Growth, productivity, efficient use of water and productive costs of peanut BR1

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i13.21233

Keywords:

Productividad; Eficiencia en el uso del agua; Mecanización.

Abstract

Arachis Hypogaea L. has a strong economic importance in Brazil, being used in the in natura form and in the production of its derivatives as oils, pastes and bullets. The municipality of Petrolândia in the state of Pernambuco, located in the semi-arid region of the Northeast, presents climatic characteristics conducive to the good development of the crop with temperature in the range of 28 to 32 ºC. The objective of this work was to analyze the growth of peanut crop, cultivar BR1, for different soil preparation systems as a function of the water slides, and the influence of these parameters on productivity. The efficient use of water and the cost benefit of production in the region were evaluated. The work was done using the experimental design of randomized blocks and the plots were arranged in strip in 4 replications, with the preparation of soil arranged in the main plot and irrigation slides in the secondary plots, thus distributed. Soil preparation was done using Disk Plow, Harrow, Scarifier and Leveling Grate. The irrigation slides were used considering 50, 75, 100 and 125% of the water requirement of the culture. The consecutive increase of the irrigation slides showed an increase in productivity. Soil preparation systems did not show a significant increase in production. The higher efficiency of water use was observed with the 50% slide. The best cost benefit was identified in the preparation with scarifier + leveler with the 100% ETc blade.

References

Alexandria Junior, F. F. de., Pereira, C. J. G. S. de., Castro, M. A. do N., Quesado, F. das C., & Leite, A. G. (2010). Crescimento do amendoim BR1 em diferentes lâminas de irrigação. IV Congresso Brasileiro de Mamona e I Simpósio Internacional de Oleaginosas Energéticas, João Pessoa, PB.

Allen, R. G., Pereira, L. S., Raes, D., & Smith, J. (2006). Evapotranspiration del cultivo: guias para la determinación de los requerimientos de água de los cultivos. Roma: FAO. 298 p.

Araújo Filho, J. C., Burgos, N., Lopes, O. F., Silva, F. H. B. B., Medeiros, L. A. R., Melo Filho, H. F. R., Parahyba, R. B. V., Cavalcanti, A. C., Oliveira Neto, M. B., Silva, F. B. R., Leite, A. P., Santos, J. C. P., Sousa Neto, N. C., Silva, A. B., Luz, L. R. Q. P., Lima, P. C., Reis, R. M. G., & Barros, A. H. C. (2000). Levantamento de reconhecimento de baixa e média intensidade dos solos do Estado de Pernambuco. Rio de Janeiro: Embrapa Solos. (Embrapa Solos, Boletim de Pesquisa; 11)

Bastos, F. J. C., Rocha, A. C., Furtado, N. S., Cunha, F. N., Carreira, F. S., & Carvalho, T. L. (2012). Desempenho de cultivares e linhagens de amendoim irrigado no sudoeste do Estado de Goiás. Inovagri Meeting.

Bolonhezi, D., Mutton, M. A. E., & Martins, A. L. M. (2007). Sistemas conservacionistas de manejo do solo para amendoim cultivado em sucessão à cana crua. Pesquisa agropecuária brasileira, Brasília, 42(7), 939-947.

CFSEMG – Comissão de Fertilidade do Solo do Estado de Minas Gerais. Recomendações para o uso de corretivos e fertilizantes em Minas Gerais. 4ª aproximação, Lavras: 1989. 176p.

Cortez, J. W., Alves, A. D. S., Moura, R. D., Olszevski, N., & Nagahama, H. J. (2011). Atributos físicos do Argissolo amarelo do semiárido nordestino sob sistemas de preparo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, 35(4), 1207-1216.

Costa, J. D., & Sichmann, W. (1972). Cultura do amendoim. ESALQ, Piracicaba, 16 p.

Durães, F. O. M., Magalhães, P. C., & Oliveira, A. C. (2002). Índice de colheita genético e as possibilidades da genética fisiológica para melhoramento do rendimento de milho. Revista Brasileira de Milho e Sorgo. 1(1), 33-40.

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Centro Nacional e Pesquisa em Solos. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. Rio de Janeiro: Embrapa-Solos, 2006. 306 p.

