Correlates and variations in the quality of life of public servants to coping with overweight in a public IES in the City of Natal-RN

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i13.21277

Keywords:

Quality of life; Overweight project; Public servants.

Abstract

The theme overweight and obesity related to quality of life (QoL) is a matter of great relevance to humanity, as they propose to rescue the value of people affected by these pathologies, as well as their implications for the QdL of these individuals. This subject can provide motivating actions, psychic and physical strength of the subjects, which refers to the behavior of individuals for a better performance of social and organizational activities. From this perspective, this study aimed to identify the perception of the effects on federal public servants regarding their participation in the Project to Combat Overweight and Obesity. It was field research, which, at first, was characterized as qualitative and documentary and, at a second moment, as quantitative, descriptive and correlational. For data collection, two instruments were used: Questionnaire, with the sociodemographic characterization and the perception of the project, and the SF-36, which were applied to 20 participating civil servants. Data analysis was performed using Bardin Content Analysis and SPSSWIN statistical package, in its version 24.0, to tabulate the data and perform descriptive statistical analyzes. The results revealed that in the qualitative aspect, despite the proposals of the project of QdL being for the improvement of the life of its participants.

References

Abravanel, F., Socha, T. C., Sell, I. M., Angela, L., & Nesello, N. (2017). Eficácia de um programa de educação nutricional em grupo como estratégia para controle do sobrepeso e obesidade Effectiveness of a group nutrition education program as a strategy for overweight and obesity control, 12(4), 953–964. https://doi.org/10.12957/demetra.2017.28677

Adriana, J., Souza, M. A. De, & De, R. A. B. (2017). Efeitos de um programa de exercícios em um adulto com acidente vascular encefálico após transplante cardíaco, 12(1), 24–33.

Brand, C., Schuh, L. X., & Gaya, A. R. (2013). Atenção primária e os desafios à promoção da qualidade de vida de hipertensos Primary attention and challenges to improving the quality of life of hipertensive. Cinergis, 14(3), 161–165. https://online.unisc.br/seer/index.php/cinergis/article/viewFile/4000/3485

Campos, S. A. P., Lehnhart, E. dos R., Fossá, M. I. T., & Balsan, L. A. G. (2017). Valores Relativos ao Trabalho em uma Instituição Pública de Ensino Superior. Revista Pretexto, 18(1), 11–27. https://doi.org/10.21714/pretexto.v18i1.2456

Carvalho, F. Q., Sampaio, D. A. (2010). A administração pública: Uma análise de sua história, conceitos e importância. https://www.webartigos.com/artigos/a-administracao-publica-uma-analise-de-sua-historia-conceitos-e-importancia/37923/.

Carvalho, M. et al., (2013). Produção Acadêmica em Recursos Humanos no Brasil. Revista de Administração de Empresas, 43(1), 105-122.

Coelho, R., et al. (2016). A saúde do trabalhador no âmbito universitário: Uma Parceria de Êxito na UFC. Revista de Psicologia, 7, 257–265

Corrêa, K., Gouvêa, G. R., & Antonio, M. (2017). Qualidade de vida e características dos pacientes diabéticos Quality of life and characteristics of diabetic patients, pp. 921–930. https://doi.org/10.1590/1413-81232017223.24452015

Costa, S. D. S. (2014). Saúde bucal e sua influência na qualidade de vida do trabalhador: uma revisão de artigos publicados a partir do ano de 1990 Oral health and its influence on the quality of life of workers. 13(1), 2–12.

Dancey, C. P., & Reidy, J. (2006). Estatística sem matemática para psicologia. Artmed.

Dias, C. L., &Rozendo, K. C. T. (2015). O Contexto Laboral Acadêmico e as Possibilidades de Sofrimento Psíquico do Professor Universitário, 12, 1319–1327. https://doi.org/10.5747/ch.2015.v12.nesp.000754.

Gomes, D., & Vieira, M. (2013). Valores organizacionais numa instituição pública de ensino do rn, 3, 77–89.

Guido, L. (2014). Stress e coping entre os servidores públicos de um hospital universitário, 180p. Tese de Doutorado. Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo, São Paudo, 2014.

