Social aspects of two families from the Cajá II community in transassurini, Altamira, Pará, Brazil

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i6.22580

Keywords:

Social community; Relations; Familiar agriculture.

Abstract

The form where they live and if relates to the families with the community is what it takes in them to analyze the social aspects of two families of the community Cajá II, in the Project of Assurini Nesting, located in the agricultural zone of the city of Altamira-Pará. Leaving with this intention knowledge of the relations of work, of kinship, religious, spaces of sociability and cooperation was acquired. The structure of the families is of the nuclear type, where the relations between the component ones are leagued in such a way to the sanguineous bows in such a way to the affective ones. The distinction between the families is sufficiently clear, an example of this difference can be seen when the paper of the woman in each family is cited. While in one the woman these involved in all activities and decisions of the property, in the other the woman summarizes it the domestic tasks, without having active voice in the decisions. Finally, also they are gifts friendship and blood relations great with the neighborhood, mutual and remunerated. These types of relations direct and indirectly contribute for the progress of the community.

References

Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará-ADEPARÁ. (2017 ). Agricultura é responsável por quase 40% da economia do Pará. http://www.adepara.pa.gov.br/artigos/agricultura-%C3%A9-respons%C3%A1vel-por-quase-40-da-economia-do-par%C3%A1#:~:text=O%20Censo%20Agropecu%C3%A1rio%20de%202006,tamb%C3%A9m%20resultam%20das%20propriedades%20familiares.

Andrade, H. M. L. S.; Silva, R. N.; Andrade, L. P. (2021). Diagnóstico da sustentabilidade de propriedades de agricultores familiares: uma aplicação do método IDEA. Revista Ibero Americana de Ciências Ambientais, v.12, n.5, p.39-48. DOI: http://doi.org/10.6008/CBPC2179-6858.2021.005.0004.

Companhia Nacional de Abastecimento – Conab .(2020).Agricultura Familiar Programa de Aquisição de Alimentos - PAA: Resultados das Ações da Conab em 2019. https://www.sna.agr.br/wp-content/uploads/2020/11/Compendio-V27-PAAZ2020.pdf.

Costa, M. C. De L.; Rocha, C. G. S. Sucessão hereditária na agricultura familiar: estudo de caso dos agricultores da Vicinal 12, Brasil Novo, Pará. Research, Society and Development, [S. l.], v. 9, n. 7, p. e221973908, 2020. DOI: 10.33448/rsd-v9i7.3908.

Delgado, G. (1994). Agricultura familiar e política agrícola no Brasil: situação atual e perspectivas. Revista da Associação Brasileira de Reforma Agrária, v. 24, n. 3, set./dez.

Estrela, C. (2018). Metodologia Científica: Ciência, Ensino, Pesquisa. Editora Artes Médicas.

Herrera, G. P.; Tabak, B. M.; Araújo, R. V.; Costa, R. B.; Oliveira, M. A. C. (2021). The opportunity for smallholder agricultural production growth: empirical evidence from Brazil. Nature and Conservation, v.14, n.3, p.103-117. DOI: http://doi.org/10.6008/CBPC2318-2881.2021.003.0009

Instituto Socioambiental. (2017). Nota técnica sobre a dinâmica do desmatamento na bacia do Rio Xingu 2012 - 2017. Outubro.

Koche, J. C. (2011). Fundamentos de metodologia científica. Petrópolis: Vozes.

Lima, É, R.; Silva, R. A. D.; Sousa, E. A. M.; Amurim, A. I. L. C.; Lichston, J. E. (2019). Perfil dos agricultores familiares da agrovila canudos, Ceará-Mirim/RN, e aceitação do Carthamus tinctorius L. – oleaginosa promissora para biodiesel. Nature and Conservation, v.12, n.3, p.17-24. DOI: http://doi.org/10.6008/CBPC2318-2881.2019.003.0003

Lopes, A. de M., Rocha, A. M. A. , Rocha, A. C. P; N., B. N. R. Silva, J. D. B. Nascimento Júnior, M. A. Valente ,T. D. A. Sá. (2020). Pré-diagnóstico biofísico e socioeconômico da microrregião de Altamira visando às atividades de pesquisa e desenvolvimento. IN A operação Diagnóstico e Desenho na Transamazônica na década de 1990: uma estratégia para a estabilização da agricultura migratória e do manejo sustentável dos recursos naturais.

