study of the Bodocongó reservoir . Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 13, p. e76101321067, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i13.21067. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/21067. Acesso em: 4 dec. 2021.

Issue

Section

Agrarian and Biological Sciences