Dias, P.C., Henrique, P., Anjos, L., A., Burlandy, L. (2017). Obesidade e políticas públicas: concepções e estratégias adotadas pelo governo brasileiro. Rio de Janeiro.

Grande, A. J., Botucatu, R., & Clementino, V. (2013). Determinantes da qualidade de vida no trabalho: Ensaio Clínico Controlado e Randomizado por Clusters, 371–375.

Lasta, K. C., Gabriel, L., Ferrari, H. R., Luana, J., Dias, C. P., & Tiggemann, C. L. (2018). Qualidade de vida de mulheres com diferentes faixas etárias de um programa de promoção à saúde, https://doi.org/http://dx.doi.org/10.22410/issn.2176-3070.v10i3a2018.1738

Maciel, N. M., Conti, M. H. S. De, Simeão, S. F. A. P., Corrente, J. E., Ruiz, T., & Vitta, A. de. (2016). Morbidades referidas e qualidade de vida: estudo de base populacional. Fisioterapia e Pesquisa, 23(1), 91–97. https://doi.org/10.1590/1809-2950/14817923012016

Meirlles, N. Satisfação no Trabalho e fatores de estresse da equipe de enfermagem de um centro cirúrgico oncológico. Rev. Escola de Enfermgem Anna Nery., 1, 78-88.

Melo, P. B. De. (2016). Promoção e vigilância à saúde dos servidores públicos: a experiência da universidade federal do Ceará. Revista de Psicologia, 7, 151–164.

Parise, J., & Soler, Z. (2016). Qualidade de vida profissional de atendentes de central de telecomunicações, 69(4), 751–756.

Pasquali L. (2011). Psicometria: teoria dos testes na psicologia e na educação. (4a ed.), Vozes.

Pasternak, S. (2016). Habitação e saúde. https://doi.org/10.1590/S0103-40142016.00100004

Penteado, R., & Gastaldello, L. (2015). Saúde e qualidade de vida de jornalistas, 29(2), 295–304.

Raiany, K., Silva, P., Fatima, M. De, Maia, D. M., Lafetá, J. C., Durães, G. M., & Docente, B. (2018). Fatores associados ao bem-estar subjetivo em mulheres participantes de um programa social em Minas Gerais, 6(4), 419–423. https://doi.org/10.12662/2317-3076jhbs.v6i4.2111.p419-423.2018

Rueda, F., Serenini, A., & Meireles, E. (2014). Relação entre qualidade de vida no trabalho e confiança do empregado na organização, 14(3), 303–314.

Silva, T., Aguiar, O. B. De, & Fonseca, M. (2015). Associação entre sobrepeso, obesidade e transtornos mentais comuns em nutricionistas. https://doi.org/10.1590/0047-2085000000053

Sousa, J. E. De, & Fernandes, R. (2014). Análise da qualidade de vida no trabalho e satisfação dos funcionários de uma empresa prestadora de serviços, 4, 1035–1045. https://doi.org/10.7198/S2237-0722201400030004

Souza, E. (2015). Competitividade empresarial, gestão de pessoas e controle social: para pensar os dilemas da Qualidade de Vida no Trabalho (QVT), 5, 35–48.

Venturini, G., & Ferreira, M. E. C. (2017). Repercussões da cirurgia bariátrica na qualidade de vida de pacientes com obesidade: uma revisão integrativa. Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento, 12(November), 47–58.

Published

16/10/2021

How to Cite

NASCIMENTO, R. L.; FORMIGA, N. S. .; FRANCO , J. B. M.; GRANGEIRO, S. R. A.; SOUZA NETO, A. D. de .; PROCHAZKA, G. L. .; BESERRA, T. K. P. .; ALMEIDA , L. A. L. .; VALIN, C. G. P. .; LIMA, R. O. de O. .; ESTEVAM, I. D. . Correlates and variations in the quality of life of public servants to coping with overweight in a public IES in the City of Natal-RN. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 13, p. e369101321277, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i13.21277. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/21277. Acesso em: 3 dec. 2021.

Issue

Section

Human and Social Sciences