Ludke, M. & Andre, M. E . D. A. (2013). Pesquisas em educação: uma abordagem qualitativa. São Paulo: E.P.U. in, R.K. (2015). O estudo de caso. Porto Alegre: Bookman.

Mesquita, L.A.P.M. & Mendes, E.P.P. (2012). Mulheres na agricultura familiar: a comunidade rancharia, Campo Alegre De Goiás (GO). XXI Encontro Nacional de Geografia Agrária – ENGA. http://www.lagea.ig.ufu.br/xx1enga/anais_enga_2012/eixos/1104_1.pdf

Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Instituto Brasileiro de Geografi a e Estatística – IBGE. (2006). Censo Agropecuário 2006 Brasil, Grandes Regiões e Unidades da Federação. ISSN 0103-6157 Censo agropec., Rio de Janeiro, p.1-777, 2006

Moraes, A. C. C., Nicareta, E. J., França, H. B. (2006). Relatório do I Estágio de Campo realizado nas Propriedades dos Srs.Antonio Olegário da Silva e Valdelice Brito Silva, localizadas no travessão do cajá II, no km 40, Rodovia Transassurini, Município de Altamira - PA. Altamira: UFPA. 53 p.

Pereira A. S. et al. (2018). Metodologia da pesquisa científica. [free e-book]. Santa Maria/RS. Ed. UAB/NTE/UFSM.

Picolotto, E.L..(2014).Os atores da construção da categoria agricultura familiar no Brasil. Revista de Economia e Sociologia Rural . v. 52, suppl 1 . https://www.scielo.br/j/resr/a/TrnbnVLQJSdyX8Y7pkM475v/?lang=pt

Queiroz, Maria Izaura Pereira de. (1973). O Campesinato Brasileiro: ensaios sobre a civilização e grupos rústicos no Brasil. Petrópolis: Editora Vozes LTDA.

Santos, M. S.; Correa, E. S.; Shinaigger, T. R.. (2019). Diagnostico socioambiental e econômico dos quintais produtivos para agricultura familiar na Amazônia: estudo de caso em Fordlândia, Aveiro (PA). Nature and Conservation, v.12, n.1, p.46-54. DOI: http://doi.org/10.6008/CBPC2318-2881.2019.001.0005

Silva, L. J. S.; Meneguetti, G. A.; Pinheiro, J. O. C.; Santos, A. C.; Fonseca, A.; Ossame, A. L. (2020). Agricultura familiar, desafios e oportunidades da Cooptarumã nas comunidades do Tarumã-Açu, Manaus, AM. Revista Ibero Americana de Ciências Ambientais, v.11, n.7, p.102-125. DOI: http://doi.org/10.6008/CBPC2179-6858.2020.007.0010.

SORJ, B. (2008). Estado e classes sociais na agricultura brasileira [online]. rev. Rio de Janeiro: Centro Edelstein de Pesquisas Sociais. 135 p. ISBN: 978-85-9966-228-1. Available from SciELO Books .

Universidade Federal do Pará. (2007). Semana De Integração Das Ciências Agrárias (5.:2007:Altamira, PA). Anais da 7ª Semana de integração das Ciências Agrárias / Universidade Federal do Pará – Altamira, PA.333 p.: il., 21 cm. ISSN: 1981 – 173X.

Universidade Federal do Pará-UFPA. (2006). Estágio de Campo realizado nas propriedades dos Srs. Guilherme Coelho da Silva e Francisco de Assis Coelho da Silva, localizado na comunidade do Cajá II, no km 40, Rodovia Transassurini, Município de Altamira - PA. Altamira. 56 p.

Published

03/05/2022

How to Cite

MORAES, A. C. C. .; LUZ, A. S. da .; CASTRO, R. R. A. de .; CARNEIRO, F. da S. .; LIMA , A. C. R. de .; ROSSO, C. M. de J. .; CORDEIRO JÚNIOR, E. F. .; REPOLHO, S. M. .; SENA, A. F. da S. .; PINHEIRO, K. A. O. . Social aspects of two families from the Cajá II community in transassurini, Altamira, Pará, Brazil. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 6, p. e45811622580, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i6.22580. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/22580. Acesso em: 25 may. 2022.

Issue

Section

Agrarian and Biological Sciences