Ferrari Neto, J., Costa, C. H. M. da., & Castro, G. S. A. (2012). Ecofisiologia do amendoim. Scientia Agraria Paranaensis, 11(4), 1-13.

Frizzone, J. A. (2007). Planejamento da Irrigação com uso de técnicas de otimização. Revista Brasileira de Agricultura Irrigada, CE, INOVAGRI. 1(1), 24 – 49.

Inforzato, R., & Tella, R. (1960). Sistema radicular do amendoim. Campinas: Bragantia, n. 19, p. 119-123.

Lacerda, C. F., Neves, A. L. R., Guimarães, F. V. V., Silva, F. L. B., Prisco, J. T., & Gheyi, H. R. (2009). Eficiência de utilização de água e nutrientes em plantas de feijão-de-corda irrigadas com água salina em diferentes estádios de desenvolvimento. Engenharia Agrícola, v. 29, p.221-230.

Marines, R. O. (2012). Manejo da irrigação da cultura do amendoim Arachis hypogaea com base na evaporação. Revista Brasileira de Energias Renováveis, 1(1), 33-41.

Ministério da Agricultura. Levantamento exploratório – reconhecimento de solos do Estado de Pernambuco. Recife: SUDENE, 1973. 354 p (SUDENE. Boletim técnico nº 26).

Nakagawa, J., & Rosolém, C. A. (2011). O amendoim: tecnologia de produção. Bauru: Fepaf.

Nakagawa, J., Lasca, D. de C., Neves, G. de S., Neves, J. P. de S., Silva, M. N., Sanches, S. V., Barbosa, V., & Rossetto, C. A. V. (2000). Densidade de plantas e produção de amendoim. Sciencia Agricola, 57 (1), Piracicaba.

Peixoto, C. P., Camara G. M. S., Martins, M. C., & Marchiori, L. F. S. (2002). Efeitos de épocas de semeadura e densidade de plantas sobre a produtividade de cultivares de soja no Estado de São Paulo. Revista de Agricultura, Piracicaba, 77(2), 265-291.

Peixoto, C. P., Gonçalves, J. A., Peixoto, M. de F. da S. P., & do Carmo, D. O. (2008). Características agronômicas e produtividade de amendoim em diferentes espaçamentos e épocas de semeadura no recôncavo baiano. Bragantina, 67(3), 673 – 684.

Ribeiro, R. P., Suassuna, T. M. F., Heuert, J., Soave, J. H., & Santos, L. C. C. (2018). Desempenho de genótipos de amendoim na Alta Paulista. Researchgate, 1(1), 1-5.

Santos, R. C., Moreira, J. A. N., Valle, L. V., Freire, R. M. M., Almeida, R. P., Araújo, J. M., & Silva, L. C. (2009). Amendoim BR-1 – Informações para seu cultivo. Embrapa Algodão.

Silva, L. C., & Beltrão, N. E. de M. (2000). Incremento de fitomassa e produtividade do amendoinzeiro em função de lâminas e intervalos de irrigação. Revista Brasileira de Oleaginosas e Fibrosas, Campina Grande, 4(2), 111-121.

Silva, L. C., Beltrão, N. E. de M., Rao, T. V. R., & Filho, J. F. (1998). Efeito do Manejo da irrigação na qualidade da produção e na produtividade do amendoim cv. BR1. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, 2(2), 175-178.

Távora, F. J. A. F., & Melo, F. I. O. (1991). Resposta de cultivares de amendoim a ciclos de deficiência hídrica: crescimento vegetativo, reprodutivo e relações hídricas. Ciência Agronômica, Fortaleza, 22(1/2), 47-60.

Published

11/10/2021

How to Cite

COSTA, F. A. M. da; PEREIRA, J. S. .; BEZERRA, J. R. C. .; DANTAS NETO, J. .; SILVA, V. F. Growth, productivity, efficient use of water and productive costs of peanut BR1. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 13, p. e246101321233, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i13.21233. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/21233. Acesso em: 4 dec. 2021.

Issue

Section

Agrarian and Biological Sciences