Commercialization and use of pesticides in the city of Crisópolis-BA

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i3.26206

Keywords:

Pesticides; Commercialization; Toxicology.

Abstract

The expansion of agricultural and livestock production in Brazil has led to the intensification of the use of pesticides, a worrying fact given the negative effects of these products on the environment and human health. Bahia is one of the main states that consumes pesticides and previous studies in the Bahia municipality of Crisópolis-BA have shown a wide use of these products by the population. Considering the harmful potential of pesticides, it is evident the importance of investigations regarding their commercialization for the identification of possible problems and planning of corrective actions.. In this context, the present research aimed to investigate variables related to the commercialization of pesticides in the municipality of Crisópolis-BA in the year 2021. Thus, information was collected from the establishments that sell pesticides in the municipality through observations and application of questionnaires to the owners and employees of the establishments. The data were analyzed using descriptive and inferential statistics. The results Showed a greater trend in sales for products with the active ingredient 2,4-D + picloram. These data a great demand and handling of these products by the population, which is a cause for concern considering their toxicological potential (toxicological class I). In addition, there was a preponderant lack of knowledge on the part of sellers about the safe use of pesticides. This is a worrisome fact, since the absence of information about its correct handling implies a greater risk of exposure, which may contribute to the intoxication of rural workers by these products.

References

Anvisa – Agência Nacional De Vigilância Sanitária. (2017). Listas de ingredientes ativos com uso autorizado e banidos no Brasil. Anvisa .

Anvisa – Agência Nacional De Vigilância Sanitária. (2018). Regularização de produtos – agrotóxicos: monografias autorizadas. Anvisa, Brasília.

Andav. (2017). Manual De Armazenamento De Defensivos Agrícolas E Medicamentos Veterinários. Associação Nacional dos Distribuidores de Insumos Agrícolas e Veterinários – Campinas-SP.1ª Edição - 2017

Adab. (2021). Manual De Fiscalização De Agrotóxicos E Afins- Adab. http://www.adab.ba.gov.br/arquivos/File/MANUALDEFISCALIZAcaOTEXTO.pdf. Acessado em: 12 de junho de 2021.

Augusto L. G. S, Gurgel I. G. D, Florêncio L, & Araujo A. C. P. (2001). Exposição ocupacional aos agrotóxicos e riscos sócio-ambientais: subsídio para ações integradas no estado de Pernambuco. In: Augusto L.G.S., Florencio, L, Carneiro RM, organizadores. Pesquisa (ação) em saúde ambiental – contexto, complexidade, compromisso social. Recife: Universitária. p. 57-69.

Credidio, G. C. (2020). Caracterização da exposição de trabalhadores rurais a agrotóxicos em um município da Bahia. 2020. 109f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Colegiado de Farmácia, Departamento de Ciências da Vida. Universidade do Estado da Bahia.

De Moraes, R. F. (2019). Agrotóxicos No Brasil: Padrões De Uso, Política Da Regulação E Prevenção Da Captura Regulatória. Texto para discussão / Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada- Ipea. Brasília.

Bedora, C. N. G., Ramos, L. O., Rego, M. A. V., Pavão, A. C., & Augusto, L. G. S. (2007). Avaliação E Reflexos Da Comercialização E Utilização De Agrotóxicos Na Região Do Submédio Do Vale Do São Francisco. Revista Baiana de Saúde Pública 31(1), 68-76.

Brasil. (2002). Decreto nº 4.074, de 4 de janeiro de 2002. http://www.planalto.gov.br/ccivil_ 03/decreto/2002/d4074.htm. “Ex. incorreto: “Brasil. Lei estadual de agrotóxico n.º 6.455 de 25 de janeiro de 1993.

Brasil. (1993). Lei estadual de agrotóxico n.º 6.455 de 25 de janeiro de 1993.

Brasil. (1989). Lei nº 7.802, de 11 de julho de 1989. Brasília: DF. https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra,jsessionid=614EC1856F7D8D7AE269B05055528F1B7D.proposicoesWebExterno1?codteor=356265&filename=LegislacaoCitada+-PL+6189/2005.

Brasil. (1996). Decreto estadual n.º 6.033 de 06 de dezembro de 1996.

Brasil. (1997). Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância Sanitária. Manual de vigilância da saúde de populações expostas a agrotóxicos. Brasília: Organização Pan-Americana da Saúde.

De Souza, J. P., Faria, H. A., & Pereira, R. S. F. (2017). Uso de agrotóxicos pelos trabalhadores rurais do município de Crisópolis-BA. Estação científica (UNIFAP), 7(3), 107–117.

Garcia, E. G., Bussacos, M. A., & Fischer, F. M. (2005). Impact of legislation on registration of acutely toxic pesticides in Brazil. Rev. Saúde Pública oct,39(5):832-9.

Gil, A. C. (2012). Como elaborar projetos de pesquisa. (6a ed.), Atlas.

Ibge – Instituto Brasileiro De Geografia E Estatística. (2017). Censo Agropecuário 2017. IBGE.

Ibama. (2020). Consumo de agrotóxicos e afins (2000 - 2017). http://ibama.gov.br/phocadownload/qualidadeambiental/relatorios/2017/Grafico-Consumo_agrotoxicos_2000-2017.

Ibama. (2019). Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. (2019). Consolidação de dados fornecidos pelas empresas registrantes de produtos técnicos, agrotóxicos e afins, conforme art. 41 do Decreto n° 4.074/2002. Brasília, DF.

Monquero, P. A., Inácio, E. M. & Silva, A. C. (2009). Levantamento de agrotóxicos e utilização de equipamento de proteção individual entre os agricultores da região de Araras. Arq. Inst. Biol. 76(1), 135-9.

Li, Z., Jennings, A. (2017). Worldwide regulations of standard values of pesticides for human health risk control: a review. International Journal of Environmental Research and Public Health, 14(7), 826, 22.

Pan Consolidated. (2018). list of banned pesticides. Pesticide Action Network International, https://bit.ly/2g5P1Tu.

Souza, J. P., Pereira, A. P. G. S., Pereira, R. S. F., Faria, H. A., Souza, E N., Santos, T. J., & Miranda, C. (2020). Classes de agrotóxicos mais utilizadas pelos trabalhadores rurais no município de Crisópolis/BA. Scire Salutis, 10(3), 82-87. http://doi.org/10.6008/CBPC2236-9600.2020.003.0010.

Silva, L. L. H., Pinto, É. N. F., Lucena, S. C. B., Bezerra, J. C., & Silva, Y. D. L. (2019). Agrotóxicos e seus riscos em estabelecimentos comerciais na cidade de Sousa-PB. Divulgação científica e tecnológica do IFB/nº 44. Revista Pincipia.

Published

10/02/2022

How to Cite

SOUZA, J. P. de .; PORTO, M. de J. .; CREDIDIO, G. C. .; TELES, A. L. B. . Commercialization and use of pesticides in the city of Crisópolis-BA. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 3, p. e4011326206, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i3.26206. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/26206. Acesso em: 16 jul. 2024.

Issue

Section

Health Sciences